18 setembro 2017

Resenha - O Espantalho


Título: O Espantalho
Autor: Michael Connelly
Cortesia: Cia das Letras
Skoob / Goodreads
Páginas: 384
Onde comprar: Amazon / Saraiva

A carreira do repórter policial Jack McEvoy está por um triz. Demitido pelo jornal onde trabalhou por sete anos, o Los Angeles Times, que passa por profunda crise, ele é encarregado de passar seus últimos dias treinando sua substituta, Angela Cook, recém-saída da faculdade de jornalismo. Mas os planos de Jack são outros. Ele quer se despedir em grande estilo, assinando uma última grande reportagem. O tema escolhido: Alonzo Winslow, um pequeno traficante de 16 anos, encarcerado após confessar o estupro e o assassinato de uma ex-cliente. Jack quer usar o rapaz como personagem de um estudo de caso sobre os caminhos que levam ao crime, mas conta à mãe de Alonzo outra história para conseguir sua colaboração. Ele diz que quer explorar a possibilidade de que o filho dela tenha sido condenado injustamente. Mal sabem Jack e Angela, sua companheira na empreitada, que Alonzo de fato confessou um crime que não cometeu, e o verdadeiro assassino ainda está solto - e ciente de que o veterano repórter está em seu encalço.







De um lado, nós temos Wesley Carver, o chefe de tecnologia de uma grande empresa de webhosting sediada em Mesa, no Arizona. A rede de armazenamento e segurança de dados da Western Data Consultants é chamada de Fazenda e, responsável por afastar todas possíveis ameaças à rede, Carver acaba recebendo o apelido de Espantalho.

Do outro, temos Jack McEvoy, um repórter policial que acaba de ser demitido do L.A. Times, jornal em que trabalhava há anos por corte de gastos, mas permaneceria na redação por duas semanas a fim de treinar Angela Cook, sua substituta. Pouco tempo após saber de sua demissão, ele recebe um telefonema de Wanda Sessums, mãe de Alonzo Winslow, um jovem de 16 anos que fora acusado de estupro e assassinato e sobre quem Jack escrevera uma pequena matéria na semana anterior cobrindo o ocorrido.

Eu gostava de cobrir a página policial porque normalmente estava contando para o leitor uma história que ele não conhecia. Eu escrevia sobre as coisas ruins que podem acontecer. A vida no limite. O submundo que a pessoa sentada na cozinha com sua torrada e seu café nunca viveu, mas sobre o qual quer saber. Isso me dava uma certa pilha, fazia com que me sentisse uma espécie de príncipe da cidade quando voltava para casa em meu carro, à noite.

Sem nada a perder, Jack agarra a chance de fazer uma matéria extraordinária antes do inevitável fim de sua carreira. Para isso, ele vai atrás de Wanda, que mais tarde descobrirá ser, na verdade, avó de Alonzo, para conseguir novas informações sobre o caso e convencê-la a cooperar na investigação em troca de ajudar a provar a inocência do jovem.

Entretanto, o que deveria ser somente uma matéria sobre a trajetória de Alonzo Winslow e sua suposta vítima, acaba se tornando uma investigação que coloca ele e Angela Cook atrás de outros crimes e, consequentemente, na mira de Carver, fazendo com que as duas narrativas paralelas não fiquem separadas por muito tempo.



[ - Minhas Impressões - ]

Fazia muito tempo que não pegava um livro policial para ler e quase esqueci o quanto eles conseguem nos prender pela curiosidade, nos deixando sempre querendo saber o que vem a seguir. E posso dizer que matei a saudade com um livro incrível! Michael Connelly conduz a narrativa cheia de detalhes sem deixar maçante de forma alguma, além de amarrar as tramas perfeitamente. Quando você pensar que desvendou tudo, pode ter certeza de que há algo a mais.

- Tecnicamente, não trabalho pra você. Meu jornal tem regulamentos sobre jornalistas se fazendo passar por outra coisa.
Schifino levou a mão ao bolso e puxou seu dinheiro. Empurrou um dólar sobre a mesa para mim. Estiquei o braço entre as fotos de cena do crime para apanhá-lo.
- Aí está - ele disse. - Acabei de pagar um dólar. Você trabalha pra mim.



Em O Espantalho, temos uma visão interna do funcionamento do jornalismo criminalístico e é um prato cheio para quem gosta dessa área. O mesmo se aplica à parte de segurança de dados e hacking também abordada na narrativa. Acompanhar as ações calculistas de Carter é, com certeza, um dos pontos altos da trama, os capítulos dele foram os meus preferidos.

Ao longo das duas narrativas paralelas, você fica se perguntando quando essas histórias vão se cruzar. E se já era difícil colocar o livro de lado antes, quando finalmente acontece se torna impossível. Na reta final, quando eu achava que tudo já havia se resolvido, uma nova resolução foi a responsável pela quinta estrela da minha avaliação, que desfecho!

Outra coisa que chamou minha atenção na história (além de todo o suspense), foi o autor ter abordado a manipulação das informações na forma como as notícias são redigidas e na forma como nos expomos na internet. É uma crítica muito sutil, mas muito pertinente e bem construída. Não podemos acreditar em tudo que lemos sem investigar mais a fundo.

Essa foi minha primeira experiência com o autor, estou ansiosa para conferir outros livros dele e voltar para a vida de romances policiais – risos. Além da trama em si, os personagens possuem personalidades bem desenvolvidas que contribuem para a leveza da leitura, que é super fluída, ainda que trate de um tema pesado. Este livro é uma indicação indispensável aos amantes do romances policiais e para aqueles que desejam se aventurar pelo gênero também!


Se Inscreva e Participe !!




12 comentários:

  1. Oi Luana.
    Que premissa mais interessante, eu adoro livros que tem esse cenário de investigação e o fato que esse tem duas história em paralelo já me conquistou e sei que preciso ler, essa é a primeira vez que vejo falar do autor, mas sei que preciso pesquisar outros livros dele, eu adorei que ele faz uma critica sobre a manipulação das mídias nas noticias, isso é um fato que precisa sim, ser discutido, enfim eu adorei e quero muito ler.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oi Luana, tudo bem?
    Eita que o pessoa desse blog gosta do Michael Connely ein, estou cada vez mais curiosa para ver o que os livros dele tem de bom. Eu gostei muito da premissa deste livro, pois já pensei em ser jornalista (ideia descartada) e como meu assunto preferido é investigação, eu iria adorar esta estória. Mais uma dica anotada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Luana!
    Gostei do livro por vários motivos:
    -policial bem escrito que nos prende do início ao final;
    -visão de dois protoganistas, o que amplia o entendimento do enredo;
    -abordagem do josnalismo criminalista que não é tão simples como pensamos; e,
    -mostra as manipulações das informações.
    Achei bem completinho.
    Desejo uma semana de muito amor no coração!
    “Inteligência não é não cometer erros, mas saber resolvê-los rapidamente.” (Bertolt Brecht)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  4. Olá Luana,
    Mais um livro deste homem! Já fiquei tentada a conhecer após ler a resenha anterior e você vem jogar mais sal na ferida! Me rendo, já estou procurando os livros no Skoob!
    Adoro um bom suspense, e acho super interessante quando o livro traz histórias paralelas que vem a se juntar posteriormente. Parece que estamos tecendo uma grande teia de aranha!
    A área jornalística é bem interessante, acho legal ser explorada dentro de uma investigação criminal!

    ResponderExcluir
  5. Oi Luana ;)
    Já percebi que vocês meninas aqui do Love amam o Michael kkk quero correr e ler os livros dele para ficar apaixonada também S2
    Adoro livros assim, que enganam o leitor o fazendo pensar que descobrimos tudo que aconteceu, mas depois nos surpreende!
    Adorei essa crítica que você disse que ele fez a forma como as notícias são veiculadas e como nos expomos, realmente é algo a se pensar e refletir.
    Amo demais romances policiais, e quero ler logo os livros do autor... estou curiosa demais! Tenho uma lista de leitura só com os livros dele kkkkk
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Olá! Tudo bem?
    Adoro livros sobre investigações e tem um mistério a ser resolvido, então posso dizer o quanto eu gostei da premissa e amei o enredo. Quero ler o mais breve possível!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Estou gostando muito das resenhas dos livros do Michael Connely, como eu disse nas outras resenhas, é uma área que gosto muito, trabalhei nela e achei uma "paixãozinha" na minha vida, fora que essa é a área que mais chama atenção no direito também (meu curso de formação rs). A questão das noticias é muito complicado, me recordo que estudei sobre isso também e achei um caso chamado "CASO ESCOLA BASE" se puderem, deem uma pesquisada sobre isso no google, os jornais publicaram uma mentira horrível sobre o motorista de uma escola, e era mentira! O motorista e os donos da escola sofreram danos morais horríveis (e materiais também né), me recordo até que a rede globo teve que pagar uma indenização gorda para eles, por ter publicado matérias mentirosas. É muito importante pesquisar tudo antes de julgar ou compartilhar.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Livro assim sempre me encanta, a forma de como o autor prende o leitor com o mistério, deixa-nós curiosos sobre o que acontecerá nas próximas paginas. Gostei bastante desse livro, uma premissa muito maravilhosa.

    ResponderExcluir
  9. Oi! Nunca li nada do autor, mas amo esse tipo de gênero e já estou louca para ler esse livro. Adorei saber que esse é um prato cheio. Faz tempo que não leio nada de suspense policial também. Já estou com saudades de me sentir presa a história do inicio ao fim. Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Apesar de ter adorado sua resenha, e ficado curiosa para ler o livro, não sei se realmente vou ler não gosto muito de livros de investigações e policial, apesar de ter achado muito interessante... Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Luana!!
    Já conhecia obras do autor por nome, nunca li nd dle, mas sempre que leio sobre sempre é positivo, eu tenho vontade de conhecer a escrita dle, pelo que acompanho é excelente, e ainda sendo um gênero que eu curto fica melhor ainda.
    Adorei a resenha, vou anotar a dica.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Connely é fantástico! Apesar de não ler um livro dele já tem um tempinho, conheço um pouco as letras do autor e ele manda super bem nos romances policiais.
    Também sou apaixonada pelo gênero e essa "prisão" boa do leitor às páginas é algo maravilhoso.
    Ainda mais quando o livro traz um cenário todo costurado, não deixando espaço para pontas soltas.
    Investigação, vida dos detetives e claro, todo este universo se intercalando.
    Vai para a lista de desejados com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir