Resenha - A ContraPartida



Título: A ContraPartida
Autor: Uranio Bonoldi
Cortesia: Editora Valentina
Páginas: 336
Skoob
Onde comprar: Amazon
O que poucas pessoas têm em mente é que Cultura, no sentido mais amplo da palavra, não se restringe apenas ao entretenimento. O objetivo maior e primeiro da Cultura é nos transformar em pessoas melhores, agregando novos conhecimentos e percepções sobre nós mesmos, os outros e o entorno em que vivemos – é isso que A Contrapartida faz. A sua leitura nos proporciona uma série de profundas e valiosas reflexões sem, contudo, deixar o entretenimento e o suspense de lado. Com relação ao suspense, gostaria de fazer uma breve analogia com o mundo do cinema para ser mais claro em minha exposição. Um bom thriller é aquele que nos causa ansiedade para ver a próxima cena e nele os acontecimentos não são óbvios e declarados.

Este é o tipo de livro que inicia exatamente do jeito que qualquer leitor fã de um bom suspense gosta: com um ritmo acelerado e cheio de tensão. Não sabemos exatamente o que está acontecendo, só que não é nada de bom. O personagem principal nos é logo de cara apresentado em uma situação extremamente tensa e a história está no seu clímax. Vamos a uma resenha cheia de suspense?


“Meu Deus, sou um monstro” Preciso acabar com isso. Depois, sumo com essa merda desse canivete cego e vou embora daqui. Está acabado, só mais este e pronto. O último de dezenove...Chega, não aguento mais! – Trêmulo, guarda um tubo plástico no bolso. O conteúdo ele iria triturar para não deixar vestígio.”

Após todo esse momento de tirar o fôlego, descobrimos que o personagem envolvido neste ritmo desenfreado, é Octávio Júnior, ou mais conhecido como Tavinho. Um bem-sucedido cirurgião de 26 anos, prodígio e um fenômeno em sua carreira. Porém que guarda um terrível segredo e que aos poucos vamos sendo apresentado a ele.

A história então nos leva ao passado e o quebra-cabeça vai se montando aos poucos.

Tavinho é o típico menino da classe média alta paulistana que tem uma vida confortável e vive com sua mãe dedicada e amorosa Cristina. Seu pai, vítima de um assalto morreu quando ele era ainda bem pequeno. Na casa dele também mora Iaúna, uma índia da tribo dos Morixunas, que foi trazida por sua mãe após a família dela ter sido vítima de uma chacina envolvendo mineiros.

Apesar de uma vida confortável e bem amorosa, Tavinho tem um grande problema com os estudos. O menino apesar de esforçado e de pensar grande em seu futuro (almeja ser médico), sofre com sua capacidade de aprendizado. Sofre muito com os estudos e tem dificuldade de entender as matérias da escola, o que rendeu vários esforços frustrados de sua mãe de tentar ajudar o filho com professores particulares e aulas de reforço.

E é a partir deste “simples” problema, que nossa história começa a tomar forma. Tavinho como ficamos sabendo anteriormente, apesar de não muito inteligente, pensa muito alto, e esta grandeza que ele almeja, acaba atraindo a atenção de Iaúna, que propõe a ele, servida de seus conhecimentos antigos uma proposta nada fácil, inteligência muito acima da média, por um preço: um sacrifício.

“-Tavinho, escute! Eu posso resolver o seu problema. Mas preciso saber se você está disposto a fazer sacrifícios. – Sacrifícios? Como assim? - Através de um elixir indígena, mas isso exigirá atos e compromissos bem específicos.”

Não precisamos ser muito inteligentes para saber que o menino inocente Tavinho irá aceitar a proposta da velha Iaúna. Porém nada nesta história é o que nos parece a principio, e vamos descobrindo ao longo da jornada de Tavinho que as aparências enganam e muito. Nenhum personagem é inteiramente bom ou mal. E isso deixa as coisas mais palpáveis na narrativa, afinal somos assim, não é mesmo?


Após aceitar tomar o tal elixir mágico, Tavinho realmente consegue a tão desejada inteligência de que precisa para alcançar seus objetivos de grandeza. E o preço que ele irá pagar, a principio é bem medonho, e a jornada dele ao se transformar em um garotinho inocente em um ser um tanto sangue-frio, é muito bem construída.

Acredito que revelar exatamente o que esses sacrifícios envolvem, estragariam a surpresa que um bom thriller como esse nos proporciona, porém para leitores mais experientes, garanto que uma leve desconfiança do que esta envolvido nisso não seja difícil de imaginar.

Depois de toda uma jornada frenética de nosso protagonista pelo poder, que vai envolver até mesmo uma vingança pessoal dele envolvendo o assassinato do pai, Tavinho se vê cercado em uma armadilha, que até mesmo ele, que possui uma inteligência poderosa, vai acabar ficando enrolado. Ele descobre que para continuar usufruindo dessa inteligência toda, irá ter que ir cada vez mais fundo em uma jornada sem volta.

Só posso dizer que muita violência é envolvida nessa história, e para fãs do gênero, isso vai ser um prato cheio.

O desfecho da história é de tirar o fôlego e possui um belo plot twist, ou seja, tem um final surpreendente, que vai deixar qualquer um de boca aberta. Mas falando um pouco da escrita em si, este livro em minha opinião foi bem estruturado. A história não é nada linear, pois vamos acompanhando Tavinho primeiro na infância, mas depois alguns capítulos são intercalados com presente e passado. Mas nada que fique confuso na leitura. Os capítulos são curtos, o que agiliza bastante a leitura, e não deixa ela ficar maçante. Os personagens também têm uma construção bem interessante, desde o próprio protagonista, até mesmo sua mãe e a índia Iaúna, são bem desenvolvidos na trama.

A edição da editora Valentina é muito bem arranjada e a diagramação bem agradável. Por ser um livro não muito pequeno, os capítulos mais curtos são muito bem vindos e ajudam bastante na hora da leitura. Enfim, uma leitura bastante recomendada e que agradará com certeza os fãs do gênero, e ainda mais por ser um livro nacional!


Categorias:

Nenhum comentário:

Postar um comentário