Série [33] - Sex Education


Título: Sex Education
Data de Lançamento: 11 de janeiro de 2019
Primeira Temporada
Direção: Ben Taylor e Kate Herron
Gênero: comédia, drama
Duração: 50 minutos
Sex Education acompanha Otis Milburn, um adolescente virgem e com dificuldades sociais, filho de uma terapeuta sexual. Cercado por vídeos e conversas abertas e entediantes sobre sexo, Otis acaba se tornando um especialista no assunto e, junto com uma amiga, abre uma clínica de terapia sexual clandestina na escola.

                                




Não existe uma poção ou um feitiço que seja capaz de popularizar determinado material. Mas existe Netflix. Sempre inovadora, a plataforma online vem se preocupando cada vez mais em lançar conteúdos inéditos e autorais em seu catálogo, captando o maior número de público possível. Porém, todo mês existe aquele título que fica marcado, que chama a atenção de todos os assinantes e explode nas redes sociais. Em janeiro, foi a vez de "Sex Education" - que já garantiu renovação para sua segunda temporada.

Criada por Laurie Nunn e produzida por Jamie Campbell e Ben Taylor, a série conta a história de Otis Milburn (Asa Butterfield), um adolescente do ensino médio que, apesar de sua inexperiência sexual, abre clandestinamente uma clínica de terapia sexual para ajudar seus colegas de classe. Ao lado de Maeve Wiley (Emma Mackey), Otis passa a conversar com estudantes acerca de suas experiências e questões em troca de uma determinada quantia de dinheiro e é assim que a série passa a seguir não apenas seu protagonista, mas um número considerável de personagens complexos.

Eric Effiong (Ncuti Gatwa), por exemplo, é abertamente gay e extremamente autêntico. Em alguma outra produção, ele não passaria do personagem secundário melhor amigo do protagonista e alívio cômico pontual. Mas aqui o jovem ganha seu espaço naturalmente e abre discussões sobre bullying, identidade e religião, tornado-se favorito entre os expectadores. Aimee Gibbs (Aimee Lou Wood), Adam Groff (Connor Swindells) e Jackson Marchetti (Kedar Williams-Stirling) também entram para o time de personagens secundários que convergem com o protagonista e ganham mais tempo em cena, sutilmente sendo construídos em camadas pelo brilhante time de roteiristas que trabalham na série. 

Dentro de um universo que normalmente exclui figuras parentais está extremamente presente a mãe do personagem principal, Jean Milburn (Gillian Anderson). Ainda que a relação entre Jean e Otis seja um ponto importante, a vida da personagem se expande para além disso. É possível observar suas relações amorosas, desde o primeiro casamento até seus "casos de uma noite", e sua vida profissional. 

É muito interessante quando vemos a vida dos pais dos personagens adolescentes além de suas interações com os filhos, afinal, existem outras coisas acontecendo em suas rotinas e mostrar esse lado acaba tornando o conteúdo mais real. 

E uma vez que a série aborda (muito bem) o dia a dia dos personagens, indo além da bolha do ensino médio, é claro que tudo aquilo que compõe suas vidas será mostrado. Logo, existe um conteúdo gráfico de teor sexual que não é apropriado para todas as idades. Há também consumo de substâncias e violência, além de outros temas que podem ser considerados pesados. Mas tudo é tratado com extrema delicadeza e mesmo que a série trate de "Educação Sexual" ela não é apenas sobre isso, não existem cenas de sexo gratuitas, como algumas produções costumam fazer em busca de audiência. Há sempre um propósito para que aquilo esteja sendo mostrado. 

De forma geral, "Sex Education" é uma surpresa agradável. Em relação ao elenco não há nada negativo a ser dito, todos que estão ali se dedicam imensamente e há uma representatividade e quebra de padrões maravilhosa dos estereótipos estabelecidos para o universo colegial. Quanto ao roteiro, é impossível não elogiar a ousadia daqueles que o escrevem! Não é mais uma série adolescente sem conteúdo, como muitos gostam de dizer, mas sim uma que traz conteúdo de maneira leve, direta; de uma forma que pode acabar ajudando adolescentes a pesquisarem e a dialogarem cada vez mais sobre o assunto, seja com os próprios pais ou profissionais. Afinal, não é porque não se fala sobre que deixamos de saber. 

Confiram o Trailer e não deixem de assistir, pois vale a pena!




Categorias:

Um comentário:

  1. Ah, já tem um bom tempo que não estou assistindo séries, mas essa me chama bastante atenção.
    O tema abordado é bem legal, também acho importante essa educação sexual.
    Espero assistir algum dia.

    Beijos

    ResponderExcluir