25 setembro 2017

Resenha - Cinder & Ella


Título: Cinder & Ella
Autora: Kelly Oram
Editora: Pandorga
Páginas: 304
Skoob
Onde Comprar: Saraiva Submarino

Faz quase um ano que Ella Rodriguez, 18, esteve em um acidente de carro que a deixou aleijada, com cicatrizes e sem a mãe. Após uma recuperação difícil, ela foi obrigada a atravessar o país para viver com o pai que a abandonou quando era uma criança. Se ela quiser escapar de seu pai e de sua horrível família adotiva, ela precisa convencer os doutores de que é capaz, física e emocionalmente, de viver sozinha. O problema é que ela ainda não está pronta. O único modo de se curar é se reconectar com a única pessoa no mundo que ainda significa algo para ela: seu melhor amigo anônimo, Cinder. Brian Oliver é a sensação de Hollywood e tem a fama de sempre causar problemas. Existem muitos rumores sobre sua participação no filme O príncipe druída, mas seus assessores dizem que o único modo de passar de adolescente sedutor para ator da lista A é mostrar que seus dias de selvageria ficaram para trás e que agora ele amadureceu. Para aplacar os comentários sobre a reputação de bad-boy, seu assessor arranja um casamento falso com a coadjuvante Kaylee. Brian não está animado com a noiva falsa ou o casamento, mas ele fará qualquer coisa para conseguir sua nomeação ao oscar. Até que o e-mail de uma antiga amiga da internet muda tudo.

 





A história começa quando nossa protagonista Ella e sua mãe saem para comemorar o seu aniversário de 18 anos e acabam se envolvendo em um acidente de carro onde sua mãe, infelizmente vem a falecer. A jovem Ella sobrevive, mas acaba ficando em coma e marcada com cicatrizes que a acompanharia por toda vida. 

‘’Não me lembro de muitos detalhes específicos do acidente, mas o medo que senti naquele dia está ainda bem nítido em minha memória. Tenho pesadelos o tempo todo. É sempre a mesma coisa – algumas imagens distorcidas e uma mistura de sons caóticos, mas fico paralisada de terror e não consigo respirar até que acordo gritando. O terror, em si, é o foco principal do sonho.’’

Então, Ella além de ter que lidar com a própria dor, tem que se acostumar a conviver com a nova família de seu pai, que aliás, já fazia anos que não o via e isso tornava as coisas bem mais estranhas. Só que agora, além de ter que aturá-lo, também terá que aprender a lidar com sua nova esposa e principalmente com as suas duas meias irmãs. Essas por sua vez, não facilitam nada sua vida.

‘’Não posso construir um relacionamento com pessoas que não gostam de mim e não me querem por perto. As únicas vezes que falo com as gêmeas é quando elas me chamam para ter certeza que estou escondida em meu quarto, antes de trazerem os amigos para casa, e me dizem que mandam uma mensagem quando for seguro sair.’’

Ella acaba se sentindo uma intrusa na nova casa com “sua” nova família e principalmente excluída em sua nova escola, pois as pessoas acabam sendo bastante cruéis com ela, fazendo com que ela seja apontada como uma verdadeira aberração. 

‘’Ninguém se esforçou para fazer amizade comigo. Ninguém me defendia quando eu era provocada. Alguns olhavam como se estivessem se sentindo culpados por mim, mas estavam amedrontados demais para intervir. ’’

Assim que retornava da escola, Ella colocava tudo que sentia para fora. Chorava muito e tinha vontade de não sair mais de seu quarto, porém a única pessoa em que ela podia confiar, era Cinder, um amigo virtual que ela conhecia há anos através de seu blog. Lá, ela escrevia resenhas e assuntos relacionados ao personagem de seu livro favorito e que agora viraria filme.

``Cinder, obviamente, também é fã de séries. Foi o nome Ellamara e minha postagem onde eu explicava por que ela era a personagem mais subestimada do livro que arrastaram Cinder para meu blog, em primeiro lugar. Ele ama os livros tanto quanto eu, por isso gostei dele no mesmo instante – mesmo ele tendo argumentado que a princesa Ratana era mais apropriada para o príncipe Cinder. Ele discordou da maioria das minhas resenhas desde então.’’

Mas o que ela realmente não sabia é que Cinder na verdade era um ator famoso de Hollywood, o famoso Brian Oliver que viria a atuar como personagem principal do filme que Ella tanto gostava. Porém, ele tinha medo de lhe contar a verdade por conta desse relacionamento de amizade que eles tanto prezavam, por isso, resolveu deixar tudo como estava, pois a cada dia que passava a amizade de ambos era realmente muito forte e verdadeira.

Então, com o passar do tempo através de mensagens instantâneas e ligações, vamos acompanhando o desenvolvimento de um romance maravilhoso que com certeza irá mexer com o seu coração de todas as formas possíveis !!


[- Minhas Impressões -]

Primeiramente, preciso dizer que enrolei bastante para fazer a resenha, pois não conseguia escrever e até estava pensando em não escrevê-la, mas como AMEI a leitura, eu precisava de todo jeito recomendar esse livro para vocês e demonstrar como fiquei feliz em lê-lo. Então, acabei dando um tempinho para que eu pudesse ter inspiração e vir escrever e mostrar como esse livro mexeu comigo e como foi difícil colocar em palavras tudo que senti.

Assim que iniciei a leitura desse livro, eu pensei que seria um daqueles romances fofinhos, porém contém uma boa dose de drama onde a autora desenvolve um assunto bastante sério, o bullying. Assunto este, que, aliás, mexeu bastante comigo por conta das situações que a personagem foi passando durante as páginas. Eu fiquei simplesmente chocada com tudo e principalmente revoltada com o que as pessoas são capazes de fazer umas com as outras. 

Ninguém nunca imagina o que realmente aquela pessoa deve ter passado ou está passando, ou seja, ninguém se coloca no lugar de ninguém né? Que se dane tudo! Os sentimentos daquela pessoa NUNCA são importantes e infelizmente não significam nada para ninguém! E o pior de tudo isso é que em algum lugar, existe uma ‘’Ella’’ sofrendo algo semelhante e ninguém faz nada para ajudar.

Juro para vocês que tive vontade várias vezes de entrar no livro para defender a personagem e até me pegava falando alto chamando atenção de alguns personagens, pois foi mais forte do que eu, sabem?

Gente é sério, eu fiquei sentida junto com a personagem e não estava aceitando nada do que acontecia, principalmente quando vinha diretamente de seu pai e de suas meias irmãs que são na realidade as verdadeiras MONSTRAS deste livro, pois ao invés de ajudar e dar apoio, faziam da vida de Ella um verdadeiro inferno. Sério, eu fiquei tão brava que até bati no livro em alguns momentos da história! (risos)



Confesso que senti diversas emoções lendo esse livro e sinceramente AMEI todas, porque são poucos os livros que mexem comigo e a autora Kelly Oram fez isso com maestria. Por mais que seja revoltante o inicio da estadia de Ella na casa de seu pai, por outro lado ainda tem o lado bom da história que é o relacionamento que vai crescendo entre Cinder e Ella que é simplesmente lindo e que vai acontecendo pouco a pouco sem forçar a situação. A amizade deles é sincera e verdadeira e foi algo que chamou bastante minha atenção, porque dificilmente a gente encontra pessoas assim tão verdadeiras e em situações tão complicadas como as de Ella. 



Quanto aos outros personagens, preciso dizer que todos foram absolutamente envolventes e muito bem construídos pela autora. Dou um destaque maior, claro, a Ella, pois apesar de tudo que ela passa, acabei percebendo o seu amadurecimento com o passar dos capítulos. Seu sofrimento foi bastante nítido, mas apesar disso, tudo acabou servindo para que ela viesse a ser mais forte e lidar com todas as situações que iam aparecendo. 


Ela na verdade ganhou toda minha admiração, pois eu acho que não conseguiria ter passado por tudo que ela passou, pois realmente é algo realmente muito difícil. Já Cinder, preciso dizer que ele é um daqueles personagens ENCANTADORES que te conquistam pela sua maneira de ser e também por ser o tipo de pessoa que te ajuda em todos os momentos que precisa, pois isso foi um fato que ficou bem claro no livro, pois em momento algum, mesmo não conhecendo Ella, ele não deixou de estar ao seu lado.

Já os demais personagens, principalmente as duas meias irmãs de Ella, eu confesso que foram muito bem construídas apesar de todas as maldades, mas também foram de uma importância muito grande na história, porque a mudança que elas vão tendo com o passar dos acontecimentos é surpreendente!

Por isso, passamos então a entender um pouco da REBELDIA e da não aceitação de ter Ella por perto, uma completa estranha na família e na escola. Vamos ver que tudo na história tem dois lados para que possamos compreender, apesar de não justificar tal comportamento né?!

Outros personagens que adorei, além dos principais foram Vivian e Rob que, aliás, foram dois amigos muito marcantes e necessários na vida de Ella, pois eles são uns fofos. A amizade construída por eles é sincera e muito linda de se ver sabe? Cada um com o sua personalidade, porém com um coração enorme!


Já a narrativa da autora consegue ser envolvente e os seus personagens simplesmente apaixonantes. Você não consegue parar de ler porque quer logo saber o que irá acontecer no capitulo seguinte. Eu fiquei absolutamente encantada com o ritmo alucinante com que eu lia, porque eu sou bastante lenta nas minhas leituras e esse livro me pegou de jeito viu?! Sério, eu acho que é um livro que vou recomendar para que todos leiam, principalmente para aqueles que gostam de um bom romance e que gostem também daquelas histórias que viram um marco na vida. 


Assim que terminei a leitura eu fiquei querendo mais. Até busquei saber se teria uma continuação, apesar do desfecho ter sido muito bom, mas ao mesmo tempo com aquela pontinha de curiosidade fazendo com que o leitor fique querendo saber o que vai acontecer depois sabe? Só lendo para vocês entenderem do que estou falando. (risos)

Eu APOIO demais desse livro ir às telonas, porque é simplesmente INCRIVEL. Acho que seria uma história linda e que emocionaria muita gente viu? Fugiria um pouco dos clichês de romance de hoje em dia com uma historia toda por trás. Por isso no meu conceito a autora está de parabéns e esse livro BRILHANTE merece as 5 estrelas e um coração como meu favorito da estante para toda vida!


Quanto à diagramação, eu achei a capa simples, porém linda. As páginas são amareladas e com detalhes em cada capitulo dando todo um charme especial. A fonte apesar de ser um pouco pequena não me incomodou na leitura em momento algum. A Editora Pandorga está de parabéns por ter publicado essa OBRA MARAVILHOSA e espero poder conhecer outras histórias tão tocantes como essa!

Cinder e Ella é O LIVRO que você tem que ter em sua estante com toda certeza, pois vai virar o SEU AMOR da vida!


Se Inscreva e Participe !!



12 comentários:

  1. No começo da resenha pensei que seria uma adaptação nova de Cinderela rs mas deu para perceber que é bastante diferente, tirando a parte que ela tem um pai, pois a Cinderela não tem.
    Realmente, livros que mostram bullying também me revoltam muito e muitas vezes nem gosto de ler, pois acho que as pessoas nem tem motivos para ficar brigando com o personagem principal, existem livros que criam "intriguinhas" que chega a ser chato de tão sem nexo, mas pelo que vi na resenha, as suas meia-irmãs vão mostrando uma razão para não aceita-la, o que chamou minha atenção, pois gosto quando as coisas realmente tem um motivo para acontecer.
    Fiquei curiosa com o desfecho deste livro, principalmente sobre o que acontecerá entre a Ella e o Cinder

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana, tudo bem?
    Sempre achei que esse livro fosse mais um daqueles YA levinhos e bobinhos, mas me surpreendi ao ver os assuntos que são trabalhados na trama. Acho que entendi a ligação que este livro tem com você (espero que esteja bem)...
    Adorei conhecer um pouco mais sobre a estória e os personagens.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro,mas fiquei encantada com o título. Super diferente do convencional e isso, na minha opinião, já tem ponto garantido.
    Os dramas me fascinam, não, não gosto da tristeza alheia, mas admito que o se encontrar em momentos assim, pode nos mostrar caminhos diferentes a serem tomados.
    E a protagonista parece ser assim. Tentando achar forças em si mesma!
    Vai para a lista de desejados!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Olá.

    Que resenha mais linda!!!
    Li esse livro recentemente e amei a leitura também. Não sabia como me expressar e queria contar tudo ao mesmo tempo haha

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  5. Silvana!
    Tenho grande dificuldade de resenhar livros quando gosto muito, as vezes fico protelando também.
    Gosto muito das releituras, principalmente porque o autor a faz de uma forma diferenciada da original.
    Gostei da forma mais contemporânea da autora, trazendo assuntos importantes como os conflitos familiares, separação, bullying e tudo o mais.
    Gostei também do drama bem desenvolvido e do relacionamento entre mãe e filha.
    Desejo uma semana maravilhoso!!
    “O primeiro passo para a cura é saber qual é a doença.” (Provérbio Latino)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  6. Olá Silvana.
    Que grande coincidência! Há tempos estava atrás deste livro, e na semana passada o recebi através de uma troca no skoob. Ainda não li, mas vi que a fonte é mesmo bem miudinha!
    Que bom que resolveu escrever a resenha! Os paralelos com a estória da Cinderela são muito bem feitos. Gostei muito da seleção de quotes, eles mostram bem o sentimento da menina após a morte da mãe e sua inadequação à família de seu pai.
    O relacionamento com Cinder parece ser mesmo bastante amorzinho, um romance que começa de forma não usual e parece dar super certo.
    Gostei bastante de o tema do bullying ter sido tratado de forma tão intensa pelas meia-irmonstras! Tomara que eu não bata no livro também!
    Agora fiquei super curiosa para ler logo e descobrir o que tem neste finalzinho!

    ResponderExcluir
  7. Oi Silvana.
    Eu li esse livro e assim como você não conseguia colocar meus sentimentos em palavras, o fato de que a autora abordou um assunto tão sério como bullying ne deixou triste ao mesmo tempo que abriu meus olhos, porque assim como você falou, existe uam Cinder passando por isso em algum lugar e constantemente, enfim, essa foi uma boa leitura, com uma incrível dose emocional, mas que quando acabou deixou um gostinho de quero mais.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Olá! Tudo bem?
    Não gosto muito de releituras de conto de fadas, mas me parece ser uma historia cativante. Que bom que os personagens amadurecem ao decorrer do livro, não gosto de personagens cheios de mimimi. Gosto de livros que nos fazer refletir sobre aquilo que esta acontecendo.
    Adorei, quero pra já haha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi! Quem olha para uma capa maravilhosa dessas não imagina que na verdade se trata de uma história que aborda assuntos como o bullying. Fiquei com bastante vontade de ler o livro. Adorei a dica! Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Esse livro tem uma capa muito maravilhosa. Não tinha muito interesse sobre ele mas ao ler a resenha, fiquei bem curiosa para conhecer essa amizade entre eles e também a dor da garotinha por perder a mãe, isso é uma dor insuportável. Amei o livro e estou desejando ler.

    ResponderExcluir
  11. Oii, já havia lido outras resenhas sobre esse livro com comentários bem positivos mas nunca tive interesse em ler, apesar de conter o gênero que adoro, romance e questões bem reflexivas sobre bullying

    ResponderExcluir
  12. Oi Sil ;)
    Ai ai, eu AMO esse livro de paixão também, e entendo como é difícil fazer resenha de um livro que gostamos tanto, mas adorei sua comentários!
    Não tenho como dizer o quanto gostei dos personagens, em especial a Ella, que sofreu tanto durante o livro, mas nunca (ou quase nunca) se deixou abater, e do Brian, que é um fofo S2
    Ainda não tenho meu livro físico, mas quero muito comprar ele... vou ver se consigo na black friday qye vem ai, espero conseguir!
    Bjos

    ResponderExcluir