06 novembro 2017

Resenha - O Beijo Traiçoeiro

Título: O Beijo Traiçoeiro
Autora: Erin Beaty
Cortesia: Editora Cia das Letras / Seguinte
Skoob 
Páginas: 440
Onde comprar: Saraiva / Amazon

Com sua língua afiada e seu temperamento rebelde, Sage Fowler está longe de ser considerada uma dama — e não dá a mínima para isso. Depois de ser julgada inapta para o casamento, Sage acaba se tornando aprendiz de casamenteira e logo recebe uma tarefa importante: acompanhar a comitiva de jovens damas da nobreza a caminho do Concordium, um evento na capital do reino, onde uniões entre grandes famílias são firmadas. Para formar bons pares, Sage anota em um livro tudo o que consegue descobrir sobre as garotas e seus pretendentes — inclusive os oficiais de alta patente encarregados de proteger o grupo durante essa longa jornada.
Conforme a escolta militar percebe uma conspiração se formando, Sage é recrutada por um belo soldado para conseguir informações. Quanto mais descobre em sua espionagem, mais ela se envolve numa teia de disfarces, intrigas e identidades secretas. E, com o destino do reino em jogo, a última coisa que esperava era viver um romance de tirar o fôlego.





"Eu nunca seria feliz fingindo ser algo que não sou. Mas queria que ser eu mesma não causasse tantos problemas.".


O Beijo Traiçoeiro é o primeiro volume da trilogia Traitor's. Nele conhecemos Sage Fowler, uma dama inferior demais para os nobres e superior demais para as plebeias, que, inusitadamente, se torna aprendiz de uma casamenteira, uma profissão que até então ela repugnava com todas suas forças.

Com esta profissão Sage parte com uma comitiva de jovens damas que pretendem participar do Concordium e realizar o tão esperado casamento, porém, ela se mistura em meio a elas para descobrir informações e ajudar a casamenteira Darnessa na escolha dos pares ideais. Mas Sage sentia que não era ela fazendo aquilo tudo. Tudo que ela queria era poder ser ela mesma.

"Representamos vários papeis ao longo da vida... isso não faz com que todos sejam mentira". 

No caminho ao destino, Sage, excentricamente, é recrutada para a escolta militar que fazia a proteção das damas para trabalhar como espiã, já que espionar parecia ser o que Sage faria de melhor, ela só não esperava que toda esta estranha situação mudasse de uma vez por todas sua vida e arriscasse tanto a sua existência.

"Minha doce e inocente Sage - ele sussurrou, mas ela ainda não sabia o que pensar. (...) - Hoje, vou te ensinar a matar".


Nem em meus pensamentos mais remotos imaginaria adorar uma mudança tremenda na personalidade da personagem principal de uma obra. Por todos os acontecimentos, Sage deixa toda a amargura de lado e se entrega em sua nova missão, e aquela indomável garota que tinha repulsa da palavra "casamento" podia ter uma grande surpresa em seu destino - confesso que foi uma grande surpresa para mim também!

Por todo sofrimento do passado, a melhor defesa de Sage era atacar as pessoas, até se deixar levar pelos encantos do amor inesperado de uma das figuras mais importantes do exército ao qual agora ela fazia parte.

"Me sinto muito melhor depois de drenar a ferida. A maior parte do ressentimento finalmente passou. Talvez agora consiga cicatrizar de verdade".

O Beijo Traiçoeiro foi leve e ao mesmo tempo totalmente desafiador. Diferente de tudo que estava lendo ultimamente, me tirou agradavelmente da zona de conforto e foi uma maravilhosa experiência.

A escrita de Erin Beaty é leve e me envolveu durante os 91 capítulos. Não tinha encontrado uma leitura que desencadeasse tamanha facilidade no desenrolar da trama como esta. A narrativa é contagiante e tira aquela monotonia de Romances de Época no qual sabemos que a dama é aquele ser frágil e indefeso a espera do príncipe encantado para salvá-la do perigo. Sage faz acontecer. Me envolvi de tal forma com esta personagem que foi difícil dizer adeus quando li a última página.


"Com frequência, achava melhor aceitar o que não podia ser mudado, mas ela mesma havia rejeitado o que parecia ser seu destino. Bufou. Talvez tivesse sido o destino que a rejeitaria.".

Realizei esta leitura muito antes do esperado e fiquei muito lisonjeada pela oportunidade do contato com a obra. É simplesmente fantástica. Confesso que fiquei bastante sentida com uma perda no desenrolar da trama. Acredito que foi o que mais tenha me abalado. Poderia ter sido um final feliz para todos, mas no fundo sempre soube que uma tragédia estaria para acontecer, só não me preparei para o que aconteceu com aquele determinado personagem, que honrou até o fim a quem servia.

"Quando escolher sua estratégia, agarre-a com todas as forças". 

O trabalho da Companhia das Letras está incrível. Tenho uma certa preferência e encanto pelas obras do Selo Seguinte. A cada contato entendo o motivo pelo qual sempre teve todo o meu coração. A diagramação nesta obra veio com tudo, desde a abertura do capítulo até findar a obra.

As páginas amareladas e fonte ajudaram ainda mais na agilidade da história, sendo totalmente agradável a leitura.

Já anseio pela continuação, mas sei que deve demorar um pouquinho! Até lá me delicio com as cenas criadas na minha imaginação e pelo gostinho de quero mais deixado pelo Beijo Traiçoeiro! 

"É desafiador e gratificante criar uma relação que desenvolva amor, mas não acho que eu consiga fazer isso pra sempre."


Participe !! Se Inscreva !!  


9 comentários:

  1. Adoro livros onde as "mocinhas" estão longe de serem damas, dentro dos padrões esperados pela sociedade e estão ok com isso. Já me ganhou por aí. Sua resenha me cativou ainda mais por saber sobre a narrativa, a escrita leve e suave. E, mesmo você relatando sobre a mudança de personalidade da protagonista, só me fez ficar mais intrigada. Quero muito ler!!!
    Adorei!
    Se quiser, passa lá no meu cantinho. Acabei de lançar uma resenha também! Beijooos

    http://www.aquelaepifania.com.br/2017/11/resenha-here-comes-sun-joshua-m-greene.html

    ResponderExcluir
  2. Amanda!
    Gostei muito de ver que além do romance, há todo um enredo de espionagem, traições, aventura e todo um enredo por traz, além de trazer uma protagonista forte, romântica e que ainda é suspeita de ser espiã, fiquei muito fascinada e quero poder ler.
    Bom ver que foi uma leitura totalmente desafiadora.
    Desejo uma ótima semana de luz e paz!!
    “É prova de inteligência saber ocultar a nossa inteligência.” (François La Rochefoucauld)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Olá Amanda,
    Gosto muito de livros que me prendem e me fazem passar o dia imaginando como será a continuação da estória! Mesmo trazendo tanto mistério e intriga a narrativa consegue apostar também no romance e seduzir o leitor com sua leveza! Um livro que já estava na minha lista de desejados, primeiramente por contar com uma heroína forte e de língua afiada, que não leva desaforo pra casa!

    ResponderExcluir
  4. Só havia visto a capa deste livro pelo mundo literário, mas não havia de fato, parado para ler do que se tratava e confesso que nem imaginava..rs
    Adorei tudo que li acima, principalmente o fato da "mocinha" não levar jeito nem para uma coisa, nem para outra...e ao mesmo tempo, ser bem decidida no que quer ser e no que não quer ser!
    Quero muito ter a oportunidade de ler e saber mais!
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Amanda!
    Desejo mto ler esse livro e conhecer obras da autora, sempre acompanho resenhas delas e me agrada demais os enredos, espero conseguir ler logo.
    Este me deixou bem curiosa...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Eu achei essa capa linda, tenho visto muitas resenhas positivas! Não sabia que fazia parte de uma serie, fiquei bem mais animada.
    Eu sou apaixonada por romances de época ainda mais quando tem uma aventura que consegue prender o leitor. Sem contar Sage sendo recrutada deu para trama uma ação a mais.
    Adorei dica.

    She is a Bookaholic

    ResponderExcluir
  7. Oi Amanda ;)
    Antes de abrir o post, quando vi que era resenha desse livro, tive um pressentimento que ele foi favoritado kkkk esse é um dos meus mais desejados livros do momento, estou só esperando até a BF para ver se baixa um pouco o preço!
    Desde que a editora anunciou o lançamento de O Beijo Traiçoeiro e disse que tinha uma semelhança com um dos meus livros favorito Orgulho e Preconceito, fiquei maluca pra correr e ler kkkk
    Fiquei curiosa quanto a essa mudança brusca de personalidade que a Sage sofre, mas só lendo pra matar a curiosidade haha é tão bom quando um livro tira a gente da zona de conforto e terminamos adorando né?
    E a Seguinte está mesmo arrasando nessas edições *-*
    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Assim qu v resenha desse livro vim logo ver,desde o lançamento estou louca pra ler, a dição esta muito bonita, apesar da capa enganar,parece romance de época, prefiro a a original. FIQUEI CURIOSA SOBRE A MUDANÇA DE PERSONALIDADE DA PROTAGONISTA. otima resenha.

    ResponderExcluir
  9. Tenho um crush enorme em livro de época e históricos. As resenhas que eu vi sobre esse livro só me deixaram ainda mais doida pra ler ele. Tambem gostei do fato da leitura ser fluida diferente de outros livros que eu li.

    ResponderExcluir