10 dezembro 2018

Resenha- Inesquecível #3


Título: Inesquecível (The Originals #3)
Autora: Andy Collins
Editora: Editora PL
Ano: 2018
Páginas: 330
Onde Comprar: Amazon

‘’Não é mais a música que move a banda Originals.
Depois do acidente onde as perdas ainda são difíceis de se aceitar, os integrantes tentam lidar com a dor da melhor forma que podem.
Quando o passado é torturante e o presente se torna confuso, eles terão que provar que o vínculo que os unia vai muito além dos palcos.
Mas quando a música decide voltar a tocar, unindo duas – improváveis – pessoas, nada poderá separá-las.
Nem elas próprias.
Eles não sabiam que podiam amar novamente, até hoje.’’




Livros Anteriores



Após o final marcante do livro anterior tentamos neste livro, o último da série voltar aos trilhos. Vidas foram realmente modificadas pelo acontecimento anterior. Uma perda nunca é fácil para ninguém, porém para Josh perder o amor de sua vida e também seu colega, acabou que lhe destruindo de uma forma completamente dolorosa. Até seus companheiros de banda não suportaram ver o quanto ele estava se afundando sem se importar com mais ninguém. Josh apenas queria se entregar a dor e deixar que ela lavasse o que estava sentindo, até não sentir mais nada.


Em paralelo temos Lillith uma mulher que tenta viver um dia após o outro, pois mesmo com suas limitações, tenta encontrar quem é verdadeiramente, apesar de o mundo dizer-lhe que não pode. Porém, Josh e Lillith, duas pessoas improvavelmente vão se encontrar sentimentalmente abalados, porém o amor como sabemos pode curar e construir um lugar sólido. Mas lógico se ambos estiverem preparados para ficarem realmente juntos.

"Já te disse uma vez que você parece um instrumento, não é? [...] Vou tocar, cada centímetro seu, de todas as maneiras que conheço..."


Esse livro me trouxe um misto de emoções boas, ao começar a leitura pensei que ele me levaria para um lado, mas conforme fui lendo percebi onde a autora queria chegar e fiquei simplesmente feliz por ela ter abordado tais temas que mais do que tudo precisavam ser falados.

A escrita do livro já começa dolorosa e difícil de ler pela carga emocional que traz, mas no decorrer das páginas percebemos que vai se tornando mais fluído assim como a mudança do personagem. Não é apenas uma mudança de livro ou personagens, mas é uma mudança de vida e percebemos isso na escrita e nas ações dos personagens. Aqui teremos uma narrativa com alguns flashes do passado, antes do acidente, então, dessa maneira poderemos saber mais como era antes da dor de Josh.

"...não importa a sua sexualidade, porque se não tem caráter nada disso tem relevância."

A Lillith Prescot é a minha personagem favorita de toda a série, ela simplesmente me cativou desde que apareceu nesse último livro. Lillith é uma pessoa que mesmo com seu passado sempre buscou sua independência, é forte e carismática. Agora ela esta em Nova Iorque para morar com sua irmã, assim ela começa a trabalhar no Bar The Rock como cantora, um dos motivos que fazem Josh se encantar por ela. Josh neste livro está desolado pela sua perda a ponto de fazer diversas coisas para calar sua própria dor mesmo. E que isso venha a doer nas pessoas próximas a ele.

O encontro do casal é inesperado, eles se veem surpreendido pela amizade um do outro conforme vão se conhecendo, porém ambos vão se mostrando cada vez mais especiais um para o outro. Então, pouco a pouco vão curando as feridas que cada um tem em seu peito. E a cada momento deixam eles bastante apreensivos, pois eles começam a se apaixonar um pelo outro e pela essência que possui em cada um.

"Pessoas não sabem conviver com as restrições das outras, em um mundo perfeito e colorido, quem enxerga preto é excluído."

Neste livro também podemos continuar lendo sobre as tramas paralelas dos personagens dos livros anteriores e como a perda de alguém os afetou. Outro ponto que é importante ressaltar é que podemos ver que o vínculo da banda ao longo dos anos foi afetado por tudo o que aconteceu e não sabemos se continuaram juntos ou será o fim da banda de vez.

Como a autora abordou isso foi muito legal, pois mostrou que eles não são apenas uma banda de rock, a união dos integrantes formam uma família que se apoiam quando necessário, mas acima de tudo permanecem juntos apesar do estrago que tenha acontecido.


Inesquecível foi o meu livro preferido da série, ele me encantou de uma forma surpreendente. A autora foi ousada em abordar tais temas neste livro, pois não vemos muitos desses assuntos sendo abordados em obras nacionais. E como já tinha dito anteriormente, pensei que a autora caminharia por um lado completamente diferente do que foi, aqui podemos conhecer o real amor apesar das aparências, sexualidade ou deficiência.

Então, ao mesmo tempo em que li esse livro, estava procurando mais sobre o assunto o que foi completamente coincidência, assim pude compreender mais afundo sobre os assuntos e processo de escrita da autora.

''A única coisa que importa agora é que o meu coração bate por ele, e não tenho dúvidas que o dele também bate por mim.”

Mesmo sendo totalmente diferente do que já tenha lido, eu gostei bastante de como a autora abordou  com sutileza todos os assuntos, mas que em alguns momentos pesou para entendermos que não é um assunto fácil e muito menos que será esquecido. E se preparem, pois com certeza é um livro que ará você ter muitos questionamentos sobre o mundo, por isso, a leitura precisa ser cautelosa, pois se não prestar a devida atenção, pode causar sentimentos negativos.

Neste último livro da série podemos ver que o intuito da autora é mostrar sobre o amor independente de tudo. Não apenas amor entre um casal, mas amor familiar, a si próprio e sobre a importância do amor no mundo, pois sem isso, fracassará. Pode parecer bobo ler livros sobre amor, mas não é nem um pouco, porque é essa palavra que move as pessoas. É de amor que as relações são feitas e que quanto mais discutidas, poderemos então conhecer uns aos outros e deixar as rivalidades de lado.

Inesquecível nos toca de uma forma completamente nova e admirável, temos um novo significado sobre o amor, independente das circunstâncias e rótulos dadas a uma pessoa. Assim conheceremos então sobre o AMOR que pode mudar tudo, principalmente por ser um sentimento que conseguiu mudar as vidas dos personagens Josh e Lillith.

É uma leitura que te fará sair da ZONA DE CONFORTO, mais que vai te mudar e ver as coisas de outra maneira. LEIA e depois me conte o que achou. E se tu já leu? Me fala aí nos comentários o que achou dessa série ok?

Inscrições Abertas - Participe !


14 comentários:

  1. Me recordo muito bem da resenha do primeiro livro e do quanto já desejei o ler e agora lendo a resenha deste segundo trabalho, dá para perceber que mais uma vez, a autora conseguiu desenhar um enredo muito sensível, forte e a ao mesmo tempo, avassalador.
    A perda sempre traz sentimentos controversos, mas a união parece ter sido o ponto fundamental entre todos.
    A importância dos personagens também é algo gostoso de saber que foi mantido.
    Com certeza, espero ler a série em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. P.S nem todos meus comentários estão aparecendo...
    Vendo essa capa e título, imaginei que se tratava de um livro hot, até por nunca ter visto ele antes (nem o anterior), mas fiquei surpresa ao saber que ambos são em torno de uma banca de rock. Será minha primeira experiencia nesse ambiente, caso eu tenha oportunidade de ler. Achei que não entenderia muito da resenha desse segundo, mas não, gostei mais ainda de como tu apresentou ele e a tua surpresa com ele me motivou ainda mais, é bacana quando imaginamos um rumo pra historia e ai vem o autor e buuum, muda tudo. Confesso que não esperaria muito dele, mas como disse, é um ambiente novo pra eu explorar. Valeu a dica.

    ResponderExcluir
  3. Que resenha mais linda! 😍
    Está me conquistando aos poucos com essas resenhas, mas agora fiquei com vontade de começar a série só para chegar nesse 3° livro. Sinto que é o livro mais profundo e intenso da autora, e parece que a escrita dela vai crescendo ao longo da série né.
    Fiquei curiosa com esse tema que ela aborda.
    Ah, preciso ler esse livro que te tocou tão profundamente.
    Falar sobre o amor nunca é demais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, realmente esse parece ser o livro mais poderoso da trilogia, ainda mais pelo fato de contar com uma carga dramática maior. A autora consegue canalizar a dor da perda de uma forma natural porém dolorosa, sendo que é impossível não se emocionar. E compartilho totalmente dessa opinião de que ler sobre o amor é extremamente importante, sendo que essa obra nos inspira a sempre buscá-la não importa a situação. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Nayara!
    EU não acho nada bobo um livro sobre amor, principalmente sobre todas as formas de amor como a série aborda. Pude perceber que a autora explorou bastante a união da banda e a cumplicidade entre os integrantes. É muito bom ser surpreendida positivamente com o rumo da história como você foi. Achei muito interessante como a autora uniu essa casal e fez com que eles curassem suas feridas juntos. Por mais difícil que seja as vezes é bom sair da zona de conforto, podemos adquirir conhecimentos e lições de vida valiosos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Eita que a resenha me deixou aqui em cólicas e mega apreensiva, pensando no que aconteceu. É tão bom quando a história nos traz momentos de reflexão e aborda temas pouco comentados, acho que torna a história mais verdadeira e faz com que nos conectemos ainda mais com os personagens e sua dor, sem dúvida quero conferir, e já considero esse meu livro favorito (acho até que vou passar ele na frente).

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nayara!!
    Conheci essa trilogia através do blog e logo corri atras para ver se conseguiria adquirir esse três livros. Gosto bastante de histórias que envolvam integrante de bandas e que cada um tenha o seu próprio livro. Enfim, já estou bem curiosa para conhecer a história do Josh e da Lillith e como duas pessoas tão machucadas podem se ajudar.
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nayara!
    Não gosto de livros com carga emocional pesada que trás uma escrita dolorosa, mesmo você dizendo que a escrita se torna fluída no decorrer das páginas de Inesquecível pelos seus comentários tive a impressão de que esse é um livro de abalar as estruturas emocionais, acho que livros que falam sobre perdas iguais a que Josh sofreu possuem sempre essa carga emocional, né?! E como prefiro livros leves de enredos simples pois sou uma manteiga derretida, eu sinceramente não tenho coragem de ler Inesquecível e assim sair da minha zona de conforto.
    Mas confesso que fiquei triste em saber que por conta do triste acontecimento o vínculo da banda foi afetado, esse vínculo foi um dos detalhes que mais me chamou a atenção nas suas resenhas dos outros dos livros da série, que pena...
    Ah, pelo visto o amor independente de tudo é o foco central desse último livro da série, hein?! Bacana isso, nos tempos de hoje livros assim são sempre muito bem vindos.

    ResponderExcluir
  9. Eu não conheço a série, então não estou totalmente por dentro do enredo que ela contém. Achei muito legal, no entanto, o fato de todos os livros acompanharem os integrantes de uma mesma banda, assim as personagens aparecem em seus respectivos livros e também em outros, não deixando o leitor com saudade nunca. O tema da perda é bem delicado de ser trabalhado e exige uma sensibilidade bastante grande do escritor, que eu acho que a autora alcançou aqui. Outro ponto positivo que encontrei foi a forma como a relação e o próprio amor entre o casal protagonista evolui aos poucos, a partir do conhecimento que eles possuem um sobre o outro.

    ResponderExcluir
  10. Eu ainda não conheço essa escritora, mas fiquei admirada pelo tema abordado, acho que estamos tão bitolados em ler livros de romance entre casais "normais" que quando nos deparamos com o diferente ficamos assombrados. A capa remete à um livro hot.Mas nada disso, acho que o livro fala do amor que supera tudo, do amor que vence obstáculos, preconceitos.
    Também gosto muito dos casais que vão se apaixonando aos poucos, que vão construindo a relação ao longo da narrativa, fica bem mais aceitável para mim.
    Sendo um livro que fala de amor, acredito que tem muitos caminhos para percorrer, e se trata de várias formas de amar melhor ainda.
    Doida pra conhecer Josh e Lilith.

    ResponderExcluir
  11. Nayara!
    Bom ver que foi seu livro preferido da série.
    Devo começar dizendo que as capas dessa série são belas.
    Quanto ao Micah… fiquei imprenssionada em ver que aqui ele mostrou um lado totalmente diferente dos livros anteriores.
    E bom ver que Callie soube se controlar e manter o relacionamento, espero que consiga auxiliar Micah a ‘entrar nos trilhos’.
    Quando a vilã da história é uma mãe, é bem diferente.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  12. Oi Nayara.
    Não conhecia essa série, mas depois dessa resenha, fiquei bem curiosa para conhecê-la.
    Não li a resenha na íntegra para não pegar nenhum spoiler dos livros anteriores, mas já vi que algum personagem vai falecer (não sei em quais circunstâncias) e que isso impactará os outros personagens de formas diferentes.
    Achei ótimo saber que o livro abordo sobre o amor incondicional.
    Outro ponto positivo é os livros da série estarem interligados entre si, por se tratar de personagens que compõe a banda. Adoro livros assim. Sempre vai ter um personagem ou casal preferido por qual torcemos pelo final feliz rs
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Aí meu deus, eu passei as outras duas resenhas falando que fugia de series de bandas, que nessa ainda faltava alguma coisa pra chamar minha atenção e agora com esse já tô com vontade de começar a ler do terceiro para trás kkkkkk para mim, como leitura de suas resenhas, me foi perceptível que a série foi crescendo com os livros, que talvez a escrita e as ideias da autora foram melhorando no decorrer da série.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Nayara
    Conheci a série aqui e gostei muito da resenha do outro livro.
    Concordo com você todas as relações são baseadas no amor, seja entre amigos, casais.
    Gostei da premissa do livro e o amor que foi unindo os personagens Josh e Lillith.
    Quero poder ler logo os livros, beijos!

    ResponderExcluir