12 novembro 2018

Resenha - Maligna


Título: Maligna 
Autor: Igor Paiva
Páginas: 13
Editora: Autor Independente
Onde comprar: Amazon


O conto Maligna, foi inspirado num caso real ocorrido em Novembro de 1971. Jhon List foi um assassino em serie estadunidesse e em 1971, ele matou sua esposa e seus três filhos em Westfield , Nova Jersey , e depois desapareceu. Ele havia planejado os assassinatos de modo que quase um mês se passou antes que alguém suspeitasse de que algo estava errado.
List ficou 18 anos foragido e nesse meio tempo, se casou novamente e assumiu outra identidade. O que faz sua história ser ainda mais bizarra é a motivação de seus crimes. Como ele escapou da justiça por quase 18 anos, List assumiu uma nova identidade e se casou novamente. Ele foi finalmente detido na Virgínia em 1 de Junho de 1989, depois que a história de seus assassinatos foi transmitida no programa de televisão da Fox America's Most Wanted . Após a extradição para Nova Jersey, ele foi condenado por cinco acusações de homicídio em primeiro grau e condenado a cinco penas consecutivas de prisão perpétua sem liberdade condicional .
List deu problemas financeiros críticos, e sua percepção de que sua família estava se afastando de Deus , como seu raciocínio. Matá-los, ele supostamente raciocinou, asseguraria às suas almas um lugar no Céu , onde ele esperava eventualmente se juntar a eles. Ele morreu na prisão em 2008, aos 82 anos de idade.
 O conto maligna foi Inspirado neste caso, um conto curto, porém brutal! Sua Família é perfeita?






Você teria coragem de assumir uma nova identidade para se livrar de um crime que cometeu? Eu certamente não (risos). 

A história começa quando um entregador de leite, vai entregar o produto na casa de sua Cliente Martha, uma mulher que estava cansada da vida que estava levando e que sempre em todas as manhãs o aguardava na porta de sua casa, porém naquela manhã ela não estava lá, e um silêncio perturbador pairava naquele lugar provocando-lhe estranheza.

A princípio ele achou que Martha havia saído, e ao se aproximar o leiteiro notou que as portas e as janelas da casa dela encontravam-se escancaradas, sem nenhum sinal de vida lá dentro, percebeu também a ausência do cachorro de Martha que sempre vinha brincar com ele, mas ao contornar a casa descobriu que o pobre animal estava morto no quintal.

Ao adentrar na casa vazia ele se assustou com o que viu, deixando cair a garrafa de leite de sua mão. Na casa havia marcas de sangue no chão e nas paredes, e sem saber o que fazer o leiteiro sai do local as pressas, deixando tudo para trás.

Mas porque havia sangue na casa? O que de fato aconteceu ali? E qual é o paradeiro de Martha? Ela seria a vitima ou a vilã da história? Isso e muito mais vocês terão que conferir lendo!!


Sabe aquele conto que começa de uma maneira suave, que trás a impressão de uma família perfeita? E depois você acaba descobrindo que o final não era nada daquilo que você imaginava?

Então este conto me deu esta sensação, fiquei extremamente surpresa com o rumo que a história tomou e com o desfecho dela, nunca na minha vida imaginei algo assim. Sério gente, a maneira com que Martha se comporta diante de tudo o que é narrado aqui, te deixa de boca aberta pela frieza desta personagem, que na verdade só pensa no próprio bem estar.

Achei o enredo bem desenvolvido, o autor conseguiu trazer em poucas páginas, o quanto uma pessoa pode ser maligna e nem se importar com isso, e estou sem palavras para descrever a criatividade do autor. E se você procura ler uma história curta, para te deixar de queixo caído, leia este conto , tenho certeza que terá a mesma sensação assim que mergulhar no pequeno universo de Martha.


Inscrições Abertas - Participe !

12 comentários:

  1. Como amo contos, claro que já fiquei fascinada com o que li acima!!!Ainda mais sendo de terror desta maneira.
    Além da parte do crime bárbaro, continuar vivendo como se nada tivesse acontecido.
    Quanta frieza!!!
    Com certeza, vou procurar esta história para saber do desfecho.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olha, vou ser bem sincera, a princípio eu até mudaria, mas não vale a pena deixar de ser quem é.
    Priscila, como pode me deixar nessa curiosidade? Já estava na expectativa de saber o que acontece. Haha...
    Mas entendo que por ser um conto, qualquer palavra a mais pode ser um spoiler.
    Não faz o meu gênero, mas a premissa consegue despertar o interesse.
    Fiquei curiosa para saber o que acontece com o leiteiro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Pri.
    Não sou de ler contos, mas fiquei bem interessada em ler esse.
    Martha parece ser muito mais do que a imagem que as pessoas tem dela. Já fiquei com dó do leiteiro por ter encontrado essa situação totalmente inesperada rs
    Adoro quando os personagens nos enganam e gosto ainda mais quando os autores criam bons plot twists e desfechos que não esperamos.
    Imagino que demore um tempo até terminar de processo o que foi lido rsrs
    Já vai para a lista de desejados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Já fiquei louco pra ler o conto. Gosto de enredos cheios de mistérios e que, aos poucos, vai revelando segredos em histórias aparentemente como outras qualquer. O final surpreendente é outra coisa que me atrai.

    ResponderExcluir
  5. Bom ver que a leitura foi impactante por trazer o pior de uma pessoa e o melhor é que nem é ficção, foi baseado em fatos reais.
    Tem pessoas bem malignas mesmo que pensam apenas em como se saírem bem, sem se importar se cometeram ou não um ato crimminoso e fazem de tudo para se safarem.
    Interessante!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Ah, adoro quando os livros são inspirados em histórias reais!
    Sem dúvidas tem um enredo eletrizante, e eu, como adoro tentar desvendar a mente humana, adorei como o autor conduziu o conto.
    Não conhecia o caso de Jhon, acredito que isso seja o ápice da maldade que um ser humano pode chegar, imagino que não seja fácil acompanhar a história e não se sentir com medo...
    Realmente gostei! Entrou para a lista dos que quero ler!! Melhor ainda sendo um nacional, amo ver nossos autores se destacando de forma tão bela!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá! Só a sinopse já me deixou enjoada, ainda mais por saber que se trata de um fato real. Impressionante como que em tão poucas páginas o autor consegue passar tão bem assim seu recado e deixar o leitor estarrecido.

    ResponderExcluir
  8. Pelos seu comentários o conto Maligna parece ser daquele tipo de história onde nos surpreendemos com a frieza e crueldade do ser humano... sinceramente não curto esse estilo de história, prefiros as leves... por isso eu não o leria.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Nossa que bizarro!! Será que consigo ler sem ter pesadelos? Hahaha

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não sou muito de ler contos mais já li alguns e me agradaram muito. Esse traz mistério e suspense, coisas que adoro bastante em um livro. Esse me deixou com uma certa curiosidade sobre ele e também com vontade de saber o que realmente aconteceu.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  11. Quando é inspirado em uma história real sempre parece mais assustador, mas eu nunca li conto algum e também não sinto vontade, parece ser uma história tão curta que acho que vou achar incompleta ou com falta de detalhes, por mais que todo mundo fale que é uma experiência diferente e possivel entender algo curtinho kkkkk

    ResponderExcluir
  12. Olá M
    Fiquei intrigada com esse conto, gosto de histórias com final surpreendente, e a Martha me deixou curiosa, ainda mais que esse conto foi inspirado nesse crime absurdo que aconteceu nos EUA. Geralmente não costumo ler contos, acho muito evasivas às vezes com final aberto, como se o autor não soubesse o que dizer, mas esse parece bem categórico no final. Quero ler, já estou imaginando a cena do leite derramado misturado ao sangue...

    ResponderExcluir