09 maio 2017

Resenha - Lobo por Lobo


Título: Lobo por Lobo #1
Autora: Ryan Graudin
Cortesia: Editora Companhia das Letras / Editora Seguinte
Páginas: 360
Onde comprar: Saraiva / Amazon / Submarino

O Eixo ganhou a Segunda Guerra Mundial, e a Alemanha e o Japão estão no comando. Para comemorar a Grande Vitória, todo ano eles organizam o Tour do Eixo: uma corrida de motocicletas através das antigas Europa e Ásia. O vencedor, além de fama e dinheiro, ganha um encontro com o recluso Adolf Hitler durante o Baile da Vitória. Yael é uma adolescente que fugiu de um campo de concentração, e os cinco lobos tatuados em seu braço são um lembrete das pessoas queridas que perdeu. Agora ela faz parte da resistência e tem uma missão: ganhar a corrida e matar Hitler. Mas será que Yael terá o sangue frio necessário para permanecer fiel à missão?











Quando criança, Yael foi transportada junto com sua mãe para um campo de concentração, e lá, conheceu um médico nazista que mudou sua vida para sempre: Dr. Geyer, o Anjo da Morte. Por incontáveis vezes, ele usou Yael como cobaia para realizar experimentos dolorosos, nos quais a maioria das pessoas não saíam vivas, com o objetivo de transformar uma garota judia em uma garota ariana perfeita. Encontrando o apoio de mulheres escravizadas, ao adquirir a habilidade de se transformar em qualquer pessoa do sexo feminino, Yael consegue fugir e depois de sobreviver nas ruas adquirindo vários rostos de meninas diferentes, encontra o apoio da resistência. Agora crescida, para encobrir a tatuagem que a denuncia como judia, Yael marca em sua pele a imagem de cinco lobos: quatro mortes e um lembrete. É pensando nesses cinco lobos a cada dia que Yael consegue se manter forte e em pé na missão de assassinar Hitler.

"Sua perda era maior do que aquilo... no entanto, quatro mais um era um número que conseguia lembrar. Um número com o qual conseguia lidar sem deixar que a vastidão a cortasse feito as garras de um caranguejo. Chafurdando na morte no fundo do oceano. Às vezes (muitas vezes) não restava nada para o luto se alimentar. Yael era uma tela em branco. Um cabide com uma pele bonita pendurada nele."

Com tantos atentados contra a vida de Hitler, suas aparições ao público se tornaram bastante limitadas, fazendo com que a principal missão da resistência seja quase impossível: executar Hitler diante do público e das câmeras. Todo ano é organizado o Tour do Eixo, no qual jovens da Alemanha e do Japão participam de uma corrida de motocicletas bastante perigosa, atravessando a Europa até chegar em Tóquio. Pela primeira vez, uma mulher chamada Adele Wolfe vence a corrida, usando a identidade de seu irmão gêmeo Felix Wolfe e revela sua verdadeira identidade na vitória. Porém, ao invés de ser desclassificada por ser mulher, Adele conquista o respeito e admiração de Hitler, e no Baile da Vitória, ele concede a ela uma dança.

Como o Baile da Vitória é uma das poucas oportunidades em que Hitler faz uma aparição pública, Yael encontra no Tour do Eixo uma grande chance de assassiná-lo: adquirindo a aparência de Adele Wolfe e vencendo a corrida. Após onze meses de intenso treinamento de motocicleta, observando Adele incontáveis vezes em sua mansão e decorando cada uma de suas feições e gestos para se passar por ela sem denunciar suspeitas, Yael se sente preparada para finalmente mudar as coisas. Porém, além de Yael sofrer a pressão de vencer a corrida que passa por vários países e tem a duração de três semanas, ela se depara com outro desafio em relação a dois corredores: Luka Löwe, que já venceu o Tour do Eixo e esteve presente na corrida com Adele, e Felix Wolfe, que resolve participar de última hora para tentar convencer Adele a desistir da corrida. Ambos são duas lacunas da vida de Adele que Yael terá que precisar preencher. Ela será capaz de manter a máscara?


A Segunda Guerra Mundial é o conflito que mais me chamou a atenção diante de tudo que ocorreu na História. Por isso, quando soube que esse livro se tratava de uma realidade paralela na qual Hitler venceu a guerra e está cada vez mais forte e indestrutível, não hesitei em solicitá-lo. E que grande história eu conheci! Obviamente, grande parte do brilho dele se deve à protagonista Yael. Uma garota judia e metamorfa que enxerga em cada uma de suas perdas a força que precisa para lutar ao lado da resistência. Nada e ninguém é capaz de pará-la e desviá-la do propósito da missão, mesmo que seja necessário chegar aos extremos entre a vida e a morte. Os personagens secundários também são bem trabalhados, de modo que se tornam fundamentais para que a missão de Yael seja concretizada e gostei de a autora ter atribuído uma importância maior a eles, de modo que não passam despercebidos pela força da protagonista; eles a complementam. 

A escrita da autora é bastante fluída, de modo que eu não conseguia largar o livro até chegar a última página. Grande parte da história é permeada pela tensão que a protagonista vivencia devido ao disfarce que precisa manter diante de todos os personagens, de maneira que cada detalhe na personalidade de Adele acabe fazendo a diferença. A autora também tomou o cuidado para que a leitura não se tornasse monótona, já que se trata de uma longa corrida de motocicletas. Ocorrem várias reviravoltas interessantes durante o trajeto, de modo que a história permaneça em movimento e não fique estagnada, assim como os corredores do Tour do Eixo.

"Ela não podia diminuir a velocidade. Não podia parar. Era hora de correr atrás do tempo perdido. Enquanto Luka e Katsuo rastejavam, ela voaria. Mesmo cansada. Mesmo machucada. Mesmo desidratada. Mesmo cega. Ela não podia perder aquela corrida."

Devo ressaltar que, apesar dos pontos positivos da obra, achei o final muito previsível. Levando em conta tudo que aconteceu com Yael, não havia outra maneira de visualizar um cenário diferente. Porém, ainda que uma parte essencial da história não tenha me surpreendido como gostaria, os restantes dos aspectos prevaleceram mais e, garanto, é mais do que suficiente para entreter o leitor durante toda a leitura. Seja o metamorfismo de Yael, a adrenalina enfrentada durante a corrida do Tour do Eixo e o estabelecimento de relacionamentos com pessoas das quais Yael não conhece o suficiente para se passar por Adele, acredito que esses elementos foram cruciais para que Lobo por Lobo não se tornasse apenas um livro de História com uma realidade adaptada, mas também uma história de ficção envolvente com personagens carismáticos e uma trama de tirar o fôlego.

A diagramação do livro está linda e impecável. Definitivamente, a capa de Lobo por Lobo é uma das mais bonitas que possuo em minhas prateleiras. Não tenho nenhuma ressalva a fazer quanto a nenhum aspecto da obra, seja o espaçamento, edição e revisão ortográfica; tudo está perfeito e bem organizado nos mínimos detalhes. Recomendo fortemente para todos, pois Lobo por Lobo é uma história que consegue facilmente transportar o leitor para uma realidade que poderia ter sido verdadeira, além de levantar questões importantes como a superioridade racial.


29 comentários:

  1. Já havia visto esse livro outras vezes, porém nunca imaginei que a estória fosse tão envolvente, com personagens carismático, e que abordava uma trama real, porém adaptada, da segunda guerra mundial. Enfim após ler sua resenha fiquei imaginando porque nunca dei uma chance a esse livro, pois me pareceu ser muito incrível a leitura, mesmo que em alguns pontos sejam previsíveis. Enfim, esse vai para a lista de desejados.

    ResponderExcluir
  2. Uau, deve ser uma grande história mesmo. Foquei bem curiosa e não sei como ainda não tinha lido nada a respeito. Fiquei bem curiosa sobre o desenvolvimento da protagonista, e da ambientação envolvendo a Segunda Guerra Mundial e Hitler. Com certeza irei acrescentar na minha lista de desejados.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Amanda!
    Todo livro que tem como pano de fundo as atrocidades do holocausto, já são interessantes e ver a ficção fantasia acoplada ao enredo, traz grande curiosidade em ler o livro.
    Já pensou se a protagonista consegue mesmo usar seu dom de ser metamorfa e consegue matar o Hitler? Seria delírio, né?
    Quero ler.
    “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Desde o lançamento desse livro que fiquei muito interessada em fazer a leitura. O fato de abordar a segunda guerra de uma forma bem original e inusitada é o principal motivo.
    Saber que a escrita da autora é fluida e que conseguiu prender sua atenção até o fim me deixou mais animada. Uma pena que não tenha te surpreendido tanto quanto esperava e que o final tenha sido previsível.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?
    Gente, já amei essa historia. Um desejo de vingança que vem de uma refugiada, e todo o contexto histórico em volta disso. Amei mesmo, foi pra minha lista!

    ResponderExcluir
  6. Poxa, quero ler! Obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  7. Olá! nunca ouvi falar, mas achei bem interessante, embora não me atraia não gosto muto de livros da segunda guerra mundial, fico sempre apreensiva.

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Ainda não havia visto falar desse livro por aí, mas já me afeiçoei por essa protagonista, pois o que ela passou foi cruel demais e toda sede de vingança dela é muito justificavel.
    Espero um dia ter oportunidade de ler pois fiquei muito curiosa com o que vai acontecer na sua jornada

    ResponderExcluir
  9. Oi, Amanda!
    Estou de olho nesse livro depois de lido da autora o "A Cidade Murada". Muito bom! Já leu? <3
    Uma pena o desfecho ter sido previsível, mas às vezes acontece, né? O bom é que isso não tirou o brilhantismo da obra. ^^
    Obrigada pela dica!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Eu já vi essa capa, achei ela linda, mas não sabia do que se tratava. A premissa parece ser ótima e eu anotei na minha lista sem nenhuma ressalva haha
    Eu gosto de estórias que se passem durante a segunda guerra, e essa, com o Hitler tendo ganhado e uma personagem feminina e corajosa tendo que lutar para derrotá-lo parece ser ótima.
    Estou muito ansiosa para fazer a leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    Achei a capa do livro maravilhosa! Amo livros ambientados na segunda guerra e ao ler sua resenha fiquei morrendo de vontade de ler o livro. O que me desanimou um pouco foi saber que o final é previsível. Mesmo assim, acho que a leitura pode valer a pena.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  12. Oi. :)
    A premissa do livro é bem boa, mas não é bem o meu gênero.
    A capa e o título chamam a atenção, e as 5 estrelas que vc deu ao livro, me deixou até curiosa.
    Sua resenha ficou muito boa. Parabéns! Se vê que a leitura foi satisfatória, ainda mais pra quem curte esse gênero.
    Obrigada pela visita no Blog As Meninas Que Leem Livros.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Hey!

    Eu já ouvi falar do livro, achei maravilhoso, desde a capa até o conteúdo, ainda não tive a oportunidade de ler, confesso que estou bem ansiosa para ler. Gostei muito da resenha.

    Bjos.

    ResponderExcluir
  14. Olá!!!
    Já tinha ouvido falar nesse livro na época em que foi lançado,mas sua resenha é a primeira que eu vejo dele.Amo tudo relacionado a 2 guerra e quando soube do que se tratava a estória tratei logo de incluir na minha listinha,mas sem ler o livro ainda e só lendo a sinopse já se tem uma noção de como vai ser o final o que não em agrada muito quando isso acontece.

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2017/05/resenha-mentira-perfeita-carina-rissi.html#comment-form

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Não conhecia o livro e fiquei cheia de curiosidade, histórias que passam na guerra sempre despertam minha vontade de ler e, saber que a escrita da autora é bastante fluída colaborou para isso, pois livros nesse estilo cuja escrita é complicada me cansa um pouco. Pretendo ler <3 e parabéns pela resenha que ficou maravilhosa.

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Nunca tinha parado para ler a sinopse ou alguma resenha desse livro, e meu Deus! Pq não fiz isso antes? Já quero ler!

    Adoro a temática de guerra , sempre aprendemos alguns fatos históricos e amo quando a leitura me proporciona isso!

    Adorei sua resenha e já quero ler, embora você tenha achado que o final foi previsível, mas não encaro isso como algo ruim.

    Beijos
    Jess
    www.pintandoasletras.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá!!

    A primeira coisa que me interessou neste livro foi a capa, eu a acho muito bonita. Ainda não tinha lido nenhuma resenha dele. Até agora ainda não consegui comprar, mas ele já está na minha lista de compras para este ano.

    ResponderExcluir
  18. Oie! Tudo bem?

    Faz tempo que li uma resenha sobre esse livro e com a mesma opinião que a sua em relação a personagem principal se passando pela outra kkk Mas do mesmo jeito despertou meu interesse e com certeza irie procurar para realizar a leitura em algum momento!

    BJss

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas de cara fiquei animada, porque gosto bastante de histórias sobre a segunda guerra mundial e achei muito interessante esse livro ser sobre uma realidade paralela onde Hitler vence. Além disso, achei muito bacana essa coisa da protagonista ser metamorfa, sendo que a mesma parece ser muito cativante e bem construída. Enfim, apesar do final previsível, eu acredito que vou gostar muito dessa leitura, por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  20. Oi! Adoro histórias sobre realidades paralelas e fiquei muito intrigada com a leitura.
    Mesmo que me deixem chocada com esse possível destino do mundo, gosto da ideia de tentar ver como seria se acontecesse o contrário. Bem diferente e criativa a premissa desse livro! Obrigada pela dica!
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  21. Gosto muito de livros que tem como pano de fundo a 2° guerra mundial, o holocausto, por passar u pouco do horror que foi aquela época. Esse parece se um livro que deve ser lido para jamais ser esquecido. Vou dar uma procurada por ele, sou fissurada por esse tipo de premissa.

    ResponderExcluir
  22. Oie...
    Adorei a resenha!
    Sou suspeita pra falar, pois, todos bem sabem que sou uma devoradora de livros que falem sobre o Holocausto, então, só de saber que a obra tem esse assunto já é motivo de botar nos desejados ;)
    Adorei os comentários que você fez e tenho certeza de que o livro irá me emocionar, e de acordo com suas informações na resenha tenho certeza que nem irei me importar com o final previsível ;)
    Já está nos desejados ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oie...
    Adorei a resenha!
    Sou suspeita pra falar, pois, todos bem sabem que sou uma devoradora de livros que falem sobre o Holocausto, então, só de saber que a obra tem esse assunto já é motivo de botar nos desejados ;)
    Adorei os comentários que você fez e tenho certeza de que o livro irá me emocionar, e de acordo com suas informações na resenha tenho certeza que nem irei me importar com o final previsível ;)
    Já está nos desejados ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    A segunda guerra também é um dos conflitos que mais me chama a atenção. Adorei poder conferir a sua resenha e fiquei bem curiosa para ler esse livro, até porque essa realidade alternativa não tem como ser boa. Apesar do final previsível, acredito que seja uma boa história e estou louca para conhecer.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Oiii!!
    Essa capa é linda MESMO!! Chama muita atenção né? Confesso que só desisti dessa leitura por não ser volume único e por eu ter tido experiências ruins com livros YA, mas acho a história super interessante.
    Essa "realidade paralela" criada é muito legal e gostaria de conferir. Espero que um dia o trauma passe e eu decide encarar mais de um livro hahaha. Ótima resenha, beijos!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  26. Oiee Amanda ^^
    EU AMEI ESSE LIVRO! Estou doidíssima pela continuação, e cada vez mais triste porque até agora, nenhuma notícia. Essa parte fantasiosa da obra me deixou um pouco desconfiada no começo, mas eu gostei tanto da escrita da autora, da história em si e dos personagens que acabei adorando foi tudo! Eu também cheguei a imaginar que o final acabaria dessa forma, mas não consigo nem imaginar o que vai acontecer a seguir. Que venha a continuação, amém!
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  27. A capa do livro está mesmo maravilhosa!
    Lembro que a primeira vez que li uma resenha dele eu não "dava nada" aí percebi que falava sobre Hitler e já comecei a me interessar. Toda essa mistura de ficção com não-ficção sempre me chama a atenção e apesar do final previsível acredito que a jornada até lá faça tudo valer a pena :D
    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Olá
    Eu tinha achado esta capa linda quando vi.e a sinopse me. Chamou muito atenção pro retratar um cenário de guerra!muito bom saber que curtiu a leitura mesmo tendo uma parte previsível .não farei a leitura dele no momento porw ainda não tem previsão de sequência
    Estou evitando livros que não são unicos

    ResponderExcluir
  29. Olá! Confesso que a sinopse não me agradou muito e achei até meio bizarra, mas lendo a sua resenha entendi melhor a proposta e gostei! A história tem um ponto de vista bem interessante, partindo de um mundo paralelo (pavoroso) que não é muito explorado, que é a vitória do Eixo. Gostei também de se tratar de uma protagonista feminina bastante forte, pelo que você deu a entender na sua resenha, e marcante, e sabemos que as mulheres não ganhavam muito destaque nessa época de guerras.
    Gostei muito da resenha! Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir