13 julho 2017

Resenha - Castelo da Lara


Título: Castelo da Lara - O Diário de uma Princesa em Crise #01
Autora: Juliana Bicalho
Cortesia: Editora Coerência
Skoob 
Páginas: 182
Onde comprar: Amazon / Saraiva

Através de seu diário, Lara, a princesa de Lelsland, mostra que ser da realeza não é tão legal e glamoroso quanto parece. Uma vida comum a atrai muito mais, para ela, a liberdade é o mais importante.
Cansada dos protocolos reais e das ordens da mãe, Lara se vê rodeada de fatos estranhos e começa a investigá-los, ao mesmo tempo em que passa a quebrar protocolos, se aventurando fora da “prisão de pedras” e apreciando mais sua paixão por vinhos.
Em meio a bilhetes misteriosos de uma tia nada simpática e já falecida, uma paixão proibida em um pub promete trazer à tona seu passado, do qual não se orgulha e prefere manter em sigilo, se é que isso será possível agora.








" — Oi passarinho. Como você está? — falei de frente para um Noitibó-da-Europa, um passarinho de plumagem acinzentada que adora a noite, que estava piando em cima do banco cinza. — Com certeza você está melhor do que eu. — Essa sua liberdade de poder estar onde quiser e quando tiver a fim, era o que eu mais desejava para mim agora. Daria tudo para ser um pássaro neste momento. 

Lara é uma princesa que está passando por uma época de sua vida em que começa a questionar os fatos que acontecem ao seu redor. Apesar de estar em um castelo, rodeada de luxos, mimos e com uma família para lá de afetuosa, a garota se sente incomodada, o que apenas piora com o falecimento de sua tia Sanja. Ah, não, ela não morre de sofrer por causa da tia, muito pelo contrário. As duas não se davam nada bem, e Lara, de início, não sabe como se portar diante dessa situação.

"Só espero que como punição, eu não fique presa na masmorra. Sim. Isso ainda acontece por aqui. Você não sabe nem metade do que já ocorreu neste castelo."

Acontece que a morte da tia levanta várias suspeitas na cabeça da princesa. Dizem que morreu de morte natural... mas será que foi mesmo? Lara tem suas dúvidas e, mentalmente, organiza uma investigação visando responder todas as suas perguntas. Fora isso, alguns detalhes passam a acontecer, deixando a personagem de orelhas em pé, com as anteninhas tentando captar qualquer fato diferente do normal.

Entre esses detalhes, Lara se depara com os comportamentos diferentes do seu irmão. Eles sempre foram muito unidos, mas agora ele se afastou, o que faz com que eles fiquem dias sem se ver ou conversar. Além disso, no meio dessa confusão, Lara conhece um rapaz, atendente de um pub vizinho ao castelo de seus pais. O rapaz, muito bonito e educado, responde aos seus flertes e logo dão início a uma amizade um pouco colorida.

"Percebi que ele estava achando interessante a nossa conversa, pois como ele mesmo já tinha dito, gostava de mistério. E essa palavra me define quando estou conversando com uma pessoa que não seja da minha família, ou que não saiba quem eu sou."

Agora, Lara se vê em conflito constante... Afinal, o que fazer? Investir no garçom? Espionar o irmão? Descobrir o que aconteceu de verdade com a chata da tia Sanja?

"(...) você ainda acha interessante nascer em um castelo?"



[ - Minhas Impressões - ]

Castelo de Lara é um romance chick-lit bem divertido. Primeiro volume de uma trilogia, é um livro indicado para todas as idades, podendo ser considerado um conto de fadas nos tempos atuais. Narrado em primeira pessoa, apresenta o diário de uma princesa adulta que está passando por uma série de problemas que iremos acompanhar o desenrolar com o passar das páginas.

O enredo se passa, na maioria das cenas, no castelo e no pub, onde conhecemos Arthur, um garçom lindo e educado que encanta Lara. A princesa sabe que não é uma boa ideia se relacionar com um cara que não tenha nada a ver com a realeza, entretanto, não deixa passar a oportunidade. O interessante é que Arthur não sabe que ela pertence à família real e ela, por sua vez, não conta esse pequeno detalhe para ele.

A personagem Lara tem 23 anos e é um tanto quanto evasiva. As páginas de seu diário vão relatando o que acontece no castelo e com sua família, porém, deixa de lado alguns fatos, o que deixa sempre um clima de mistério no ar. Isso também faz com que o leitor pense: "Tem alguma coisa estranha com ela, já que escolhe o que relatar...". Fora isso, ela é divertida, irreverente e tem um senso de humor leve.

"De que adianta ter tudo e ao mesmo tempo não ter nada?"

Os personagens secundários são carismáticos, incluindo a falecida tia Sanja, que, para mim, parecia bem legal para uma antagonista. Seus pais são amorosos e dedicados à família e ao reino. Seu irmão - personagem que deveria ter aparecido mais, mas não apareceu por um motivo específico - é bem legal. Arthur é um cara que todas as garotas gostariam de se envolver. Lindo, simpático, engraçado, carinhoso... [suspiro].

A autora traz uma história divertida com um pouco de mistério. Uma coisa que pode incomodar o leitor adulto é a idade da personagem principal. Ela tem 23 anos, e, em alguns momentos, se mostra um tanto imatura e dependente para tomar decisões. Ela poderia, por exemplo, ter 18 anos. Isso contrasta um pouco com a maturidade de uma mulher real com tal idade. Porém, talvez por fazer parte de uma vida na realeza, tal comportamento pode ser intencional, visto a superproteção que sabemos existir nesses núcleos familiares.

Outro detalhe, o final do livro não é uma conclusão. Ele deixa muitas perguntas na cabeça do leitor. Se você é daqueles que gosta de terminar um livro e já ler a sequência, sugiro que compre e aguarde o lançamento do segundo e terceiro volumes para ler todos de uma vez. Ele é bem leve, bem curtinho e a leitura flui muito rápido, deixando com um gostinho de quero mais e uma decepção por não ter fechamento instantâneo [para os ansiosos como eu, claro].

"Morar em um castelo tem suas vantagens e desvantagens. No primeiro, temos sempre à nossa disposição pessoas que fazem tudo por nós. Quando digo tudo, é tudo mesmo. Sabe aquilo que uma pessoa normal tem que fazer sozinha? Arrumar o armário; escolher uma roupa e vesti-la; preparar o seu café da manhã; lavar roupas e louças, e tantas outras coisas? Então, isso eu não faço, tenho criados para cada serviço. Para uns pode ser o máximo, e para outros nem tanto. No meu caso, eu adoro. Fui habituada, o que faz com que seja extremamente normal viver dessa forma. Agora, se você não nasceu com este costume, no início pode ser um pouco desconfortável em certas ocasiões."


A diagramação do livro é muito caprichada, a capa é linda e tem tudo a ver com a temática proposta. As páginas são amareladas e contém poucos erros de revisão. A editora, diagramadora e a autora estão de parabéns pelo capricho. É um exemplar que dá gosto de folhear.

Indico para aqueles que gostam de um romance chick-lit regado a confusão.




PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!




15 comentários:

  1. Olá!
    Já li a sinopse desse livro mas até agora não tinha lido uma resenha.
    Já ouvi muitos elogios, o livro parece ser muito legal . Lara, a protagonista parece ser bem louca e divertida !!
    Adorei♡

    ResponderExcluir
  2. Heloisa!
    Várias coisas me atraem no livro: primeiro porque é um chick lit e sempre traz boas risadas, depois porque é escrito em forma de diário e esse tipo de escrita sempre me atrai e ainda o fato de Lara não se importar por Arthur não ser da realeza, embora saiba que está 'errada' por ser uma princesa.
    Adoro finais abertos e por isso, quando é uma série, prefiro ter todos os livros em mãos para poder já ler tudo de uma vez só.
    “Bendito seja eu por tudo o que não sei, gozo tudo isso como quem sabe que há o sol” (Fernando Pessoa)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tem como não gostar de histórias referentes a conto de fadas, com princesas e tudo mais, ainda se passando nos tempos atuais?
    Não conhecia essa obra ainda, mas fiquei super animada pra conhecer depois de ler sua resenha.
    Fiquei curiosa pra conhecer esse romance entre os personagens, os protocolos que ela quebrou e como será o desfecho disso tudo.
    Parece ser uma leitura bem gostosinha e envolvente. Espero conferir em breve.
    Fiquei animada por ser uma obra nacional também. Temos tantas coisas boas por aqui né!?
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Confesso que esse livro já me ganhou pelo título. Amei!!
    Um chick lit divertido que parece ser a melhor pedida para uma tarde de férias, no estilo "Diários da princesa", mas com uma pitada de investigação.
    A protagonista parece ser imatura talvez por ter sido criada de forma mimada, e de não ter tido oportunidade de adquirir maiores responsabilidades.
    Como gostei bastante da estória e também da diagramação (estou cada vez com mais dificuldade para letras pequenas), vou já colocar na minha listinha. Não me incomodo com finais abertos, espero de boa pelos próximos livros da trilogia!

    ResponderExcluir
  5. Se o livro envolve princesa, castelo e reino, pronto, já me chamou atenção <3
    Notei algumas diferenças com várias histórias que já li e que envolviam essas características (não quer dizer que não gostei, na verdade adorei). Como por ela não ficar somente no castelo, ela acaba criando uma vida fora (embora não sei se escondida ou ela tem essa liberdade mesmo) e assim conhece Arthur. Vejo também que nessa história o romance não é o único conflito para a protagonista, há também a dúvida sobre o que há por trás da morte da tia e do distanciamento do irmão. Fiquei um pouco confusa pela tia Sanja ser carismática mas ao mesmo tempo, na sinopse diz que ela não é nada simpática além de não ter uma boa relação com Lara. Achei bem legal esse clima de mistério mas também escrito com um leve humor, com a personagem escondendo algo que provavelmente só irá ser revelado mais pra frente. O que me chateou foi a imaturidade da protagonista (talvez mimada? não sei) para sua idade. Entendo que pode ter sido uma ideia da autora, e mesmo talvez ter sido consequência de uma família afetuosa, acho que pode me irritar um pouco. O livro é realmente bem fino, talvez seria bom se tivesse mais páginas e fosse uma duologia talvez? Não sei, mas deve dar muito curiosidade! Parece um livro muito envolvente, com personagens cativantes e com uma edição linda, desde os detalhes na escolha da letra para o título do capítulo com a coroa logo em cima, como esses detalhes da página ao lado do começo do capitulo. Espero ler logo! Beijos :)

    ResponderExcluir
  6. Não sou muito de ler coisas desse gênero, mas é legal ver alguns livros assim. Vai que acaba chamando atenção né?
    Achei legal pelo jeito de conto de fadas atual. Adoro tramas com princesas, reinos e todos aqueles dramas da realeza. Isso deu vontade de ler.
    E a personagem parece bem carismática, então deve ser bom de acompanhar as aventuras e os problemas dela.
    Esse negócio do diário e o que ela deixa de fora dá um ar de curiosidade pra gente, deve ser interessante imaginar o que é esse mistério da história.
    Tem muito personagens divertido e que ganha nossa simpatia pelo visto, então só ajuda a trama a ficar mais gostosa de ler. Parece legal.
    Mas confesso que sou do tipo que gosta de uma coisa mais amarrada, então acho que se lesse teria que ter a continuação pra não ficar com essas perguntas na cabeça e sem respostas.

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Confesso que se tivesse visto esse livro em uma livraria eu não pararia para ler a sinopse. Não gostei nem um pouco da capa.
    Mas a premissa é muito legal. Gosto de personagens princesas, reinos e tudo mais <3 Me remete muito a contos de fadas que é algo que eu amo <3
    Também gosto muito quando o livro é em forma de diário, deixa tudo mais interessante e só o que é essencial para a história entra.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Heloisa, tudo bem?
    Adorei o nome da protagonista hahaha
    Não conhecia este livro ainda, mas me parece uma leitura bem levinha e gostosa de se fazer. Fiquei bem curiosa para conhecer a protagonista e os outros personagens que também são legais, como você citou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá.
    A capa, sinceramente, não chamou minha atenção. Mas lendo sua resenha, já percebi que me identificaria com o enredo e personagens. Gosto desse estilo de leitura!
    Quero ter todos os livros em mãos, para dar inicio a leitura, se não fico sofrendo de ansiedade! Já na lista de desejados.
    Linda resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não sou muito de ler esses tipos de genero, já li varias resenhas de livros que tem esse mesmo género e alguns gostei bastante. Esse livro tem uma história divertida e bem maravilhosa, é uma aventura onde a protagonista tem que bancar resposta pra suas perguntas, são algo que me encanta e acho que iria gosta bastante dele.

    ResponderExcluir
  11. Desde que vi este livro dentre os lançamentos fiquei muito interessada na obra, principalmente pela personagem se chamar Lara como minha irmã de nove anos, e pensei em persentia-la com esta obra, no entanto primeiramente teria que saber se era indicado para esta idade, e pelo visto pode ser sim lido por ela, já que possuiu um romance leve e divertido, e pode ser comparado a um contos de fadas moderno.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Heloisa,
    Estava aguardando essa resenha desde quando vi esse livro na coluna da entrevista da autora Juliana Bicalho.
    Adoro um bom romance chick-lit, e o Castelo da Lara – Diário de uma Princesa em Crise promete ser bem envolvente, com uma história divertida e com uma pitada de mistério. Adorei a protagonista, a Lara, apesar de seus momentos imaturos, é bem cativante; amo essas mocinhas que fogem das regras impostas pela sociedade, e por ela ser princesa é ainda tudo mais rígido. O Arthur... ah esse garçom com uma personalidade digna de cavalheiro vai arrancar muitos suspiros durante a leitura.
    Como sou uma pessoa ansiosa vou aguardar o lançamento dos demais livros, uma vez que prefiro começar a leitura quando a trilogia estiver toda publicada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Eu adoro livros assim, com uma leitura mais leve e de romance. Ainda mais se for de princesas (meu lado adolescente continua para leitura ahhaha).
    Os personagens parecem ser bem envolventes, assim como a história. Fiquei com muita vontade ler. E, apesar de não ter lido o livro, acho compreensível a protagonista permanecer um pouco imatura às vezes aos 23 anos. Quer dizer, eu tenho 22 anos e não me um mulher adulta ainda. Acho que a faze dos 20 e poucos é complicada e permanecemos naquele meio-termo.
    Enfim,fiquei ansiosa para ler o livro e a sua resenha está incrível!
    Beijooos

    itskimby.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Heloisa ;)
    Já tinha visto esse livro pelo universo literário, e me encantei com essa capa, foi o que me chamou a atenção a primeira vista! Não sei porque, lendo a premissa achei que o livro ia se parecer com Simplesmente Ana, um livro que eu amo demais!
    Como adoro chick-lits, sinto que vou amar o livro e me divertir demais com os personagens. Só espero que essa imaturidade da personagem não deixe a leitura chata para mim!
    Mas como sou uma leitora daquelas bem ansiosas kkkk acho que vou esperar os próximos volumes serem lançados, já que o livro tem esse final aberto.
    Bjos

    ResponderExcluir
  15. Oi, não gosto muito de chick-lit, mas quando tem algo sobre realeza eu já me interesso. É sempre bom dicas de livros leves - mesmo com a investigação - deve ser bem rapidinho de ler.

    ResponderExcluir