Resenha - MARCADOS

14 abril 2021


Antes de iniciar a resenha é importante salientar que o livro tem vários gatilhos, de estupro a uso de drogas e preconceitos, então analise bem se você está preparado para essa leitura. Recomendação: +18

A resenha de hoje é do livro Marcados, do autor Caio Rossan. Um livro de estreia dele, que demorou anos pra ficar pronto e só por isso já merece ser lido. Aqui ele nos trouxe um thriller cheio de segredos, conspirações, com personagens adolescentes e em construção da própria identidade.



A história começa com Calila, personagem central do livro, sendo obrigada a deixar a cidade onde cresceu e indo em direção a cidade fictícia de Alto Cedro. Calila é muito jovem, um menina como qualquer outra, cativante, cheia de incertezas e com um humor irônico que eu adorei. O motivo dessa mudança é uma morte e uma herança, e o que há por trás delas é bem macabro, algo que Calila e os cidadãos de Alto Cedro demorarão a descobrir.


" Ela quer te proteger, mas alguém naquela cidade, na escola... alguém vai falar com você o que aconteceu naquela casa".


Obrigada a deixar família, os poucos amigos e a cidade que está habituada, Calila, uma garota negra, se encontra com pensamentos a mil e extremamente preocupada em como será recepcionada na nova cidade e na nova escola, o ILMA. Ela tem seus medos e anseios e não é por menos. Mudanças despertam em nós sentimentos variados e no caso dela não seria diferente, se os adultos sofrem, imaginem os adolescentes que têm os sentimentos a flor da pele.


" Não porque Orvalho me oferecia algo de bom, mas porque eu estava com medo - eu estou assumindo isso para você e se alguém souber foi você quem contou- do desconhecido, do novo".


O ILMA é uma escola modelo, tradicional, de referência e valor histórico na cidade de Alto Cedro. Calila consegue uma vaga na tão renomada escola e lá ela faz amizades, entende e se surpreende com sua dinâmica. Sem escolha, uma vez que não tem para onde correr, ela busca o seu espaço e tenta se manter discreta e invisível o máximo que pode, o que acaba sendo impossível devido aos acontecimentos sérios ocorridos na cidade e no ILMA. Uma onda de assassinatos ocorrem por lá e principalmente com alunos da escola o que faz Calila, e nós leitores, a nos perguntarmos a que ponto esses crimes estão ligados e o porquê deles. Até onde o ser humano é capaz de chegar para se proteger e se vingar?

" Às vezes, se a pessoa é doente não precisa de motivos. Não motivos que os outros possam compreender".



Marcados é um livro cheio de acontecimentos e muitas reflexões, a narrativa em primeira pessoa nos permite estar mais próximo de Calila e da visão que ela tem de si mesma, do que ela espera do mundo e das pessoas a seu redor. Calila nos mostra que todos somos falhos em vários momentos da vida, seja nas escolhas erradas que fazemos, seja no que acreditamos, no que esperamos do outro. Há pessoas boas que fazem coisas ruins e pessoas ruins que fazem coisas boas. E há aquelas que são simplesmente más.


" A verdade pode causar dor para mim e também para você".


Uma série de acontecimentos fará Calila rever suas concepções e seu modo de agir, em quem e no que acreditar. Mortes estão acontecendo e amigos estão morrendo como se fossem insetos e ela não descansará até descobrir o porquê dessas mortes e como acabar com elas. Tudo e todos passam a ser suspeitos e caberá a Calila a desvendar quem está por trás disso tudo. Com a saudade no peito, o medo na alma e a revolta da mudança, Calila irá descobrir o que realmente tem valor na vida e o que merece nosso tempo, nossa gratidão, nosso respeito e a nossa luta.


" O fato é que eu não sabia quando os abraçaria novamente. Quando poderíamos sorrir dos nossos próprios erros ou quando faríamos planos para o futuro".


Marcados é apresentado com um romance policial, mas aqui tem mais thriller que romance (risos). Uma morte atrás da outra, suspeitos que mudam a todo momento e você fica igual a Calila sem saber em quem e no que acreditar, e nós leitores, juntamente com a personagem, passamos a elaborar várias suposições e conspirações para descobrir o culpado e suas motivações para os crime.

Aqui percebi que vai muito além do thriller e isso é um fato. Ele soube abordar temáticas sérias e muitos importantes a todos, mas principalmente para os adolescentes. Os romances são apenas um detalhe e a meu ver não foi o foco da história, os crimes e mortes trazidos aqui têm uma mensagem para o leitor e mexe até mesmo com o psicológico. 

Além disso, nos proporciona muitos sentimentos e sensações durante a leitura levando você a vivenciar realmente cada emoção. Nessa obra você vai rir, sentir raiva, ficar descrente e surpresa. Os assuntos abordados nos faz refletir em como somos moldados pelas pessoas e ambiente ao nosso redor. 

O autor trouxe também para nós uma variedade de personagens e digo isso tanto na quantidade quanto na personalidade e diversidade deles. Um livro cheio de representatividade feminina, com personagens obrigados a tomarem escolhas boas ou ruins, justificáveis ou não. Relações de poder e interesses estão bem presentes na leitura também. A busca da própria identidade e do conhecimento de si, da sexualidade, bullying, medos, descobertas íntimas e de mundo. A representatividade que Calila traz transcende a cor da pele e estilo do cabelo. Ela quer e pode se afirmar e reafirmar quantas vezes forem necessárias, o que nos mostra como devemos acreditar em nós mesmas sem julgamentos pré-concebidos e que é permitido mudar. Mudar é evoluir e Calila foi obrigada a mudar de uma forma bem dolorosa.


" Pela primeira vez nos últimos anos eu estava preocupada com a opinião alheia como se eu estivesse dominada pela angústia em encontrar uma sociedade na qual eu pudesse habitar sem retaliações".


Os personagens secundários da história não deixam a desejar e cada um mostra o seu melhor e pior lado, e faz todo sentido, já que são humanos, e com eles aprendemos que nem todos são de todo o mau ou de todo bom. Ou será que algumas pessoas são só más? Deixo aqui a reflexão. Por falar nos personagens cada um trouxe, a sua maneira, uma mensagem para a história, onde aprendemos com eles que somos uma caixinha de surpresa e o resultado vai depender dos nossos interesses e no que acreditamos.

A escrita do autor é direta e fluída o que te faz ler bem rapidinho. Algumas descrições, na minha opinião pessoal, não precisariam estar no livro, assim como alguns fatos que achei desnecessários, o que por vezes me confundiu, mas nada que incomode ou atrapalhe a leitura. Eu adorei a construção da personagem Calila, uma menina peculiar, com humor de arrancar algumas risadas durante a leitura e de uma força genuína, até mesmo nos momentos de insegurança.

A obra traz como referências o folclore brasileiro que contribuiu e muito bem para composição da história. Foi muito bom reler uma parte deles, a maneira como foi realizada a relação entre os crimes e o folclore, gostei muito. Um ponto que amei de verdade foram os avatares dos personagens, parabéns por isso. Assim a gente consegue dar um rosto para cada um deles e se aproximar mais ainda dos personagens.

Temos aqui um ótimo suspense, com surpresas estarrecedoras no final, com uma narrativa mais intensa nas páginas finais e descobertas de causar repulsa em qualquer ser humano. Foi incrível acompanhar evolução de Calila que nunca mais será a mesma depois desses acontecimentos. Ela está marcada para sempre. E essas marcas farão Calila olhar a vida com outros olhos.


" Eu não posso me mudar sempre que tiver que enfrentar um problema".







Livro: MARCADOS 
Cortesia: Caio Rossan ( Autor Parceiro)
Número de páginas: 274
Skoob
Onde comprar: Amazon

 Você conhece realmente quem está ao seu lado? Quem é bom e quem é mau?
Forças antagônicas farão Calila perceber que interesses pessoais movem a natureza humana. Interesses nem sempre nobres. Luto, problemas financeiros, longe dos amigos e uma relação conturbada com a mãe. Novata na cidade de Alto Cedro, sem apoio da polícia, sob o risco de ser silenciada e sem saber em quem confiar, Calila se sente impelida a desvendar quem está por trás de misteriosos assassinatos ligados a uma escola tradicional. Calila jamais será a mesma. Nem você. Todos estão Marcados.

"Marcados é o livro de estreia do escritor Caio Rossan. Livro que levou cerca de 20 anos entre as primeiras escritas e este momento especial, que é o de sua publicação. Caio fez um trabalho excepcional que encantou a todos que já tiveram o privilégio de ler e se deixar enredar pelo texto. Texto que é um primor por sua agilidade, clareza de construção, com personagens que parecem estar ao seu lado, tamanha a verossimilhança da trama e de suas construções. Os eventos que acontecem em Alto Cedro (cidade fictícia, localizada na Bahia) não deixam dúvida: ninguém está a salvo, qualquer um pode ser vítima desse assassino que é muito mais que um matador; existe um cérebro, um plano por trás de tudo.




Um comentário

  1. Oie, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro 'Marcados', mas só pela sua resenha eu já fiquei interessada a respeito dessa história, principalmente porque adoro um bom romance policial. Espero ter a oportunidade de ler essa obra em breve ♥

    Beijos,
    Cássia
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir

Instagram

I Love My Books - Blog Literário . Berenica Designs.