29 maio 2017

Resenha - O Medo mais Profundo



Título: O Medo mais Profundo
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Skoob / Goodreads
Páginas: 272
Onde Comprar: Saraiva / Amazon

Na época da faculdade, Myron Bolitar teve seu primeiro relacionamento sério, que terminou de forma dolorosa quando a namorada o trocou por seu maior adversário no basquete. Por isso, a última pessoa no mundo que Myron deseja rever é Emily Downing. Assim, ele tem uma grande surpresa quando, anos depois, ela aparece suplicando ajuda. Seu filho de 13 anos, Jeremy, está morrendo e precisa de um transplante de medula óssea – de um doador que sumiu sem deixar vestígios. E a revelação seguinte é ainda mais impactante: Myron é o pai do garoto.
Aturdido com a notícia, Myron dá início a uma busca pelo doador. Encontrá-lo, contudo, significa desvendar um mistério sombrio que envolve uma família inescrupulosa, uma série de sequestros e um jornalista em desgraça.
Nesse jogo de verdades dolorosas, Myron terá que descobrir uma forma de não perder o filho com quem sequer teve a chance de conviver.








Em ‘’O Medo mais Profundo’’, vamos conhecer o personagem Myron Bolitar, um ex-jogador de basquete bastante famoso que viu seu sonho ser interrompido por uma lesão em seu joelho que fez com que abandonasse a carreira. 

Atualmente ele trabalha em uma agência de atletas chamada ‘’MB – Representações Esportivas’’ que vem passando por uma situação não muito boa. Porém, o que Myron mais gosta de fazer é trabalhar com investigação e quando Emily, sua primeira namorada da época de faculdade, vem buscar sua ajuda para investigar sobre um certo doador de medula óssea que desapareceu misteriosamente, então Myron recobra seu ânimo, mas também acaba descobrindo que o garoto é seu filho e já tem 13 anos de idade.

“Myron sentiu o coração congelar, o peito comprimido de forma insuportável, tornando quase impossível respirar. Abriu a boca, mas nada saiu. Era como se tivesse batido um taco de beisebol no plexo solar. Emily o observada, balançando a cabeça.- Isso mesmo. – falou ela. – Ele é seu filho.”
“Não importa o que foi: desejo, burrice, medo, destino… Chame pelo maldito nome que você quiser, mas eu faria tudo de novo. Esse “erro” foi a melhor coisa que já me aconteceu, Jeremy, nosso filho, surgiu dessa confusão. Está me ouvindo? Eu destruiria um milhão de carreiras e casamentos por ele.”

Apesar de ter ficado bastante surpreso com a noticia de sua paternidade, Myron procura ajuda de seus companheiros na busca desse doador desaparecido. Ele conta com Esperanza, sua sócia e Win, seu amigo de longa data para obter resultados o mais rápido possível, porque ele imagina o quanto é difícil encontrar alguém assim, só não imagina o quão difícil é descobrir o porquê desse sumiço.

Durante sua busca, Myron vai encontrar o jornalista Stan Gibbs, que teve sua vida destruída por conta de um artigo que publicou e também encontrará a Familia Lex, envolvida diretamente no assunto e que pode desencadear uma serie de verdades ocultas que ninguém jamais imaginou.

Trata-se de uma luta contra o tempo para Myron, pois agora a luta é pela vida de seu filho e ele não medirá esforços para conseguir encontrar o doador. Fará muitos sacrifícios, mas sempre sabendo que é para um bem maior.

Não deixem de ler, pois você vai ficar numa curiosidade de ficar preso a história até o fim das páginas!




[- Minhas Impressões -]

Para as obras de Harlan Coben vocês precisam estar cientes de duas certezas.
A primeira é que não é só um simples enredo que vocês estarão lendo, há muito a se descobrir e ele tem esse poder de nos entreter sem ao menos nós percebermos. 

A segunda certeza é que depois de terminada a leitura, vocês perceberão o quanto foi intrigante e surpreendente a história.

E sabem o que contribui para essas duas certezas? Nós mesmos. Exatamente.

Claro, cada um pode ter uma visão diferente do enredo e isso é absolutamente compreensível, mas o que me faz lhes escrever e afirmar isso tudo é o fato de que quando gosto de um livro assim eu exponho tudo que senti durante a leitura e tento trazê-los para a historia, que tenho que confessar, é muito boa.

Adorei acompanhar as investigações de Myron, o nosso protagonista que, aliás, além de ter seus momentos sarcásticos onde ele absolutamente ignora o perigo, ele o faz com extrema inteligência. Outro personagem que não fica atrás é seu amigo Win que durante a história entra nesse meio para ajudar nas investigações e se mostra também muito focado e às vezes ate divertido e irônico. (Nunca li nada especifico de Sherlock Holmes, porém me lembrou bastante a dupla Homes e Watson)

Conforme eu avançava na leitura, foi me despertando a curiosidade de saber realmente quem era esse doador sumido, eu queria mesmo descobrir porque até então era o foco principal do livro. Eu disse era, claro sem spoilers, mas como eu já disse é o start dos livros de Coben, onde ele coloca uma ideia primária em nós leitores, e depois encaixa com extrema fluidez o que realmente ele quer nos mostrar. Confesso que me senti enganada após terminar a leitura, mas na verdade o que senti mesmo foi uma curiosa surpresa

Durante a leitura (pelo menos eu) nós tiramos algumas conclusões capitulo a capitulo e isso nos direciona no decorrer da historia, é da gente mesmo e acontece naturalmente, mas depois de O medo mais Profundo eu vou me segurar mais, até porque eu já tinha uma ideia de como tudo se resolveria, mas mesmo assim eu fui surpreendida. (que tensão gente, risos)

A lição, com toda certeza, é a da doação, a de pensar no próximo e sim, podemos salvar vidas se nos mexermos e nos doarmos. Digo isso não só com relação a órgãos, etc, mas também no dia a dia, em cada gesto, em cada bom dia, em cada perdão.

Enfim, um ato seu pode mudar a vida de uma pessoa para sempre e fazer uma grande diferença!



Agora quero esclarecer uma coisa que muita gente procura saber, assim como eu também fui atrás de perguntar e pesquisar na internet sobre isso, pois todos sabem que os livros da série Myron Bolitar contém sim uma ordem, mas nada que venha a interferir em outros livros, pois cada história é independente. A única coisa que vocês irão encontrar é algumas citações de coisas que aconteceram com alguns personagens no passado, mas nada assim que venha a prejudicar o seu entendimento na história ou que venha ser um spoiler.

Eu estava com receio sim de começara ler as obras e estar fora de ordem, porém como ‘’O Medo mais Profundo’’ é o sétimo livro da série, eu sinceramente não tive dificuldade nenhuma de compreender, embora no começo me senti um pouquinho só incomodada, mas nada assim que atrapalhasse minha leitura, pois tudo é muito bem explicado. O que para mim chega a ser até bom, pois Harlan Coben não deixa o seu leitor completamente perdido. Ele cita quem foi aquele(a) personagem e o que houve, mesmo que seja algo breve, o que permite um bom entendimento de toda a trama.

Você que tem interesse de iniciar e conhecer a escrita fluida e envolvente de Harlan Coben, pode ler fora de ordem sem medo, porém se tu quiser seguir a sequência, segue a lista abaixo para que você possa começar sua leitura =]

1 Quebra de Confiança 1995
2 Jogada Mortal 1996 2012
3 Sem Deixar Rastros 1996
4 O Preço da Vitória 1997
5 Um passo em Falso 1998
6 Detalhe Final 1999 2015
7 O Medo mais Profundo 2000
8 A Promessa 2006 2008
9 Quando Ela Se Foi 2009
10 Alta Tensão 2011 2011


Para finalizar, fico feliz de ter conhecido essa obra de Harlan Coben e de ter saído um pouco da minha zona de conforto, por isso, pretendo ainda ler mais livros desse gênero, porque o tempo todo você fica instigado a descobrir as coisas e o autor me convenceu de todas as maneiras possíveis e agora posso dizer, ele não é só o Rei do Suspense, mas da investigação também! (risos)

Quanto à diagramação, preciso dizer que está muito bem estruturada. As folhas são amareladas, a fonte é de um bom tamanho e a capa do livro nem preciso dizer que é perfeita né? A Editora Arqueiro caprichou na edição e não encontrei nenhum tipo de erro de revisão. Um livro que você não pode deixar de ter em sua estante, porque VALE A PENA!



Participe! - Já está valendo!









3 comentários:

  1. Olá! Achei a indicação bem interessante, não sabia se tratar de uma série! Achei que todos os livros do Coben fossem independentes, rs. Adorei que você colocou a cronologia!! <3 Pra quem tá chegando agora na leitura dele, como eu, foi um grande adianto, rs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Silvana!
    Tenho dois livros dessa série, mas ainda não tive oportunidade de ler, mas farei em breve.
    Ainda mais sabendo que dá para ler fora da ordem.
    O que achei mais interessante é que: se ele é o pai do menino, por que não fez exame para ver se é compatível e fazer a doação? Não é mais fácil do que ir em busca de um compatível que sumiu?
    Desejo uma semana tranquila!
    “Uma pergunta prudente é metade da sabedoria.” (Francis Bacon)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  3. Tenho muita vontade de ler os livros desse autor, já que é notório a forma como sua trama e bem descrita, envolvente, e que nos surpreende durante a leitura, no entanto sempre tive receio pois não queria começar a ler fora de ordem por achar que interferia, porém pela sua descrição e possível notar que que mesmo tendo algumas citações do livros anteriores ainda assim, e podemos compreender toda a premissa do livro.

    ResponderExcluir