26 julho 2017

Reflexão - Parte 10 - Momento Difícil


Hoje, eu vim trazer uma Reflexão para vocês, mas principalmente porque não estou passando por um momento muito bom em relação as pessoas que estão a minha volta. Não sei, sinto um vazio enorme, porque parece que estou rodeada de pessoas, mas ao mesmo tempo não sinto ninguém do meu lado sabem? Estou até me sentindo cansada das leituras, mas se eu parar por um momento, vai ser pior, porque a leitura é meu refúgio e não tem nada melhor de sair desse mundo real e me divertir com os personagens ou até mesmo ir para outro lugar.

Enfim...

Estou bastante desanimada até com o Blog para vocês terem uma ideia, porém faço de tudo para isso não acontecer, porque é capaz que eu largue tudo e até mude de direção para um outro caminho, porque para ser bem sincera, eu sinto muita falta dos tempos que eu tinha pessoas ao meu lado e que me apoiavam quando eu precisava....

Tem gente que pode falar que isso é DRAMA, ou até mesmo mesmo FRESCURA, mais não é, como eu digo que quando tem pessoas com depressão não é BRINCADEIRA, é coisa séria, por isso cuidado com o que vocês pensam ou falam de pessoas que estão em estado parecido, pois nunca é o que aparenta ser.

É nesses momentos que vocês tem que ter mais atenção nas pessoas que estão ao seu redor, porque não é todo mundo que percebe isso.

Mas para finalizar, isso foi apenas um desabafo e acho que o texto abaixo passará um pouco de como eu realmente estou me sentindo. Não é da minha autora, mas os créditos estarão abaixo.







MOMENTO DIFÍCIL 

Há momentos em nossas vidas em que o mundo parece estar parado. Tudo parece estar distante de nós, ou quem sabe, nós parecemos estar distantes de tudo. Momentos onde nos sentimos vazio, mesmo estando rodeado de pessoas. Momentos onde nada parece ser tão importante, tudo parece ter perdido o seu sentido.

As coisas parecem estar todas foras do lugar, no peito uma dor, um aperto, uma aflição sem um por quê aparente. Bate uma forte vontade de sumirmos. Uma falta de um algo que nem mesmo sabemos o que é. Um desejo muito forte de nos refugiar e nos reservar em um lugar isolado, distante, bem distante! Um desejo de se calar, uma vontade involuntária de chorar… De gritar…

Neste momento os desesperos nos sobrevém com muita intensidade e parece ser mais forte que nós mesmos. Nossas forças se esgotam diante da “força” de nossas fraquezas! É difícil, muito difícil permanecer inabalável diante das circunstâncias adversas. Nessas horas, precisamos de uma palavra de conforto, mas tudo parece ser muito complexo, ninguém encontramos, pensamos estar a sós…

Chegamos a pensar até que Deus está insensível aos nossos pedidos. As dificuldades parecem ser gigantes, poderosas, indestrutíveis. O nosso sorriso se esconde, perde seu brilho natural. E esses nossos olhos confinantes, nos entregam, demonstrando escancaradamente o que estamos passando. Hum, esses nossos olhos… Reveladores, eles não mentem. Mesmo que de nossos lábios saiam palavras contraditórias, as nossas realidades, esses nossos olhos nos entregam, não nos deixam mentir.

Depois dos nossos olhos reveladores, vem o outro nosso grande revelador de segredos, o silêncio. Esse que é capaz de nos falar intimamente. Ele que às vezes fala mais do que muitas palavras, ele que vem acompanhado da tristeza, que nos faz calar, demonstrando a ausência de coisas e momentos bons a serem compartilhados e contados com entusiasmo. E em nós, só nos vem o pensamento de perder e o medo pelo porvir, um medo do amanhã, onde parece que nossos sonhos se frustraram, que jamais se realizaram… Nunca mesmo!

As forças se acabam, o dia escurece e perde todo o seu esplendor. O sol parece não mais esquentar, a lua parece não mais iluminar, o caminho parece não ter fim. Em nossos caminhos os obstáculos aparecem ainda mais altos a cada novo passo. Os espinhos vem nos ferir, as pedras nos fazer tropeçar. Tropeçar e cair em um buraco profundo, para um lugar aparentemente sem fim, para um lugar escuro, frio, assustador, onde caímos e lá ficamos, até que alguém nos veja e nos socorra.

Estando nós lá, após passarmos por tantas dificuldades e por provas intensas, é que paramos para analisar a cada situação minuciosamente, o lugar onde paramos para refletir sobre tudo que já se passou em nossas vidas… Aí então, concluímos que este buraco foi o melhor lugar por onde passamos. Mas como assim? Estamos neste buraco sim! Mas ainda não foi lançada terra sobre ele e se lançada, com ela podemos subir. Se a cada grão de terra lançada continuarmos em movimento, em busca da superfície, pisoteando sempre, jamais ficando parado, senão seremos assim soterrados!

E enquanto isso, podemos perceber que todas as dificuldades não passaram de crescimento e amadurecimento para nossas vidas. Que as feridas que nos foram feitas não produziram morte, mas sim a vida. Que não abateram, mas exaltaram. Nos trouxeram lições de vida e nos mostraram que somos fortes o suficiente para superarmos tudo nesta vida. Que somos mais fortes do que imaginamos, que as dificuldades podem ser pedras de obstáculos ou degraus de uma escada, depende de como as encaramos.

E refletimos que temos motivos muito maiores pra sorrir do que pra chorar. Que podemos ler tudo isto, ou seja, nós enxergamos, falamos, andamos, sentimos… Temos e podemos respirar ar puro e esbanjamos saúde perfeita. E percebemos o principal: que nada merecemos, mas que existe um ser que nos ama incondicionalmente, que nos perdoa sempre, com um amor e carinho inefável. E que nunca, jamais, nos deixou de oferecer tal amor, mesmo sendo nós imerecedores.

Um que nos ama, sem má interpretação. Um que nos ama, sem pedir nada em troca, nada diante de tudo que nos oferece. Nenhum absurdo em merecimento do seu amor, deste amor maravilhoso que ele nos concede! Amor sem injustiças, ciúmes, amor este sem sombra ou variações de dúvidas. Aquele que nos amou primeiro, que nos amou e pronto! E de volta só nos pediu uma coisa: “Aceite meu Amor”. Cabe a nós, somente a nós, sermos justo e gratos a Ele, a este que nos oferece de bom grado, imerecidamente tamanho amor.

Aceitar ou não o seu pedido, aceitar ou ignorá-lo, ai é conosco. O que eu e você estamos esperando? Ele é o refúgio eterno, socorro bem presente, amigo fiel, aquele que tem amor inexplicável para nos dar, amor incondicional, maravilhoso, forte. Você já viu ou ouviu amor maior que este? Creio que não. Duvido muito, pois não existe. Ele deu a vida por mim e por você!

Crédito: Belas Mensagens



Imagem: Retirada do Google




PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!




14 comentários:

  1. Oi Silvana, particularmente, eu seu que não é frescura, às vezes você se sente rejeitado, e parece que o seu sofrimento não tem valor para ninguém. Mas tem, eu não sei qual a sua religião, mas Deus é por todos, todas as horas, se puder reze, mais e mais.
    Não desanime com o blog, com os posts do ig, eu vejo o carinho que você tem em cada resenha, em cada divulgação sem retorno.
    O texto é super verdadeiro e parece se encaixar em um momento que estou vivendo também, eu precisavá lera isso hoje.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. É, Silvana, já me senti assim inúmeras vezes e às vezes ainda me sinto assim, mas não tem como a gente passar por cima dessas coisa. A credito que pra tudo há uma razão, e você tem todo o direito de se sentira assim, mas não deixe essa situação tomar conta da sua vida, reaja. Como o texto bem diz, quando temos Deus nunca estamos realmente sozinhos e Ele com certeza olha por você, portanto, não se entregue. Chore, grite, se isole se precisar, mas não desista de ser feliz, porque se você prestar atenção, a felicidade é uma constante em nossas vidas, pois ela se encontra nos menores gestos e a cada momento.

    Não sabia da existência dessa coluna, achei muito interessante e gostei bastante.

    ResponderExcluir
  3. É, quando se trata de sentimentos e sentimentos ruins não é brincadeira e nem frescura. Seja o que for. A gente tem que tomar cuidado com como age com as pessoas, o que fala e julga sem saber. É complicado.

    O texto é bem interessante. Mostra um pouco de como é essa necessidade de ser ouvido e ter alguém que entenda as coisas que sente, como a gente pode sentir que  está perdendo as forças mas mesmo assim ainda ser forte de alguma forma e seguir em frente.. .os sentimentos de vazio e desesperança e até o lado religioso quando a gente perde as esperanças até em Deus e se sente abandonado, se questiona...

    É uma boa reflexão e uma coisa que dá uma certa tristeza também de ler.

    Enfim, a gente passa por muita coisa nessa vida e tem vezes que se sente desanimado com tudo mesmo. Já passei por Isso, às vezes bate um desânimo das pessoas e até das coisas que gosto mas a gente tem que seguir em frente né. Esperar por um novo dia melhor, que as coisas melhorem. Uma hora isso muda. Só não podemos desistir.

    ResponderExcluir
  4. Oi Silvana, tudo bem?
    Olha, por ter passado por isso eu sei muito bem como você se sente. Não sei o que se passa na sua vida, e não sei qual é o problema que você está enfrentando, mas te digo que você não está sozinha, e existem pessoas que podem te ajudar a descobrir o que está causando isso em você. Você já procurou um psicólogo? Muitas pessoas podem achar que isto é bobeira, mas por ser estudante de psicologia e por fazer terapias, eu te digo nada melhor do que conversar com alguém que está com um único intuito de te ajudar sem te julgar, ou falar que "você precisa sair dessa". Fazer terapia pode te ajudar a encontrar sozinha a fonte de suas aflições, para assim poder acabar com elas. Esse sentimento de vazio, só pode ser preenchido por você, e você precisa fazer isso no seu tempo e sem cobranças.
    Fique bem viu, e tire o tempo que precisar para cuidar de si <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Silvana!
    Tem épocas que estamos assim, mais reservados em nós mesmos e sentimos falta de poder dividir nossos 'problemas' ou dificuldades e não temos ninguém ao nosso lado, principalmente na atualidade, onde a maioria das pessoas tem pensado apenas em si mesmas...
    É o que costumo chamar de SOLIDÃO!!! Infelizmente mesmo com pessoas ao nosso redor, nos sentimos solitários, sem ter com quem compartilhar nada... e é perigoso mesmo, porque pode trazer a depressão.
    Mas como diz o texto, ter Deus em nosso coração é o que nos preenche e conversar com Ele é o melhor remédio, assim penso eu. Vez por outra estou a conversar e desabafar com Ele, a agradecer por tudo que me proporcionou, até a solidão....
    Não é um 'privilégio' seu querida, todos temos nossos momentos de querer dar uma reviravolta total na vida, é o momento rebelião solitária...kkkk
    Espero que consiga sair dessa fase e muito melhor.
    Precisando 'papear', estou por aqui...
    “Ciência é conhecimento organizado. Sabedoria é vida organizada.” (Immanuel Kant)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Se apague a Deus! Ele nunca vai te deixar sozinha. E não desanime, pois dias ruins também chegam ao fim!
    A vida é tão boa. Deus nos deus apenas uma chance para viver, tente aproveitar ao máximo, mesmo quando existem os dias ruins.
    Continue com o blog, os livros, isso vai contribuir e muito no seu dia a dia.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  7. Olá Silvana,
    Tinha visto parte do texto pela manhã no instagram, mas não tinha lido a mensagem inteira.
    A vida para a pessoa em depressão é difícil, principalmente pela carga de preconceito que as pessoas tem em relação à doença. A jornada para a cura é longa, e muitas vezes, as pessoas que estão ao nosso lado mais atrapalham do que ajudam. Conselhos sem fundamento, mal juízo do que estamos passando e até a crença de que estamos tentando somente chamar a atenção.
    Existem bastante livros na literatura espírita que auxiliam a toda pessoa, independente da crença, são livros que buscam uma reforma íntima da pessoa, uma cura que vem de dentro para fora.
    Muitas vezes, precisamos de alguém que nos coloque no rumo certo novamente. Esta pessoa pode ser um terapeuta, um pai, um irmão, um colega de trabalho. O problema é quando não conseguimos encontrar essa pessoa. Tenho certeza que você ainda irá encontrar o que precisa (ou quem precisa) para voltar aos trilhos. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  8. Olá !!
    Todo mundo uma vez ou outra tem esses momentos onde se sentem incompreendidos e tristes.Acontece.
    Você tem que buscar a Deus, só ele pode te consolar a colocar a felicidade no seu coração !.

    Não se esqueça. Nós estamos aqui pra você !
    Beijos e que Deus te abençoe !!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Minha linda, eu já me senti assim muitas vezes é até perco as contas. Eu sei o que se senti envolta de muitas pessoas e no final acaba se sentindo sozinha, solitária. Os livros, as leituras são minha única forma de refugia do mundo real e nunca deixei disso, sempre procuro ter fora para tudo, então não se deixe debate, procure força mesmo que não tenha, não desista do seu blog agora depois de ter batalhado tanto, então não perca essa única coisa que te faz bem e feliz.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    É muito comum se sentir assim as vezes, o problema é quando isso toma conta de nossos pensamentos e nos impede de seguir em frente. Sempre precisamos de uma válvula de escape, os livros são ótimos para isso, com eles podemos nos desligar um pouco do mundo real e nos aventurar em outras histórias.
    Dê valor ao que te faz feliz e o resto é resto ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Silvana.
    Eu sei que isso não é brincadeira, já convivi com pessoas que tem depressão e vi de perto o quão difícil é o dia a dia para elas.
    Espero que você consiga superar, e te desejo tudo de bom! E que bom que você tem a leitura para te ajuda a não se sentir tão só, e ela é como um refúgio para você.
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Silvana.
    Infelizmente acredito que não tenha ninguém nesse mundo, que em um determinado momento, não tenha sentido algo assim. E dá um aperto no coração, uma sensação de vazio...mas o tempo e uma boa reflexão, trazem esperanças e renovam nossa fé na vida. Desejo que tudo passe e que você seja muito feliz!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. E muito importante ter alguém ao nosso lado que nos apoia, mas o pior de tudo e quando temos pessoas em nossa volta e mesmo assim nos sentimos sozinhos, já tive momentos na minha vida em pensar que estava sozinha, sem amigos, mas hoje entendo que eu preciso apenas da minha família, pois e a partir dela que eu consigo forças para seguir, e claro que também de Deus, minha fé pelo impossível. Espero que este sentimento relacionado a você seja passageiro, mas se acredita ser depressão te recomendo procurar um profissional, se estes sentimentos permanecer.

    ResponderExcluir
  14. Oi Silvana,
    Primeiramente, quero desejar muitas energias positivas para você, que esse momento difícil passe logo viu? Eu também estou passando por momento bem complicado na minha vida, mas sei que vai dar tudo certo, pois tenho ao meu lado pessoas muito especiais que sempre me apoiam ♥
    Estamos vivendo numa sociedade que está acostumada a apontar e a julgar uns ao outros. Precisamos aprender a enxergar o outro lado, a se colocar no lugar da pessoa. Precisamos praticar a EMPATIA.
    Amei o texto que você trouxe.
    Beijos

    ResponderExcluir