Resenha - Dança da Escuridão



Título: Dança da Escuridão
Autor: Marcus Barcelos
Cortesia: Faro Editorial
N°de páginas: 253
Skoob
Onde comprar: Amazon
Onze anos após sua condenação, Benjamin Francis Simons ainda sofre com as lembranças de seus atos passados - sombras traiçoeiras que insistem em rastejar para dentro de sua mente... E quando a salvação parece finalmente bater à sua porta, ele percebe todo horror que o aguarda, algo que nunca seria capaz de imaginar. Em Dança da Escuridão, a aguardada sequência de Horror na Colina de Darrington, Ben Simons desperta abruptamente e se vê amarrado a uma cadeira de metal, imerso no breu de um local desconhecido. A voz que grita é a de um homem misterioso e sem escrúpulos, que não poupará esforços para extrair de seu interior a obscura confirmação que tanto deseja... o mal presente na sua origem. Agora, para entender o que tudo aquilo significa, o que o colocou na situação de alvo da seita, e tentar salvar todos que estão em perigo por sua causa, ele precisará remontar seus passos desde muito antes da fuga do sanatório ou do episódio na Colina de Darrington e confrontar os tentáculos da aterrorizante organização, que se mostram cada vez mais presentes em todos os lugares.
O tempo é curto.



Em Dança da Escuridão fui apresentada ao personagem de Benjamin Simons, um homem atormentado e assombrado por um passado cheio de perdas, injustiças e maldades praticadas por uma organização que visa tomar o poder e se espalhar pelo mundo.

Perseguido, caçado e acusado de vários crimes, Ben, como é carinhosamente chamado pelas poucas pessoas que o conhecem de verdade, terá que correr contra o tempo para salvar a vida das pessoas que ama e a sua também. Mas antes, ele terá que se livrar de seu algoz, um homem impiedoso que o mantêm preso à uma cadeira de metal e o tortura de maneira constante e sem dó. Esse homem insiste que algo maléfico que vive nas profundezas de Ben venha à tona e se manifeste de uma vez por todas.
"O golpe que veio em seguida poderia ter sido desferido por um punho ou uma marreta. A dor que se espalhou pelo meu rosto quando meu nariz foi arrebentado me privou de qualquer precisão. Sentindo o amargo gosto de ferro e a cabeça latejando, fechei os olhos e tentei me agarrar a alguma lembrança, qualquer retalho de passado que pudesse haver em algum canto do meu cérebro defeituoso."

Mas Ben não está só, ele conta com pessoas que farão de tudo para ajudá-lo a se livrar da seita sombria e maligna que quer usá-lo para praticar inúmeras atrocidades.  Amanda, Andrew e Jacob dentre outros, são as pessoas que ele tanto quer proteger, nem que para isso ele tenha que morrer.

Vivendo em meio a tantos horrores Ben não se importa tanto assim com sua própria vida, mas, para salvar a vida de seus amigos ele é capaz de qualquer coisa.

"Sem que eu conseguisse mais me controlar, minha mente irrompeu em imagens desconexas e violentas de pessoas mutiladas, umas sobre as outras em montes infinitos, debatendo-se em profunda agonia."


Atormentado por imagens do passado e do presente Bem precisará reunir toda a sua coragem e determinação para vencer seus inimigos, mesmo correndo o risco de perder aqueles que ama pelo caminho.


[- Minhas impressões -]

Já faz um bom tempo que eu não ficava tão envolvida e enredada por uma história como aconteceu ao ler Dança da Escuridão. Eu fui completamente arrebatada por uma trama de suspense, mistério, revelações bombásticas e reviravoltas inacreditáveis. Com personagens cativantes e interessantes Marcus Barcelos soube prender minha atenção do início ao fim.

Sua escrita é viciante, inteligente e impactante. A cada novo parágrafo lido eu me vi cada vez mais impactada por seu jeito único de contar a história de Benjamin Simons. Pensei por um momento antes de ler que me sentiria perdida com a história, pois não tinha lido o primeiro livro que deu início a saga de Benjamin, Horror na Colina de Darrington, mas felizmente o autor me situou direitinho aos acontecimentos do livro anterior, portanto, não senti nenhuma dificuldade em ler o segundo livro mesmo sem ter lido o primeiro e é claro que me senti extremamente satisfeita com isso.

Eu nem senti o tempo passar quando comecei a ler, só lembro de ter começado a ler no começo da tarde e terminar de ler no início da noite do mesmo dia tamanho foi o meu envolvimento com o livro. Foi uma leitura instigante e muitíssimo prazerosa que eu indico com toda a certeza para todos que adoram uma trama cheia de suspense e revelações.

A leitura de Dança da Escuridão vale muito a pena e não tem como eu não dizer que mais uma vez o que me atraiu para a leitura do livro foram a capa maravilhosa e sombria e a sinopse incrível, que captaram de imediato a minha atenção.

O livro é lindo e muito caprichoso! Algumas páginas são ilustradas, a diagramação é impecável e o capricho com que tudo foi feito salta aos olhos de quem lê. Deu para perceber o profissionalismo e a dedicação com que o livro foi produzido. Meus parabéns aos responsáveis e à todos que se envolveram para trazer às mãos dos leitores algo tão belo e bem feito.


Categorias:

Nenhum comentário:

Postar um comentário