17 novembro 2017

Resenha - A Ilusão do Tempo

Título: A Ilusão do Tempo
Autor: Andri Snaer Magnason
Editora: Morro Branco
Skoob 
Páginas: 320
Onde comprar: Saraiva

Quando as coisas não vão nada bem e os economistas preveem uma enorme crise financeira, a família de Vitória – assim como o resto do mundo – decide se esconder em suas misteriosas caixas pretas à espera de tempos melhores. No entanto, após vários anos, a caixa de Vitória se abre e a menina se vê em uma cidade em ruínas. Sem rumo, ela caminha por prédios e ruas tomadas por florestas e animais selvagens, até chegar à uma casa onde crianças se reúnem em torno de uma senhora para ouvir a história de um rei ganancioso que conquistou o mundo, mas desejava conquistar o tempo. Para poupar sua bela princesa dos dias escuros e sombrios, normais ou sem valor, ele a coloca em uma caixa mágica transparente como cristal, mas feita de uma seda de teia de aranha tão densa que o próprio tempo não consegue penetrar. Vitória aos poucos percebe uma conexão entre sua própria história e a do reino mágico. Junto com seus novos amigos, ela precisa encontrar uma forma de consertar o mundo antes que seja tarde demais.







 Um mundo em ruínas, onde nem mesmo os economistas acreditam que existe uma solução. E neste cenário que começa toda nossa aventura pela Ilusão do Tempo. 


TIMAX®, uma grande empresa, apresenta a cura para o mundo: caixas pretas que param o tempo até toda crise financeira acabar, e é claro que toda população adere a esta moda que prometeu mundos e fundos, até mesmo para família de Vitória. 

“Não é possível conquistar o mundo, sem conquistar o tempo.”


Depois de certo tempo, a caixa de Vitória se abre e ela não vê um mundo sem crise, mas sim um mundo em ruínas. Ruas tomadas por florestas e animais selvagens vivendo no lugar das pessoas. O que será que tinha acontecido com a sociedade?


Vagando sozinha (ou ao menos achando que estava sozinha) Vitória se depara com outras crianças e com uma senhora, Rosa, que lhes oferecem comidas, abrigo e histórias - seria novamente a história de João e Maria? (risos)
"- Eu não tinha mais certeza se o mundo estava enfeitiçado ou se ele havia se livrado de um feitiço. As pessoas o tinham destruído tanto. As pessoas estavam numa corrida contra o tempo, tentando acumular tantas coisas e tanto lixo quanto pudessem. Destruíam tudo que havia de belo e agora elas se fechavam dentro de sua própria idiotice.". 

Na história contada pela doce (ou nem tanto) senhora, há um rei muito obsessivo por poder. Ele tem uma linda filha, Obsidiana. Enquanto estava muito ocupado tentando conquistar o mundo, esqueceu de ver sua filha crescer. E toda Pangeia que um dia sonhou em conquistar agora lhe pertencia. E o tempo precioso ao lado de sua filha? Frustrado por sua própria obsessão, prometeu metade de tudo que tinha se alguém conseguisse fazer o tempo parar para sua linda filha. E conseguiu! `

Uma arca mágica onde parou o tempo para Obsidiana. Mas ele voltou a querer conquistar e salvar o que se tinha perdido de Pangeia: do que adianta conquistar o mundo sem conquistar o tempo?

Com o desenrolar desta história contada por Rosa, as crianças descobrem que ainda podem salvar o que resta do mundo! E ainda descobrem que como a arca mágica tinha grandes chances de ser real, Obsidiana poderia estar viva.

- Então me diga, Obsidiana, quais são as noticias do mundo do tempo?


A Ilusão do Tempo é um livro SENSACIONAL!

É literalmente um tapa na cara. Uma verdadeira lição. A realidade de hoje está sendo basicamente toda baseada na busca pelo poder, engrandecimento pessoal, e esquecemos do verdadeiro sentido da vida. 

Nos mostra como desperdiçamos o nosso precioso tempo e como nos arrependemos de não tê-lo aproveitado antes, gastando ainda mais tempo nos lamentando.

Foi incrível a ideia do Autor Andri Snaer Magnason de mesclar fantasia com um problema tão atual em nossa sociedade. Fez por merecer todos os prêmios conquistados com esta obra. 

Os personagens são instigantes, principalmente Obsidiana, e no final temos uma revelação que nos deixa boquiabertos (risos) - como eu amei poder conhecer Obsidiana 


A ambientação é fantástica. Me senti vivenciando toda crise, me senti dentro das caixas do tempo. Me senti na própria Pangeia. A escrita do autor é esmiuçada e deliciosa. Não tem como não se apaixonar nesta aventura pela Ilusão do tempo. 

A Editora Morro Branco novamente me surpreendendo. Meu 2017 foi mais fantástico através das obras deste magnífico catálogo! A diagramação está perfeita, a capa, maravilhosa, sem contar com o marcador que sempre me conquista, cada vez que abro um livro deles.

Leiam a Ilusão do Tempo. Aliás, vocês estão aqui para conquistar o mundo ou já conquistaram o seu tempo? 



"Nunca vi uma história em que aventura, ficção científica, contos de fadas e drama contemporâneo estivessem tão bem amarrados, tudo ao mesmo tempo.". - Arguimbau 


Participe !! Se Inscreva !!  


5 comentários:

  1. Puxa, como não conhecia o livro, estou aqui fascinada com tudo que li acima e por tudo que quero conhecer!
    As vezes, dá vontade ter uma caixinha mesmo...se esconder ali dentro, até todo este caos ir embora. E não falo só da crise econômica não,mas de toda a crise que assola todos nós. Mas e aí? Sair e encontrar o que?
    Adorei a premissa do livro e vou colocar na listinha de desejados!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Amanda!
    E é o Brasil?kkk
    Achei bem parecido com nossa situação econômica, onde apenas o poder é que vale para nossos governantes.
    Mas gostei da lição que devemos aproveitar enquanto podemos e fiquei curiosa por saber a reviravolta que acontece com Obsidiana.
    Um final de semana carregado de luz e paz!
    “A arte de ser sábio é a arte de saber o que ignorar.” (William James)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Minhas amigas me indicaram esse livro recentemente mas eu n tinha entendido completamente sobre o que era. Loucura neah vc se esconder em uma caixa esperando que o tempo passe

    ResponderExcluir
  4. Amanda que livro lindo!!
    Não conhecia ainda acredita?
    Capa maravilhosa, enredo me chamou bastante atenção, vai para os desejados já!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  5. Olá Amanda ;)
    Ai que capa linda, a Morro Branco está arrasando nesses últimos lançamentos, quero todoooos kkkkk
    Amo livros de fantasia, e achei bem legal que o autor usou o tema para dar “um tapa na cara da sociedade” como você disse! Simplesmente adoro livros que nos fazem pensar e refletir ao final, ainda mais se tem personagens bem construídos e uma narrativa que cativa o leitor!
    Por essa última frase achei que o livro parece ter um pouco de tudo, e adoro essas misturas que no final dão certo haha
    Obrigada pela dica, adorei conhecer um pouco do livro, e ele já foi para a lista de leitura *-*
    Bjos

    ResponderExcluir