11 julho 2017

Resenha - A Grande Ilusão




Título: A Grande Ilusão
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Skoob
Onde comprar: Amazon / Saraiva

Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes.
Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas. Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo que o vemos com os próprios olhos,
mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente?
Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos mais profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido - e sobre si mesma.










"Você acha que sabe a verdade.
A verdade é que você não sabe nada."


Partindo dessas duas frases de efeito acima, começo a falar desse livro que mexeu e muito com as minhas emoções. E o motivo é que nada, absolutamente nada dessa história é o que parece ser. Ou seja, a verdade é muito mais aterradora e cruel do que se pode imaginar.

Maya faz parte de uma família muito prestigiada e poderosa desde que se casou com Joe Burkett, um homem muito rico e acostumado a ter tudo o que sempre quis e ele quis Maya assim que colocou os olhos sobre ela em um baile oferecido em homenagem aos oficiais de operações especiais do qual ela faz parte como piloto. A partir dessa noite os dois não se desgrudam mais e se apaixonam um pelo outro. E logo eles formam um linda família juntos, mas a vida de Maya vira de cabeça para baixo no momento em que Joe, seu marido, é brutalmente assassinado bem diante de seus olhos em um assalto. Desse momento em diante sua vida se transforma em uma busca incessante pela verdade, então ela resolve que não vai parar enquanto não chegar lá.

Tudo fica ainda mais confuso e duvidoso quando Maya se depara com a imagem de seu falecido marido Joe em uma câmera escondida colocada em sua casa. As perguntas surgem em uma velocidade assustadora e ela simplesmente não sabe mais em quem confiar e muito menos a quem pedir ajuda para descobrir o que realmente está acontecendo.

Maya e Joe tinham um casamento que parecia funcionar muito bem, pelo menos era nisso que ela acreditava, mas agora Joe está morto, (ou não), já que o rosto que ela vê na imagem da câmera é o dele. Porém, ela chega a cogitar a ideia de estar enlouquecendo, pois se pega imaginando como ele poderia ter sobrevivido ao tiro fatal.

''Na tela, o homem se moveu para o lado.
O homem se acomodou no sofá bem ao lado de Lily, de frente para a câmera, sorrindo.
Na gravação, Lily se arrastou para o colo do pai. Que em princípio estava morto.''

Sua vida nem de longe se parece com o que já fora um dia, mas ela conta com a ajuda de seu amigo e companheiro de operações especiais, Shane, que se coloca a disposição para ajudá-la no que for preciso. Maya decide não contar sobre o episódio da câmera escondida, mas pede que o amigo faça alguns favores para ela. Diante das informações reveladas por ele, Maya tem certeza de que algo muito maior e mais surpreendente do que ela imagina está por trás de tudo de estranho que está acontecendo em sua vida. E como se não bastasse, toda essa loucura ela ainda tem que lidar com a perda de sua amada e estimada irmã, Clare, que foi sequestrada, torturada e covardemente assassinada há alguns poucos meses no qual seu assassino ainda não foi preso.

Seus sobrinhos Alexa e Daniel e o cunhado Eddie embora estejam tentando viver suas vidas sofrem bastante pela morte prematura da mãe e esposa. Ainda mais por que Eddie acredita que Clare escondia algum segredo dele e que isso talvez possa ter ligação com sua morte.

Maya desde que ficou recentemente viúva tem que lidar com a difícil missão de criar sua filha sem pai, e muito embora tente dar o seu melhor, ela sente que não está alcançando seu objetivo e assim, a culpa toma conta dela em muitos momentos. Como piloto de operações especiais e sendo responsável por salvar as vidas de seus companheiros sempre que necessário, Maya se sente muito mais a vontade e preparada nesta função do que na de mãe, mas ela tenta dar o seu melhor para a sua adorável filha, Lily, uma menina de 2 anos apenas.


''- Mamãe!
- Bom dia, meu amor.
- Quer que a mamãe leia para você, quer?
Lily fez que sim com a cabeça.''



É, como já deu para perceber a vida de Maya de fácil não tem nada e as coisas vão ficando cada vez mais complicadas a medida que os segredos de Joe e os seus próprios começam a vir a tona e ela terá que prestar conta de seus atos de uma maneira ou de outra, e como ela mesma diz: há momentos na vida em que tudo muda.



[- Minhas Impressões-]


Harlan Coben nos brinda com uma história de suspense e revelações surpreendentes em seu mais recente livro. O título vem muito a calhar nessa trama onde os mínimos detalhes são indispensáveis e não podem de jeito nenhum passarem despercebidos.

Maya não me cativou em momento algum desde a primeira até a última página. Achei o personagem muito fria em determinados momentos, mesmo depois de conhecer sua história. Seu melhor lado só aparecia quando ela estava ao lado da filha e dos sobrinhos, ali eu pude ver uma Maya mais humana e sensível, mas isso de nada contribuiu para que eu viesse a simpatizar com ela.

Seu amor pela filha era notório, mas às vezes parecia ficar em segundo plano onde despontava em primeiro lugar a carreira que ela tanto amava.

A trama do livro foi muito bem construída e desenvolvida. Eu fiquei ansiando por mais a cada página, pois para mim Harlan Coben é um mestre em escrever livros que nos prendem do começo ao fim, e comigo não foi diferente. A cada livro dele que tenho a oportunidade de ler é um deleite atrás do outro, já que como eu bem disse no início da resenha, "nada, absolutamente nada é o que parece ser" e com isso eu quis dizer exatamente o que eu disse. Quando eu pensava que sabia as respostas eis que o autor bagunçava toda a minha lógica e entendimento do que eu estava lendo e com isso eu voltava literalmente a estaca zero e não sabia mais no que acreditar, assim como a Maya.

Eu aprecio demais autores como o Harlan que jamais deixam suas histórias caírem no marasmo, muito pelo contrário, elas são recheadas de surpresas, revelações, mistérios, emoção e muita ação. Elas nos envolvem assim que lemos o primeiro parágrafo.

Quase chegando ao final do livro o grande mistério sobre a morte de Joe é revelado e eu só tenho a dizer à vocês que eu fiquei de "cabelo em pé", pois não estava esperando por uma revelação bombástica sobre seu caráter e muito menos de suas ações. Por isso, recomendo a todos que leiam o quanto antes esse suspense viciante que a Arqueiro trás para nós em uma capa que deixa algumas perguntas no ar quando nos deparamos com a imagem de uma mulher que parece possuir muitas perguntas que em breve serão respondidas, quer ela queira ou não.

Contendo 304 páginas que eu "devorei" bem rapidinho e com uma escrita instigante desde o começo até seu derradeiro final posso dizer que esse livro me impactou e que eu estou ainda assimilando tudo o que li, porque foi tudo minuciosamente bem feito e desenvolvido para que nós leitores nos deixássemos levar por sua escrita envolvente e genial.


PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!



14 comentários:

  1. Eu adoro os livros desse autor porque sempre que leio fico louca pra saber as coisas e na maioria das vezes me surpreendo pelas reviravoltas malucas que ele faz. É muito viciante! A gente começa a ler e vai criando teorias e quebrando a cara e descobrindo podres, os personagens que vão dando um banho na gente pelas atitudes e tudo mais... Ahh é muito bom.
    Essa Maya não parece ser das mais fáceis de simpatizar, mas aí só sabendo melhor da história dela e tudo pra criar uma opinião. Não sei, talvez gostasse. Ou talvez não.
    Mas o que já dá pra saber é que é outra trama muito boa de ler e que engana e faz a gente de bobo xD
    Esse autor é um caso...

    ResponderExcluir
  2. Essas mentiras, segredos, mistérios em volta da história me deixaram bem curiosa.
    Nunca li nada do Coben, mas o que ando vendo de comentários positivos em relação a suas histórias vem me deixando bem interessada,
    Confesso que o gênero literário, em questão, não faz muito meu estilo.
    Mas as vezes é bom sair um pouco da sua zona de conforto e espero começar alguma obra dele em breve.
    Quem sabe com essa, que me parece ser bem envolvente!
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Hey *-*
    Nunca li nenhum livro do autor mas só ouvi elogios sobre sua escrita ..
    Não costumo ler muitos suspenses (prefiro romances ♡) mas a história desse livro parece ser incrível !!

    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Kaline!
    É uma verdade! O Harlan sabe como ludibriar o leitor e transformar todo enredo, trazendo uma reviravolta inesperada.
    Já notei que pelo início, nada é o que parece, o que causa grande curiosidade, afinal, segredos, mistéros e muitas mentira parecem levar os protagonistas a um drama e suspense intenso.
    Claro que quero ler.
    Uma maravilhosa semana!
    “Todo homem, por natureza, quer saber.” (Aristóteles)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Só por essas frases de efeito já da pra ver que o livro é bom! Sempre ouço falar muito bem do autor, ainda não tive a oportunidade de ler algo dele mas vejo que não é a toa que ele é conhecido como “o mestre das noites em claro”. A premissa é muito intrigante, além desse mistério sobre o que teria acontecido com Joe e quais mentiras ele esconde para "aparecer" depois de morto, fiquei muito curiosa em saber qual segredo a irmã de Maya, Clare, escondia e principalmente, se talvez ela teve alguma ligação com a "morte" de Joe. Os personagens parecem bem construídos, cada um com seus seus mistérios, além de uma história cheia de suspense, de tirar o fôlego, pensada nos mínimos detalhes e que prende o leitor até a última página. Melhor ainda, o autor consegue nos convencer de uma coisa e depois jogar na nossa cara revelações que não tínhamos imaginado. Muiiito bem pensado! Só fico um tanto triste quando fica difícil de ter uma simpatia com a protagonista. Já li outro livro parecido e também tive a mesma sensação. A personagem foi fundamental para o desenrolar da história, mas não tive um carinho por ela. Mas enfim, quero muiiito ler algo do autor e acredito que esse seja um ótimo livro para começar!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  6. Oi Kaline, tudo bem?
    Já li várias resenhas sobre os livros do Harlan, e sei que são tantos livros que eu nem sei por onde começar a ler. Gostei deste livro desde que li a premissa a primeira vez e ainda não tive a oportnidade de lê-lo infelizmente. Quando li a sinopse fiquei arrepiada esperando uma estória de fantasmas ou então que a protagonista fosse louca, mas pelo jeito estou enganada.
    Apesar de estar errada sobre as minhas impressões acho que a estória deve ser maravilhosa e eu espero ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Este e um dos livros deste autora que tenho mais vontade de ler, pois e possível perceber que ele fez um trabalho e tanto, já que o suspense e o mistério foram muito bem construída, não deixando em nenhum momento a trama esfriar, muito pelo contrário este livro te prendeu já nas primeiras páginas, até a última, o que me deixou ainda mais cativada. Imagino que este desfecho deve ter sido bastante bombástico e surpreendente, o faz com a estória tenha um ótimo desenvolvimento. Este com certeza está na lista de desejados.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Não conhecia esse livro e gostei muito da premissa. Parece brincar bastante com o psicológico, o mistério vai nos deixando cada vez mais envolvidas na história o que faz leitura fluir rápido.
    Dica super anotada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu só li uma obra desse autor, há muuuitos anos atrás, nem me lembro direito.
    Preciso ler algo mais! E pelo jeito esse livro é dos bons!
    Gosto muito de estórias com bastante mistério e reviravoltas, nos enganando em nossas suposições. Nada mais chato do que livro com final previsível!
    A protagonista é que parece deixar um pouco a desejar, como gerar empatia com uma pessoa que coloca o trabalho em primeiro lugar? Se bem que hoje em dia, existem várias pessoas assim, que relegam a educação dos filhos para investir em suas carreiras.
    Mas voltando ao livro, gostei também da riqueza de detalhes e do "ritmo", parece ser daquelas estórias que não conseguimos parar de ler!!

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Sou fã da escrita do autor e amo colecionar seus livros. Claro que esse título já está na minha lista de desejados.
    Gosto dos enredos inteligentes, das investigações, personagens fortes e os finais quase sempre surpreendentes! Esse é um dos meus gêneros preferidos.
    A resenha está excelente, parabéns.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu tinha visto o lançamento desse livro e tinha me deixando bastante curiosa sobre a trama do livro. Ao ler a resenha fiquei bem interessada pelo mistério que está rodeando tudo isso é como a mulher está superando essa confusão em sua mente. Com certeza um livro que valeria a pensa ler.

    ResponderExcluir
  12. Oi Kaline,
    Sou uma fã de carteirinha do Harlan Coben, esse autor sabe escrever um suspense com maestria; os livros que já li foram fantásticos, não conseguia largar até chegar à última página, ele sabe como prender muito bem um leitor com seus mistérios. Só posso dizer que fiquei completamente ansiosa para ler esse livro, os tantos segredos e mistérios envolvendo o marido e a irmã da protagonista me deixaram intrigada para conhecer mais uma história desse grande autor.
    O titulo desse livro remete muito bem ao estilo de escrita do Harlan Coben né? Já que ficamos a leitura inteira tentando entender o rumo da história, e no fim, nada é o que imaginamos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oii Kaline ;)
    Nunca li nada do Harlan acredita? Sempre quis, mas a lista de leitura é tão grande, que sempre tinha um livro mais "interessante" na frente.
    Vi que os fãs do autor estavam loucos por esse lançamento, e o livro parece incrível mesmo!
    Adoro livros de mistério, então gostei muito da premissa do livro e das surpresas que sem dúvida a narrativa irá trazer.
    Que pena que você não gostou tanto da personagem, mas mesmo assim a trama parece instigante. Estou super ansiosa para ler, e espero começar a leitura dos livros do Harlan em grande estilo com A Grande Ilusão ;)
    Bjos

    ResponderExcluir
  14. Oi, falam super bem desse autor, mas nunca li nada dele.
    Eu achei o número de páginas pequeno pra tanta coisa, e não ficar corrido, mas já que não é previsível, deve ficar bom.
    Já estou com várias dúvidas, e logo na sinopse achei a protagonista fria, ela não devia estar de luto, não entendi bem, é melhor ler pra não pensar errado.

    ResponderExcluir