19 janeiro 2018

Resenha - Um marido de aluguel


Título: Um Marido de Aluguel – O amor acontece quando menos imaginamos
Autora: Cássia Carducci
Páginas: 529
Autora Independente
skoob Goodreads
Onde comprar:Amazon 

Anelise Schmidt é uma fotógrafa que odeia horários e regras. Filha de um rico empresário, ela nunca se interessou pelos negócios da famíliaaté que seu pai, Reinaldo Schmidt exige que ela e os irmãos passem algum tempo na empresa a fim de decidir quem assumirá seu lugar. Para fugir disso, ela inventa uma mentira da qual não consegue escapar.

E é aí que a confusão começa: ela percebe que precisa de um marido e precisa rápido.

Petrus Domminic é um garoto de programa de luxo. Nunca se envolveu amorosamente com ninguém e vive afastado da família. Esconde um segredo do passado que apenas seu melhor amigo, Gab, conhece. Em um dia comum como qualquer outro, recebe uma louca proposta e embarca nela de olhos fechados, vendo toda a sua vida mudar completamente.
Ela quer um marido.
Ele tem serviços á oferecer.
O amor acontece quando menos esperamos.
Para QUALQUER um. 



Anelise Schmidt é uma mulher independente e rica. Filha de um famoso empresário, ela leva a vida sem uma rotina, adora viajar e é uma fotógrafa renomada. Com quase trinta anos, mora sozinha longe da família e dos negócios do pai. Porém, uma decisão dele faz com que todo o sossego e despreocupação da filha sejam deixados de lado.

Reinaldo Junior, pai de Anelise, alega que com o avanço da idade terá que deixar a empresa para um dos três filhos, para isso covoca Rúbia, Marcelo e Anelise para uma reunião. Aonde anunciará que para concorrer ao cargo, eles terão que frequentar a empresa por três meses, trabalhando como funcionários comuns.

Com essa notícia, Anelise fica sem chão. Ela não quer aquele cargo, muito menos deixar a fotografia e morar ali. Seria demais. Sendo assim, para não ter que abandonar a independência, ela toma uma decisão drástica: anuncia que está namorando e não quer deixar o namorado sozinho. O problema é que não é verdade, ela não namora há anos e todos sabem disso. E assim, Ane terá que arcar com as consequências dessa mentira.

"- Porque eu tenho um namorado! É isso! Não posso deixá-lo sozinho lá. – quando eu vi, já havia falado. Da onde eu tirei essa, meu Deus?"  

Diante disso, o pai de Anelise avisa que ela poderá morar com o namorado ali e trabalhar na empresa por três meses sem concorrer ao cargo de fato, apenas por experiência. Contudo, esse não será o maior problema dela agora, e sim como achará um namorado em uma semana, o prazo dado pelo pai para conhecer o felizardo e ela começar o ofício.

"Ás vezes é mais fácil tentar fugir da realidade ao invés de enfrentá-la." 

Sem mais opções, Anelise vê-se em frente a um computador pesquisando acompanhantes masculinos. Depois de horas, ela encontra um possível falso namorado.  E imediatamente marca um encontro.

Entretanto, quando Petrus Domminic aparece no restaurante, Ane não esperava por aquilo; ele era um deus grego, não só pelo nome. Sem enrolar, ela faz a proposta. A princípio ele não aceita, porque tem clientes fixas ali, e três meses fora da cidade seria demais. Porém, ao oferecer uma alta quantia, ele concorda, alegando ser só por diversão.

"- Combinado, Já posso te chamar de meu amor?"

Ane leva o "namorado" para conhecer a família, o pai e o irmão não ficam muito contentes com a situação, já que a única a saber da farsa é Rúbia. Porém depois de algum tempo de convivência todos o adoram, até mesmo Anelise.

Mas. o que eles não esperavam era que esse falso relacionamento, escondesse algo mais, algo além da atração dos dois - que era inegável. Havia sentimento.

"Uma coisa que aprendei tarde demais: quando você acha que não quer se envolver já está envolvido." 

Porém nada são flores, além da farsa do relacionamento nos ombros, há o ciúme e o passado conturbado de Petrus. Com um pai que odeia, Petrus sofreu diversos traumas que o assombram até hoje. E esses fantasmas ainda o farão sofrer muito só que agora um pouco pior.

Nesse romance, conheceremos o passado e o presente dos dois protagonistas, suas inseguranças e medos, sentimentos e um amor sem tamanho.

"Mesmo que tudo á nossa volta esteja errado, mas amor sempre é certo." 





[- Minhas Impressões -]

Sabe aquele livro que parece filme da sessão da tarde? Estilo o filme "Muito Bem Acompanhada" de 2004? Esse é um deles, um romance bem previsível com uma pitadinha de drama e comédia. É uma leitura bem leve e fluída, ideal para sair de uma ressaca literária. Ele me lembra muito o "Procura-se um marido" da Carina Rissi.

Os protagonistas são cativantes, Anelise e Petrus, cada um do seu jeito e com suas inseguranças. E os personagens secundários também são demais, Marcelo, Rúbia, Reinaldo e Gabriel, são todos importantes para complementar a história.

Já a escrita da autora me surpreendeu, foi o meu primeiro contato e já quero ler outros livros dela, é bem fluida e leve. do jeito que gosto. Como li o livro em ebook consegui conclui-lo bem rápido, apesar de não ser tão pequeno.

Recomendo esse livro pra quem gosta de um bom romance, previsível e que lembra as comédias românticas do cinema hollywoodiano. Se você gosta desse tipo de livro, quase um chick lit, ele é ideal pra você! 

"Fotos desbotam, rasgam, se perdem em mudanças... ficam esquecidas dentro de diários empoeirados. Lembranças não. Lembranças ficam para sempre." 


Se Inscreva e Participe!!

5 comentários:

  1. Além de ser uma romântica assumida, sou também fã demais dos clichês, aliás, confesso que não vivo sem um bom clichê!
    E esta história parece ter todos os elementos que amo em um bom romance, bom humor, paixão e o passado de ambos os personagens sendo explorados e dando lugar a uma nova oportunidade de amar!
    Vai para a lista de desejados agora!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Karoline

    Eu adoro livros com histórias no estilo sessão da tarde e, se te lembrou um livro da Carina, boa coisa ele deve ser! hahahaha
    Acho ótimo essas histórias mais leves, realmente ajuda a sair de uma ressaca. E como eu estou passando por um período meio complicado na minha vida, histórias com essa pegada mais divertida, mesmo com o drama no meio, geralmente são boas leituras!
    Fiquei curiosa para saber os traumas do Petrus, tadinho!

    Beijos
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  3. Karoline!
    Acredito que seja um daqueles livros para desestressar, onde não precisamos pensar muito, apenas curtir a leitura.
    Gosto quando tem romance e se é clichê, ainda melhor. E se ainda podemos apreciar um bom drama e dar algumas risadas com a comédia, completo, né?
    Gostei!
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Olá Karoline!
    Não conhecia o livro e pela resenha parece divertido e bacana de ler, a leitura parece fluir bem, não li nenhum livro da autora ainda, quem sabe começo por este tbm pois me agradou bastante.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Esse é o segundo blog que eu vi falar sobre esse livro e eu confesso que eu achei o livro bem interessante me lembrou um pouco a pegada das obras da Carina Rissi em procura-se um marido série noivas da semana mas vamos ver o que essa leitura nos preparou

    ResponderExcluir