Resenha - Garota Como Nós



Título: Garota Como Nós
Autora: Dana Mele
Nº de Páginas: 400
Cortesia: Universo dos Livros - Ebook
Skoob
Onde Comprar:
Um thriller psicológico tenso e sofisticado, que é simplesmente o livro certo para fãs de Pretty Little Liars, Meninas Malvadas, Os 13 Porquês e Elite – esta história o seduzirá, o iludirá e, por fim, o trairá. Kay Donovan é uma jogadora de futebol cujo grupo de lindas e populares amigas comanda uma escola particular, mas guarda segredos sombrios que se esforça para não respingarem no presente. No entanto, quando o corpo de uma garota é encontrado no lago da instituição, a vida cuidadosamente construída de Kay começa a desmoronar. Repleta de escândalos e tragédias, esta narrativa apresenta uma visão sombria e emocionante sobre amizades femininas, as pressões para alcançar sucesso acadêmico e também sobre saúde mental. Garotas Como Nós é uma história clássica, assustadora e com um final surpreendente.


Kay e suas amigas estão indo para um lago que fica próximo do dormitório delas na Academia Bates, após uma festa elas decidem dançar perto desse lago, mas uma noite que era pra ser de diversão acaba se tornando um pesadelo pra todas elas.

Brie Matthews melhor amiga de Kay acaba chegando primeiro e se deparando com o corpo de uma garota no lago, a principio nenhuma das meninas se recorda de quem possa ser o corpo e com a chegada da policia elas são interrogadas pela detetive Morgan investigadora principal do caso que aparentemente é de suicídio, porém como Kay e as amigas ainda estão em choque com o acontecido elas são liberadas de inicio para voltarem aos seus dormitórios.
Pela manhã a noticia de que o corpo de Jessica Lane havia sido encontrado no lago se espalhou rapidamente e muitas das garotas mais próximas de Jessica fizeram vigília o dia todo, os treinos de futebol de Kay haviam sido suspensos e ela ainda teria que lhe dar com o aborrecimento dos pais quanto a isso, pois ela precisava da bolsa de esportista para entrar na Universidade.

Poucas horas depois Kay recebe um email misterioso aparentemente escrito por Jessica Lane, então ao abrir a mensagem, fica nítido que ela não pode falar com as amigas sobre isso e com muita relutância procura ajuda de Nola Kent uma aluna da Bates e também hacker, juntas elas irão desvendar as "receitas" que chegam sobre algum segredos das alunas Bates.


A estória de Garotas Como Nós se passa em uma instituição para garotas no Academia Bates em uma cidadezinha nos Estados Unidos próxima à Nova Inglaterra, um internato que aparentemente só estudam quem tem dinheiro, mas Kay Donovan é a prova de que não é bem assim, pois ela é uma garota de origem simples que após um problema familiar foi enviada a Bates para ter um tempo para si e para aqueles que a rodeiam e assim tendo a oportunidade de frequentar uma boa universidade.

Suas amigas mais próximas são ricas e na maioria das vezes ela se sente o patinho feio da turma, mas sua melhor amiga Brie que já tem todo um futuro traçado para seguir os passos da família mostra que nem sempre dinheiro e posição social é o que importa.

Nola Kent é o gênio da computação, aquela que hackeia tudo que lhe vier a mente, a considerada estranha por todas as alunas e motivo de piadinhas, literalmente o patinho feio da escola, mas não demonstra ser quem ela realmente é. Mas confesso que a medida que passamos a conhecer um pouco mais sobre ela, me deu um certo medinho.

Não é segredo que Kay esconde um passado sombrio em que é mencionado algumas vezes por ela, mas que ninguém da academia sabe, então a única coisa que ela realmente conta é que teve um problema de família e por esse motivo acabou indo parar na Bates.

Há alguns personagens que você realmente fica na dúvida se é ou não o assassino de Jessica, mas até sabermos disso temos que ultrapassar todas as camadas das "receitas" que envolvem suas amigas, o que achei uma jogada de mestre com o que o assassino complementou... Como sou péssima pra charadas nunca que eu adivinharia quem era. E quem eu achava que era coitado, era super super inocente.

A escrita da autora é bem fluida, facilitou muito o progresso da leitura apesar de que em algumas partes ela arrastava demais e perdia um pouco do foco. Não consegui me apegar a nenhum personagem. E a personagem Kay fazendo o papel de vitima e com joguinhos de "quero","não quero" me irritou bastante, porque tenho certos problemas com personagens indecisos demais.

Quanto a história no geral e apesar desses pontos que citei acima, eu gostei de tudo que foi acontecendo e principalmente da investigação que foi rolando, por isso, para aqueles que gostam de um thriller psicológico bem levinho super indico a leitura, pois esse é aquele típico livro para quem quer sair de uma ressaca literária.

Leiam e tiram suas conclusões e depois correm aqui para me contar, porque quero saber o que vocês acharam ok? Ficarei no aguardo =D


Categorias:

3 comentários:

  1. Puxa, onde eu vivia que não tinha visto nada sobre este livro antes?? Ainda não tinha visto nada a respeito e oh, o título, capa, é tudo muito incrível!
    Adoro estes temas fortes, que trazem jovens nesse lance de escola para ricos, mas onde os problemas são os mais comuns possíveis!rs
    E se tiver um assassino? Melhor ainda!
    Com certeza, um mistério e tanto!!!
    Vai para a lista de desejados agora!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Gosto por demais desses livros que vamos descobrindo as coisas aos poucos, no qual nem tudo o que parece realmente é aquilo que imaginamos, surpresas e reviravoltas são super bem-vindas, Kay parece ser uma personagem bem complexa, fiquei bem curiosa para saber mais sobre ela e o que de fato aconteceu com a Jessica.

    ResponderExcluir
  3. Me chamou atenção por ser um thriller mais leve e também gosto desse universo universitário.
    Não é um livro que incluiria na lista, mas leria se tivesse a chance.

    Beijos

    ResponderExcluir