05 janeiro 2018

Resenha - A Pequena Livraria dos Corações Solitários

Título: A pequena livraria dos corações solitários
Autora: Annie Darling
Editora: Grupo Editorial Record / Editora Verus
Páginas: 308
Skoob
Onde comprar: Amazon / Saraiva

Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos - isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar. Enquanto Posy e os amigos lutam para salvar sua amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian, com quem começou a ter fantasias um tanto ardentes. Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, Posy vai conseguir o seu "felizes para sempre". O primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários!





Posy e seu irmão Sam vivem em um apartamento que faz parte da livraria Bookends, que tem como dona, Lavinia - uma mulher excêntrica e bem a frente de seu tempo, super alto astral, mas também super elegante. Porém ela vem a falecer, deixando sob os cuidados de Posy sua amada livraria, que está passando por grandes dificuldades financeiras e ainda assim resiste contra todas as adversidades.
Até Posy ficar ciente de que herdou a Bookends ela passa por grandes preocupações, pois como responsável pelo irmão, Posy não sabe muito bem como fará para continuar cuidando dele e lhe dando o sustento, já que ela sempre trabalhou na livraria desde que se entende por gente. E muito antes dela trabalhar lá seus pais também foram funcionários da Bookends, em seus áureos tempos, quando tudo caminhava para a prosperidade e a livraria era muito bem frequentada e vivia cheia de clientes.

"Portanto, sim, Posy estava triste, desesperadamente triste e pesarosa pela perda de Lavinia, mas também tensa de preocupação. Não tinha conseguido engolir sequer uma torrada aquela manhã, e se sentia culpada por estar tão cheia de preocupação, quando só deveria estar triste".

Mesmo com tudo indo de mal a pior, ela se vê tentando desesperadamente ser positiva e pensar o melhor sobre toda a situação, já que além dela a livraria têm mais três funcionários, e são eles: a quieta e introvertida Verity, a tatuada e descolada Nina e o estranho e deslocado Tom - motivo pelo qual Posy sabe que se as coisas estão difíceis para ela, também não estão nem um pouco melhores para seus amigos. Mas como a vida é totalmente imprevisível, ela é surpreendida quando descobre que herdou a Bookends ao ler uma carta deixada por Lavinia endereçada a ela, onde esta explica claramente seu desejo de que a livraria pertence a Posy.

"Posy, querida, a Bookends é sua. Tudo da porta para dentro, inclusive aquele volume de Homens são de Marte, mulheres são de Vênus, que não conseguimos vender nos últimos quinze anos". 

Diante desta incrível notícia automaticamente Posy acredita que seus problemas e preocupações estejam resolvidos, já que ela continuará morando no mesmo apartamento e trabalhando na livraria, sem contar que a mesma agora lhe pertence legalmente. Se mostrando uma boa notícia tanto para seu irmão quanto os funcionários que continuarão todos juntos e com a garantia da moradia de Sam e  o trabalho dos amigos, já que Posy passará a ser a patroa deles. Aparentemente as coisas não poderiam estar melhores, mas para que a livraria volte a prosperar e vender livros como água novamente Posy precisará de um verdadeiro milagre para fazer com que as coisas voltem a ser como eram antes, e ela terá apenas seis meses para colocar seu plano astucioso em prática. Contando é claro com a ajuda de seus amigos e de seu irmão, Sam. Além do mais, Sebastian, neto de Lavinia, e que sempre tratou Posy com extrema grosseria deixa claramente exposto seu desejo de colocar as mãos na Bookends, pois ele acredita que sua ideia de levantar a moral da livraria tornando-a moderna e atual em um só gênero literário é o que fará com que ela se torne um grande nome entre as livrarias mais conceituadas de Londres.

Posy terá que lutar com unhas e dentes para provar a Sebastian que ela é a melhor pessoa para ser dona da Bookends, e que honrará o desejo de Lavinia, que a tornou dona do local. Mas o grande plano de Posy pode vir a fracassar antes mesmo de começar, pois ela precisará fazer uso de um grande capital em dinheiro, e dinheiro é algo que ela não tem. E como se não bastasse, Posy se vê às voltas com seus pensamentos libidinosos e cheios de desejos por ninguém menos que o próprio Sebastian, que insiste em tratá-la muito mal.

" - Se não começar a se mexer, vou jogar você por cima do ombro, mas eu realmente preferiria passar sem essa hérnia".

E agora, como Posy fará para lidar com o relançamento da livraria e mais essa dor de cabeça chamada Sebastia Thorndayke? Sem contar que o seu grande plano para fazer com que a Bookends deslanche novamente está irremediavelmente ligado ao seu amor pelos livros, e mais precisamente aos de Romance.

São enormes os desafios que ela terá pela frente, mas ceder e entregar os pontos antes de lutar são pensamentos que ainda não tomaram lugar em sua mente.



[ - Minhas impressões -


Eu acho que não preciso nem dizer o porque de ter lido esse livro, né gente?! O próprio título do livro já me entregou (risos). Assim que bati o olho nele pensei - quero ler - e foi exatamente isso o que fiz.

A Pequena Livraria dos Corações Solitários se mostrou logo de cara uma leitura super tranquila, leve e fofa. Os personagens foram bem construídos e muito bem desenvolvidos, mas sinto-me na obrigação de dizer que não simpatizei muito com a Posy, a personagem principal. Eu achei que ela foi uma personagem muito insossa, e por conta disso acabou não acontecendo uma química entre nós.  as posso dizer que a seu favor está o relacionamento que ela tem com Sam, seu irmão mais novo. Sem contar é claro por seu imenso amor pelos livros, de todos os gêneros, diga-se de passagem, mas especialmente pelos livros de romance. Nestes dois quesitos ela ganhou pontos comigo, mas fora isso ela não cresceu muito aos meus olhos. Já a Nina, sua amiga toda tatuada e engraçada foi bastante prazeroso conhecer, eu me diverti muito lendo os momentos dela na história. A Verity e o Tom também foram bem mais interessantes para mim do que a própria Posy, mas quem ganhou minha total simpatia foi o "vilão" Sebastian. Quem diria! (risos) Ele é muito engraçado e espirituoso, e houveram situações entre ele e Posy em que dei boas risadas.

O ponto alto da trama se deu através das fantasias para lá de calientes que Morland (é dessa forma que Sebastian sempre se dirige a Posy) passa a ter com o grosseirão do Sebastian. Foram bem convincentes, tanto que eu até comecei a visualizar na minha mente (risos). Hoje eu estou me achando tão descarada! kkkkk

Foram vários os momentos em que Sebastian me arrancou gargalhadas, pois ele tinha um jeito nada elegante e educado de tratar a Posy, e por conta disso a história ficava mais engraçada e agradável. Mesmo porque não percebi realmente um desrespeito grave, e sim mais como uma implicância com sentimentos velados por baixo. E eu não via a hora de que minhas suspeitas se confirmassem, pois a minha torcida era para que eles se apaixonassem (eu sei que sou uma romântica incurável) e fossem felizes para sempre.


Eu realmente gostei do livro, mas pela sinopse acabei criando algumas expectativas e talvez por conta disso acredito que tenha faltado um temperinho a mais na história. Às vezes eu achava que estava bastante monótona e lenta, mas os embates entre  Posy e Sebastian eram os momentos mais aguardados por mim, e eles não me decepcionaram nem um pouco que seja. Valeram muito a pena as ocasiões em que eles se enfrentaram.

A capa do livro eu achei muito bonita, meiga e sonhadora e bem diferente do que costumo ver por aí. E o que me deixou bastante satisfeita foi que este é somente o primeiro livro da série A Livraria dos Corações Solitários, e como virão outros por aí espero gostar mais ainda do que gostei deste, pois tem tudo para ser um grande sucesso.


Se Inscreva e Participe!!!


8 comentários:

  1. Não conhecia o livro,mas também leria na hora só pelo título e capa! Realmente a gente imagina uma coisa e na realidade, acaba percebendo que é outra totalmente diferente!
    Eu sempre tenho uma estranha simpatia por vilões, ainda mais quando eles não são caricatos e trazem essa pegada do bom humor junto.
    E outro ponto, o nome dele(amo)
    Lista de desejados com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Kaline!
    Uma pena ter achado a protagonista insossa e não ter se identificado muito com ela, além de ter criado expectativas diferentes do que o livro é realmente.
    Bacana ver que e cada livro, um dos funcionários da livraria será protagonista.
    A capa dese livro é linda e colorida mesmo, gosto de tudo que é colorido.
    Ter de levantar a livraria novamente e ainda lidar com o neto da ex-dona, deve ser estafante para ela.
    Humor mais sutil é gostoso de ler.
    Nossa! Que bacana ela citar tantas autoras clássicas, é de pirar mesmo.
    Ai que delícia ver que parece um local aconchegante.
    Que horror um protagonista machista e ainda assim a autora consegue tirar algo de bom dele.
    Adorei a dica.
    Desejo Um ótimo final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Chega de velhas desculpas e velhas atitudes! Que o ano novo traga vida nova, como o rio que sai lavando e levando tudo por onde passa.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Oi Kaline!
    Eu amei a resenha, qdo conheci o livro pensei exatamente como vc...Preciso ler...
    Ainda não consegui, mas qro pôr na meta dessa vez...
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Gostei do título deste livro, e pela sua resenha ele parece ser muito bom, que bom que a história é leve e fofa, e foi uma leitura super tranquila para você, achei bem legal a personagem principal gostar de livros de romance, acho legal ler livros em que os protagonistas também são leitores, que também gostam de livros, sem dúvidas pretendo ler este livro.

    ResponderExcluir
  5. Acho que leria o livro só pela capa.
    Lendo a sinopse já imaginei que seria um livro sem tempero, apenas sal rsrsrs
    Gostei do Sebastian só pelo que você falou, adoro personagens cheios de sarcasmos que sempre pegam no pé dos outros.

    ResponderExcluir
  6. Oi Kah!!
    Apaixonadinha nas fotos e também na capa desse livrinho!
    Esse livro está na minha TBR de 2018 e quanto mais eu leio resenhas mais vontade tenho de ler ele! Espero conseguir comprar e ler logo logo! <3

    ResponderExcluir
  7. Oi Kaline! Confesso que tinha lido outras resenhas falando sobre a personagem também rsrs As personagens que amam romances definitivamente já tem pontos no meu coração, mas se ela não é tão carismática assim é uma pena mesmo. Em geral pra eu gostar de um livro eu gosto de amar também os personagens principais principalmente. Então acho que infelizmente essa obra eu vou passar, até porque já to atolada de livros legais pra ler e me enchendo ainda mais rsrs
    E uma pergunta nada a ver com o livro mas qual é esse aparelho da foto? Um dos problemas do kindle é ele ser preto e branco aí meu namorado não consegue ler os quadrinhos dele kkkk É um tablet? Bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu adorei esse livro e eu vi que vai ter uma continuação fiquei muito empolgada quando eu vi a respeito disso eu achei a leitura bem leve e suave e apesar de ter lido em e-book porque eu comprei pelo meu Kindle Eu ainda tenho vontade de comprar esse livro em formato físico para colocar na Minha estante

    ResponderExcluir