últimas resenhas

- Entrevista com a Autora Sara Ester -

Olá Amigos Leitores, tudo certo ? Hoje mais uma vez voltamos com um BATE PAPO, mas dessa vez com a Autora Nacional Sara Ester para que vocês possam conhecê-la um pouco mais e quem sabe assim dar uma chance para seus maravilhosos romances que estão dando o que falar entre os leitores em ? Então bora conferir ? Espero que vocês gostem!




1. Conte um pouco sobre quem é Sara Ester?

Sara: Ah, sou uma geminiana bem dramática. Quando não estou escrevendo, estou assistindo séries. Sou caseira, não gosto de muita muvuca nem de estar longe de casa. Minha alegria são meu marido e filhos.

 

2. Em que momento soube que queria se dedicar intensamente a carreira de escritora?

Sara: Quando percebi que realmente havia pessoas ansiosas para lerem minhas histórias, além de mim mesma. 


3. Qual processo você acha mais difícil na hora de escrever um livro?

Sara: O ponto final. É difícil desapegar. 



4. Quais seus autores e livros favoritos? Sua escrita tem influência em algum deles?

Sara: Amo a J.K Rolling e a Karol Blatt. Mas não acho que minha escrita tenha alguma influência.

 

5. Quais seus projetos e sonhos como escritora?

Sara: Não almejo nada, além de conquistas para compartilhar com a minha família. Nada é/será possível sem eles.

 


6. O que te inspirou a escrever “Anjo Negro”?

Sara: O avatar escolhido. O homem é maravilhoso. Rudy Lorenti.

 

7. Você costuma se basear em personagens reais para criar a personalidade de seus personagens? Alguma de suas protagonistas se espelha em você?

Sara: Sim, eu costumo pegar manias e costumes. Entretanto, nunca me espelhei em mim mesma.

 

8. Quais dificuldades você passou no processo da escrita do seu livro ''Anjo Negro''?

Sara: Nas cenas de ação e quando a trama exigia intensidade no drama.

 

 9. Retratar o tema do machismo foi pensado como proposital ou apenas surgiu na história sem pensar muito sobre?

Sara: Realmente surgiu sem que eu tivesse controle. Vejo que esse tipo de situação é bem comum em enredos de máfia, porém optei por retrata-lo de uma maneira sutil, porém clara. Nós, mulheres, temos voz, seja dentro de casa ou fora dela; podemos decidir o nosso destino e isso não deveria ser uma opção.


10. Tem planos futuros para a Contadora de Histórias? Ela é uma personagem que se sobressai e gostaria muito de ler algo dela.

Sara: Sim, eu tenho. A história dela será narrada no livro 3. Coincidentemente, a Paola é a minha personagem favorita.

 

11. Quais são os seus objetivos ao escrever uma história, o que deseja despertar no seu leitor?

Sara: Gosto de fazê-los sentir tudo o que eu senti ao escrever o livro. Me sinto muito orgulhosa quando alcanço o objetivo.

12. O que é mais difícil: escrever a primeira ou a última frase de um livro?

Sara: A última. Porque significa o fim de um “casamento” 


 13. O que você pode falar para os leitores que ainda não conhecem sua obra ?

Sara: Anjo negro é o tipo de romance que foge daquele clichê de mafioso; os personagens, obviamente, têm os seus traumas, entretanto sabem exatamente o que querem e não negam isso. Não há lenga lenga, há ação, drama, suspense e muito amor do início ao fim.

 


14. E por fim deixe uma mensagem para os leitores que acompanham o ILMB!

Sara: Nós, autores, não existimos sem vocês, que nos proporcionam uma enxurrada de emoções a cada mensagem ou feedback. Me sinto lisonjeada quando adquiro um novo leitor, porque isso significa que consegui transmitir minha mensagem. Enfim, obrigada por vocês existirem.



---//---


Nós da Equipe que agradecemos pelo carinho e pela confiança do nosso trabalho e esperamos de todo coração que tu consiga realizar todos os seus objetivos como escritora, pois com certeza vamos querer acompanhar essa sua carreira que só tende a crescer a cada dia =)


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário