22 janeiro 2016

Resenha - Mentirosos




Os Sinclair são uma família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - neta primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o amigo Gat são inseparáveis desde pequenos, e juntos formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido… até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu



Livro: Mentirosos
272 páginas || Skoob || Editora: Seguinte || Onde Comprar ||







E se pudéssemos obrigar todo mundo a mudar? – página 216

Cadence é a neta mais velha da família Sinclair, uma família perfeita que vive por aparências e que não faz escândalos, pois têm uma reputação a zelar. Ricos, bonitos, loiros, altos e perfeitos, os Sinclair passam suas férias de verão na ilha particular da família, ainda pertencente à Harris, o patriarca.

Juntamente com seus primos Mirren e Johnny, e seu amigo e paixão, Gat, Cadence faz parte do grupo Mentirosos, o quarteto que está sempre junto, aprontando, brincando e se aventurando juntos desde que eram crianças. Eles são inseparáveis durante as férias de verão, mas, quando as férias acabam, mal se falam. Ainda assim, são como melhores amigos.

Mas algo aconteceu durante as férias de quinze anos, e Cadence não se lembra de nada. Ela sofrera um acidente, e todos pareciam esconder a verdade dela, que lutava para tentar recorda-se dos acontecidos. Sua cabeça doía à beça, ela tomava remédios o tempo todo e passava mal na escola frequentemente. Por dois anos, Cadence não compareceu às férias de verão na ilha do avô, e quando finalmente voltou, com dezessete anos, estava determinada a descobrir o que havia acontecido dois anos antes.

“Você entende, Cady? O silêncio é uma camada protetora sobre a dor.” – página 43


As filhas de Harris estão sempre lutando pela atenção do pai, seja por conta da herança ou pelo simples fato de quererem ser a preferida dele, e, por sorte, os netos não são assim. Isso meio que salva a família, que deve ter sido a pior que eu já conheci até o momento. Eles são arrogantes, metidos, escondem seus sentimentos e estão sempre mantendo as aparências, como se isso fosse a coisa mais importante para eles. E, o pior: acham que estão certos.

O livro é narrado por Cadence, então é impossível não gostar de seus amigos e primos, já que eles nos são apresentados pelo ponto de vista dela. No início, achei Johnny um pouco ignorante, e Mirren histérica, mas, aos poucos, fui aprendendo a gostar deles. De Gat eu não gostei muito. Não entendi muito bem o que ele queria com Cadence, parecia que ele a estava usando, não sei bem... E ela, bom, vendo todas as coisas que ela precisava enfrentar quando acordava, não só o tal acidente, mas também sua família, foi impossível não sentir simpatia pela protagonista.


E eu vi Gat, e vi aquela rosa na mão dele, e, naquele momento, com a luz do sol entrando pela janela e brilhando sobre ele, as maças sobre a bancada da cozinha, o cheiro de madeira e maresia no ar, eu rotulei de amor. – página 27

A autora usa muitas metáforas, e esse foi um aspecto que me fez gostar ainda mais do livro. A estória é um pouco confusa em alguns momentos, isso porque Cadence é quem conta, e a mente dela é um tanto quanto conturbada. Isso significa que o leitor só vai descobrir o que aconteceu no verão dos quinze anos quando Cadence o fizer, e isso demora um pouco. Enquanto isso, ela nos conta sobre seus verões passados, sobre como tudo começou, etc.

Aja como uma pessoa normal. Agora mesmo. Porque você é. Porque você pode ser. – página 142

Mentirosos é um livro incrível, e a autora não parava de me surpreender. Além de ter uma escrita que flui rapidamente, ela é uma mestra. Criei várias suposições sobre o que havia acontecido com Cadence, mas não consegui adivinhar o que realmente aconteceu. Fiquei pasma quando descobri, e, confesso, um pouco angustiada. É um livro surpreendente, e eu me sinto um pouco arrependida por não tê-lo lido antes.

Não consegui dar nota máxima ao livro, por motivos que nem eu mesma sei. Gostei da estória, gostei dos personagens, gostei da escrita, e foi isso. Não amei nada, não me apaixonei pelos personagens, não chorei por ninguém, e tinha expectativas de que isso fosse acontecer. Porém, estou doida para conhecer mais obras da autora, e espero que elas sejam tão boas quanto esta foi.


17 comentários:

  1. Ola Dryh lindona li tantos elogios a esse livro que ainda estou muito curiosa com todo suspense em torno dele e sobre os mentirosos preciso descobrir logo todo o suspenso, mesmo com tantos personagens parece que a história não se perde. Muitas vezes gostamos do livro mas não nos conquista te entendo. beijos


    Joyce
    wwww.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  2. Hello :)

    O livro parece ser bem interessante, principalmente pelo fato da narradora ser a Candy, fazendo com que a gente vá descobrindo as coisas junto com ela. Não conhecia o livro e agora ele está entre minhas prioridades. Sua resenha me deixou bastante curiosa sobre ele. Gostei muito do post e da indicação!!

    Beijinhos e que a Força esteja com você!
    www.cantinhocult.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Dryh
    Já li resenhas que dizem que o livro é ótimo e outro acham péssimo, daí tenho um pé atras com a obra, gostei muito de sua resenha acabei ficando curiosa com esse mistério, o que será que aconteceu que causou tanto estrago nessa garota.
    Também achei a família interessante, por viverem tanto de aparências, é bem diferente do que costumo ler.
    Beijos

    http://poyozodance.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Dryh, este foi um dos melhores livros que li em 2014 e lembro exatamente do meu suto e surpresa quando a verdade é revelada. Eu não desconfiei nem por um momento o que realmente estava acontecendo. Que pena que para você a leitura foi mediana. também estou na expectativa de conhecer outras coisas da autora e acho que vou apreciar cada vez mais.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi!

    Eu quero muito ler este livro. Vejo sempre muitas resenhas positivas sobre ele e todas elas SEMPRE me instigam a ler, mas por algum motivo bizarro, eu nunca o leio. Espero que esse ano eu possa desfrutar mais dessa história que me parece ser bem boa. A escrita, quando é fluida, não tem jeito, cativa bem mais né? Parece que a gente devora o livro e não lê, rs.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. As resenhas desse livro sempre me deixam maluca de curiosidade por causa desse dito final. Eu sinceramente adoro esse tipo de trama, porque é muito bom ficar inventando suposições e depois se surpreender. Não vejo a hora de conferir a leitura!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  7. Olá Dryh!
    Às vezes livros nada exuberantes como os mentirosos nos conquistam ne? Eu também gostei do enredo dele, ainda não o li, mas me chamou a atenção. Particularmente gosto de sair da rotina (fantasia e romance) e ir para livros mais reais ou menos incríveis. A leitura deve oferecer morais legais, e, se você curtiu, já é um bom sinal, nossos gostos costumam bater!
    bjss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Gostei bastante da estória do livro, a escrita da E. Lockhart é incrível e ela usou de uma forma muito poética. Eu sinceramente não esperava por aquele final, e sei que muitas pessoas o desvendou já no começo da leitura, mas eu não e foi justamente por isso que gostei do livro, eu realmente não esperava pelo final. Sensacional é como descrevo o livro.

    Beijos,
    https://entreoculoselivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Dryh, tudo bem??
    Adorei a sua resenha... eu estou com esse livro já faz um tempinho e não vejo a hora de iniciar a leitura dele, ainda mais com esses elementos que você citou... fiquei super curiosa com esse final surpreendente... imagino que também vou construir minhas suposições. Xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oii! Adorei a sua resenha. Sua experiência de leitura foi bem parecida com a minha. Também achei um livro surpreendente e gostei muito da história, mas nada que me deixasse vidrada, pensando em quão sensacional é a obra. Enfim, acho que o que eu mais gostei na história foi o fato da autora mostrar que ninguém é perfeito. Que, apesar das aparências, todos têm os seus problemas, anseios, preocupações. Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Oláa
    Das pessoas que eu conheço que já leram só ouço comentários positivos,o que me da mais e mais vontade de ler e saber o que raios aconteceu com ela nessas férias que todos começam a esconder coisas dela (até já tô aqui especulando alguma coisa =P).
    Nunca li nada dessa autora e acho que vou começar por esse livro,mas ir com tanta expectativa assim :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/01/resenha-magia-do-sangue-trilogia-primos.html#comment-form

    ResponderExcluir
  12. Acho que essa parte das metáforas é o que vai me fazer gostar um pouquinho menos do livro... mas acho muito legal quando temos um narrador com a mente conturbada e podemos perceber isso pela história ficar um pouco confusa. Que bom que achou o livro incrível, que foi tão surpreendida e a leitura fluiu. É um livro que quero muito ler, pena que não chegou a amar e nem se apaixonar pelos personagens.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Olá, esse é um livro que tenho curiosidade para ler por ter visto muitas resenhas sobre ele, mas como você disse que a mente da protagonista e narradora está um pouco confusa, já fico meio em dúvida se iria gostar ou não do livro, pois narradores/personagens em situações assim muitas vezes me incomodam.


    Participe do sorteio da Trilogia A Caverna Cristalina: petalasdeliberdade.blogspot.com .

    ResponderExcluir
  14. Oi
    Esse livro está na minha lista desde o lançamento.
    O título já é bem chamativo. Gosto da intriga entre as garotas e a mente perturbada de Cadence. Gosto de livros repletos de metáforas, pois exige mais do leitor e acabamos procurando das entrelinhas o sentido. Só é triste as personagens deixarem um pouco a desejar. Gostei da sua sincera opinião e com certeza é um livro que quero ler.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  15. Oi, flor. Entendo completamente o motivo para você não ter dado nota máxima. No meu caso, Mentirosos ingressou para os meus favoritos… Mas também não foi por amar o enredo ou seus personagens. Foi justamente pela narrativa. Me senti amarrada a ela, me senti envolvida, me senti afogada pelas suas metáforas. Acho que nunca li uma obra com descrições de sentimentos e pensamentos tão metafóricas. <3

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Já vi muitas pessoas falarem super bem desse livro. Mas pelo visto parece que você esperava muito mais da história né?! Tem tempo que estou querendo ler esse livro, ainda mais que você mencionou que a leitura flui rapidamente. Gosto de livros assim. Adorei a sua resenha e ele já está na lista de desejados.
    Bjokas

    livrosemarshmallows.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Menina, eu estou com esse livro aqui que comprei esse mês e já queria ter lido... mas as parcerias não me permitem rsrs Tenho um grupo de amigos literários que super recomendam esse livro e dizem que quanto menos soubermos da história melhor rs Eu também não daria nota máxima estando no seu lugar, tranquilo.
    -Mari

    ResponderExcluir