Resenha - Namorada Podre de Rica




Título: Namorada Podre de Rica
Autor: Kevin Kwan
N° de páginas: 490
Cortesia: Grupo Editorial Record
Skoob
Onde comprar: Amazon
Sequência do best-seller internacional que conquistou milhões de leitores no mundo todo. Depois de descobrir que seu lindo namorado, um simples professor de História da Universidade de Nova York, é, na verdade, o herdeiro de uma das famílias mais ricas de Cingapura e de sobreviver a todas as tentativas orquestradas pela mãe dele, a poderosa Eleanor Young, para tentar separá-los, Rachel Chu acha que, agora, está preparada para qualquer coisa. Ah, ela não poderia estar mais enganada...


Olá pessoas queridas, tudo bem com vocês?!
Aqui estou eu conforme o combinado na resenha de Asiáticos Podres de Ricos, em que eu falei que assim que tivesse lido o segundo livro eu viria aqui falar a respeito. Pois bem, aqui está a resenha e as minhas impressões sobre a mesma, mas antes de qualquer coisa caso não queira pegar Spoilers da continuação, pule para as minhas impressões ok? Agora caso queira ler, vai por sua conta em risco!



Rachel Chu sofreu nas mãos de Eleanor Young em Asiáticos Podres de Ricos, mas conseguiu sobreviver e dar a volta por cima em meios às tentativas de sua futura sogra em dar fim ao seu relacionamento com Nick. Agora mais calejada e experiente sobre a família do futuro marido, Rachel só deseja se casar e ser muito feliz ao lado de seu amor.

Porém, uma verdade há muito escondida veio a tona ainda no livro anterior, mas é em Namorada Podre de Rica que ela se desenrolará e deixará todos os parentes de Nicholas Young e, principalmente Eleanor Young de queixo caído, já que ela julgava a nora inferior ao filho por não ser rica.
Agora, a riqueza dos Young é nada se comparada ao tanto de dinheiro que o pai de Rachel tem. O pai que ela acreditava estar morto e o qual nunca conheceu ressurge do passado disposto a se aproximar da filha que nem sabia existir. Mas antes de finalmente conhecer seu pai Rachel e Nick terão que lidar com Eleanor, que teima em se aproximar do casal custe o que custar.

"Sua mãe descobriu sobre o casamento. Feliz Ano-Novo...
Que merda! Como ela descobriu?
Não tenho certeza de quem vazou. Ela veio falar comigo na casa da Ah Ma. O negócio foi feio.
Sério?
Foi. Ela perdeu a cabeça e fez uma cena quando eu falei para ela que não ia dar nenhum detalhe.
Então ela não sabe quando, onde etc.?
Não, mas tenho certeza de que vai acabar descobrindo. Se prepare."

O casamento de Nick e Rachel está às vésperas de acontecer e Nick sabe o quanto a noiva gostaria de ter o pai presente neste momento tão especial e significativo. Mas é então que o inesperado acontece, o pai de Rachel aparece bem diante dela, e o mais surreal é que a responsável por esse encontro é ninguém mais ninguém menos do que Eleanor Young.

"Eu sei reconhecer quando minha presença não é bem-vinda e irei embora sem problemas. Mas senti que precisava consertar o que fiz com a Rachel antes que ela subisse ao altar. Você quer mesmo privá-la de conhecer o pai antes do casamento?"

Depois dessa enorme e inesperada surpresa Nick e Rachel são arrastados para um mundo ainda mais luxuoso do que o que ele está acostumado a viver e o qual ela está ainda se ambientando.

A fortuna de Nick e sua família é ínfima diante da opulência de viajar em um Boing 747-8i tendo uma sala de cirurgia equipada com UTI e, como se não bastasse, há ainda um lago de carpas dentro do avião. Essa é a dimensão da riqueza em que vive o pai de Rachel.

Extremamente feliz e ainda sem acreditar que finalmente encontrou o pai, Rachel não faz ideia de que fez novos inimigos com essa aproximação e que ameaças ainda mais perigosas colocarão sua vida em risco.

Ficaram curiosos para saber quem está ameaçando a vida da doce Rachel? Então não percam mais tempo e comecem a ler logo esse livro, pois com certeza vai lhes surpreender!



 [- Minhas Impressões -]

Ai gente, a leitura desse livro foi tão agradável e prazerosa quanto o livro anterior e de novo me vi inserida na vida dos podres de ricos, mas agora de um novo ângulo porque a riqueza do pai de Rachel não se compara a nenhuma outra. É Boing luxuosíssimo de um lado, dinheiro e opulência de outro e as casas e hotéis mais fantásticos e incríveis que Rachel já viu na vida.

Mai uma vez Kevin Kwan conseguiu me situar no jet set dos asiáticos mais que podres de ricos que eu já li em toda a minha vida. E de novo o livro trouxe uma grande quantidade de personagens que integram as famílias dos Rachel e Nick, sendo que muitos parentes de Rachel aparecem dessa vez. O que foi muito legal, pois assim pude conhecer um pouco mais dela e de sua mãe através de parentes bem engraçados e sem um pingo de sutileza (risos).

A história desse livro foi ricamente bem descritiva e bastante minuciosa também, pois me levou  mais uma vez a Xangai onde a realidade dos novos-ricos é extremamente diferente e massivamente ostentada por eles.

Assim como no livro anterior preciso dizer que senti falta do casal Rachel e Nick mais juntos, e acredito que isso se deva outra vez a considerável quantidade de personagens que fazem parte da história, já que um pouco de cada um é contado de forma que possa situar o leitor na realidade dos podres de ricos da Ásia. Entretanto, eu continuo batendo na tecla do casal principal ter mais destaque no livro, já que a meu ver eles são os mais importantes na história.

A chegada do pai de Rachel à trama foi algo realmente muito engenhoso por parte do autor e eu gostei demais de seu aparecimento porque movimentou e deu uma agilidade maior à história. E o que mais me surpreendeu e agradou foi o clima de suspense e mistério quando a vida de Rachel passa a correr perigo. Sinceramente eu achei que foi uma grande sacada do autor, pois tornou a história mais interessante e envolvente aos meus olhos.

A capa é um show a parte e assim como em Asiáticos Podres de Ricos ela também roubou a cena em Namorada Podre de Rica e eu simplesmente amei.

Fiquei feliz e torci muito para que a Rachel e o pai pudessem se conhecer e recuperar um pouco do tempo perdido tendo em vista que eles nunca puderam fazer parte da vida um do outro.

O livro foi leve e a leitura fluiu super bem e eu espero que vocês ao lerem gostem tanto quanto eu. E para me deixar ainda mais feliz tem um terceiro livro pintando por aí e eu torço para ler e poder falar sobre ele aqui com vocês. Vou ficar na torcida para que isso aconteça.


Categorias:

Um comentário:

  1. Confesso que não li a resenha toda porque ainda não li o primeiro, mas vi que achou a leitura agradável e isso é um ponto super positivo.

    Beijos

    ResponderExcluir