23 novembro 2016

Resenha - Como Folhas Secas




Em Santa Heloísa, interior de São Paulo, crescia cercada de conforto e afeto a pequena Ana Carolina. Comemorações cheias de alegria, música, amigos e parentes eram parte do cotidiano dessa adorável e sensível menina. Enquanto isso, vivia na metrópole do Estado um garoto quieto e solitário, que numa manhã de agosto se mudou com a família para o interior.
Foi ele, Antônio Guerra, que apresentou para Ana Carolina uma realidade que ela ainda não conhecia. Aos poucos a garota foi se aproximando do menino enigmático e descobrindo seus segredos, pesadelos e a dolorosa verdade que sua família escondia. Carinho, amizade e confiança se tornaram laços que uniram essas duas crianças, ensinando-as como a vida poderia ser bela, mas também injusta. Juntos eles construíram uma história que nem as reviravoltas e imprevistos do futuro poderiam apagar.


Livro: Como Folhas Secas
304 páginas | Skoob | Cortesia: Editora Novo Século | Onde comprar











Em ’Como folhas Secas’’ conheceremos Ana Carolina, uma jovem que vive com seus pais em uma cidade chamada Santa Heloísa, onde todos se conhecem e se gostam muito e também onde as novidades correm à solta, pois todos sempre ficam sabendo tudo que acontece, principalmente quando descobrem que uma nova família está para se mudar para a casa onde todos sabiam estar a muito tempo abandonada.

‘’... Já fazia muitos anos que o imóvel estava vazio; na verdade, acho que desde que nasci ninguém morava naquele sobrado. Eu e minhas amigas costumávamos dizer que a residência era mal-assombrada por fantasmas que agarrariam qualquer um que ousasse abrir a porta.’’ 

Sabendo que a família Guerra estava para chegar, todos da cidade seguem o antigo costume da famosa festa de boas vindas, sempre com tudo muito planejado. Uma família ficava responsável pelo espaço para a grande comemoração e a outra ficava responsável pelo recebimento da família assim que chegassem à cidade e assim, morando em frente da casa dos novos vizinhos, Carol e seus pais ficam com a tarefa de recepcioná-los, claro com muita ansiedade.

‘’Eu estava particularmente ansiosa. Ninguém sabia ao certo quem ou quantos eram os novos moradores; apenas que era um casal vindo de São Paulo que se mudava por questões familiares.’’

Então, assim que um carro se aproxima, um casal e um menino descem do carro para cumprimentá-los e então uma moça gentil chamada Natália agradece pelo carinho, porém o marido Fernando passa uma má impressão a todos, principalmente para pequena Carol que apesar de ter sido educada, não havia gostado do jeito daquele homem nem um pouco.

Após as apresentações, todos seguiram para a festa que já havia sido iniciada e assim Carol e o menino Antônio começam a trocar algumas ideias pelo caminho e com o passar dos dias que vão se seguindo, eles acabam virando grandes amigos e fazem de tudo juntos. 

‘’Antônio não era só meu amigo; ele também era meu fiel escudeiro, o meu cavaleiro de armadura que salvava a donzela em perigo. Ao mesmo tempo eu adorava aquilo, pois me sentia segura, mas também odiava ser tratada como uma menininha frágil e indefesa. Nem preciso dizer que Natália ficou absolutamente feliz ao ver que passávamos muito tempo, se não todo tempo juntos, e eu já nem brincava mais com Viviane e as outras garotas.’’

Só que Antônio sofria muito por conta de uma tragédia que Carol fica sabendo apenas mais tarde, então, para respeitar seu espaço guarda esse segredo a sete chaves. Sem contar que ele também sofre todos os dias com o pai Fernando, pois ele sofre abuso calado como se isso fosse um castigo que ele merecesse, mas Carol sendo amiga tem medo e não tem um só dia que ela não encontre alguma marca de machucado na pele de seu amigo e não sabe como agir para ajuda-lo a sair do problema.

‘’Meus olhos estavam marejados e eu tinha vontade de sacudi-lo até ele falar. Mas nem precisei porque, depois de me olhar brevemente ele se deixou cair no chão e começou a chorar. Fiquei parada de pé, em choque; com ele caído a meus pés, chorando abertamente, os ombros até mesmo sacudindo’’

Apesar disso, ambos vão levando a vida da forma mais normal possível, à medida que podem e embora sempre tenha alguém para atrapalhar a harmonia que eles tinham um com o outro, também existia outra pessoa que fazia da vida dos dois um inferno. O nome dele era Marcos e vivia criando problemas para todos, principalmente para Antônio que vivia apanhando para defender a honra de Carol, pois o garoto era bastante abusado e tentava se aproveitar de sua amiga, o que o deixava furioso.


Com o passar das paginas muitas outras coisas ocorrem, Antônio e Ana Carolina vão crescendo e amadurecendo e assim conhecendo a magia do primeiro amor. Porém, apesar de estarem bem e feliz, Antônio todos os dias se sente culpado e também cansado de apanhar e um dia seu pai Fernando chega descontrolado em casa e acontece uma grande tragédia que o obriga a defender sua mãe. E as coisas não acabam terminando bem, pois assim que todos da cidade ficam sabendo o que houve com a família Guerra, Antônio é afastado de Carol e nunca mais se tem contato um do outro, até que o destino resolva ajudar e uni-los um dia novamente.

‘’Estava desolada, arrasada, devastada. Antônio não ia voltar nunca mais e aquilo era tão certo quanto o ar que respirava. Ou tentava respirar conforme mergulhava em minhas lágrimas até que elas preenchessem todo o vazio dentro de mim. Aquilo não o traria de volta, mas me ajudava a aliviar toda a dor que sentia naquele momento.’’



[- Minhas Impressões -]

Mais uma vez fui completamente surpreendida com mais uma ótima leitura, pois logo de inicio imaginei que seria só mais um Romance Clichê, mas me enganei e muito. A autora conseguiu transmitir uma grande dosagem de sentimentos em meio ao Amor, ao Ódio, a Amizade e todo o drama passado pelos personagens. Foi um romance desenvolvido com todo cuidado do mundo e tudo abordado na medida certa, pois o foco central na verdade são os problemas que crianças e adolescentes sofrem caladas enquanto vivenciam uma vida cheia de medo dentro da própria casa e com familiares bastante próximos. Em nossa sociedade é muito comum e costumamos saber desses casos um pouco tardiamente, o que é uma pena. Mas como uma criança sozinha, vai lidar com isso? Como perder o medo e denunciar aqueles que os maltratam? É um tema para se pensar, refletir e se colocar no lugar desses personagens que foram abordados. Realmente é muito triste esse tipo de situação e nem dá para imaginar o sentimento que vai se acumulando dentro do coração dessas pessoas.

A história de Ana Carolina e Antônio se passa em uma idade de bastante descoberta, entre dez e onze anos de idade e com o passar do tempo vemos cada etapa até o crescimento de ambos os personagens em sua maturidade entrando em assuntos realmente importantes que citei acima. Gostei muito da maneira como a autora desenvolveu, pois teve muito realismo por mais triste que tenha sido acompanhar algumas partes. A narrativa da autora é simples e gostosa e eu me via devorando os capítulos para saber qual seria o futuro de Carol e Toni, que, aliás, me surpreendeu bastante, porque não esperava o desfecho que foi dado e ao mesmo tempo, a história me mostrou que apesar de todos os sofrimentos que foram mostrados pelos personagens, eles conseguiram seguir em frente e ter a esperança de que um dia tudo poderia vir a dar certo. Também é mostrado como o mundo dá voltas em nossas vidas, pois quando menos se espera, são aquelas que mais nos prejudicaram que um dia nos estende a mão, principalmente quando se tem algo em comum.

Eu sinceramente me apaixonei por todos os personagens desse livro. Digo isso porque todos foram muito intensos e cativantes. A autora soube dosar muito bem cada momento. Todos tiveram grande importância na história e isso fez com que o livro acabasse sendo bastante especial pra mim que sinceramente pretendo reler, por ser uma história que nos prende do inicio ao fim e que creio eu podemos estar sempre descobrindo algo que passou despercebido na primeira vez.

O enredo é mostrado não só do ponto de vista de Ana Carolina, mas também do ponto de vista de Antonio, o que nos envolve ainda mais. Isso nos faz mergulhar de cabeça na vida de nossos protagonistas.

Ainda não tinha lido livros com esses temas que foram abordados aqui, por isso eu acabei me surpreendendo, pois é algo sério que têm que ser tratado com seriedade. Não é um Romance no qual a mocinha e o mocinho são felizes para sempre não ok? Não é aquele livro que vai te fazer dar suspiros a cada momento também não. Tem momentos assim? Tem... Mais tem toda uma reviravolta nesse livro no qual vai surpreender todos aqueles que forem ler. É um livro que deve ser sentido e refletido.

SURPRESA... É a palavra que eu escolho para resumir o que eu senti ao fechar o livro.
Fiquei muito feliz de ter conhecido essa obra e não me arrependo nem um pouco de ter solicitado em parceria para a Novo Século.


Também quero dar os meus parabéns a autora, pois ela teve a capacidade de passar com suas palavras toda a emoção dos personagens e desenvolver uma história com um assunto sério e ao mesmo tempo não fugir de todas características de um enredo maravilhoso.

Quanto à diagramação, preciso confessar que está lindíssima. Amei a capa do livro que mostra o casal, Ana Carolina e Antônio, principalmente a parte interna do livro que é cheio de detalhes de pequenos desenhos de folhas que dá todo um charme especial. Não encontrei qualquer tipo de erro de revisão e as páginas são amareladas com uma fonte de ótimo tamanho, o que facilita muito a nossa leitura. Tudo está IMPECÁVEL!

LEIAM ESSE LIVRO. VOCÊS NÃO VÃO SE ARREPENDER!

Tenham essa obra na estante, porque é um dos livros que entraram para minha lista de melhores do ano de 2016 com toda certeza.

26 comentários:

  1. Oi Silvana
    Fiquei apaixonada por essa capa e não sei como ainda não conhecia esse título. Suas impressões me deixaram bem motivada, especialmente por sua empolgação e por fazer referencia ao ser um dos melhores do ano. Não tenho dúvidas de que deve ser uma leitura emocionante, ainda mais pelos pontos que você destacou, e fico feliz que conseguiu ser surpreendida. Irei procurar mais informações sobre a autora, e com certeza, gostaria de poder fazer essa leitura também!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana,
    Esse tema de crianças que crescem em lares violentos é algo realmente complicado, fiquei curiosa em saber como se desenrola este enredo, com tanta qualidade, pois como vc disse, aborda muitas coisas, normalmente quando isso acontece, o enredo acaba ficando vazio e já vi que não foi o caso.
    Já deixei a dica anotada, quem sabe em um futuro próximo.
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Silvana, esss caoa está maravilhosa mesmo, não sei como ainda não tinha visto. Gostei muito da sua resenha, realmente despertou meu interesse na leitura desse romance, apesar de abordar temas mais pesados. Muito obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  4. Em um primeiro momento, não colocaria tanta fé em um romance iniciado na idade dos personagens, mas conforme você falou do amor deles, me ganhou completamente. Sem falar que esta capa está linda e que engana bem, porque eu também pensaria no livro como mais um clichê.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse livro parece trazer uma história terna e sob o olhar dos dois protagonista, fiquei bastante curiosa. Com certeza lerei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. A Novo Século está lançando uma onda de livros assim que no começo pensamos ser mais um do mesmo e depois somos surpreendidos. Li um deles recentemente com a mesma fórmula. Amei sua dica. Anotado

    ResponderExcluir
  7. Que história linda! Eu ainda não conhecia o livro e já pela capa eu me interessei nele. Adorei poder conhecer um pouco sobre o enredo através da sua resenha e fiquei muito curiosa para poder descobrir mais e me ver no meio de tudo isso com os personagens. Sem dúvidas deve ser um livro envolvente e que a gente não sente vontade de parar de ler até chegar na última página, mas depois fica aquela saudade

    ResponderExcluir
  8. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro e sinceramente não faz muito o meu tipo de romance... E e por essa razão que vou passar a dica...

    Mas ainda bem que gostaste assim tanto!! :) E ótimo quando a autora tem essa maestria de passar as emoções pelas palavras!! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Silvana
    Não conhecia este livro.
    Gostei muito da sinopse. Além de blogueira, sou psicóloga e estes temas me interessa e muito!
    Muito boa sua resenha. Gosto muito deste formato de vocês aqui no blog, colocando as impressões de vocês.
    Quero muito ler este livro e ja coloquei na minha lista
    Adorei a capa e suas fotos!
    Parabéns.
    Bjks mil

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Sil,
    Como reagir depois de uma resenha tão apaixonante assim? Querendo o livro para ontem, não é mesmo? Ainda não conhecia a obra, mas achei muito legal você ter dito que a autora trabalhou bem todos os sentimentos nesse livro, achei isso muito lega. Outro ponto bem positivo também foi o realismo, acho isso muito legal em obras nesse estilo. Estou me perguntando qual foi o futuro que a autora deu para esses personagens e se ele me surpreenderia também.
    Como disse no começo, anotei a dica com certeza.
    beijos ♥

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? É a primeira resenha que leio sobre esse livro, que não conhecia. Achei a premissa bem cativante e fiquei com muita vontade de ler. Parece ser um romance muito bonito!! Espero ter a oportunidade de realizar a leitura. Ah, essa capa é apaixonante! :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. oie, que bacana saber que esse livro te surpreendeu, gostei de saber sobre os temas fortes que são abordados e histórias que trazem crianças nessa fase sempre me deixam interessada, concordo com você que é algo bem diferente do que vemos por aí do felizes para sempre. Uma coisa que achei bem bacana é esse ponto de vista dos dois personagens, sempre deixa o livro com mais dinamicidade

    ResponderExcluir
  13. Oi Silvana,

    Esse livro me chamou a atenção logo pela capa. Gostei da premissa dele e apesar de me lembrar uma outra história, fiquei feliz ao saber que a autora segue um caminho com mais desenvolvimento, menos clichê. Ela mostrou toda a intensidade da história e isso é o que eu mais gosto de encontrar em um livro. Eu não conhecia a autora, nem a obra, mas gostei do que li por aqui e anotei a dica.

    beijos :D

    ResponderExcluir
  14. Oii!
    Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei muuito interessada mesmo nele! Adoro livros com temáticas mais tensas, principalmente quando criticam atitudes que a gente infelizmente sabe que acontece am algumas casas. Acho que deve ser uma leitura tensa, mas que ao mesmo tempo nos faz refletir e tentar mudar alguns padrões - o que eu acho que é uma das grandes vantagens da literatura: poder tentar melhorar o mundo. Fiquei muito feliz com a indicação, ela já foi anotada! :))
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Como você disse, no início eu também achei que esse livro era mais um romance clichê. Então eu já estava desanimada de continuar lendo a resenha, mas depois que cheguei nas suas impressões, eu fiquei mais animada com a história.E como você está recomendando tanto esse livro, eu vou colocá-lo na minha lista, porque apesar de não gostar muito do gênero, eu sempre acabo me surpreendendo, quem sabe não seja o caso?
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  16. Oi Sil, taí um livro que eu leria somente pela sua resenha. Adoro uma boa história com profundidade, que trabalha conflitos familiares e com a expectativa de uma segunda chance para o amor. Ah, e também amo um romance bem escrito! Eu ainda não conhecia a obra, nem a autora, mas com certeza adicionei Folhas Secas à minha lista. Abraços

    ResponderExcluir
  17. Oiii!!!
    Que livro lindo, com assuntos extremamente interessantes. Gosto de romances que não sejam só melosos, esse tem aquele drama que não deixa a história nada chata, muito pelo contrário. O começo da sua resenha já me pegou, um pai que maltrata o filho... e o menino compartilha com sua melhor amiga seu sofrimento. Com certeza daí deve ter saído um amor lindo. Fiquei intrigada para saber o que aconteceu na família do garoto. Eu já tenho uma opinião, mas vou guardar para mim kkkk. Quero muiito ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá!!
    Não conhecia o livro nem a autora e de inicio a sinopse não me chamou muito a atenção mas no decorrer da resenha fui mudando de ideia e no ponto final da resenha já inclui nas minhas metas de leitura pro ano que vem!!
    Fiquei bem curiosa pra saber que segredo é esse que Antonia guarda a sete chaves e o que acontece com ele no tempo que se segue. E concordo com vc essa capa é lindíssima!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/11/resenha-sua-espera-abbi-glines.html

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Esse livro parece ser muito emocionante! Realmente, é um tema que quase não vemos nos livros, o que é uma pena porque isso acontece muito nos dias de hoje. Achei bem interessante também os capítulos serem alternados entre os dois personagens e fiquei morrendo de vontade de ler, ainda mais por não se tratar apenas de um romance.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Fiquei aqui imaginando Que Surpresa foi essa ao fechar o livro. Sua resenha me deixou instigado a ler o livro, mesmo eu estando em um momento de fugas de romances, mas acredito que o assunto tratado e os personagens que crescem de acordo com o enredo me faria gostar dele. Ainda mais, por a narração ser intercalada entre eles.

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não conhecia esse livro ainda e que não fiquei muito animada de imediato, sabe? Mas lendo sua resenha fui ficando cada vez mais curiosa. A história parece ser muito emocionante e bem desenvolvida mesmo. Além disso, os personagens parecem estão ótimos, em especial Antônio que já me conquistou só pelos seus comentários. Enfim, acredito que é uma história que vale muito a pena mesmo.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. Silvana, que capa é essa? Eu simplesmente ai. Adorei sua resenha e preciso confessar que fiquei extremamente interessada no livro.
    No momento não estou curtindo tanto assim livros com romance clichê, mas sua resenha me despertou a vontade de ler esse livro. Anotada a sua dica.
    Beijos.

    www.salaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá, Silvana.
    Que bacana esse costume da cidade.
    Logo de cara, pela atitude do Fernanda na recepção, já desconfiei que ele não era uma boa pessoa. Fiquei curiosa para saber o motivo dele bater no filho e na esposa.
    E fiquei na torcida para que ele e a Ana carolina terminem juntos.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  24. Oi Silvana, como está?
    A sinopse desse livro é daquelas de fazer quem está lendo perder o fôlego antes mesmo de começar a leitura do livro por si só. E a resenha deixou claro que não é um livro para ser simplesmente lido. É para ser refletido e há lições a serem aprendidas mesmo que nós já as saibamos de alguma maneira.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. É maravilhoso quando um livro surpreende a gente dessa forma né, senti daqui sua empolgação ao falar da história! Fiquei curiosa para saber mais da vida de Antônio e o que ele sofria. Agora eu quero muito ler e conhecer a história, espero ter a oportunidade. Beijos!

    ResponderExcluir
  26. Oi Sil, tudo bem?
    Uau que livro, heim! gostei muito dele e do enredo, gostei de ver que é um romance que trata de assuntos sérios, muito ignorados hoje em dia pela sociedade, mas que retratados de uma forma singela. Fiquei muito curiosa para conhecer mais da história e do casal, com certeza foi um livro que se destacou e que irei correr para adquirir um exemplar para mim. Adorei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir