27 abril 2017

Resenha - 8 Segundos


Título: 8 Segundos
Autora: Camila Moreira
Editora: Suma de Letras / Cia das Letras
Páginas: 280
Goodreads / Skoob
Onde comprar: Amazon / Saraiva

Pietra, filha única de um rico fazendeiro, sempre teve tudo o que quis. Para realizar mais um de seus caprichos - viver em Paris em seu próprio apartamento, ela é obrigada pelo pai a passar uma temporada na propriedade da família. Lá, ela conhece o veterinário Lucas, um homem simples e determinado, que sonha em competir nos grandes rodeios do país. Quando o peão conhece a patricinha, faz de tudo para não se deixar levar pelos lindos olhos verdes da filha do patrão. Em 8 segundos, Pietra e Lucas não conseguirão resistir à paixão. Mas antes que possam viver este amor, a revelação de um terrível segredo do passado mudará suas vidas para sempre.










Pietra é a típica garota mimada que acredita ser a rainha do universo e que deve ter o mundo aos seus pés. Como última cartada, seu pai faz um acordo com ela: se passar 30 dias na Fazenda Girassol (uma das propriedades da família), ela ganha um apartamento em Paris. Só que nesses 30 dias, Pietra não só vai aprender a ser humana como também o verdadeiro significado da palavra família, amizade e amor na sua forma mais pura e sincera.

Pietra vai para a Fazenda Girassol apenas para ganhar seu prêmio e no instante que chega lá, o primeiro ser vivo que avista é um peão, que na sua concepção não passa de um servo sujo e fedido, mesmo com aqueles incríveis olhos azuis. E ela não faz nada além de ser ela mesma, uma patricinha prepotente, arrogante e "mal educada".

"— Pegue minhas malas — ordenei e voltei a caminhar. — E tome cuidado, são duas Louis Vuitton.(...)
Com uma das mãos ele levantou a aba do chapéu e me olhou. Santa promoção! Que olhos eram aqueles? (...)
Ele me deu um sorriso torto e pegou as malas (...) e o estranho continuou sem abrir a boca. Devia ser mudo, era a única explicação. Ou ficou mudo diante da minha beleza. Não me espantaria, pois não seria a primeira vez que um homem perdia a fala depois de me ver. Sou extremamente bonita".

Voltando aos personagens, quando Pietra ouve falar em um tal de Dr. Lucas, sua primeira missão é encontrá-lo. Até porque ela "precisa dialogar com alguém alfabetizado". Gente, sério, que garota tosca e fútil!

"Meu pai tinha a mania irritante de tentar me mudar. (...) Isso porque ele acha que eu sou superficial demais, que só penso em dinheiro e não me importo com as coisas realmente boas da vida. Putz! Quer coisa melhor do que passar o dia todo no shopping, comprando todos os sapatos que desejar e depois jantar à luz de velas com um gato maravilhoso, terminando a noite em um luxuoso motel, com direito a sexo regado a champanhe? Claro que não!"

Mesmo com essa personalidade oca, relevei. Então ela finalmente encontra o tal doutor. E quem era? Exatamente! O peão sujo e fedido, que inclusive estava nessa condição por estar exercendo sua profissão. Essa cena foi um tapa merecido na cara dela!

"— Ouvi dizer que tem um médico veterinário aqui, e eu adoraria conversar com alguém alfabetizado. — Desdenhava de mim na cara dura.Eu não acreditava no que estava ouvindo. Ela estava falando de mim! Claro que eu não perderia a oportunidade de irritá-la mais uma vez. Abri um sorriso antes do meu próximo passo.— Muito prazer — disse, tirando o chapéu e me curvando diante dela. — Dr. Lucas, à sua disposição — completei.Sua boca se abriu, e vi a expressão “cair o queixo” de forma literal.— Mas, infelizmente, o analfabeto aqui não tem tempo para perder com conversas fúteis vindas de uma garota mais fútil ainda.(...)Aqui o sistema é bruto!"

A partir daí, os encontros entre eles se tornam mais frequentes e cada vez mais catastróficos. A única válvula de escape para ambos é Mariana, que da parte de Lucas é sua pequena, mesmo sendo prima ele sempre a considerou uma irmã. E da parte de Pietra, foi designada pelo Sr. Roberto(pai da Pietra) para ser "dama de companhia" da dondoca, por assim dizer.

"— Querida, com certeza você nunca será minha amiga — eu disse com desdém. Esses caipiras acham que uma amizade começa do nada. Assim que minha internet voltasse a funcionar, iria mandar um WhatsApp para a Letícia e contaria a ela como aquelas pessoas eram patéticas. Letícia sim, essa era minha amiga desde criança. Tudo que já vivi teve algo a ver com ela, inclusive o Rafa, que foi seu namorado. Ele a dispensou para ficar comigo, mas Letícia sabia perder e não ficou incomodada quando começamos a sair algumas semanas depois."

As duas no início não se batem nem combinam, mas Pietra a usa para irritar Lucas e no processo ajuda Mari a atrair ainda mais Pedro, melhor amigo de Lucas, engenheiro agrônomo da fazenda e por quem Mari se encantou desde a primeira vez que se viram.




[ - Minhas Impressões -]

Esse foi um dos livros que comecei a ler às cegas, seduzida apenas pela capa e sinopse. Nunca tinha lido outro livro da autora ou nem mesmo visto qualquer resenha sobre o mesmo e quando iniciei a leitura, confesso que fiquei um pouco recesosa quanto ao conteúdo. Sabe aquela sensação de que vai ser um livro supérfluo, fútil, uma verdadeira perda de tempo? Pois era assim mesmo que me senti. Fui me acostumando, dando passinhos cuidadosos, e enfim engatei na leitura. E não é que me surpreendi e muito?

Uma das características do livro que mais me prendeu no início foi a narrativa, que é em primeira pessoa e intercalada entre os dois personagens: Pietra e Lucas. Então não fica uma leitura maçante ou cansativa (e dá pra entender o que se passa nas duas cabeças hehehe).

Pessoal, eu me surpreendi porque houve uma mudança gritante na personalidade da Pietra e não foi aquela mudança brusca de uma hora para outra, foi algo gradual e suave, que só se percebe em um ato imprevisível da parte da personagem. E essa chamada pra vida real se deve a uma das discussões mais acaloradas entre Pietra e Lucas.

Sobre o Lucas, não tem muito o que falar porque ele é o típico peão (que por sinal tem apelidos como Perigoso e Ranger - uhhh), formado em medicina veterinária e amante da vida no campo. Seu maior sonho é participar da Festa de Barretos, mas esse sonho se torna distante por causa de uma tragédia que cruza seu caminho.

Pietra acaba percebendo e assumindo que sua vida até então era vazia, que as amizades e relacionamentos antigos eram ocos e ela não conhecia a essência de ter uma família, um lar. É na fazenda, na convivência com Mariana e Lucas que ela conhece a lealdade e como é estar em um núcleo familiar. O crescimento como pessoa dela, achei bem trabalhado e explorado.

Quanto ao Lucas, ele permaneceu praticamente a mesma pessoa, só mudou algumas de suas regras que não estavam mais surtindo o efeito esperado.

Sobre o relacionamento dos dois, já é esperado o famoso clichê: choque entre dois mundos, opostos que se atraem, brigam-brigam-brigam-vão pra cama. Mas assim que eles começam a se acertarem, acabam enfrentando obstáculos que podem separa-los definitivamente. São segredos do passado de seus pais, o estilo de vida antigo de Pietra que se choca com o atual... e mais alguns probleminhas no percurso.

Outro ponto positivo foi a inserção de algumas reviravoltas e surpresas na história. Eu considero 8 Segundos um livro hot por conta da quantidade de cenas eróticas e pela descrição mais aprofundada das mesmas. Mas a Camila Moreira soube moldar muito bem o enredo para que se tornasse enriquecido e substancial, um livro erótico, mas com conteúdo.

Eu particularmente adorei os personagens secundários, que mais precisamente são a Mari e o Pedro, eles são os modelos fiéis de verdadeiros amigos. A Mari é uma fofa, é determinada, defende quem ama com unhas e dentes e não aceita desaforos.

O Pedro é um mineirinho (uai!) que não mede esforços para apoiar o Lucas e até mesmo quando seu amigo está sendo um cabeça dura, ele fala de igual para igual, provando que a ligação deles é forte como entre irmãos.

Enfim, o final do livro foi bem condizente com a história, e por mais clichê que o livro seja, não me desapontou nem um pouco. O desfecho foi muito bem arrematado e é um livro que se pode tirar bons aprendizados. Eu recomendo para quem gosta do gênero, para quem quer mudar de ares, para quem está saindo de uma ressaca literária... Recomendado para todo amante de livros!

Bom, me despeço agora de vocês e até a próxima, na semana que vem!

26 comentários:

  1. Olá
    Eu também já fiz essa leitura e gostei bastante do desenvolvimento. É uma leitura rápida e realmente super recomendada para quem curte o gênero.. Eu li em ebook e foi bem tranquilo. Também gostei dos personagens e suas caracterísiticas, até dos secundários, sem dúvida. Adorei sua resenha e me identifiquei com as impressões repassadas.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fê!
      Uma leitura leve e cativante é sempre bem vinda, né?
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  2. Oi Jéssica,
    Ainda não li nada dessa autora, porém tenho muita vontade. Assim como já imaginava e sua resenha deixou evidente, não é uma narrativa que o leitor deva esperar grandes dramas, mas o livro tem todos os elementos que com certeza me agradam em uma leitura de romance.
    Além de ser ótimo para distrair mais ainda.
    Com certeza vou odiar esse jeito da protagonista e só quero ver como será essa mudança dela.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thiana!
      Quero ler mais livros da Camila. Esse foi meio que um teste e gostei bastante. Quanto a protagonista, no começo você vai querer esfregar a cara dela no chapisco kkkkk
      Mas depois ela conquista a gente.
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  3. Olá
    Admito que também comprei o livro pela capa e apesar de quase ter desistido no começo adorei a história que me fez não querer largá-lo mais, pois no decorrer eu fui me divertindo e gostando do livro, fora que os trechos de músicas incluídos foi o que mais me chamou atenção porque adora livros com músicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, essa capa é bem chamativa. Amei ela.
      Seria ótimo se cada capítulo começasse com um trecho de música, os trechos que ela colocou são lindos...
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  4. Tenho curiosidade pra conhecer a escrita da Camila, porque só leio elogios para com o seu trabalho, mas confesso que tenho uma resistência fortíssima para com livros mais sensuais e tenho medo de não curtir. Mas este enredo aqui, mesmo endo clichê, me deixou interessada e acho que vou arriscar.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garanto que tive esse mesmo receio, mas o enredo me conquistou. Não fica naquele erotismo desenfreado e só. Claro que as cenas são intensas, mas a história tem conteúdo. Pode ler sem medo.
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  5. Olá tudo bem?
    Eu já tinha visto esse livro por aí mas confesso que não tinha me chamado atenção. Agora ao saber que a narrativa é intercalada me deixou sem vontade de lê-lo pois em alguns momentos eles repetem a mesma cena só que na versão do outro personagem, o que na minha opinião seria mais fácil realizar uma escrita em terceira pessoa dando um panorama geral e dizendo como cada personagem se sentiu em determinada situação. Então dessa vez vou deixar a dica passar, mas fico feliz que tenha apreciado a leitura.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já prefiro a narrativa intercalada pelo fato de abranger os sentimentos de ambos de uma vez. Tenho certo problema de proximidade com narrativas em terceira pessoa. Pena que não tenha te atraído...
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  6. Oie! Tudo bem?

    Eu nunca li nada da autora, mas tenho um certo receio de ler e não gostar, mas pela sua resenha, noto que ele tem tudo para se tornar uma leitura muito boa e envolvente para mim! Com certeza já vou adiciona-lo na minha lista de desejados! Espero gostar!

    BJss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nay!
      Espero que goste mesmo da leitura assim como gostei... Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  7. Olá Jessica,
    A história parece ser bem interessante, com drama e romance na medida certa. Esse enredo me lembrou bastante alguma filmes que assistia na sessão da tarde. Garota da cidade grande fútil, que aprende o valor das coisas em uma vida do campo. Mas imagino o quanto ele deve irritar antes de dar um jeito na vida. Hahaha
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tammy!
      É bem aquele estilo de sessão da tarde mesmo (apesar que não passaria lá por causa das cenas "quentes") kkkkkk
      É daqueles clichês que amamos ler.
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  8. Oi.
    Estou tentando ler O Amor Não Tem Leia da autora.
    Estou bem no comecinho, mas a linguagem muito informal está me incomodando um pouco.
    Vou continuar a leitura porque sempre vejo muitos elogios.
    Eu leio livros eróticos e até gosto de clichê, mas tem que ser bem trabalhado e tem que ter história. E parecer ser esse o caso de 8 segundos.
    Anotei a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Posso dizer por 8 Segundos que a leitura inicial é um pouco arrastada, mas que o restante é gratificante. Pode ler sem medo. Depois vou querer saber o que achou da leitura de O Amor Não Tem Leis...
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  9. Oi! Achei bem clichê a parte da "garota mimada" se apaixonar pelo "moço humilde" e eu adoro histórias assim hehe Mas por ser erótico (como você citou), acabei perdendo um pouco a vontade de ler. Uma cena ou outra eu gosto, só que não faz muito meu gênero.
    Mas vou anotar a dica para tirar minhas conclusões.
    Beijo:*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Ana, não vai se arrepender. Amo os clichês também...
      E o Lucas não é bem um "moço humilde", tá mais para "homem bruto da fazenda" kkkkk. Ele é humano e família, mas nada bobo.
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  10. Esse livro é antigo né? Já vi ele várias vezes, mas não fui atrás de resenhas, a história me parece bem fluída e pra curar ressacaliterária.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... Ele é de 2015, Ana. Demorei um tempão pra ler ele. E ele é mesmo uma boa pedida para curar ressaca, ou até mesmo dar aquela lida numa tarde. Vai gostar!
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  11. Olá Jéssica,
    Fico contente em ler sua resenha e feliz por você ter curtido a leitura. Já ouvi inúmeros elogios para essa obra e tenho muita vontade de ler. Achei muito interessante essa inserção que a autora trouxe que a fez fugir um pouco mais do clichê, que a obra já tem.
    Espero ter a oportunidade de ler em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bru!
      Nossa, a Camila foi fera em inserir alguns fatos para elevar o nível da trama. E dá pra perceber que não foi ao acaso, não fica a impressão de cenas superficiais, foi bem trabalhado. Você vai gostar...
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  12. Oiee Jessica ^^
    Da Camila eu só li "O amor não tem leis", e apesar de não gostar de eróticos, gostei do livro. Eu adoro quando a narração é feita por mais de um personagem também, tão bom saber o que eles estão pensando, né? Eu estou fugindo um pouco dos clichês e dos romances em geral ("tentando", na verdade...haha'), mas quero ler esse livro um dia.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dryh!
      Amo narrações intercaladas... Fica mais fácil entender os personagens.
      Ah... nem tento mais fugir de clichês, já me rendi e assumo kkkkk. Leia sim, não vai se arrepender!
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir
  13. Oi jessica *--*
    Menina li esse livro assim que lançou e foi o ultimo que arrisquei da autora.
    Achei tudo muito superficial, a protagonista é mega superficial e ela muda assim do nada, era como se tivessem colocado outra personagem do lugar, uma mais sensata e madura, mesmo com o amor mudando as pessoas, ninguém muda uma vida inteira de ações de uma hora pra outra, é um processo inteiro kkkk Outra coisa que me desagradou é o fato de ter muitas cenas de sexo, sou suspeita porque não curto livros eroticos, mas esse se superou kkkk Mas enfim, é legal ter lido uma resenha com um ponto de vista bem diferente do meu.

    Bjão
    http://rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha
      Tivemos opinião bem diferente mesmo... Mas enfim, cada um entende o livro de um jeito, né? Pena que não te agradou. É ruim quando a leitura não nos agrada...
      Obrigada pelo comentário!

      Excluir