Resenha - RIVKA

23 fevereiro 2021


Livro: Rivka e o Elo Perpétuo
Cortesia: Andressa Moore (Autora Parceira)
Nº de páginas: 660
Skoob
Onde comprar: Amazon

Rivika Samuels jamais teve a vida que sonhou, e ao se deparar com o destino do único homem que amou, suas ambições para o futuro foram todas destruídas junto com ele.

Agora com uma nova identidade, vive reclusa em uma casa subterrânea e secreta no Canadá, seguindo as orientações deixadas por seu marido.

Mas ela não sabe que até a sua nova vida já tinha sido planejada e se surpreende quando Joshua aparece em seu caminho.

O homem que sabe de tudo sobre ela e seu passado, detém todas as informações mais sigilosas do Patriarcado e pode se unir a ela a fim de acabar com tudo aquilo que destruiu sua vida.


Quando me deparei com a sinopse de "RIVKA" percebi que se tratava de uma leitura interessante e não estava errada. O livro conta a trajetória de Rivka Samuels. Uma jovem obediente ao pai que faz tudo o que ele lhe ordena sem jamais o questionar.

Rivka foi prometida em casamento a Malcom, quando era somente uma garotinha. Ela cresce e se torna uma linda mulher, mas, aos olhos de seu futuro marido ela é somente uma mulher bonitinha, porém, totalmente sem graça. Além disso ele é o líder do Patriarcado. Uma espécie de dominação masculina que atua em todas as áreas da sociedade, meios políticos, tribunais, autoridades, ou seja, todo o mundo.


Já Rivka, ela sonha em se casar, ter filhos e viver uma linda história de amor, mas sabe que ao lado de Malcom não será assim. Eles se casam com toda pompa e circunstância, todavia, a noite de núpcias não acontece da maneira que Rivka esperava. Seu relacionamento com o marido é praticamente nulo.

Malcom não tem um pingo de respeito por ela e os dois vivem como desconhecidos dentro da mesma casa, e essa situação faz Rivka sofrer muito, o que a faz tomar a decisão de se aproximar do marido e ganhar sua confiança. Ela quer ser para ele um porto seguro e um ombro no qual ele possa se apoiar.

Então, o relacionamento começa a mudar lentamente entre eles e, com a insistência de Rivka, Malcom aos poucos passa a confiar nela. Com isso, eles percebem que os sentimentos de um para o outro estão mudando também, só que ambos relutam em se permitir senti-los. Afinal, Malcom foi moldado segundo as vontades e leis do Patriarcado, que é soberana.


Malcom, desde criança foi criado e ensinado a não sentir amor, carinho e compaixão por ninguém, nem mesmo por sua própria esposa. Contudo, Rivka consegue se infiltrar em seu coração e os dois passam a viver como marido e mulher, cheios de paixão, desejo e amor. Eles são felizes e vivem uma vida de casal "normal", mas como nada é perfeito, Rivka acaba que sendo sequestrada por Enzo, um primo invejoso de Malcom que deseja ser o próximo líder e fará isso a qualquer custo.

E a partir daí é que vocês terão que fazer a leitura do livro para saber o que irá acontecer com Rivka e também quais serão os próximos passos que Malcom tomará para recupera-la, porque existe muito mais coisas para acontecer ainda, principalmente revelações.



[- Minhas Impressões -]

A escrita da autora é muito envolvente e o seu jeito de descrever as situações e personagens consegue realmente inserir o leitor dentro da história. Foi assim que me senti ao ler "Rivka", me envolvi completamente a ponto de sofrer e me enraivecer com tudo pelo o que ela teve que enfrentar. Fiquei tão imersa que, quando dei por mim, já havia acabado de ler e eu só queria poder ler mais de tão bom que foi.

Essa história foi uma leitura tremendamente prazerosa, forte e impactante, e que me fez tomar partido de Rivka e ser solidária a sua dor. Também me solidarizei demais pela vida nem um pouco fácil e muito menos feliz que Malcom teve. Ele foi um personagem que sofreu atrocidades que o fizeram ser do jeito que era, uma vez que, como ele bem disse, foi criado para ser o líder, e não podia ser fraco e demonstrar ter sentimento por nada e ninguém.

Estou verdadeiramente encantada em como a autora introduziu Rivka na vida de Malcom aos poucos, sem forçar e muito menos exagerar a situação. Foi devagar, de maneira coerente e extremamente crível.

A maneira como eles vão se apaixonando e se entregando ao sentimento foi tão romântico, principalmente quando Malcom começa a enxergar e perceber Rivka de forma que aos poucos ela vai ganhando cada vez mais terreno em sua vida e no seu coração.


O livro tem situações bem indigestas e difíceis de digerir em relação às barbaridades cometidas com as esposas dos homens que foram escolhidos para assumir o Patriarcado ao longo dos anos, mas eu entendi que elas precisavam ser contadas para que a história fizesse sentido e passasse verdade.

Malcom e Rivka cresceram muito como pessoas e o mais legal e emocionante foi perceber essa mudança profunda neles. De todos, sem sombra de dúvida, quem mais mudou foi Malcom, pois ele pôde sentir na pele o quanto amar e ser amado faz bem para o ser humano, seja ele quem for e como for.

A história possui muito romance, sensibilidade, cenas quentes e eróticas, muita adrenalina, ação e reviravoltas que me fizeram ficar de queixo caído. Li com vontade, prazer e me emocionei várias vezes. Torci horrores e tive ganas de esganar Malcom se existisse a possibilidade de entrar no livro, mas, como não é possível, fiquei só na vontade mesmo.

O final me deixou sem reação. Eu não soube identificar o que senti ao ler, pessoal. De verdade. Por isso eu digo à vocês. Leiam! É um livro incrível, surpreendente e emocionante.

Postar um comentário

Instagram

I Love My Books - Blog Literário . Berenica Designs.