20 setembro 2017

Resenha - Crash


Título: Crash - Quando a paixão explode
Autora: Nicole Williams
Editora: Planeta | Selo Essência
Skoob 
Páginas: 256
Onde comprar: Saraiva / Amazon

Para a adolescente Lucy, nada é mais importante que o balé. A dança a transporta para um mundo onde a dor, as lembranças ruins e a violência não existem. Um mundo só dela. Um dia, porém, aquela garota certinha é obrigada a mudar de escola. E é nesse novo ambiente, repleto de descobertas e Inseguranças, que conhece um garoto que só usa cinza e vive com uma toca de lã na cabeça. Jude, o maior bad boy da escola, é lindo e seria o sonho de toda garota, e talvez até o genro que todo pai pediu a Deus... se não tivesse sido preso várias vezes e não morasse num abrigo para garotos desajustados. Lucy não liga para a opinião dos outros: o mais importante é o que Jude sente por ela. E o rapaz parece disposto a abrir seu coração, ainda que um segredo que assombra o passado e o presente dos dois esteja prestes a estraçalhar essa paixão.








Para mim, Crash foi uma agradável surpresa. Este primeiro livro da trilogia me encantou de uma forma que eu jamais esperaria. 

 "Jude era a doença para a qual eu não via cura. A droga da qual eu não queria me livrar nunca.".


Nesta obra aprendemos a esquecer todos os "padrões" estereotipados nos personagens que agem de determinada forma. Logo de cara somos surpreendidos por um romance nada improvável entre um bad boy e uma mocinha certinha. 

Além do mais, a trama é envolta de reviravoltas, dramas e conflitos que tiram totalmente a possível classificação de clichê e ganha ainda mais o coração dos leitores - assim como ganhou o meu

Lucy in the sky, como o próprio pai a chama, é uma garota perfeita: pratica balé, lidera grupos socais, ajuda cães abandonados, ótima aluna. O único problema veio disfarçado de paixão... e que paixão.

Assim como muitos clichês, este romance começou em um belo dia na praia, enquanto Lucy tentava prestar atenção em seu livro e tinha algo que sempre desviava seu foco: um garoto alto, de ombros largos, que era a definição perfeita de pecado: Jude Ryder.

É claro que como toda garota ela precisava de uma forma para fazer com que Jude a notasse. E conseguiu. Mas para um primeiro contato não foi nada agradável as atitudes do galã, e ele deixou bem claro que se Lucy fosse uma garota esperta, ela se afastaria dele.

E ela seguiu sua intuição? Obviamente que não!

Com a convivência e a surpresa de que cursariam o último ano na mesma escola, a relação de Lucy e Jude começou a ficar cada vez mais emocionante. Mas logo o aviso de Jude, daquele primeiro encontro, começou a fazer sentido.

"Jude era uma montanha russa, eu era uma montanha russa. Juntos, nós criávamos toda essa coisa de super-duper-looper. Era assustador, parada no chão e olhando para isto, mas se esse era o caminho que eu teria que passar para ficar com Jude, então eu seria a primeira da fila". 

Ele sempre foi a pessoa que nunca se apegava a ninguém, que tinha qualquer pessoa na hora que quisesse, que não gostava de encontros e tinha medo de amar. Um rapaz que sofreu bulliyng, que perdeu as contas de quantas vezes fora detido, que perdeu a família e morava em um centro de reabilitação.

Mas com Lucy tudo era muito diferente, e Jude começou a se importar em demostrar que príncipes existem e que ele queria ser um na vida da sua amada.

"Tenho tudo planejado, Jude Ryder, eu espero que alguém como você de para alguém como eu, mais do que apenas um dia de cada vez.  -E então o que? Você quer que eu faça algum comentário bobo sobre como vamos ficar juntos para sempre? Que vamos tomar nossa ultima respiração juntos, um ao lado do outro na cama? – Eu sou uma realista. Mentir e fazer promessas sobre o para sempre é quase tão ruim quanto um dia de cada vez."

Mas quanto tempo isto duraria? Será que Lucy estava preparada para as revelações do passado de Jude? Será que a inveja despertada nas pessoas de fora perdoaria a felicidade do casal?

Crash tem a resposta! E logo aviso: esteja preparado para uma paixão sem limites!

Esta maravilhosa obra veio parar por acaso em minhas mãos. Confesso que se não fosse por este único motivo, não teria tomado iniciativa de realizar a leitura. Acreditei que seria um livro que não despertaria nada de especial em mim. Como eu estava enganada...

Mesmo no início a obra passando a imagem de que seria somente mais um clichê, me pegou totalmente de surpresa. É um livro que transpassa um enredo encantador, nos mostrando que todos os acontecimentos podem tomar novo rumo e mudar tudo aquilo que um dia planejamos para nosso futuro.

O final de Crash é arrebatador. Senti uma dor tão intensa em um dos últimos capítulo e não queria acreditar que tudo terminaria daquela forma após uma terrível revelação. Não queria acreditar que Jude e Lucy nadaram tanto para simplesmente "morrer na praia".

A Autora soube exatamente como trabalhar a paixão, e não romantizou demasiadamente os acontecimentos como nos típicos "conto-de-fadas". 

Ela colocou fatos e situações para serem encarados pelo leitor como realmente são. Não é uma história onde a mocinha e o bad boy vivem em pé de guerra e no final são "felizes-para-sempre".

"Eu estou doente de ser uma sanguessuga na sociedade, de todos à minha volta. Porque eu estou cansado de tomar saídas fáceis e eu estou cansado da pena nos rostos das pessoas que me dão uma mão. Mas, realmente, mais do que tudo, porque a garota que eu estava levando para sair merecia o melhor". 

É a primeira obra que leio de Nicole Williams e desde já guardei uma admiração particular pela autora. Não vejo a hora de me deliciar com os próximos volumes. Este primeiro volume possui um certo final, mas não me contentarei em ficar na imaginação, PRECISO DE MAIS JUDE E MAIS LUCY NA MINHA VIDA. 

"Eu não sabia como e nem por que, mas Jude Ryder havia disparado uma granada em minha vida, e em menos de vinte e quatro horas ela dizimava tudo que eu tinha de mais sagrado.". 

Finalmente agradeço imensamente à Editora Planeta pelo fantástico trabalho que ganha o leitor pelos olhos.

Crash é uma ótima indicação para quem procura uma leitura rápida, com personagens extremamente marcantes que cria borboletas no estômago e faz o coração sair pela boca.

Se Inscreva e Participe !!



10 comentários:

  1. Amanda!
    Achei até interessante todo enredo, mas um romance adolescente americano com o astro do futebol e com a bailarina, já aí tem uma divergência, né? Ela toda delicada e ele todo brutamontes (a priori). Mas, ainda sim, deve ser um daqueles livros gostosinhos de ler e se divertir.
    E como você aprovou e achou um romance delícia, não resisto...
    “Inteligência não é não cometer erros, mas saber resolvê-los rapidamente.” (Bertolt Brecht)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda, tudo bem?
    Gostei da premissa não, parece que esta estória já foi escrita várias vezes: bad boy com mocinha certinha... só gostei do fato de a protagonista ser bailarina <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá Amanda!
    Primeiramente, achei esta capa linda! Mas não sabia que se tratava de uma trilogia, acreditava que era um livro único!
    Quanto ao enredo, gosto muito de estórias que mostram personagens quebrando padrões e tabus. É interessante ver as pessoas mudando e revendo suas escolhas.
    Uma pena que o final não foi de todo feliz, após acompanharmos a luta do casal queremos que terminem juntos. Mas com certeza é um livro bem amorzinho!

    ResponderExcluir
  4. Olá Amanda ;)
    Eu simplesmente amo os livros da Nicole, li a série dela Lost and Found e os livro Up In Flames e Collared, e amo demais a escrita dela!
    Nunca tinha lido a série Crash, mas consegui comprar esse primeiro livro em uma promoção na Saraiva, e será uma das minhas próximas leituras.
    Que legal saber que você gostou do livro, e se surpreendeu com a história. Adoro a forma como a Nicole escreve, sem mostrar o amor como um conto de fadas, e os personagens dela são sempre bem reais e identificáveis.
    Que bom saber que pelo menos há um final, e não ficamos loucas pelo próximo, não sei ficar bem com uma ansiedade dessas kkkkk.
    Enfim, estou super animada para ler o livro, obrigada pela dica e parabéns pela resenha!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá! tudo bem?
    Vejo muito poucos livros que aborda o tema balé na historia, infelizmente. Eu como amante de balé sempre estou à procura de livros assim e que bom que achei esse. Gostei de saber que a historia é bem fluida e que não pesa e Gosto de personagens fortes, como Lucy e não cheio de mimimi, como sempre vejo. Adorei esse livro e quero-o na minha mão logo! Obrigada pela dica, beijos.
    Ah, e cuidado Lucy que eu quero o Jude pra mim hahaha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Amanda.
    Fico muito feliz em saber que o livro foi uma agradável surpresa para você.
    Eu li a muito tempo atrás e assim como você fui cativada pela história e pelos personagens, o final é realmente de tirar o fôlego, e apesar do livro ter vários clichês e passar uma impressão de que é um simples romance, de simples não tem nada.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. REalmente o começo da historia parece ser beem clichê, eu acho bem difícil seguir na leitura quando o livro começa assim, mas gosto bastante quando esse tipo de livro me surpreende, tipo Novembro 9, algo que começa meio "ok" e depois chega a nos assustar.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu gostei muito desse livro, li varias resenhas e me deixa sempre curiosa para ler. A premissa é bastante ótima, mostra aqueles dramas de adolescente, totalmente novo e diferente que se há visto em livros assim. Tenho desejo muito ler ele. A protagonista tem uma personalidade muito boa.

    ResponderExcluir
  9. Oi! De tanto que já li livros parecidos, meio que já cansei do típico bad boy que depois de tanto tempo sem se apegar a ninguém, se apaixona pela garota certinha. O último livro assim que li foi Belo desastre, e para mim foi a gota d'água hahah Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Já li esse livro e simplesmente ameii... Apesar de ser aquele tipico romance Bad boy + mocinha achei o livro incrível e super recomendo a leitura.

    ResponderExcluir