Resenha - Loucamente Apaixonada na Livraria dos Corações Solitários



Título: Loucamente Apaixonada na Livraria dos Corações Solitários
Autora: Annie Darling
N° de páginas: 322
Cortesia: Grupo Editorial Record / Verus Editora
Skoob
Onde comprar: Amazon

Novo romance da série A Livraria dos Corações Solitários, sobre a vida dos funcionários da livraria que por uma razão ou outra desistiram do amor e, ainda assim, o encontram quando menos esperam.
Cheia de tatuagens e com o cabelo cor-de-rosa, a dublê de pinup Nina adora bad boys - quanto mais cara de mau, melhor. Apesar do receio dos seus amigos, ela acredita firmemente que o amor verdadeiro só tem uma forma: selvagem, intenso e pontuado por brigas tempestuosas - como na história de Heathcliff e Cathy, o casal angustiado de O Morro dos ventos uivantes. E ela não vai se contentar com nada menos que isso.
Mas anos de encontros marcados por aplicativo não trouxeram nada além de caras esquisitos e paqueras banais, e Nina não está nem um pouco mais perto de encontrar o amor.
Quando um homem de seu passado entra na livraria, Nina sabe que não tem nada a temer: O garoto mais nerd da escola se tornou um analista de negócios tedioso que combina o terno com a gravata, sem chance de fazer seu coração bater mais rápido. O que só mostra quão pouco Nina sabe sobre bad boys, analista de negócios e o próprio coração...
Este é mais um romance delicioso da série
 A  Livraria dos Corações Solitários, sobre a vida dos funcionários da livraria, um "alegre bando de desajustados," que por uma razão ou outra desistiram do amor e, ainda assim, o encontram quando menos esperam.

Em Loucamente Apaixonada na Livraria dos Corações Solitários Nina, a funcionária mais sex e descolada sonha encontrar na vida real um amor tão forte e passional quanto o de O Morro dos Ventos Uivantes, seu livro preferido da vida. Mas, embora ela tenha tido inúmeros encontros por aplicativo nenhum desses homens se parece nem de longe com o personagem de Heathcliff e, por isso mesmo, ela não irá parar até que o tipo de amor intenso e selvagem que ela tanto deseja se torne realidade em sua vida.

" - Eu não quero sossegar com um cara decente. Não quero nada menos que um amor louco e apaixonado com um homem que me daria o céu e as estrelas, se eu lhe pedisse."

É exatamente assim que Nina acredita ser o amor, porém, um desconhecido chegará à livraria para balançar suas estruturas e confundir suas certezas e verdades absolutas, levando-a a questionar a si mesma e seus ideais de felicidade.

"Ela se virou e encontrou um homem atrás de seu balcão. Tinha cabelos ruivos, um tom de vermelho-acastanhado, acobreado, tipo Rita Hayworth, que Nina havia tentado replicar em seu próprio cabelo sem sucesso alguns meses atrás. Para combinar com o cabelo, tinha a pele clara generosamente pontilhada de sardas e olhos verdes que, vamos admitir, eram bem bonitos, mas isso não importava. O que importava era que ele estava atrás de seu balcão. "

O encontro com o homem em questão revela a Nina se tratar de alguém de seu passado, Noah, um garoto nerd da época da escola. Agora ele é o analista de negócios responsável por analisar como anda a livraria de Posy, sua patroa e amiga. A convivência forçada faz com que Nina reavalie suas impressões quanto ao que pensa de Noah, já que nem de longe ele se parece com o garoto nerd dos tempos de escola, mesmo que seu gosto para roupas seja o mais tedioso possível uma vez que seu terno tenha que combinar com a gravata e vice e versa. Ainda assim Nina se dá conta de que seu coração bate mais acelerado toda vez que ela se depara com Noah. Será ele o seu tão sonhado Heathcliff da vida real?

"Nina pôde sentir pelo jeito como Noah a puxou em seu rápido abraço que, apesar da aparência despretensiosa vestida de azul-marinho, ele era forte. Obviamente, toda aquela atividade de ficar pendurado em tirolesas e fazer trilhas por florestas tropicais lhe dera músculos. Espera aí... o quê? Nina não podia estar tendo pensamentos lascivos com um homem que usava tanto azul-marinho. Seu Heathcliff jamais seria um homem tão certinho, tão "compartimentalizado", tão... tão amarrado ao passado dela da pior maneira possível."

À medida em que se aproximam, cada vez mais Nina precisará arcar com as consequências quando algo que ela esconde de Noah vem à tona ameaçando separá-los definitivamente.



[- Minhas Impressões -]

A leitura de Loucamente Apaixonada na Livraria dos Corações Solitários foi tão divertida e gostosa que eu nem senti o tempo passar. Quando dei por mim já havia acabado de ler e preciso dizer que foi o melhor livro da série até agora.

A autora tratou de assuntos bastante pertinentes, pois Nina era constantemente julgada por sua maneira de se vestir, pela cor de seu cabelo, maquiagem e tatuagens pelo corpo, e também tratou o bullying, que é um assunto que precisa constantemente ser tratado e abordado com cuidado e responsabilidade. Afinal, passar por essa situação pode traumatizar uma pessoa pelo resto da vida, mas pela sensibilidade demonstrada pela autora ficou claro o quanto ela se preocupa com isso. Outra coisa que eu gostei muito foi a construção da Nina. Seu personagem desde o começo se mostrou interessante, inteligente, engraçado e totalmente alheio às convenções. Nina não se preocupava em nenhum momento com a opinião dos outros e com o que pudessem estar pensando a seu respeito. Ela é forte, confiante e destemida. Isso foi um ponto forte e contribuiu e muito para eu gostar da história.

Noah é um personagem fofo, bonito e inteligente. O que muito me agradou e que também fez que eu torcesse demais para que eles ficassem juntos. Outro ponto forte da história é que mais uma vez a autora trouxe os personagens dos livros anteriores da série de volta para movimentar e divertir a relação de Nina e Noah. Gostei demais de reencontrar Sebastian, Posy, Verity, Tom e Sam todos esses personagens presentes desde o primeiro livro da série. Eu me senti aconchegada, pois é muito gostoso poder ler e saber mais sobre personagens que de alguma forma passaram a fazer parte da minha vida literária.

A história em si não teve nenhum grande conflito e muito menos aqueles sofrimentos gigantescos que acabam deixando a leitura angustiante e tornando um suplício continuar lendo. Ao contrário disso, a leitura fluiu tranquilamente e me rendeu algumas boas risadas por conta do humor sarcástico e irônico de Nina. Foi realmente muito prazerosa a leitura.

A sinopse foi algo que realmente chamou minha atenção, pois desde a leitura dos outros livros antes desse percebi que Nina foi uma personagem que não passou e nem poderia passar despercebida e quando eu soube que teriam mais livros contando a história dos outros personagens vibrei demais com a possibilidade de ler mais sobre cada um deles e está realmente valendo muito a pena acompanhar cada uma de suas histórias de amor.

A capa desse livro derreteu meu coração por conta de tanta fofura e beleza, assim como as capas dos livros anteriores. Acho todas muito lindas e sou apaixonada por cada uma.

Se vocês são fãs de romances clichês e apaixonantes, não podem deixar de ler este e todos os livros da série A Livraria dos Corações Solitários, são bons demais. Eu garanto.


Categorias:

Nenhum comentário:

Postar um comentário