15 novembro 2018

Resenha - Tons de Rosa



Título: Tons de Rosa
Autora: Karla de Luna
Cortesia: Editora Coerência
Páginas: 245
Ano: 2018

Amigas desde a adolescência seguem caminhos diferentes, vivendo amores e paixões. Mas seus destinos se cruzam e se entrelaçam, revelando a forte amizade que prevalece entre elas. Nem mesmo os acontecimentos inusitados são capazes de abalar essa relação.
Suas personalidades distintas descobrem gostos em comum, sabores e vinhos. Seja em Londres, na região da Toscana, ou numa ilha qualquer no Mediterrâneo, elas vão se revelar e marcar suas histórias. Tentarão manter seus encontros, mesmo seguindo seus sonhos e objetivos. A dedicada Ana Paula, segue a risca sua vocação, estudando para se tornar médica. Em contrapartida Judite gosta de viver rodeada de gente no mundo de festas e eventos. Enquanto Mabel, na Espanha, procura realizar o sonho de ser uma chef de cozinha. Já Nalu, descobre sua aptidão na vinícola de sua família e mais tarde na Califórnia, se aperfeiçoando cada vez mais no mundo dos vinhos.
Mesmo com suas rotinas distintas e o acaso que pode provocar uma mistura de sentimentos, a sensibilidade e o perdão vão decidir o rumo de suas vidas.



 “Mudanças podem ser boas, mas não deixam de ser estressantes. Precisavam estar preparadas. Mesmo quando o saudosismo aparecesse, seria essencial o cuidado de recordar que toda época tem seus aspectos bons e ruins. Tempos difíceis vêm e vão, manter um amigo é como um desafio. As ondas de nostalgia podem funcionar assim como uma cola que reforça os laços de solidariedade e as experiências compartilhadas.”


Esse não é um romance que tem como objetivo nos fazer suspirar e ansiar pelo príncipe encantado. Essa é a história de quatro amigas que estão juntas desde sempre e que nos mostra de maneira mais bela e sincera o real significado da palavra amizade e que nos faz pensar: será que mesmo estando longe, a amizade acaba? Ou quando se é uma amizade verdadeira esta sobrevive aos mais variados obstáculos: tempo, distância, saudades?


Judite é aquele tipo de pessoa com uma personalidade ousada, não insistia em uma situação que de fato não a agradava, era uma pessoa que não se prendia com facilidade a alguém – com a mesma facilidade com que se encantava com alguém, acabava perdendo este encanto mais rápido ainda; Ana Paula é a tímida, reservada – gosta de se sentir segura e sempre fez as coisas com demasiada atenção e cuidado; Nalu era a independente, se assemelha mais com um pássaro – afinal o que mais AMA nesta vida é sua liberdade e Mabel era a cola que unia essas meninas de personalidades tão distintas, seu maior sonho era ser uma reconhecida chef de cozinha. Como pessoas tão diferentes conseguem manter um laço tão forte? Mas é como dizem: os opostos se atraem.

“Era simplesmente fantástico como personalidades tão diferentes nutriam um laço tão forte, sentimentos que muitas vezes não combinavam, porém pensamentos que se entrelaçavam de alguma forma.”

Desde que se entendem por gente, Nalu, Judite, Ana Paula e Mabel estão juntas; sempre compartilhando seus melhores momentos como os piores também; se apoiam uma na outra, de fato são como unha e carne e chega ser aquele tipo de amizade que despertaria inveja em qualquer um. Mas chega um dia em nossa vida que temos que nos mudar, temos que deixar para trás tudo o que amamos para desbravar o desconhecido; mas o receio, o medo e a dor no coração rondam Malu todos os dias, afinal ela se mudará para a Espanha com seus pais e terá que dizer adeus para suas tão amadas amigas. Mesmo com medo e o coração doendo, Malu acaba por dizer não um adeus, mas um até breve para Judite, Ana Paula e Judite. Elas acabam por prometer que sempre que puderem arrumarão uma maneira de se verem; perder o contato não é uma opção, mas como ter tanta certeza de que a amizade não mudará em nada? É simples: quando se tem uma amizade como a delas não existe obstáculo que não possa ser vencido.

E eis que se inicia a grande aventura dessas quatro amigas, que crescem e se tornam grandes mulheres, mas nunca esqueceram de fato o amor que sentem uma pela outra; não tem como esquecer uma amizade como a delas e mesmo que novas pessoas entrem em suas vidas, nada se compara com quando estão juntas.

Ana Paula seguiu sua vocação e estuda, se esforça arduamente para se torna uma excelente médica; Nalu acaba se encontrando na vinícola de sua família e com isso começa a se esforçar e se aperfeiçoar no mundo dos vinhos; Judite com sua ousadia, sempre esta rodeada de pessoas,, em festa – afinal sempre amou tudo o que envolvia eventos e Mabel... Bem, ela se esforça todos os dias para alcançar sua meta: ser uma chef de cozinha da qual todos possam se orgulhar. Mas em seu coração, ela sabe que por mais que cada uma tenha seguido seu caminho, um dia ela e suas amigas se reencontrarão.
Amores, aventuras e desventuras, decepções e realização de sonhos; e após tempos separadas, essas quatro amigas terão seus caminhos cruzados e perceberão que o laço que as unia nunca enfraqueceu ou sumiu, a amizade sempre esteve na somente em suas vidas, mas em seus corações.



[- Minhas Impressões -]

Quero começar dizendo que esse livro ganhou completamente meu coração, um livro lindo, fofo e necessário. Nunca em minha vida me deparei com uma história que de fato mostra o real significado da palavra amizade; mostra que por mais distante que estejamos, que por mais difícil que seja – a amizade verdadeira sobrevive.

Narrado em terceira pessoa acompanhamos as aventuras, desventuras, amores, decepções desse grupo de amigas; ansiamos por poder viver o que elas vivem e a nostalgia acaba por ser o sentimento mais forte presente. Em determinado momento eu já não estava mais lendo e sim vivendo a história; me lembrei de uma época em que tudo era mais fácil e minha maior vontade era me manter perto de minha amiga. E mesmo sendo separadas em um dado momento, como Mabel, Nalu, Judite e Ana Paula conseguimos manter nossa amizade, pois era inaceitável um dia perdermos contato. Esse livro consegue fazer com que nos identifiquemos com diversas situações vividas pelas meninas; as decisões que precisam tomar – se ainda não passamos, nós iremos passar.

Vemos o quão difícil é abandonar o conhecido e partir rumo ao desconhecido, mas só vivemos uma vez e devemos abraçar todas as oportunidades.


Tons de Rosa é uma leitura, fácil, leve e que nos faz sentir falta de nossa adolescência, nos faz sentir saudades de uma época fácil; mas nos mostra que é essencial lutar para realizar nossos sonhos; a esperança de um dia poder reviver momentos que há muito não vivemos. Depois da família, a amizade é a maior e mais pura forma de amor. Diferenças? Bem, são essas diferenças, peculiaridades que mantém uma amizade – que a torna mais linda, emocionante e que fortalece tal laço; afinal qual seria a graça se todos pensassem iguais?

Como se isso não fosse o suficiente, no decorrer da leitura percebemos que por mais que não seja aquele clichê onde torcemos pelo casal, nos apaixonamos pelo mocinho e bla bla bla; não tem diferença. Pois torcemos por essas amigas, vibramos com suas conquistas, choramos com a saudade que sentem uma da outra e comemoramos quando de fato se reencontram. Pois uma amizade quando vale a pena, pode passar: dois, cinco, dez anos – que quando nos reencontrarmos será como se nada tivesse mudado. Enfim, um livro lindo, cativante, apaixonante, fofo, verdadeiro e com personagens tão reais que torna a leitura mais linda e emocionante ainda. E lembre-se: você pode mudar a vida de seu amigo, mesmo que seja de maneira inconsciente – você muda e marca a vida dessa pessoa para sempre. Afinal, somos um pouquinho de cada pessoa com que convivemos.

A edição da Editora Coerência esta simplesmente magnífica, com detalhes super fofos em todo inicio de capítulo; o clássico livro: lindo por fora e lindo por dentro.

Enfim, quero finalizar indicando, recomendando e favoritando e afirmando: essa história vai marcar sua vida e fazer com que repensemos e entendamos de fato o real significado da palavra amizade.

“Cada amigo tem seu valor dentro do contexto de sua vida. Afinal, você tem um pouco de cada uma deles. De alguma forma, eles te acrescentam algo, mudaram alguma coisa em você ou deixaam alguma marca.”

Inscrições Abertas - Participe !



11 comentários:

  1. Esse livro parece muito gostoso de ler! As Histórias sobre amizades que encontrei costumam ser pesadas, como a vida separa e impossibilita de estarem juntos. Vou amar ler um que seja o oposto, que é leve e mostra que é capaz de continuar a amizade ao longo dos anos porque é isso que quero fazer com minhas amigas.

    ResponderExcluir
  2. Ai que resenha fofa, adorei. Esse livro tem a capa mais meiga que vi nos últimos tempos. Acho que é como você falou.
    Esse tema da amizade entre mulheres é imprescindível numa época em que se observa tanto desentendimentos e desamor. Admiro muito amizades que sobrevivem ao tempo, à distância, às mudanças da vida. Confio plenamente que sim ,é possível ser amiga mesmo longe, mesmo sem se ver ou se falar todos dias. (Tenho amigas de décadas ) É quando se reencontram que provam o valor dos laços de amizade. Esse livro pelo jeito pega o leitor pelo coração mesmo, levando e trazendo sentimentos e lembranças do passado, Linda história de uma amizade que supera tudo, os destinos, as distâncias. ..louca pra ler. Às vezes é bom sair da zona de conforto e dar valor a um livro que fuja do amor romântico e dê ênfase ao amor entre amigas!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom ver o trabalho da Editora. Acabei de "ver" a outra resenha e fico feliz de ver uma Editora caprichando assim em seus livros!
    A amizade é um amor que não morre(ou algo semelhante).rs e apesar de não ter muitos amigos da época de adolescência, há uma que preservo com muita alegria mesmo depois de 40 anos de amizade.
    Por isso, a história de amizade das quatro meninas já me ganhou de cara e sim, quero demais me emocionar também!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Lendo a resenha fiquei pensando em quantos amigos ficaram para trás. Realmente alguns, por mais que o tempo nos mantenha distantes, quando nos encontramos nos sentimos com a mesma intimidade e a mesma sensação de ter do lado alguém que nunca nos abandonará. Já com outros, a distância se torna cruel e parece criar um abismo, transformando o outro em um completo desconhecido. Gostei da dica.

    ResponderExcluir
  5. A Coerência está arrasando nas capas!!
    Amo romance, mas também amo ler histórias em que o foco é a amizade.
    Sinto que tenho um pouquinho de cada amiga; e já fiquei curiosa para ler e ver a evolução. Ainda mais abordando a distância, porque com o passar do tempo a vida acaba ficando corrida e é preciso saber manter.
    Amei a resenha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Byanca,
    Primeiro, eu sou fã de romances, mas, você não imagina como livros que falam de amizade me conquistam, esse me ganhou só pela sinopse!!!
    Pela sua descrição, sei que vou me identificar um pouco com Malu, mas gostei da personalidade das 4 amigas, bem distintas.
    Eu também acho cativante, mas do que isso, quase não encontramos histórias que não foca no romance, e essa aqui é tão real, vejo isso com o meu grupo de amigas, cada um para um lado, mas tentando se manter unicdas, e acho lindo!
    Vamos dizer a verdade, não tem como não ganhar o coração de leitor!
    Eu amei, demais, fiquei louca para ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Não conhecia o livro, mas só pela capa ele já ganhou meu coração, é muita fofura em tão poucos centímetros (risos). Conhecendo a sinopse e vendo essa resenha não tem como não querer mergulhar nessa história que realmente vai remeter a nossa adolescência, acho que todo mundo tem aquele amigo que apesar de ficar dias, meses e às vezes até anos sem se ver, quando nos reencontramos é como se tivesse passado apenas horas, são essas a verdadeira e mais rica amizade, saber que podemos contar com aquela pessoa em qualquer momento seja ele bom ou ruim.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Byanca!
    Confesso que prefiro livros de romance que nos faz suspirar e ansiar pelo príncipe encantado, deve ser por isso que não me interessei pela trama de Tons de Rosa, não fiquei curiosa para acompanhar as aventuras dessas quatro amigas - Judite, Ana Paula, Malu e Mabel... Ou talvez o meu desinteresse pelo livro seja porque nunca fui muito de ter amizades, na infância/adolescência eu era meio que solitária, e ainda sou assim hoje em dia, por isso histórias sobre amizade não despertam o meu interesse... Então, dificilmente eu leria esse livro. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Oi Byanca.
    Esse livro parece ser muito amorzinho.
    Gosto muito de ler histórias sobre amizades.
    É interessante como na adolescência temos uma visão da amizade e como tudo parece fácil nessa época. Depois vem a faculdade, maturidade e muitas mudanças, tanto na vida pessoal como profissional. Achei lindo as meninas continuarem unidas e se apoiando enquanto passam por tantas mudanças, e tantas personalidade diferentes. Lembra as minhas amigas *-*
    Já quero ler esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Aí que resenha linda, só de lê-la já deu um quentinho no coração, ainda mais porque eu continuo na minha cidade natal e minhas duas melhores amigas se mudaram pra cidades com mais de 5 horas de distância para fazer faculdade, as vezes só queria voltar no tempo que podia ir na casa delas qualquer hora, ver sessão da tarde ou reclamar da escola. Foi pra minha listinha ❤️

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Amei o livro, tem uma historia muito emocionante e interessante. A trama que envolve essas jovens, os laços de amizade que elas criaram entre si é muito fofo e verdadeiro..realmente uma historia de amizade que não se destrói pela distância. Estou desejando muito ler.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir