Resenha - Atração Proibida

26 abril 2021



Kim e os irmãos precisam se mudar após alguns acontecimentos ruins onde moravam. Sendo de família bem simples, todos se surpreendem quando um homem com muito dinheiro solicita a guarda, ainda mais que não sabem qual a relação dele com a família. Na nova casa, Kim encontra Annie, a filha do homem misterioso, e a relação dos dois inicia conturbada e assim segue, até que a situação começa a virar e o ditado de quem odeia, na verdade ama, nunca fez tanto sentido para os dois. Porém, ele não pode causar intrigas com o pai da menina, já que não quer prejudicar seus irmãos, e logo ele e Annie descobrem que o amor proibido dos dois não só é proibido por isso, mas por outros fatos do passado de Kim.






Nesse livro, então, iremos acompanhar a história dos dois adolescentes Kim e Annie, ambos moradores da mesma casa, mas que não têm uma relação muito boa por conta de inúmeros motivos. A narrativa é em primeira pessoa e alterna entre os dois, então temos uma percepção bem direta e completa dos sentimentos, reações e emoções de cada um deles, o que é passado de forma bem intensa para o leitor. 

Além deles, temos outros personagens secundários, mas eles não chegam a protagonizar muitas situações, servindo mais para apoiar a história e o passado de Kim, porém, senti que houve alguns momentos onde eles, no caso irmãos de Kim, entraram em cenas dando uma "dica" ou "letra" para algo que está acontecendo por baixo dos panos e não será abordado aqui, mas talvez mais aprofundado em um próximo livro.

Kim foi um personagem difícil para mim porque ele é um pouco agressivo, sarcástico e impulsivo, mas, ao longo da leitura, percebi que ele tem um bom coração, mas está tão perdido em seu próprio passado que isso o acaba engolindo. Totalmente ao contrário dele, Annie é mais inocente, sentimental e ambos foram criados em mundos totalmente diferentes, já que ela é de família rica e boa e ele é de uma família desestruturada e pobre. Portanto, um choque muito grande entre eles, que os levou a terem brigas por anos, se provocando, mas, como sabemos: quem odeia, na verdade, ama.
 

"Ter Annie perto é como ter um doce e não poder comê-lo, apenas sentir o cheiro e saborear com a hipnotização do desejo e da tentação. Comecei a cada briga me aproximar mais, percebendo o efeito aumentar a cada passo de aproximação, mas nunca foi algo parecido como hoje."


Como citei, os personagens são, na grande maioria, adolescentes e, sendo assim, não poderiam faltar cenas onde eles fazem coisas de adolescentes. Festas, irresponsabilidade, drogas e outras situações permeiam pelo livro, mas isso não chega a ser o foco, apesar de ser importante para a construção dos personagens. Com isso, percebemos que alguns não são tão inocentes quanto parecem e outros estão envolvidos com algo muito maior do que pensamos quando iniciamos a leitura.

O livro é muito mais do que parece no início.

Temos as consequências desses atos sendo mostradas; um pai que educa os filhos de forma bem diferente, pois acredita que cada um deve achar seu próprio limite; cenas quentes quase explícitas; assuntos tabu; a destruição que um amor pode causar em um adolescente; realidades distintas em contraste: um muito bruta e triste, com perdas na família e um peso enorme, e outra mais leve, onde levam a vida como uma curtição.

Se eu escolhesse algo para definir esse livro seria, com certeza, plot twists! Comecei a ler pensando que seria mais uma história normal de romance proibido, pensando que seria por um motivo banal, mas acabou que o motivo foi bem grave, a relação dos dois foi extremamente intensa e explosiva do início ao fim e fiquei em choque com o que sucedeu entre os dois ao longo dos capítulos. Annie também não é nenhuma santa e, por seu pai e sua família ser importante, ela já enfrentou problemas com pessoas que eu nem sonhava que poderiam aparecer nesse livro.

Foi uma surpresa atrás da outra, chegou um momento do texto onde tudo foi sendo revelado e não tive nem tempo para digerir direito o que me atingiu com força! Foram assuntos fortes mesmo, envolvendo inclusive mortes.


No começo, havia muitas lacunas sobre o passado de Kim, sobre ele, o que aconteceu entre ele e Annie, porque a família dele se separou, o que drogas, personagens secundários e tudo têm a ver um com o outro, mas eu estava apenas ansiosa para saber logo, o que, lógico, a autora não revela, já que precisa desse suspense no livro. Algumas informações foram jogadas muito rápido, mas, conforme fui lendo, as partes iam sendo preenchidas e o sentido ia sendo criado, unindo tudo ao fim da história.

Apesar de ter gostado de tudo, preciso apenas citar que me incomodou o fato de ter sido inserido o assunto das drogas, mostrar um pouco das consequências, mas, para mim, pareceu que isso se perdeu ao longo da trama, sendo deixado de lado e nem explicado desde quando usam, por que, como largaram, o que não acontece de forma muito rápida com quem usa drogas muito seguido. Queria que essa parte e a dependência tivesse sido mais desenvolvida, porém entendi que o foco era a história de Kim e Annie, e que isso era apenas parte dessa história. Também iria amar se, nos próximos livros, a história do pai e tio de Annie fosse explorada, porque isso aparece de forma muito rápida, mas é extremamente importante e interessante, me deixou curiosa.


"Eu vi dor nos seus olhos, e vi o que vejo nos meus quando me olho no espelho: culpa. Eu apenas queria saber o porquê que ele sente isso."


Eu gostei muito da escrita da S.Hayden, ela é simples e os capítulos são curtos, o que deixa a leitura muito rápida. É o tipo de livro que facilmente pode ser lido em um dia, não só por isso, mas também pela angústia de saber o que vai acontecer nos capítulos seguintes. Há uma tensão que paira do início ao fim da leitura, que me deixou presa à história. Então acredito que, se você curte um romance intenso, com assuntos polêmicos e momentos quentes, esse livro é para você! 

O desfecho foi impactante e inesperado, com mais plot twists ainda, fazendo tudo ter sentido, e o epílogo abriu brecha para um problema maior ser resolvido.









Livro: Atração Proibida
Cortesia: S.Hayden (Autora Parceira)
Número de páginas: 226
Skoob
Onde comprar: Amazon

Um homem perdido, que contém no passado, um segredo que o atormenta e faz perder o sono. O faz sentir ódio de si mesmo. Até que sua mente foi tomada por ela.

Uma mulher, que por mais que suas ações demonstrem como ela ainda é uma menina, seus desejos são intensos e suas emoções adormecidas até ele.

Dois corações com sentimentos intensos e proibidos. Onde o ódio e o amor andam de mãos dadas, capaz de transformar tudo em uma forma turbulenta de amor. Será possível dois opostos, dois sentimentos, transformarem duas pessoas perdidas em uma só? Será o amor capaz de trazer perdão para esses dois corações atormentados? Será que conseguirão viver esse amor antes da vingança de Cambridge chegar até eles?




 

Postar um comentário

Instagram

I Love My Books - Blog Literário . Berenica Designs.