16 novembro 2016

Resenha - Nós Dois




Durante dezenove dias, Fisher e Ivy vivem uma relação idílica e são praticamente inseparáveis. É claro que os dois sabem que estão destinados a ficar juntos para sempre, e o fato de se conhecerem tão pouco é apenas um detalhe. Nos doze meses seguintes, período em que suas vidas mudam radicalmente, Fisher e Ivy percebem que se apaixonar é uma coisa, mas manter uma relação é algo completamente diferente. “Nós dois” é um romance honesto e emocionante sobre a vida, o amor e a importância de dar valor a ambos.

Livro: Nós Dois
288 páginas || Skoob || Cortesia: Cia das Letras || Onde Comprar











Nós Dois conta a história de Fisher e Ivy. Fisher tem 32 anos e trabalha como diretor de comerciais junto com seu melhor amigo Joe, que está prestes a se casar. Ele perdeu a mãe quando era menor e considera Esther, sua vizinha do andar de baixo de 63 anos, uma segunda mãe.

Ivy é cabeleireira e maquiadora, os dois se conhecem quando são contratados para trabalhar em um mesmo comercial. Logo que se conhecem, os dois se jogam em uma história de amor intensa e instantânea. Poucos dias depois, Ivy aparece com uma notícia capaz de mudar todos os acontecimentos seguintes.

Em meio aos novos desafios que Fisher tem que enfrentar (que inclui conhecer a mulher por quem se apaixonou), um de seus melhores amigos de infância, El, foi diagnosticado com mal de Huntingon e está em estágio terminal. Desde então, Fisher passa a visitar o amigo toda terça-feira. Não vou me estender mais, pois não quero tirar os fatores surpresa que fazem parte dessa experiência de leitura.



[ - Minhas Impressões - ]

É difícil falar abertamente desse livro porque ele é um daqueles que você passa um bom tempo pensando depois que acaba de ler e muda de opinião toda vez que parar para pensar nele. Eu não me senti muito animada no início, talvez porque eu esperasse algo diferente da história, mas tudo começou a fluir quando me desprendi das expectativas.

O livro é escrito com o Fisher contando a perspectiva dele sobre tudo o que acontece à sua volta. A forma como ele relata os acontecimentos é objetiva, como se realmente acompanhássemos a sucessão de pensamentos dele e isso torna a leitura muito fluida, você mal percebe as páginas passando.

Demorou um bom tempo para que eu gostasse dos personagens, logo de cara achei o Fisher muito egocêntrico e imaturo para a idade dele. Ivy parece um pouco distante, mas uma das coisas mais legais é justamente ver como eles progridem e aprendem um com o outro. A única que me ganhou desde o princípio foi a Esther, gostaria até que ela participasse mais do livro.

Há muitos contratempos na relação do casal e uma boa parte deles seria facilmente resolvida se eles simplesmente conversassem, mas a falta de comunicação é justificável, tendo em vista que eles se conheciam há pouquíssimo tempo e dá pra notar como as coisas vão melhorando à medida em que eles se conhecem melhor.

Um dos personagens que mais me conquistou com certeza foi o El, dei boas risadas porque ele não tem freios para falar o que pensa. A forma como ele aceita a sua condição e deseja que o Phil seja feliz é uma prova de amor imensurável. A amizade e carinho que o Fisher tem por ele é muito fofa, o passeio no museu com o casal e o El foi uma das minhas partes preferidas.

Por fim, a edição foi feita com muito carinho, ela é simples e encantadora como a história, eu adorei a escolha das cores para a capa. A diagramação é ótima, não fica cansativo de ler e não percebi nenhum erro de revisão. Foi uma leitura gostosa, com alguns momentos tristes, mas não se trata de um livro triste. Ele é exatamente aquilo que promete: um relato sincero sobre relacionamentos, as pessoas e seus sentimentos.

23 comentários:

  1. Olá
    Nossa, não tenho dúvidas de que é uma história de amor bem intensa e achei interessante o fato de os personagens já não serem tão novos, em relação a idade. Confesso que eu também poderia achar certa imaturidade, mas só lendo mesmo para ter certeza ne.. Enfim, falta de comunicação sempre é um problema em relacionamentos e isso precisa ser conversado para evitar contratempos
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua resenha. Esse livro me chama muita atenção, principalmente depois de saber que é um relato sincero.

    Beijos. | * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
  3. Oi Luana, tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas gostei de saber que não é algo triste e sim um relato sincero sobre relacionamentos. Gostei da premissa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi Luana, gostei da premissa do livro e desta coisa de diferenciar a paixão, da manutenção da relação. Acho qeu se eu tiver a oportunidade de ler, ficarei igual você, pensando no livro depois de ter concluído a leitura. Amei a dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro, devo dizer, mas a capa simples também me cativou!! :) Linda mesmo!!! :)

    Bem, acho ótimo queos personagens cativem também... Ate gosto de reparar na falta de comunicação entre os personagens, mas por vezes, torna-se cansativo também...! :) ahah POrque irrita o facto de poder ter sido resolvido num ápice, não e mesmo??

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu tenho esse livro e o que me fez pegar ele foi a questão: o que vem depois? acho que é muito fácil fazermos um livro com "e eles viveram felizes para sempre", mas a proposta desse livro é mostrar o que vem depois do felizes para sempre, por isso me instigou e espero que eu goste assim como você. Beijs

    ResponderExcluir
  7. Oii!!
    Eu ainda não conhecia esse livro, e nossa... Fiquei com muita vontade de ler. Quero entender um pouco mais sobre a doença do El... Nunca tinha ouvido falar dessa doença. Tenho certeza que quando eu ler, vou ficar igual vc, pensando sobre ele por semanas. Quero mtoooo conhecer o El.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Luana.
    Não conhecia o livro, mas achei interessante o fato de retratar a realidade na vida de um casal, nem tudo é perfeito e as vezes é bom ler um livro que não idealiza tanto as pessoas e os relacionamentos.
    Gostei da dica.

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Pela capa eu tive uma impressão do livro totalmente diferente do que seria a história e fiquei surpresa com a descrição que você fez da trama na resenha. Gostei da proposta do livro de relatar sinceramente os relacionamentos e as pessoas e só pelo tema já é de se imaginar que seja uma história daquelas que permanecem conosco depois do fim. Relacionamentos são realmente complicados e bem distantes daqueles que conhecemos nos romances, por isso deve ser interessante um livro que trata o assunto da forma mais real possível. Dica anotada.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  10. Olá Luana,
    Esse livro parece ter sido ambíguo para você, não é? Já li várias obras assim que, a cada pensamento, mudo de opinião rs
    Gostei de saber que você ter se desprendido de expectativas tenha tornado a leitura melhor, mas não gostei de saber que muitos dos dramas vividos pelos personagens poderia ser facilmente resolvido com um bom diálogo, pois acho que isso é o que falta em tudo atualmente. O fato de eles se conhecerem há pouco tempo não me convenceu.
    Enfim, vou deixar a dica passar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Luana, tudo bem?
    Fiquei bastante curiosa sobre qual seria a notícia de Ivy que acabou mudando as coisas entre o casal e como no meio desse romance, um primo doente está envolvido. Me parece ser uma leitura intensa, já que o propósito do livro é mostrar a verdade sobre os relacionamentos. Espero ler em breve!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    A história parece ser bem interessante, apesar de não ser o que estou acostumada a ler, mas é bom sair um pouco da caixinha, né? Eu fiquei curiosa com essa coisa de que toda hora você muda de opinião, isso foi bom ou ruim? Queria ser como você, eu não consigo me desprender das expectativas de um livro e quando me frusto, já era, não consigo ler e abandono a leitura haha.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Parece ser uma história realmente intensa e é muito diferente do que estou acostumada a ler, mas acho isso muito interessante. Achei curioso a maioria dos problemas do casal se resolver com apenas uma conversa, isso demonstra que realmente a comunicação é a base de todo relacionamento e mostra todo esse crescimento dos dois é muito legal.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro, mas gosto quando os enredos tem um pé na realidade, isso me aproxima da história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    É interessante saber que a narrativa é feita por Fisher e que isso proporciona uma leitura bem fluida. Estou bem curiosa para conferir como ele se apaixona por Ivy e também mais detalhes sobre suas visitas ao amigo que estava doente.
    Desconhecia a obra, mas anotei a dica para ler no futuro.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não conhecia esse livro, mas fiquei animada com ele logo de cara, pois a capa transmitiu a ideia de uma boa história e pela sua resenha é isso mesmo. Achei a premissa bacana e gostei de saber que os personagens vão progredindo juntos. Além disso, gostei de saber que o livro aborda o mal de huntington, pois acho bacana livros que trazem doenças sérias. Enfim, parece ser uma leitura muito bacana mesmo e por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  17. Parece ser um livro bem emocional, e geralmente obras que envolvem alguma doença série com algum dos personagens geralmente sempre nos trazem grandes lições. O que mais gostei foi saber que os personagens vão melhorando juntos, adoro acompanhar a evolução dos personagens de uma obra. Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Gostei muito da sua resenha, apesar disto não leria o livro, pois não é o meu tipo de leitura

    ResponderExcluir
  19. Oi Luana!
    Eu não conhecia esse livro, mas não sei se a sinopse me conquistou muito. Não gostei muito da premissa e o fato deles não se comunicarem pode me irritar um pouco, pois isso algumas vezes é o maior causador dos problemas.
    Dessa vez eu passo a dica.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/11/um-livro-sem-pretensao-de-assustar-mas.html

    ResponderExcluir
  20. Oi, como está?
    Primeiramente: achei a premissa do livro muito interessante.
    Segundo: os personagens serem mais velhos mas terem a maturidade um pouco aquém do esperado me parece um aspecto que deixou a história bem realista, se considerarmos como acontece na vida real.
    Terceiro: com certeza é uma leitura que algum dia pretendo fazer, mas não agora.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Achei essa capa linda e realmente parece o tipo de romance que eu adoro, já até imagino um filme com essa história, e fiquei bastante curiosa sobre qual é a revelação que ivy irá fazer que vai mudar o rumo da relação dos dois, já estou criando várias ideias na minha cabeça

    ResponderExcluir
  22. Oi, Luana

    Eu me interessei bastante pelo livro quando recebi o email com as opções da editora, mas acabei optando por outro.
    O que mais me chama atenção do livro é a maturidade que a história aparenta possuir. Não gosto muito de livros onde a falta de comunicação causa mal entendidos, por mais que eles se conhecessem a pouco tempo acho que comunicação é tudo, sabe? Mas esse é só um detalhe que não me agrada.
    Com certeza gostaria de fazer essa leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oii Luana, tudo bem? Que resenha linda! É a primeira que leio sobre esse livro e conseguiu me deixar bem curiosa! Provavelmente também teria dificuldade para gostar do protagonista, mas ainda assim quero ler e matar a curiosidade. Essa capa é belíssima!
    Beijos!

    ResponderExcluir