Resenha - Um Amor de Inverno


Título: Um Amor de Inverno
Autora: Carrie Elks
Cortesia: Grupo Editorial RecordVerus Editora
Páginas: 280
Skoob
Onde Comprar: Amazon
Pode estar nevando lá fora, mas, em uma cabana de madeira no meio da floresta, as coisas estão definitivamente quentes... A estudante de cinema Kitty Shakespeare está determinada a aproveitar ao máximo seu novo emprego como babá. Pode não ser exatamente a carreira que ela esperava quando mudou de Londres para Los Angeles, mas, graças ao hábito de travar em entrevistas, esta pode ser sua última chance de impressionar um dos maiores produtores de Hollywood ― se ela conseguir cuidar do filho dele direito, certamente o homem vai olhar para ela com mais atenção. Pelo lado positivo, há muita neve na casa da família nas montanhas e ela sempre adorou crianças. Mas Kitty não contava se envolver com a família problemática do chefe, nem se sentir atraída por Adam, o irmão sexy e recluso. Adam Klein pode ser lindo, mas também é bruto e grosseiro e não está pronto para cair de quatro pela babá ― não depois do ano que ele teve. Tudo o que ele quer é se enfiar em sua cabana na floresta e se esconder do irmão que destruiu sua vida. Se ao menos ele conseguisse ignorar a maneira como Kitty faz seu coração disparar... Isso está longe de ser amor à primeira vista ― mas desde quando o caminho para um final feliz digno de cinema acontece sem tropeços?  Um Amor de Inverno é mais um romance de aquecer o coração da série As Irmãs Shakespeare. Quatro irmãs, quatro histórias... quatro maneiras de encontrar o amor verdadeiro.




Um Amor de Inverno é um livro fofo que com certeza agradará os fãs de romances. Segundo volume da série As Irmãs Shakespeare, pois ele é uma continuação que você lê despretensiosamente em uma tarde.

Conheceremos a história da irmã mais nova, Kitty Shakespeare, que é estudante de cinema e está atrás de um estágio na área. Porém, sempre ficando nervosa e retraída no momento das entrevistas, ela acaba não conseguindo nenhuma vaga. Sem muita alternativa pois está longe de casa e precisa de dinheiro urgentemente, ela aceita tornar-se babá do filho de um dos maiores produtores de Hollywood, e aproveitando a oportunidade para também se aproximar do mesmo e mostrar suas qualidades como estudante de cinema.

O que ela não esperava era se sentir atraída por Adam Klein, Irmão do seu chefe que vive recluso na cabana da propriedade onde trabalha e assim entrando no meio de um furacão familiar em que problemas e situações complicadas são constantes. Será que eles serão capazes de vencer os obstáculos e darão vazão a esse amor? O que houve entre Adam e o seu irmão para que ficassem reclusos? Será capaz de Kitty vencer a solidão de Adam?


Admito que já esperava um romance leve, onde o desenvolvimento se limitaria no desdobramento do romance, e foi o que encontrei. O enredo tem um enfoque nas vidas pessoais de ambos os protagonistas em que podemos conhecê-los maiormente e saber também quais serão seus receios e dúvidas sobre a vida e até mesmo seus ambientes familiares. Muito voltado ao cotidiano e personalidades de ambos, ele é satisfatório para quem quer uma maior inserção sobre os mesmos.

E falando do Adam e da Kitty no geral, eles são bem descritos. Me incomodei um pouco com o fato do primeiro contato ser embasado no "não gostei dele(a) pela experiência" porque é algo que vemos com muita obviedade em diversos outros títulos. A construção da interação deles — que passa pela atração sexual, depois atração pela personalidade e por fim no sentimento amoroso — é um ponto que foi clichê, e até cansativo. A dupla principal nos conquista muito mais pelo fato de serem quem são do que propriamente o modo como são trabalhados e moldados para se apaixonarem — que tem falhas e ressalvas se você for um leitor assíduo de romances.

"Estava vivendo aqui fazia muito tempo, esse era o problema. Quando não havia nada em sua vida exceto a neve, a corrida e o ocasional trabalho com madeira, uma garota bonita que chegou da cidade assumiu um significado que nunca teria antes. Ela ia ficar ali só por algumas semanas. Ele só precisava passar por elas, então tudo voltaria ao normal." pág. 78

Por ser uma leitura de poucas páginas é possível ler de uma única vez, principalmente porque a escrita  é agradável e acaba fluindo de maneira rápida. Eu não tive oportunidade de ler o primeiro livro antes, por isso acabei tomando spoilers do que se sucede no antecessor — a autora retoma de forma rápida o que aconteceu no primeiro capítulo. Se não gosta de spoilers, indico a leitura na ordem de publicação.

Um dos maiores pontos positivos foi ver o forte vínculo dos núcleos familiares.Tanto o do Adam quanto o da Kitty é possível ver uma união, mesmo com suas adversidades. É constante o aparecimento dos irmãos, pais, pausas para conselhos da vida, perdão, entre outros temas em que se é comum numa parentela. Outra questão que gostei foi o local que se passa a história. Com descrições pontuais dos locais onde transcorrem as cenas, fiquei entretida com esse inverno com neve que não é comum no Brasil.


De uma forma geral não foi inovador, mas também não posso classificá-lo como ruim. Talvez tenha criado uma expectativa alta pelo que ouvi falar do primeiro volume — e ele é favorito de muitos leitores. Cumpre seu papel de ser um exemplar ótimo, e acho que isso é fundamental para quem quer ler. Se gosta de histórias com estilo de romances fofos e com um pouco de drama, com certeza gostará e apreciará  — possa ser que tenha me tornado chata para favoritar obras do gênero. (risos)

Na parte física, a capa é lindíssima — e foi o que mais me despertou interesse. Tem total interligação com a parte interna, e é representativa. A diagramação é a padrão da editora, com detalhes diferentes que chamam atenção. A narrativa é feita em terceira pessoa pelo ponto de vista da nossa dupla principal. Não encontrei erros ortográficos ou de revisão.

"— Se essa foi a segunda coisa mais irresponsável que já fez, qual foi a primeira? — perguntou, bancando sempre o entrevistador. — Você. Definitivamente, você." pág, 161

Pretendo futuramente ler o primeiro volume, Um Verão na Itália, que tenho grande curiosidade. Espero que tenham gostado! E vocês, conheciam Um Amor de Inverno? Já ouviram falar? Deixa nos comentários!



Categorias:

2 comentários:

  1. Primeira resenha que leio desta obra e como sou esta romântica sem solução(nem quero), adorei tudo que li acima.
    Eu não espero muita coisa de um romance, exceto que seja um romance, que aja esta realidade em torno dos personagens e claro, muita dificuldade até se assumirem.rs(sou doida mesmo)
    E pelo que li acima, a autora construiu tudo isso muito bem, mesmo que com alguns pontinhos negativos.
    Com certeza,quero muito ter a oportunidade de conferir ambos os livros.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Essa é aquele tipo de leitura, que apesar de clichê, aquece nossos corações e não tem coisa melhor quando nos deparamos com um livro novo. Confesso que não conhecia a série, até vi essa capa por aí, mas não dei muita atenção a ela. No entanto, depois dessa resenha, ficou difícil ignorar (risos), afinal eu amo esse tipo de história.

    ResponderExcluir