12 janeiro 2018

Resenha - Os Mistérios de Sir Richard

Resultado de imagem para Os Mistérios de Sir Richard
Título: Os Mistérios de Sir Richard #4
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 280
Skoob
Onde Comprar: Saraiva / Amazon

Sir Richard Kenworthy
Tem menos de um mês para encontrar uma esposa.
Ele sabe que não pode ser muito exigente, mas quando vê Iris Smythe-Smith se escondendo atrás de seu violoncelo no musical anual das Smythe-Smith, Richard acha que conheceu alguém muito valiosa.
Ela é o tipo de mulher que passa despercebida até a realização de um segundo ou terceiro olhar de outra forma. Mas há algo nela abaixo da superfície, algo quente e ele sabe que ela é única. Iris Smythe-Smith...Ela está acostumada a ser subestimada, com seu cabelo claro e tranquila, mas há uma personalidade astuta que ela tende a esconder, e ela gosta dessa forma. Então, quando Richard Kenworthy se aproxima com galanteios e flertes, parece suspeito.
Dando a impressão de um homem que se rende ao amor, mas ela. não pode acreditar que tudo é verdade. Quando sua proposta de casamento se torna uma situação comprometedora obrigatória, você não pode deixar de pensar que há algo escondido por trás disso. . . mesmo que o seu coração diz sim.



Resenhas Anteriores



Os Mistérios de Sir Richard é o quarto e último livro da série Quarteto Smythe-Smith, escrito pela autora Julia Quinn e publicado aqui no Brasil pela Editora Arqueiro. Enfim chegou o momento de conhecermos a história de Iris, que também é integrante do Quarteto e por incrível que pareça, é a única que tem um real talento para a música. 

Nesse volume conhecemos o Sir Richard Kenworthy, ele está a muito tempo afastado da sociedade e é considerado um homem recluso, por isso é uma surpresa para todos quando ele aparece no recital anual das Smythe-Smith acompanhado de seu amigo Winston Bevelstoke, pela sua volta a sociedade depois de muitos anos afastado, tudo leva a crer que ele precisa de uma esposa...urgentemente.

Iris está mais uma vez se apresentando no recital das Smythe-Smith e ela não tenta esconder de ninguém o fato de que preferia estar em qualquer outro lugar menos ali, torturando a sociedade londrina. Apresar dos seus esforços, parece que não conseguiu se esconder o suficiente atrás do seu instrumento, pois, percebe que tem um homem que a observa com um real interesse e ele não é ninguém menos que Sir Richard.

“Ela era o tipo de garota que não chamava atenção.
Entretanto, Richard não conseguia tirar os olhos dela.”

Richard é um homem rico, que tem duas irmãs mais novas para cuidar e alguns segredos guardados, seus métodos para conseguir o casamento não foram muito arcaicos, todavia, ele está desesperado e precisa urgente se casar, pois só um casamento pode salvar ele da situação em que se encontra. 

Ele sabe que não tem muitas opções no quesito casamento, tudo o que ele precisa é de uma mulher com um dote considerável e com pouco bom senso, para não questionar o porquê de casar tão rápido, entretanto para sua surpresa a primeira mulher que lhe desperta a atenção é Iris, que apesar de não ter um dote muito alto, tem uma personalidade encantadora e uma beleza fora dos padrões

Devido as circunstâncias em que se encontra, Richard resolve acelerar as coisas e deixa Iris em uma situação comprometedora, o que lhe tira a opção de escolher ou não se casar com ele. O que nos leva a seguinte questão: Iris pode confiar a ele, o seu coração?



[ - Minhas Impressões - ]

Os Mistérios de Sir Richard foi um livro bem intrigante, todavia, também foi o que mais me decepcionou, confuso eu sei, mas irei explicar. Eu estava desde o primeiro livro, muito ansiosa para conhecer a história de Iris, pois vi nela uma personagem diferente que era muito subestimada pela cor de sua pele, ou pela falta dela. 


Porém, quando enfim tive a oportunidade de ler esse livro, notei que a leitura não estava fluindo para mim, quando enfim consegue estabelecer um ritmo bom, foi depois de já ter lido mais da metade do livro e isso sem dúvida me deixou confusa, já que isso nunca aconteceu comigo com os livros da Julia Quinn.

Os personagens foram bem escritos e bem desenvolvidos, ambos têm personalidades cativantes, porém, a ponta do problema com esse livro começou com o segredo guardado pelo Richard, meu coração não estava ali, tudo bem que eu fiquei curiosa para saber o que ele estava escondendo, mas, desde o começo sentir que isso quebrava a narrativa para mim, pois, ao invés de aproximar os personagens só os afastava.

“Tinha de aprender a ser indiferente a ele. Não cruel, não rude, apenas… indiferente. Quando ele sorria – e abria aquele sorriso, o desgraçado - todo o seu ser borbulhava de felicidade. Seria algo maravilhoso, exceto pelo fato de que sua rejeição se tornava ainda mais incompreensível.”

Em relação as atitudes do Richard, confesso que nutri um pequeno rancor por ele fazer Iris sofrer de maneira desnecessária; ela é uma personagem inteligente, bonita, de um caráter impressionante e com um ótimo coração e não merecia passar por algumas situações, porém, eu também entendo o lado dele, afinal estava sem opção e existe algumas coisas das quais não podemos dar as costas e fingir que não aconteceu.


Um ponto bem interessante nesse livro, foi o fato de que a Julia Quinn, cita algumas vezes o livro Orgulho e Preconceito da Jane Austen, eu achei bem interessante os diálogos e pontos de vista dos personagens a respeito dessa obra e fiquei ainda mais ansiosa para conhece a escrita da Jane.

A autora trouxe mais uma vez uma bonita mensagem sobre a importância da família e isso mexeu um pouco com meu coração, o final foi incrível e não poderia ter encerrado essa série de uma maneira melhor. Esse foi o único livro da série que eu não favoritei, mas, ainda assim, conseguir desfrutar bastante da leitura.

Por isso, apesar de todas as ressalvas, recomendo essa série de olhos fechados.


Se Inscreva e Participe!!!

9 comentários:

  1. Oi Marlene, não tem melhor dia pra postar a resenha do que no aniversário dessa rainha dos romances de época. Me apaixonei muito pelos livros da Julia e a única série que ainda não consegui começar foi a do quarteto maaas já li as suas resenhas passadas e quero muito ler! Eu te entendo na parte do segredo, já li alguns livros que um o personagem masculino tinha um segredo e me senti um pouco assim também. Uma pena não ter sido tão bom quanto os restantes mas que bom que o final foi maravilhoso! Quando ao Orgulho e Preconceito você ainda não leu? Pois leia que você não vai se arrepender, é maravilhoso! (Ja li umas 4x kkkk). Enfim continuo com minha saga de terminar todos os livros da Julia publicados no Brasil até o fim do ano!

    ResponderExcluir
  2. Ai Marlene que livro lindo, tenho mta vontade de ler os livros da Julia, acompanho sempre resenhas das obras dla e pra quem assim como eu que ama ler esse gênero está impecável todas as edições das séries..
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Não dá para ter perfeição total né?rs Apesar de não conhecer ainda esta nova série da autora, a gente sabe bem um ou outro livro trarão histórias que não nos deixarão assim tão contentes. E não é culpa de ninguém não!
    Escrevi uma coisa hoje em outra resenha de um romance de época: Que maravilha ver o gênero antes esquecido retomando seu lugar nas estantes e mãos de leitores.
    Quero muito ler a série toda!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Marlene!
    Adoro romances de época, embora essa série da Julia Quinn ainda não tenha lido nenhum dos livros, mas tenho a maior vontade, porque já li vários livros da autora ainda quando saíam como romances de banca.
    Tão bom ver uma série terminar com todas as pontas fechadinhas, embora tenha achado que esse exemplar, apesar do amor, teve algumas atitudes não tão louváveis por parte do protagonista.
    Queria saber esse tal segredo do Richard.
    Até tenho esse exemplar aqui, mas como não tenho os outros livros da série, não li ainda...
    Bom final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Que a paz, a saúde e o amor estejam presentes em todos os dias deste novo ano que se inicia. Feliz Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Descreveu sem tirar e nem pôr meu pensamento deste último livro. Até achei que eu que não estava conseguindo focar na leitura, mas realmente não concordei com algumas atitudes de Sir Richard e um pouco difícil de entender algumas partes relacionadas a Iris com toda aquela calmaria que em outras personagens fora diferente. Mas enfim, recomendo esta coleção maravilhosa!!

    ResponderExcluir
  6. Descreveu sem tirar e nem pôr meu pensamento deste último livro. Até achei que eu que não estava conseguindo focar na leitura, mas realmente não concordei com algumas atitudes de Sir Richard e um pouco difícil de entender algumas partes relacionadas a Iris com toda aquela calmaria que em outras personagens fora diferente. Mas enfim, recomendo esta coleção maravilhosa!!

    ResponderExcluir
  7. Não li essa série ainda, mas quero muito ler, sempre tive muita pena das meninas quando eram citadas nos bridgertons e quando li que iriam lançar uma séria apenas delas fiquei curiosa, mas infelizmente ainda não tive a chance. Amo a escrita da Julia, nos leva realmente para aquela época. Sei como você se sentiu quando esperamos muito o final de uma série e o livro acaba nos decepcionando, já passei por isso umas 3 vezes e é realmente frustrante.

    ResponderExcluir
  8. Oi Marlene!

    Ainda não li nenhum dos livros desse quarteto, mas já li vários da série dos Bridgertons e eu amo muito! Adoro esse gênero e a autora não deixa pra menos, ela é ótima! Até acho difícil imaginar um livro que não prenda tanto, como vc mencionou... mas quero muito ler essa série assim que terminar a outra.

    Eu já li Jane Austen e eu adoro os livros dela. Claro que a narrativa é um pouco diferente, por ser mais antiga, às vezes me parece que não flui tanto, mas eu gosto muito dos livros dela. Eu comecei com Orgulho e Preconceito e é o meu preferido, já li e vi o filme várias vezes (é muito bom mesmo), e já li dois outros livros dela, vale a pena! Recomendo vc começar por Orgulho e Preconceito pra conhecer o trabalho da Jane :)

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda estou no primeiro livro do Quarteto e o que eu mais gostei foi a ação da editora de lançar logo os 4 livros de uma vez eles deveriam usar mais as ideias e fazer lançamentos mais assim fica bem mais fácil porque é bem melhor do que ficar aquela espera tortuosa dos lançamentos

    ResponderExcluir