27 janeiro 2016

Resenha - O Último dos Canalhas





O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela.
Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça.
Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insensatos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.
Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a derrota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação.

Livro: O Príncipe dos Canalhas
305 páginas || Skoob || Editora: Arqueiro || Onde Comprar ||








Nesse novo livro da série “Canalhas” conhecemos o Duque de Ainswood ou simplesmente Vere Mallory. Ele é o último dos duques de sua família, já que esta parece amaldiçoada por alguma praga lendária: Todos os Ainswood morrem antes mesmo chegarem a idade avançada.

Vere é um homem de fama degradante. Um verdadeiro depravado e o último dos canalhas de sua família. Um homem formado por suas perdas e com medo extremo de amar e sofrer. Na última década perdeu seu pai e vários parentes próximos. A maior perda fora de seu primo de apenas 9 anos e seu pai deixara que Vere cuidasse do pequeno e de suas outras duas irmãs, mas o Duque de Ainswood nunca se achou adequado para cuidar da educação de crianças e as deixou com seus tios.

“ Percebeu mais do que isso: o brilho de fogo do inferno nas profundezas verdes de seus olhos, a inclinação arrogante do nariz, as linhas rígidas do malar e do maxilar... e a própria boca do demônio, prometendo tudo, perfeita para gargalhadas, para o pecado, o que fosse. ”

Ele sempre viveu acreditando que poderia ter tudo que quisesse. Isso se chocou quando cruzou o caminho da jornalista Lydia Greenville que é uma mulher de 1,75, forte e que não teme nada e nem ninguém. Denuncia mulheres que prostituem jovens bobas que vem dos mais diversos lugares da Europa só para ganharem em cima do sofrimento dessas meninas. Lydia não mede suas palavras. Escala paredes se for necessário, bate em homens mais altos que ela, se disfarça para ter notícia. Uma mulher que nunca precisou de ninguém após a morte de sua mãe e irmã. Suas perdas forjaram seu caráter e seu jeito indomável.

“ Seus olhos não mais a viam, mas o coração palpitava. ”

Vere atrapalha um trabalho de Greenville e começa a persegui-la por onde ela estiver. Um sentimento avassalador consome os dois. Toda vez que se encontram, a paixão exala o local e o desejo domina seus olhares e ações.


“ Essa era sua vocação, lembrou a si mesma. Era por isso que Deus a havia criado forte, inteligente e destemida. Não era brinquedo de homem nenhum. ”

Lygia nunca mais sonhara em se casar após a perda de sua mãe. Não tinha afeição e boa opinião sobre os homens. Para ela, todos os homens eram apenas oportunistas e carregados de desejos carnais. Nada além disso e se meter com Vere é o mesmo que manchar seu nome e tornar-se mais uma em sua extensa lista de mulheres que ele já pegou.

“ Ele era grande demais, lindo e ardente, e sua boca tinha sabor de pecado – selvagem, sombrio e irresistível. ”

O duque de Ainswood não esconde que está apaixonado por Lygia. Ele parece um bobo encantado quando ele a encontra. Podem brigar a todo instante e soltarem farpas e xingamentos, mas Vere a ama. Tudo que ele faz para protege-la vem do amor que ele aprendera a ter por ela. Aquela mulher era tudo que ele precisa para viver.

“ A porta para seu coração era grossa; seria necessário um aríete para arrombá-la. ”

O livro é uma comédia em todos os sentidos, porque Vere faz de tudo para proteger Greenville dos inimigos que ela conquistou com suas notícias e seu misterioso trabalho na Argus, só que Lygia não precisa de proteção. Qualquer um se mete com ela, simplesmente apanha ou toma uma boa lição para não cruzar o caminho dela. Ela sabe responder e lidar com seus problemas e dilemas, principalmente, o segredo que ela esconde de sua verdadeira origem. Esse segredo é ótimo, porque se relaciona com um personagem super charmoso e intempestivo de O Príncipe dos Canalhas.

Nesse segundo livro temos a volta do bobo e engraçado Bertie Trent que vira amigo de Vere bem no começo da história e torna-se quase um D’Argantan para seu fiel mosqueteiro e amigo. Bertie aqui é mais sábio e até se apaixona por uma determinada personagem.

O enredo nos transporta para uma viagem ao século XVX, na qual nos tornamos torcedores do amor de Vere e Lygia, só que ficamos na dúvida se ela ama o duque de Ainswood de verdade, porque Greenville não demonstra seus sentimentos como ele. Não haverá resposta até o final do livro, então, meus caros corram para ler.

O ''Último dos Canalhas'' nos trás um livro carregado de diálogos divertidos e recheados de muitas discussões apaixonadas, um canalha quase redimido rendido aos pés de uma mulher poderosa, mas que esconde uma fragilidade tocante e um passado de muita dor e sofrimento.

27 comentários:

  1. Olá,
    Ainda não li essa série, mas pretendo!
    Muito bom saber que a história é uma história divertido e estou ansiosa para conhecer esse canalha, que no fundo não deve ser tão canalha assim rsrs
    Adoro quando a autora consegue fazer o leitor parte da história, sempre queremos mais e somos transportados para ao lado dos personagens, torcendo por cada um.
    Parabéns pela resenha
    beijos
    Conchego das Letras

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Eu ainda não li esses livros dos Canalhas, mas queria muito conseguir ler o primeiro e ver se vou sentir todo esse amo que muita gente sente. A capa desse livro não curti muito. Mas espero poder compra lo esse mês
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Olá Jo.
    Não sei, talvez se esse livro tivesse outro nome, ele parece engraçado e a mocinha é bem forte, mas infelizmente não consigo comprar a ideia do canalha.
    Mas para os fãs dos romances de época a série está fazendo um sucesso danado e fico muito feliz que ele atendeu suas espectativas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiee!
    Eu li o Príncipe dos canalhas e amei, estou até preparando uma resenha. Mesmo só tendo lido um livro, já me apaixonei pela série e estou ansiosa pela leitura de o Último dos canalhas, mesmo que o Bertie seja um personagem que me irrita um pouco. Quero mesmo vê-lo diferente e menos inocente como foi no livro anterior.
    bjs
    diariodeumapsicopedagoga.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ola Jo vou começar a ler esse livro na próxima semana, amei saber que o livro vai me garantir risos, amo enredos que tenham bom humor, e quero ver o Vene com apaixonado, seguindo a protagonista sempre, preciso ler urgente, a capa não está tão linda quanto do primeiro livro, mas faz jus ao titulo. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Jo!

    Ta aí um livro que eu nem li e já considero pacas kkkk
    Li tantas resenhas dele que é até difícil enumerar, mas continuo querendo ler outras muitas só pra ter mais um gostinho do livro enquanto não posso adquiri-lo pra mim :)
    Espero curtir a leitura tanto quanto você!

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Já havia lido algumas resenhas desse livro e já estava com muita vontade de le-lo. Mas a sua resenha me deixou com mais vontade ainda, pois cada vez vejo uma opinião melhor que a outra. Sua animação em falar do livro transparece na sua resenha. Acho a estória muito interessante, adoro um romance e se for recheado de comédia melhor ainda. Gostei muito das personalidades de Vere e Lygia, gostaria muito de ler as confusões dos dois. Mais do que nunca esse livro esta na minha lista de desejados.

    Beijos!

    www.cantinhocult.com

    ResponderExcluir
  8. O que me faz querer ler esse livro em particular é com certeza a personalidade de Lygia, e ver como a autora a conduziu em sua época. A parte cômica é o que mais me encanta, torna a leitura leve e gostosa. Pretendo ler a série em breve.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  9. oi, apesar de adorar romances, li pocos de época e tenho visto tantos elogios para com a escrita da Chase, que acho que vou ler alguns dela. Acho que vou curtir bastante, perincipalmente por causa dos diálogos divertidos e das discussões apaixonadas que você mencionou ter encontrado na narrativa. espero ler em breve!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é a coisa mais perfeita do mundo, foi melhor que o outro ao meu ver. É meu top de 2015 ♥
    Amo o Vere e todas as encrencas em que ele e a 'Lady Grendel' aprontam no livro. Pra mim não existe casal mais diferente e mais perfeito um para o outro que esses dois. Amei a relação dele com o Bertie, achei q ele foi muito mal tratado em O Principe dos Canalhas, ele é um simplório de grande coração, não vê maldade em nada e nem em ninguém, por isso não gostei da forma como a irmã dele e o Belzebu trataram ele. Fiquei muito feliz do Vere ter paciência com ele e ele poder mostrar que apesar de ingênuo, ele é sim, um grande cara.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  11. OIi!

    AMEUDEUSEUAMEIESSELIVRO! Na verdade eu me encantei com a escrita da autora, confesso que eu achei o inicio meio lento, mas depois fui me acostumando. ADOREI a forma como Bertie foi trabalhado melhor nesse enredo já que no primeiro ele ficou meio de escanteio. Eu dei tanta risada durante a leitura que quero ler de novo! hahaha
    Gostei da sua resenha e de saber que gostou do livro tbm!

    Ps: Dain é sensacional, adorei ver que ele aparece e Jess não mudou nada...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Olá, gostei muito da resenha. Eu sou apaixonada por romances de época e estou me segurando para não ler esse antes de resenhar vários que já li. Gostei muito dos protagonistas, especialmente da protagonista.

    ResponderExcluir
  13. Olá... tudo bem???
    Nossa amei a sua resenha moça!!!
    Estou louca para iniciar a leitura dessa série... porque adoro uma romance histórico e esse é um dos mais desejados... curti a premissa... adorei saber que temos comédia... e adorei a personalidade forte da mocinha... ela é independente e sabe se virar... para época em que ela vive os homens devem ficar super raivosos, por ela ser assim indomável.. claro que quero conhecer a trama...xero!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Eu preciso tanto desse livro! Que maravilha de resenha, que enredo chamativo. Imagina ser o último canalha da família.
    Suas cinco estrelas mais o coração me fizeram ter ainda mais vontade de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Eu li o primeiro livro da série, e adorei a leitura. A escrita da Loretta me encantou de um jeito que nem consigo explicar. Adorei os personagens que ela criou em O Príncipe dos Canalhas e espero que neste segundo volume eles sejam tão bons quanto. Queri muito ler esse livro, mas tenho tantos ainda para ler aqui na estante, que fico com dó só em pensar hahaha.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oiee ^^
    Eu gostei tanto do Vere ♥ fiquei com muita pena dele no início :/ Lygia é uma das personagens mais incríveis que eu já conheci na vida, adorei o jeito dela e a forma com que ajuda as pessoas. Adorei ver o Bertie se dando bem aqui, mesmo não tendo gostado muito dele no primeiro livro *-* A escrita da Loretta é incrível, não é? ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br/2016/01/lancamentos-janeiro-editora-arwen.html

    ResponderExcluir
  17. Eu tenho amado muito essa autora. O primeiro livro foi incrível e esse mais ainda. Os dois são ótimos, mas esse eu curti um pouquinho mais por causa da protagonista, dela ser uma feminista ativa e ajudar as mulheres daquela época.

    Tomara que a Arqueiro lance mais coisas dela. =)

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oie! Tenho visto muitos comentários e resenhas positivas a respeito dessa obra e, por mais que eu esteja muito curiosa para conhecer o primeiro volume, nenhum desses comentários havia chamado minha atenção a ponto de querer ler O Último dos Canalhas. Porém sua resenha está ótima e todas as descrições que fez a respeito dos personagens me cativaram bastante. Os quotes que separou também são ótimos. Parece ser uma leitura bem divertida e eu fiquei louca para conhecer a personagem Lydia. Amei saber que ela tem esse jeito todo independente e que sai dando porrada em quem tentar tirar proveito dela. Fiquei intrigada para saber do mistério a cerca de sua origem e quero saber que século é XVX que você colocou na resenha e-e

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  19. Oie.
    Eu adoro um bom romance de época, principalmente quando a autora explora bem esse lado sarcástico e divertido dos personagens.
    O enredo em si não parece inovador, mas nem espero algo grandioso dessas histórias, gosto mesmo é de uma escrita que me envolve e diverte, e pelo que li aqui, a Loretta sabe fazer bem.
    Ótima dica.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Adoro essa série, sempre que vejo uma resenha dessa série fico morrendo de vontade de ler, pois além de ser um romance de época (que por si só já é ótimo pra ler) tem um canalha que é apaixonante e uma mocinha forte que vai ser um chiclete no pé do ultimo canalha...
    Parece realmente um bom livro, e eu espero conseguir ler essa série esse ano, pois tenho certeza que vou adorar

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  21. Tenho lido ótimas resenhas sobre esse livro. Nunca li nada de Loretta Chase, mas essa série já está na minha lista desde o ano passado, porque, além das críticas favoráveis, gosto de romances de época. Agora, lendo a sua resenha, acho que vou apressar essa leitura, pois estou precisando dar umas risadas. Fiquei com a impressão de que, apesar de divertido, o livro apresenta-nos uma história muito intensa, o que também me agrada. Espero conseguir ler essa obra ainda em 2016.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  22. Olá

    Esse livro já tem um tempo que quero ler, adoro romances de época,nunca li nada da autora e quero muito conhecer sua escrita,o que mais me atrai nesses livros é a personalidade dos protagonistas,ninguém é bobo, pelo que deu pra perceber pela resenha, a protagonista mesmo com seu passado de dor e sofrimento, ela não deixou isso ditar a vida dela, pode até ter mexido um caso,acredito que sim,mas ela continua seguindo em frente.


    Bjss

    ResponderExcluir
  23. Oi Joanice, sua linda, tudo bem
    Adoro uma boa comédia romântica. É tão difícil encontrar uma personagem como esta, fiquei aqui tentando imaginar as cenas dela batendo em homens fortões e mais altos do que ela, deve ter sido hilário. E a causa dela é admirável, quem se arriscaria tanto, ainda mais naquele tempo. Não vejo a hora de ler essa série. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Eu não costumo ler romances de época, embora tenha vontade, confesso que a vontade não é tanta ainda, sabe? Sobre esse livro eu não tinha lido nada ainda e fiquei animada, interessante ver que a personagem feminina é forte e decidida, além disso gosto de histórias divertidas, por isso anotei a dica para qualquer dia.

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Mesmo vendo o pessoal rasgando elogios a essa trilogia (?) eu não me interesso por ter probleminhas com o gênero, mas é legal saber que o livro é bem humorado e tem um D'Artagnan da vida, pois adoro ele e seu jeito meio bestão no meio dos mosqueteiros. E também me pareceu interessante a personagem conseguir inimigos por sua profissão.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá!
    Eu falo abertamente o quanto não me identifico com romances de época, mas até leio as resenhas pra ver se mudo de ideia. Mas não foi dessa vez.
    O livro não tem um que, que me prenda e nada que fale, preciso ler.
    A história parece ser divertida e os personagens envolventes. Sua resenha ficou ótima, mas esse gênero não é pra mim <3
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oie!!!
    Dizer que sou completamente apaixonada por romances de época seria eufemismo da minha parte. Acompanho o gênero a muitos anos já, porém só recentemente pude conhecer a escrita da Loretta Chase. E o que posso dizer é que os livros dela que li até agora me encantaram profundamente. Adorei sua resenha, só me deixou com mais vontade ainda de ler o livro. Adoro quando as resenhas me deixam assim :)
    bjs

    ResponderExcluir