07 novembro 2016

Resenha - O Par Perfeito



Mesmo sendo conhecido como o mais durão dos irmãos, Ryder Montgomery deixa as mulheres aos seus pés quando coloca seu cinto de ferramentas. Nenhuma delas é imune a seu jeito sexy quando está no trabalho. Sem contar, é claro, Hope Beaumont, a gerente da Pousada BoonsBoro. Ex-funcionária de um luxuoso hotel em Washington, Hope está acostumada à agitação e ao glamour, porém isso não significa que ela não aprecie os prazeres da cidade pequena. Sua vida está exatamente como ela deseja – exceto pela questão amorosa. Sua única interação com alguém do sexo oposto são as frequentes discussões com Ryder, que sempre lhe dá nos nervos. Ainda assim, qualquer um vê que há uma química inegável entre os dois. Enquanto o dia a dia na pousada transcorre sem problemas graças aos instintos infalíveis de Hope, algumas pessoas de seu passado estão prestes a lhe fazer uma indesejável – e humilhante – visita. Mas, em vez de se afastar ao descobrir que Hope tem seus defeitos, Ryder só fica mais interessado por ela. Será que pessoas tão diferentes podem formar um par perfeito? No livro que encerra a trilogia A Pousada, Nora Roberts apresenta Ryder Montgomery, que, ao tentar driblar o amor refugiando-se no trabalho, acabou sendo surpreendido pelo sentimento mais nobre e profundo que já teve.

Título: O Par Perfeito - A Pousada #03
320 páginas || Skoob || Cortesia: Editora Arqueiro || Onde Comprar










Resenhas Anteriores

Um Novo Amanhã #1
O Eterno Namorado #2


"– Você tem um jeito todo especial de ser grosso. Não precisa gostar de mim, e procuro ficar o mais longe que posso de você. Mas sou a gerente desta pousada e faço um ótimo trabalho. Nossos caminhos acabam se cruzando às vezes. Você podia pelo menos fazer de conta que é educado.
– Não sei fingir, e quem foi que disse que não gosto de você? – retrucou Ryder, encostando-se na porta.
– Você mesmo. É sempre tão grosseiro!"

Rider Montgomery é um homem trabalhador, dedicado e muito calado, preferindo falar apenas quando necessário, e passa a maior parte do tempo apenas na companhia da família ou de seu grande cachorro, Diaraque. Desde que a mãe, Justine, comprou a antiga hospedaria da cidade de Boonsboro para transformá-la em uma pousada linda e aconchegante, Ryder trabalhou ao lado dos irmãos incansavelmente para reconstruir aquele prédio que trazia mais de duzentos anos em sua história. Porém, após tudo estar pronto e a pousada entrar em funcionamento, Ryder, antes calmo, descobriu alguém que conseguia lhe tirar do sério com sua simples presença: Hope, a pessoa contratada para gerenciar a pousada.

"Um ano antes, Hope vivia satisfeita com a própria vida, encarava novos desafios no emprego e se sentia em casa no Wickham. Porém, nos últimos meses, percebera que, em Boonsboro, não se sentia apenas satisfeita, mas feliz. A pousada não era só uma casa, mas um lar."

Hope era uma mulher feliz e satisfeita,  gerenciando um grande hotel em uma cidade grande, namorando o filho do chefe e planejando junto com ele um futuro perfeito. Porém, foi surpreendida quando em um dia, Jonathan, seu namorado, lhe declarou que havia ficado noivo de uma mulher rica, e propôs que Hope passasse a ser sua amante. Indignada e ferida, Hope abandona seu emprego, e logo surge a grande oportunidade de fugir de tudo, ao receber a proposta de suas amigas Claire e Avery, para que vá conhecer Justine, a dona da pousada Boonsboro, com o intuito de que ela possa se tornar a nova gerente do local. Chegando lá, Hope se apaixona pelo local e pela possibilidade de estar mais próxima das amigas, e então começa o novo trabalho que a faz se sentir mais uma vez feliz e bem. Entretanto, seu grande incômodo continua sendo Ryder Montgomery, que parece ter uma implicância nata com ela e se sente insatisfeito com tudo o que ela faz.

"Estavam bem próximos outra vez, como na noite do réveillon. Hope estava perto o bastante para ver as manchinhas douradas que pontilhavam os olhos verdes de Ryder. Perto o bastante para perceber o calor e o ar inquisidor que havia neles.Não lhe ocorreu chegar ainda mais perto, mas foi o que o corpo dela fez. Para deter esse movimento, Hope encostou a mão no peito de Ryder. Será que o coração dele batia descompassado? Parecia que sim. Talvez fosse só uma esperança da parte dela, pois, dessa forma, não seria a única."

Ao mesmo tempo, a pousada começa a funcionar e tudo vai muito bem, mas a família ainda se sente intrigada com o mistério de uma fantasma que vaga por ali, e desejam descobrir qual a história daquela mulher que viveu há mais de duzentos anos, e  que amou um homem intensamente, e ainda permanece à espera dele, e à medida que fazem pesquisas para chegar a essas descobertas e para poderem dar um fim a história daquele espírito solitário, Hope e Ryder também começam a se aproximar e se conhecer melhor, sendo cada vez mais óbvia a atração que existe entre eles.
Nessa história bela, cativante e deliciosa de se ler, encontramos o fechamento da trilogia e uma linda história de amor.

"– Eu desapareço. Mas o amor permanece. Você pode encontrar o amor. Você é a minha esperança."



[ - Minhas Impressões - ]

No meio literário, novembro era o mês que eu mais estava esperando, justamente por que eu sabia que seria o mês da chegada desse livro. Assim que o recebi, foi com muita felicidade e ao mesmo tempo um pouco de tristeza e nostalgia que iniciei o primeiro capítulo, pois queria descobrir a história de Hope e de Ryder, mas também sabia que esse é o livro que fecha a trilogia e, consequentemente, não poderei ler mais sobre esses personagens que me cativaram tanto ao longo desse ano.

Aqui, mais uma vez encontramos uma história extremamente bem construída, com personagens muito cativantes e, enquanto nos livros anteriores acompanhamos a construção e organização da pousada, aqui a encontramos em pleno funcionamento, o que foi maravilhoso e me deixou cheia de vontade de me hospedar lá. Além disso, a ambientação é sempre extraordinária e gosto muito do sentimento de construção e família que temos nesse livro. Construção devido aos irmãos trabalharem sempre com novos empreendimentos e estarem contribuindo para o crescimento da pequena cidade de Boonsboro, e também pelo sentimento de união da família, os almoços conjuntos e as reuniões tornam o livro muito confortável.

Também me cativou a forma como o romance se desenvolveu nesse livro, a achei muito realista e com um tempo certo, sem que tudo acontecesse rápido ou devagar demais. E há também o ponto que vem me fascinando desde o princípio da trilogia, a fantasma que marca presença na pousada, cuja história a família vem tentando descobrir aos poucos. Apesar de ser uma história secundária, ela me chamou muita atenção e me encantou o modo como tudo se resolveu e como descobrimos aos poucos essa trama envolvente, e o modo como somos levados até a época da guerra civil americana, no século XIX.

Porém, como eu sempre menciono, os livros de Nora não são tramas extraordinárias, e isso não foi para mim, mas para alguns leitores pode ser considerado o ponto negativo da obra. A autora constrói o livro com elementos básicos e com muito romance, mas o modo como essa construção é feita que acaba cativando o leitor. Costumo, particularmente, comparar os livros da autora a moletons confortáveis, pois não são o que mais chamam atenção, porém mesmo assim são deliciosos e adoramos.

Os personagens são todos fascinantes e, por mim, teríamos mais uns dez livros contando as suas histórias. Os protagonistas, Hope E Ryder são pessoas com ótimos princípios e aquele tipo de personagens dos quais desejamos ser amigos íntimos. Ryder me cativou especialmente por seu jeito durão e pouco falante, e ele, certamente, é o personagem pelo qual cada leitora se apaixona um pouquinho. Os personagens secundários são muito bem construídos e com personalidades ímpares e bem destacadas, e os que mais me chamaram atenção foram Justine, a mãe dos três irmãos, Carolee, sua irmã, Willy B, o pai de Avery, dentre vários outros.

O livro foi dividido em vinte capítulos e temos no final um epílogo. Particularmente, eu fiquei desejando que esse epílogo tivesse terminado de outra forma, gostaria que ele tivesse mostrado a vida dos personagens depois de bastante tempo. Além disso, realizei a leitura em e-book e não encontrei erros.
Recomendo para os fãs de Nora Roberts, e também para aqueles que ainda não conhecem nada da autora, é uma trilogia perfeita para começar a conhecê-la. Desde já fico ansiosa no aguardo da próxima trilogia que a Editora Arqueiro lançará de Nora Roberts.

29 comentários:

  1. Tamara, é sempre um prazer ler suas resenhas!
    Já comentei que indiciei a leitura desse livro nesse final de semana e confesso que estou ansiosíssima para descobrir toda a história da Lizzy, como também para me encantar com o romance de Hope e Ryder.
    Te conto minhas impressões assim que eu terminar a leitura. 😊

    ResponderExcluir
  2. Oi Tamara , tudo bem ?
    Eu nunca li nada da autora, mas sempre vejo excelentes comentários sobre a obra dela, o que me deixa em duvida é por ser trilogia, afinal são tantos livros, que parece nunca ter fim.
    É ruim quando esperamos algo no fim e acontece completamente diferente.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá. Eu gosto muito da Nora e confesso que eu amo os clichês. Tecnicamente, gosto de me apegar ao básico sem correr atrás do extraordinário, e por isso os livros dela me atraem muito. Eu tenho que ler essa trilogia há tempos, mas eu fico só enrolando e agora que estou sem celular, mais difícil ainda, mas já está na listinha!
    Beijo, Leitora Encantada

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Que resenha apaixonada! Amei conferir suas impressões a respeito da obra <3
    Ainda não li nenhum livro dessa trilogia, mas, confesso que estou completamente louca para realizar a leitura dos livros, pois, a premissa me atraiu muito, visto que pertence á um genero que curto loucamente :)
    Amei saber que todos os personagens são cativantes e a história bem construída. Esses quesitos são essenciais para uma boa leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Que resenha apaixonada! Amei conferir suas impressões a respeito da obra <3
    Ainda não li nenhum livro dessa trilogia, mas, confesso que estou completamente louca para realizar a leitura dos livros, pois, a premissa me atraiu muito, visto que pertence á um genero que curto loucamente :)
    Amei saber que todos os personagens são cativantes e a história bem construída. Esses quesitos são essenciais para uma boa leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Tamara
    Nora Roberts é muito amor. Pelo menos eu, sou bem suspeita para falar pois sou fã de seu trabalho. Fiquei bem curiosa quanto as suas impressões, e realmente gostaria de poder conferir esse livro também. O romance deve ser encantador, e quero conferir mais sobre as características dos personagens e ambientação.
    Beijos, Fer
    wwww.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  7. Juro que se você não tivesse falado que esse livro é uma continuação, eu não saberia. Fiquei encantada pela história e olha que esse é o terceiro livro. Já quero conhecer toda a trilogia. Parece que não é um romance clichê, quero muito ler, de verdade!
    Beijos,
    Nay

    http://travelingbetweenpages.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Tamara, nunca li nada da Nora e confesso, que não tenho muito interesse, porem, fiquei pensando sobre você ter gostado tanto do livro ao ponto de desejar mais uns 10 livros com a história dos personagens., Isso me deixou curiosa.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Eu amo a escrita da Nora Roberts desde que eu li o quarteto de noivas. Realmente a escrita da Nora não é aquela narrativa explosiva, são livros florzinha que eu adoro. É lindo o romance que ela cria e a narrativa. Eu amei. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Tive uma época em que eu estava viviada nos livros da Nora Roberts. Acabei deixando as narrativas da autora um pouco de lado, mas depois da sua empolgação com a história acho que vou voltar. Não li os dois números anteriores e vou pesquisar um pouco mais a respeito. Sua resenha foi muito bem escrita, adorei sua forma de opinar a respeito. Adorei seu blog <3


    http://nostalgiacinza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamara, tudo bem?
    É horrível quando acabamos de ler a última página de uma trilogia, né? Isso acaba de acontecer comigo e já prevejo uma ressaca literária. Gostei de como você expressou sobre os livros dessa autora, comparando-os com moletons confortáveis, consegui captar bem a ideia. Nunca li nada da Nora, mas muitos me falam super bem da escrita dela e estou bastante ansiosa para conhecer a trilogia e apreciar os romances desenvolvidos pelos personagens, ainda que sejam diferentes a cada livro. Adorei a sua resenha!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Tamara, também passei o ano todo esperando para completar essa série. Também fico com essa nostalgia e já sei que vou sentir falta! Eu estou ansiosa para ler esse livro e ver esse casal, desde o começo eu os imagino juntos e sei que vou me apaixonar pela história. E eu também quero saber mais sobre a fantasma, ver o desfecho disso tudo.

    ResponderExcluir
  13. Olá, Tamara

    Adorei a comparação dos livros da autora com moletons! Hahahah
    Eu particularmente acho que ela arrasa! A mulher escreve de tudo, fantasia, romance, policial...é impressionante!
    Dá uma dor no coração mesmo quando uma história da qual gostamos muito chega ao final, te entendo perfeitamente!
    Que pena que teve essa pequena ressalva em relação ao fim do livro, mas o saldo foi bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Tamara mesmo eu não sendo muito fã de romances eu sou apaixonada pela escrita da Norah Roberts. Ainda não conhecia a trilogia mas já achei instigante e pretendo ler em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá
    Todo mundo fala muito bem desses livros, como uma alucinada por romances sempre me falavam que tinha que ler algo da Nora e optei por começar pelo Quarteto das Noivas.A escrita da Nora de envolve de uma tal maneira que você pode jurar que é personagem do livro.Fiquei muito curiosa para conhecer um pouco mais desse casal que despertou em mim um carinho apenas lendo sua resenha. Também fiquei curiosa em conhecer mais sobre a história da fantasma que ronda a pousada.Espero em breve pode fazer a leitura desse livro .Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Nunca li nada da Nora, apesar de sempre ouvir bons comentários sobre suas obras. Gostei de saber sobre o sentimento de união na família que o livro traz. É ótimo quando o romance se desenvolve de forma realista e torna a história ainda mais cativante. Adorei poder conferir sua opinião!

    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  17. Oi Tamara,

    Eu não conhecia esse livro, mas com a sua empolgação, não teve como não ficar interessada! Adoro personagens envolventes, inovadores e apaixonáveis e isso foi o que me chamou mais a atenção. Eu não li nada da autora ainda, então espero ter um primeiro contato bom!

    beijos =)

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Desde que li O Eterno Namorado que fiquei de olho no Ryder e Hope. A implicância deles não era normal. Amei todo os personagens, são cativantes e emocionam. Tenho muita curiosidade em saber quem é aquela fantasma e sobre sua historia. Uma pena que a história vai acabar, com certeza vai deixar muitas saudades.
    Amei a sua resenha, só me motivou a conhecer a história.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  19. Oiee Tamara ^^
    Os últimos livros de séries/trilogias são os melhores e piores, né? Se despedir dos personagens chega a ser tão triste e melancólico que às vezes eu até enrolo para chegar ao final...hehe' cheguei a ler um dos muitos livros da Nora, mas, como não gostei muito, desisti de tentar ler outros. Ainda tenho curiosidade de conhecer outras histórias dela (vai que me encantam, né?), mas não são bem prioridade. Acho que estou presa em outros tipos de livros no momento *-*
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  20. Já li algumas obras da Nora e sou louca para conhecer essa trilogia, curto muito quando romances mostram esse lado da família, algo que às vezes parece bem esquecido no mundo. Acho que vou me apaixonar por todos esses personagens, e eu não sabia da presença de fantasma no enredo, amei! Rs... Quero muito conhecer a história, espero ter logo a oportunidade de fazer isso. Sempre fico dividida quando sai o último livro de uma série que amo, entre a vontade absurda de ler e a dor da despedida... Rs...

    ResponderExcluir
  21. Olá Tamara,
    Aí eu me sinto péssima quando quero muito ler um livro, mas é o último volume de uma série/trilogia. Só de pensar, o coração já aperta. Já tentei ler outro livro da autora, mas não foi uma leitura muito agradável, aliás, não curti nada... Com relação a trilogia Pousada quero ler, pois temos gostos parecidos e sinto que vou gostar dessa obra.
    Acho bacana os livros dela não serem tramas extraordinárias, pois algo mais como essa obra parece ser é bom também. Fiquei bem curiosa para conhecer esses protagonistas e, claro, super anotei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Se tem uma coisa que compartilho com você é a felicidade com misto de tristeza de ler o ultimo de uma trilogia/série. A gente quer ler tudo bem rápido para descobrir como acaba, e ao mesmo tempo desejamos voltar para o primeiro, bem longe do final.
    Adorei a sua resenha, principalmente as suas impressões. Consegui até mesmo sentir o amor que você parece ter por essa obra.
    Fiquei bastante curiosa em relação à trama e já anotei a dica.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Bom, eu sou a chata das séries, a chata dos romances... Mas não tem jeito, por mais que eu me esforce, não consigo me animar com esse tipo de leitura. Gostei das suas impressões, mas mesmo sendo positivas, ainda não me convenceram. Eu gostaria que essas histórias se fechassem em um único livro, aí pode ser que eu me arriscasse.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  24. Nora já é referência na literatura, é fantastica a maneira que ela consegue escrever mais e mais sem nunca decair o nivel. Só li resenhas positivas sobre essa trilogia e minha vontade só aumenta, vou aproveitar o mês de promoções! Adoro conferir suas resenhas, são lindas e muito bem construidas.

    ResponderExcluir
  25. Olá Tamara,

    Confesso que não tive uma experiência tão positiva com o primeiro livro dessa série, já que achei a história um bocado detalhista demais e isso me incomodou um pouco. Ainda assim, a medida que fui lendo as outras resenhas do primeiro e segundo livro, fiquei mais interessada no romance que permeia a história e esse terceiro, é o que mais me chamou a atenção, já que o Riley e a Hope buscam descobrir mais sobre o passado da fantasma, algo que me deixou bem curiosa - fã de livros sobrenaturais aqui- sendo assim, adorei suas considerações dessa terceira obra e realmente me deixou com vontade de dar mais uma chance aos livros da Nora.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  26. Oi Tamara
    Resenha maravilhosa, mas infelizmente não estou num momento para esse gênero sabe. Mas é inegável que o livro é bem interessante e com aspectos que prendem a atenção do leitor. Principalmente no tocante ao fantasma que ali vive.
    Mas Nora sempre consegue nos surpreender e não me espanto em ver o quanto você gostou.
    Ótima dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  27. Oie
    Tudo bem?
    Então quero muito fazer a leitura dessa trilogia eu não tenho nenhum dos livros ainda mais estou ansiosa. Como você disse a Nora tem uma escrita maravilhosa apesar de sempre ter aquele gostinho de lichê acaba nos conquistando.
    Adorei a resenha.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  28. Oie
    Tudo bem?
    Então eu gosto muito dos livros da Nora apesar de não ter lido essa trilogia ainda estou mais do que ansiosa. Como você disse a autora é maravilhosa apesar de amar os livros dela a gente sempre fica com aquele gostinho de clichê no final como eu amo clichês não me incomodo.
    Enfim amei a dica ficou bacana a sua resenha.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  29. Oi Tamara, tudo bem?
    Acredita que eu nunca li nada da autora? mais por falta de oportunidade mesmo, mas achei essa trilogia bem bacana e com uma premissa interessante e leve, acredito que seria uma boa eu começar por esses livros. Gostei da sua resenha e da forma como você se expressou. Obrigada pela dica!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir