04 julho 2018

Resenha - A Outra Sra. Parrish


Título: A Outra Sra. Parrish
Autora: Liv Constantine
Cortesia: Harper Collins
Páginas: 432
Skoob
Onde Comprar: Saraiva / Amazon
Amber Patterson não aguenta mais. Está cansada de ser uma ninguém: uma mulher sem graça e invisível que não se destaca na multidão. Ela merece mais – uma vida de dinheiro e poder como a que Daphne Parrish, a deusa loira dos olhos azuis, tem e não valoriza. Para todos na pequena cidade de Bishops Harbor em Connecticut, a socialite e filantropa Daphne e seu marido Jackson, o magnata do mercado imobiliário, são um casal que parece recém-saído de um conto de fadas. A inveja de Amber poderia consumi-la por dentro... Se ela não tivesse um plano. Amber usa da compaixão de Daphne para se inserir na vida da família – o primeiro passo de um esquema meticuloso para destruí-la. Em pouco tempo, ela se torna a amiga mais próxima de Daphne, vai para a Europa com os Parrish e suas duas belas filhas, e se aproxima de Jackson. No entanto, um fantasma de seu passado pode destruir tudo que ela construiu e, se seu segredo for descoberto, seu plano perfeito pode ir por água abaixo.


"Algumas mulheres têm tudo.
Algumas mulheres têm tudo que merecem."



Amber Petterson é uma mulher inteligente, determinada e extremamente ambiciosa, por essa razão ela não se conforma com a vida sem graça que leva, muito menos quando acha que merece bem mais do que possui. Com esses pensamentos em mente, Amber traça um plano para se aproximar de Daphne Parrish, uma socialite que tem o casamento perfeito com um famoso magnata do mercado imobiliário, Jackson Parrish, somando tudo que Amber mais deseja. Uma vida cheia de riqueza e glamour.

Com os movimentos prontos e meticulosamente estudados, Amber cria um cenário perfeito para um encontro e usa a causa da morte da irmã de Daphne para chegar até ela, conseguindo assim se infiltrar em sua casa sob o pretexto de compreender a dor de uma perda. Pouco a pouco, Amber não somente ganha a confiança de Daphne, que acredita fielmente ter encontrado uma amiga, como faz questão de usar todo seu conhecimento para conquistar todos ao redor.

"Aquilo a irritava, o trânsito fácil com a riqueza e o privilégio que Daphne exalava, como se fosse um direito de nascença."

Mal sabem que por trás da fachada de boa moça que não apresenta qualquer ameaça se esconde uma cobra que não vai medir esforços para alcançar seu objetivo final, se tornar a nova Sra. Parrish, e realmente o destino lhe sorri quando a oportunidade perfeita para uma aproximação surge, e ela não poderia estar mais feliz em agarrá-la. Sua inveja não tem limites quando, passo a passo, Amber começa a virar o jogo a seu favor, se instalando no lugar que acha ter direito.

Entretanto, como todo plano, existem contratempos que não podem ser evitados, como o surgimento de uma pessoa de seu passado que pode colocar tudo a perder, e Amber realmente não irá admitir que algo dê errado, principalmente quando Jackson Parrish parece tão perto de suas mãos. Um livro completamente envolvente que vai te fazer questionar até onde alguém pode ir para realizar seus objetivos e o quanto uma imagem ou um sentimento pode afetar uma pessoa. Mentiras, traições e dramas te esperam em A outra Sra. Parrish.



[ - Minhas Impressões - ]

Realmente foi uma leitura de arrepiar. Amber, já no começo, nos dá uma forte impressão do seu caráter (ou falta dele), deixando bem às claras sua inveja e mesquinharia junto da insatisfação com a própria vida, não que eu não ache essa inveja incomum, mas se a colocarmos junto de uma mente brilhante e completamente determinada, pode ter certeza que a pessoa pode fazer grandes estragos. No caso, A outra Sra. Parrish nos proporciona um caso fantástico, junto de personagens que não são nada do que aparentam ser.

Para quem costuma ler muito mistério policial, estar na pele da pessoa que está cometendo o delito pode ser estranho, mas afinal não é exatamente isso que todo investigador quer? Pensar exatamente igual ao criminoso. Acho que o que mais me impressionou em Amber, além da magnifica atuação (se fosse uma novela, com certeza ela seria a melhor atriz) foi a capacidade de se adaptar e guardar informações, conforme seu contato com a família ia aumentando toda fala ou ação se tornavam armas para ser usadas a seu favor, e tenha santa paciência para manipular até os personagens mais insuportáveis como por exemplo a Bela, filha caçula dos Parrish. Mas é claro que nossa protagonista não se abalou e persistiu firme e forte no seu plano.

“Não é de se admirar que todos os ricos cresçam com a sensação de serem os donos do mundo. Não conheciam outra realidade.”



Meio estranho torcer para o vilão, né? Estou acostumada a ter uma leve queda para o lado sombrio em livros, porém, por vemos a situação sempre pelo lado do mocinho, não imaginava a frieza e a indiferença com qual personagens ambiciosos podem tratar uma situação. Falando de outros personagens, Daphne foi alguém fácil demais de ser atingida, no começo imaginei somente uma mulher que buscava ser compreendida, o que a tornava carente e consequentemente um alvo, depois comecei a enxergar que talvez a ''vida perfeita" não fosse exatamente tão perfeita assim, como de fato aparentava.

Pude perceber certos clichês durante a leitura, mas nada que estragasse ou prejudicasse a história, as autoras (sim! Porque Liv Constantine é só o pseudônimo para Lynne e Valerie Constantine) tiveram muito jogo de cintura para conduzir os acontecimentos até o fim e ainda causar reviravoltas surpreendentes. A edição do livro também ajudou para me manter envolvida, os capítulos são curtos e as letras estão em um formato confortável que fazem com que você leia rapidamente sem se cansar. Minha única ressalva é em relação a capa, nada tão gritante, mas o material que usaram na impressão é aquela textura mais emborrachada que marca facilmente, isso acaba me incomodando um pouco, porém de resto eu achei bem bacana, principalmente porque exploraram mais as letras e a fonte, deixando o acabamento mais simples e original.

Então, se você está atrás de uma leitura intrigante e envolvente, está esperando o que para ler A outra Sra. Parrish? Com tudo e mais um pouco você vai se impressionar com essa história.


Inscrições Abertas - Participe!!


15 comentários:

  1. Este livro está na minha lista de desejados desde que li a primeira resenha e não vejo a hora de poder conferir ele.
    Adoro um bom suspense. Ainda mais os psicológicos, onde a gente acha que sabe o que irá acontecer e na verdade, não sabe é de nada, principalmente no caso das duas "amigas" que sinceramente, já me deixaram intrigada.
    Também sempre torço pelo vilão..rs
    E adoro a capa deste livro!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi mana, eu confesso que não leio muitos livros no estilo romance policial na verdade não lembro quando foi a ultima vez que vi algo sobre esse tema. Cara confesso que to passada com a atitude da protagonista a ponto de tentar se infiltrar na vida da outra pra ter tudo o que sempre quis, se bem que isso não devia surpreender tanto né? Porque tem gente louca pra tudo nessa vida. Se eu tiver a oportunidade de ler esse livro com certeza eu vou pega-lo. Obrigada pela resenha.

    ResponderExcluir
  3. Camila!
    Bom ver que a protagonista Amber é muito inteligente e perspicaz e melhor ainda que o livro é carregado de reviravoltas, gosto de livros que são assim e trazem sempre surpresas inesperadas e boas.
    E saber que podemos nos agradar pelo vilão, é maravilhoso!
    “Palavras gentis não custam muito, e ainda assim conquistam muito. (Blaise Pascal)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro, mas gostei bastante da forma como você conseguiu retratá-lo na resenha. Adoro quando tem várias reviravoltas e acabam me surpreendendo.
    Mas confesso que não sei como vai ser minha relação com as personagens, pois aparentemente as duas vão me tirar do sério com algumas coisas.
    Uma por ser a vilã que irei torcer e outra por ser tão fácil de se atingir.
    beijinhos
    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  5. Olá! Não conhecia o livro e a sinopse me lembrou um pouco uma novela mexicana que acompanhei a um tempo atrás (sério, sem brincadeira), mas as coincidências param na amiga invejosa que quer o lugar da mocinha. A história parece ser muito interessante e prender o leitor até descobrir o que acontecerá a todos os envolvidos, eu já estou aqui montando teorias, seria bem interessante vê o vilão se dando bem para variar.

    ResponderExcluir
  6. Esse livro parece ser muito interessante e se pararmos pra pensar, a história que está nele acontece bastante na vida real haha. Livros com esse tema de inveja pela vida alheia são bem palpáveis. Eu amo livros que são pelo ponto de vista de quem comete o crime, já li alguns assim e pra mim são os melhores. Acho muito mais legal saber tudo que se passa na mente do criminoso e como ele vê as situações do que pelo lado do mocinho. Adoro torcer para um vilão! Nunca li nenhum livro que duas pessoas tivessem escrito, acho incrível como conseguem fazer funcionar! Deve ser bem trabalhoso.

    Achei a resenha muito bem escrita e esclarecedora.

    ResponderExcluir
  7. Já li outra resenha desse livro, e cada vez fico mais interessada, será o próximo. Eu acho que a Daphne é ingênua e não percebe a maldade e inveja de Amber. Pois essa "amiga" quer tudo dela, a família, o dinheiro ,a vida social, tudo que representam no mundo ,justamente tudo que Amber não teve ...deve ser muito bom ver tudo pelos olhos da vilã, e também angustiante não poder alertar Daphne dos perigos que corre...um suspense e tanto. Adorei essa resenha.

    ResponderExcluir
  8. Olá Camila!
    Estou curiosa pra conhecer esse enredo, pelo que já sobre o livro tem agradado bastante leitores, o que me chamou atenção, ainda mais por curtir o gênero, espero te ruma oportunidade de ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Eu já tinha visto o livro, mas não me interessou tanto. Porém, depois de ler esta resenha e análise do livro, amei demais e já quero ele na minha estante pra já hahaha

    E o prêmio de melhor atriz vai para Nina, quero dizer, Amber! Não sei por quê, mas só conseguia lembrar de "Avenida Brasil" ao falar sobre a boa atuação de Amber. Exatamente por envolver "infiltraçao na família". Eu preciso deste livro pra já!

    Precisamos conversar sobre Amber! -Quem não tem uma em sua vida, está, com certeza, vivendo errado (claro que os motivos de Amber envolvem auto estima, pelo que entendi na sinopse)-. Amber se cansa de não ter reconhecimento, sem graça e invisível na sociedade, então ela acha preciso uma aproximação por interesse. Isso é muito bizarro. Acho válido uma abertura para debate, conversa e leitura coletiva!

    Eu só fico me perguntando o que aconteceu no final... Deus me ajuda 😂😂😂

    ResponderExcluir
  10. Primeira resenha que leio sobre ele, e realmente como comentou na resenha é diferente a gente ler a versão do vilão, e apesar de ter "tramas" clichês presentes na historia, nunca li um livro com esta proposta da pessoa interesseira contar a sua versão e explicar seus motivos. Já adicionei a lista de desejados, pois quero demais saber o que irá acontecer e o final!!

    ResponderExcluir
  11. Eu e minha mania de imaginar o enredo pela capa, sendo o livro totalmente diferente do que eu pensei! Uma bela resenha, mas não consegui decidir para quem vou torcer ainda :s Só posso afirmar que agora já está na minha lista para leitura! E a curiosidade para saber o que vai acontecer na trama é grande!

    ResponderExcluir
  12. Oi Camila,
    Não me lembro de ter lido nenhum suspense que era narrado pelo vilão, e como você, sempre tendo a criar vínculos com eles, por isso adorei essa narrativa. O enredo é bem de novela, essa inveja de Amber e suas artimanhas para ser a nova Sra Parrish, é algo que prende o leitor.
    O livro parece bem inteligente, e confesso que torço para um final não tão feliz, rs.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oi, Camila!
    Achei genial as autoras colocar a vilā como narradora, mas não sei se eu ficaria confortável ao me ver na mente da Amber, acompanhar sua inveja e ambição, acho meio que difícil torcer por um personagem assim... Mas se eu tiver a oportunidade de ler A outra sra Parrish arriscarei a leitura sim, também quero saber o que a Daphne esconde... Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Ja vi muita gente falando dele msmo fiquei curiosa cm a historia em si, parece ser uma leitura q ti prendi e em nenhum momento fica monótono... Bom vou coloca lo na minha lista de leitura rsrs !!!

    ResponderExcluir
  15. Oiee!
    Não conhecia o livro e cheguei aqui sem nenhuma ideia do que se tratava, e que surpresa maravilhosa eu tive, amo livros de suspense e quando são tão bem escritos, e com um enredo que prende o leitor, só largo quando acabo. Esse me pareceu ser bem assim.
    Estou louca para ler e ver como é a sensação de estar na pele do "vilão".
    Bjs!

    ResponderExcluir