04 janeiro 2018

Para assistir e refletir - Lion, um bom filme para o início do ano


Olá, queridos leitores! Tudo certinho com vocês? O ano de 2018 acaba de começar e uma das coisas  que as pessoas mais refletem nesse período de final para início de um novo ano é sobre metas, objetivos a serem cumpridos e sonhos a serem realizados, mas muitas vezes deixam de pensar em suas ações e no que acontece no mundo ao redor. Por esse motivo, venho lhes trazer uma indicação cinematográfica que os fará ter uma nova visão a cerca da vida e do que realmente importa. 


Título: Lion- Uma Jornada Para Casa
Data de lançamento: 16 de fevereiro de 2017
Direção: Garth Davis
Elenco: Dev Patel, Rooney Mara, Nicole Kidman mais
Gênero:Biografia, Drama
Duração: (1h 58min)






   “Não adotaram somente a nós, mas nosso passado também.” - Saroo 
(sobre a adoção dele e do irmão)



O longa, baseado na história real de Saroo Brierley,  tem início com o pequeno indiano Saroo (Dev Patel) se perdendo do irmão mais velho em uma estação de trem em Calcutá, uma cena tão impactante que é capaz de fazer até os mais duros corações estremecerem. Após se perder e passar um bom tempo lutando pela sobrevivência, sem nem mesmo dominar o dialeto da região em que foi parar, o garoto de cinco anos acaba por ser levado a um orfanato e consegue ser adotado por uma família Australiana. 


Após 20 anos do ocorrido, Saroo já um homem formado, com uma vida estável e economicamente alta se vê diante do fantasma de seu passado ao ir a uma festa com tema indiano e se lembrar de sua infância. É a partir daí que a trama se desenvolve, Saroo fará de tudo para encontrar o seu lar natal, mas sem quase nenhuma pista por ser tão novo quando se perdeu, essa se mostra uma jornada verdadeiramente difícil. 


Com cenas alternadas entre o presente, onde busca pistas de como encontrar o pobre vilarejo em que nasceu e o passado com a sua família, o filme vai nos envolvendo com o sentimento de forte necessidade de volta as origens. 


Permeado de saudade e nostalgia, a obra também se destaca por mostrar uma triste realidade, Saroo só se perdeu na infância por seu irmão, ainda muito novo, precisar trabalhar em uma outra cidade. A pobreza e o que ela desencadeia enquadram o drama deste menino, tão pequeno e tão indefeso diante da realidade do mundo. As tomadas são muito bem feitas e mesmo em meio a cenas fortes de pobreza, muitas vezes choca com a beleza também existente ali. 


Paralelo a incessante busca por respostas sobre o seu passado, o protagonista acaba por se apaixonar por Lucy (Rooney Mara). O desenrolar do relacionamento deles é tratado de forma bem realista, como tudo no filme.


Na verdade um dos aspectos mais interessantes dessa obra está exatamente aí, a dura realidade sendo usada como alavanca emocional capaz de mudar a visão dos telespectadores. Não é só mais uma história triste, é uma lição de vida, sobre o amor, a família, o impacto da nossa infância e determinação. É por isso que este é o filme perfeito para fazer as pessoas repensarem os seus conceitos, perceberem que a vida é dura para muitos e que algumas ações poderiam deixar isso tudo melhor. 


Outra lição que o filme acaba por trazer é que temos de encarar nossos medos e fantasmas para conseguirmos seguir em frente plenamente, como pessoas melhores. Algo que muitas vezes nos esquecemos ou evitamos fazer. Olhar só para o futuro ignorando sem aprender com o presente e com o passado não leva ninguém a lugar algum. Pensem nisso com muito carinho e não deixem de ter fortes emoções com essa bela obra. (preparem o lencinho, kkk)

Confiram o trailer:



Obs.: Para os que preferem realmente a leitura, a história real também foi transformada em livro. E o filme teve seis indicações ao Oscar 2017: Filme, Ator coadjuvante, Atriz coadjuvante, Roteiro adaptado, Trilha sonora e  Fotografia. 

Foi isso, pessoal. Espero que tenham gostado do meu primeiro post por aqui. Não esqueçam de deixar um comentário e de compartilharem nas redes sociais. Até a próxima.

Beijão!!! 😉💕


Se Inscreva e Participe!!!!

15 comentários:

  1. Sou maluca pelo trabalho que Patel tem trazido a todos nós, amantes de cinema! Assim que este filme foi indicado ao Oscar, pude conferir e não me arrependo nenhum segundo.
    Filme lindo, triste e poético.
    A amizade entre os dois irmãos, a miséria, a fome e a mãe sempre ali, as lutas, perdas e reencontros. Tudo foi se encaixando de tal maneira que não tem como não se emocionar!
    Super recomendado!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi sensacional mesmo, mudou a minha vida.
      Beijo! ;)

      Excluir
  2. Esse filme é tão lindo. Eu quero rever ele. A primeira vez que vi, foi na casa da minha sogra e acabei não prestando muita atenção e mesmo assim amei. Acho que vou ver ele nesse final de semana.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá vontade de rever não sei quantas vezes, realmente muito bom.
      Beijos, Lary!

      Excluir
  3. Oi Sarah!!
    Esse filme é a coisa mais linda...Chorei horrores com a história, o livro infelizmente ainda não li, mas qro ler pq sempre digo que o livro trás mais detalhes...
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Aline! Sem chance de não chorar assistindo esse filme. Não cheguei a ler também não, mas acredito que a obra cinematográfica não perca para o livro.
      Beijos! ;)

      Excluir
  4. Sarah!
    Não tive oportunidade de ler o livro e nem de assistir o filme, ainda...
    O que mais me chama atenção é ter sido um caso real que conta a história de vida das crianças na Índia e como ele teve a sorte de ser encontrado e adotado por uma família que pode dar amor e instrução e mais bonito ainda é ele depois de grande, com a vida feita, querer ir em busca do seu passado, das suas origens e não esquecer da familia biológica.
    Deve ser emocionante.
    Desejo Um ótimo final de semana e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Chega de velhas desculpas e velhas atitudes! Que o ano novo traga vida nova, como o rio que sai lavando e levando tudo por onde passa.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Rudy. Assista! Garanto que vai gostar e se emocionar.
      Beijos! Desejo um ano iluminado a você também.

      Excluir
  5. Este filme parece ser muito impactante e emocionante, ainda mais por ser baseado em uma história real, que bom que o filme traz diversas lições para quem o assiste, pelo trailer parece ser um ótimo filme sem dúvidas pretendo assistir Lion: Uma Jornada Para Casa.

    ResponderExcluir
  6. Filmes com tema indiano sempre acabam emocionando em algum ponto. Gosto bastante desses filmes onde os personagens tentam se descobrir e acabam revivendo momentos difíceis da vida, todos nós devíamos passar por um momento assim para nos desenvolvermos, com certeza será um filme que vou assistir

    ResponderExcluir
  7. Oi Sarah! Esse filme chegou na Netflix faz um tempo e como sei que vou chorar muito eu confesso que ainda estou protelando em busca da estabilidade emocional hahahaha Mas é um dos que estão na lista de filmes pra assistir esse ano! Espero conseguir ver logo, porque só com o trailer já fiquei louca pra assistir, depois desse post então! <3

    ResponderExcluir
  8. Já quero assistir! Pela resenha já sei que vou chorar muito, sou muito chorona, qualquer coisinha me emociona kk E que gastura desse gif no começo, tenho medo de borboletas kkk sei, super estranho. A fotografia do filme deve ser muito boa, só olhando essas imagens, senti algo bem realista.

    ResponderExcluir
  9. Oi Bruna!
    A capa realmente é linda, e o assunto eu acho que não é aqueles sempre abordados. Apesar de pelo que eu vi na sua resenha, se tratar de um tema não tão profundo, eu achei muito interessante o fato da garota ser assexual e romântica e a própria questão da fama repentina. Já foge um pouco dos temas mais comuns abordados em livros do gênero. Eu acho sempre bom uma trama jovem de vez em quando pra ler. Uma pena ter deixado a desejar em alguns pontos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Sarah!

    Eu já vi esse filme e eu ameiii! Realmente é um choque duro com a realidade do nosso mundo, e pensar que tudo retratado no filme realmente acontece o tempo todo, só que longe dos nossos olhos, é muito triste e impactante.

    Achei que o filme foi muito bem produzido, não cheguei a ler o livro pra comparar, mas analisando somente o filme achei sensacional. Em alguns momentos até senti raiva por causa das situações, não dava pra acreditar com algumas coisas que aconteciam, quando vc achava que alguém estava ajudando o menino por boa intenção, mas na verdade não.. Tinha segundas intenções por trás, é decepcionante e de dar raiva mesmo! kk Enfim, quem não assistiu digo que vale muito a pena!

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Assistir esse filme ano passado e me surpreendi com a história achei ele por acaso na Netflix e vi que ele tinha sido indicado ao Oscar de 2017 Foi emocionante principalmente na da história com que ele desfecho quando ele descobre a história do irmão

    ResponderExcluir