13 setembro 2017

Resenha - A Aposta



Título: A Aposta #1
Autora: Rachel Van Dyken
Editora: Cia das Letras / Suma de Letras
Páginas: 288
Skoob
Onde Comprar: Saraiva

"Eu tenho uma proposta para você". Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçado de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem exitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake. Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de "Satã". Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em A Aposta, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.
                                                                                         





Essa história de amor que envolve um triângulo amoroso entre Kacey, Jake e Travis tem seu início ainda quando os três eram crianças e o pobre e azarado Travis tentava a todo custo fazer com que Kacey o enxergasse, mas todas as vezes em que ele tentou algo para chamar a atenção de sua amada dava tudo incrivelmente errado e, Kacey por sua vez, não queria vê-lo nunca mais diante de si. Jake, por outro lado, sempre foi o perfeito cavalheiro e que levava todos os créditos por ajuda-la em tudo, até mesmo salvando-a de muitas situações criadas por seu pobre irmão Travis em várias tentativas frustradas de ganhar a atenção e o afeto de sua amada.

"- Kacey, espera! - Travis corria atrás dela, com lágrimas escorrendo pelo rosto de tanto rir, Kacey era sua melhor amiga, mas só no coração dele. Na vida real, ela o odiava, e ele não sabia por quê. Aos 8 anos, fazia o possível para mostrar que gostava dela, mas Kacey sempre terminava magoada".

O tempo passou para todos, Kacey e Jake se afastaram depois que algo muito sério e marcante aconteceu entre eles e por isso mesmo é com grande surpresa e choque que Kacey reage ao pedido de ajuda de Jake, onde ele implora para que ela viaje com ele para a casa de sua família e finja ser sua noiva para fazer com que sua querida e estimada avó melhore de seus problemas de saúde.

Kacey ama vovó Nadine mais do que tudo nesse mundo, já que a bondosa senhora a ajudou em um momento muito difícil e traumatizante de sua vida. Então ela aceita  viajar com ele, mas nem imagina que ao chegar lá vá dar de cara com Travis, o grande algoz de sua infância, que fazia absolutamente de tudo para infernizar sua vida. Mas o que ela não sabe é que Travis sempre foi perdidamente apaixonado por ela desde que ele era somente um garotinho e que tentava a todo custo fazer com que ela o notasse, ainda que da pior maneira possível.

"- Ora, ora, ora. Olha quem está aqui. - A voz suave de Travis pareceu ressoar no peito dela.
 Homem idiota.
 Querido Deus, por favor, tenha piedade e permita que ele esteja careca e gordo.
 Lentamente ela se virou e encarou seu inimigo.
Droga.
 - Seria pedir demais que pelo menos ele não tivesse crescido e ficado com o nariz perfeito?"

Travis hoje é um homem feito, bonito e dono de seu próprio negócio, já que cuidar dos negócios de família nunca o atraíram sob nenhum aspecto. Ele deixou para Jake essa função, e quando fica sabendo que reencontrará Kacey, o grande amor de sua vida, Travis tentará a todo custo fazer com que ela o veja com outros olhos, mas não será nada fácil uma vez que Jake tem acirrado dentro de si a disputa pelo amor de Kacey desde que os três eram somente crianças e tentará atrapalhar o irmão de todas as formas possíveis. Mas Jake sabe que perdeu o direito ao amor de Kacey por conta da forma covarde e vergonhosa com que a tratou da última vez que os dois se viram há alguns anos.

Para conquistar o amor de Kacey, Travis precisará deixar de lado toda sua insegurança e lutar por ela como um homem de verdade e luta por algo que quer muito: com vontade, perseverança, amor e sinceridade, sem contar com a ajudinha para lá de especial de vovó Nadine, que conhece os dois netos muito bem e por isso mesmo sabe qual deles é o melhor para ficar com sua adorável Kacey.


"- Kacey. - Ele assentiu.
 - Satã
 - Seu cabelo está diferente.
Kacey se encolheu.
 -Seu nariz agora está proporcional depois que você cresceu.''

Kacey ao se deparar com Travis fica completamente desconcertada pela beleza e o seu sorriso devastador, mas também percebe uma atração mesmo que indesejada surgir a partir desse encontro, e por conta disso ela lutará com todas as forças para não se deixar levar por mais um irmão Titus que tem o poder de desestabilizar sua vida pelo simples fato de existir. Ela ainda não esqueceu todos os horrores pelos quais passou nas mãos de Travis e muito menos imagina a aposta que eles fizeram quando ainda eram dois meninos disputando sua atenção e carinho.

Jake não fica atrás do irmão em matéria de beleza, mas no que consiste em atitudes honradas, sinceras e leais já é outra história, pois em nada ele se parece com Travis e mesmo que eles tenham crescido e se transformado em homens, o sentimento de disputa continua muito vivo e acirrado dentro dele, mas ele não faz a menor ideia dos verdadeiros sentimentos que Travis têm por Kacey, mesmo porque se ele souber não vai deixar barato, já que Jake sempre gostou de competir com o irmão por tudo na vida.

Kacey terá então que perceber por qual dos irmãos Titus seu coração bate mais forte a medida em que vai conhecendo mais de Travis, e por conta dessa aproximação ele vai conquistando um lugar importante e de grande destaque em sua vida.



[- Minhas impressões -]

Quando li o título do livro fiquei meio que na dúvida se o leria ou não, pois não gosto muito de estórias em que há uma disputa pelo amor de uma mulher envolvendo irmãos. Mas decidi que leria sim após ler a sinopse e ficar automaticamente na torcida por um irmão (que eu não vou dizer qual é para não ser tendenciosa).

A estória é bastante engraçada em várias ocasiões, pois apesar do tempo ter passado para eles ainda assim Travis se envolve em situações bastante complicadas toda vez que tenta se aproximar de Kacey e de alguma forma deixar explícito para ela a sua mudança de comportamento, pois todas as vezes em que eles parecem estar se dando bem acontece algo que faz com que Kacey relembre a infância traumatizante e a forma bizarra com que Travis a tratava quando eles eram crianças.

A família como um todo é bem engraçada e às vezes até meio alienada na minha opinião, pois tudo que Jake faz eles parecem não se importar e achar coisa de jovem. Travis por outro lado é bem diferente do irmão, praticamente em tudo.

Caí de amores pela vovó Nadine e a maneira leve e despreocupada com que ela leva a vida. Não se importando com a opinião das pessoas e agindo muitas vezes de forma intencional mesmo, querendo chocar, pois sendo uma senhora de mais de 80 anos ela é bem assanhadinha. (risos) Dei boas gargalhadas por conta de suas atitudes porque ela fazia coisas que os netos se envergonhavam e preferiam não ver, mas ela nem ligava e ainda por cima os aconselhava a experimentar.

Vovozinha pra lá de ousada e adorável!!!

O desenvolvimento de cada um dos personagens foi bem legal de acompanhar e eu tenho nitidamente um irmão Titus preferido, porém, não direi qual.(risos)

Achei a escrita da autora bem leve e a estória bem agradável, sem ter aquele peso que geralmente eu encontro em algumas histórias de romance, em que a personagem principal fica até o fim numa dúvida cruel de qual pretendente escolher. Não percebi isso acontecer aqui e por isso mesmo o livro já ganhou pontos comigo, pois não sou muito paciente com protagonistas que demoram uma eternidade para se decidir.

A autora acertou em cheio ao trazer um pouco do passado dos três personagens principais para que o leitor possa se familiarizar com cada um desde bem pequeninos, gostei muito de conhecer Kacey, Jake e Travis ainda crianças e me simpatizar com eles desde já. Penso que a autora cumpriu seu propósito ao nos presentear com um livro interessante e com uma narrativa bem fluída e gostosa.

Sei que têm mais livros dela que é meio que uma continuação desse, mas com outros personagens que já apareceram por aqui e eles já estão na minha lista, pois quero me encantar mais ainda por seus livros de amor regados com boas pitadas de humor que na minha opinião são imprescindíveis para que o livro conquiste o leitor, além de uma boa estória, é claro.


Se Inscreva e Participe !!


14 comentários:

  1. Vish, não sou fã de triângulos amorosos... entre irmãos inda, piorou. Como você, já fiquei na torcida por um irmão, no meu caso pelo Travis! kkkk mas não é o tipo de livro que eu faria tanta questão de ler, só por causa do triangulo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Kaline, tudo bem?
    Essa disputa entre os dois irmãos pela amada me lembrou muito uma novela que passou na globo a um tempo atrás. Ainda bem que a protagonista não ficou cheia de mimimi e escolheu logo o seu par, e eu já tenho a minha torcida, sou #TeamTravis hahah
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Kaline!
    A princípio também não gosto de livros com triângulos amorosos, principalmente disputas entre irmãos, mas como falou que o livro é engraçado e ainda tem Vovó Nadine wur psrece ser uma velhinha bem esperta e ousada, deve ser um livro imperdível. Sem contar que fiquei curiosa por saber qual será a escolha de Kacey: Travis ou Jake?
    “Conhecimento sem transformação não é sabedoria.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  4. eu morri de rir com esse livro, aliás ja to com saudade dos livros da autora, podia ter mais dela chegando por aqui
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Kaline, tudo bem?
    Apesar de os romances não serem meu gênero favorito, fui logo simpatizando com Travis. Ele parece ser aquele garoto atrapalhado que perturba todo mundo, e depois se torna uma pessoa adorável.
    A premissa do livro é bastante interessante, a mocinha é levada por um dos pretendentes a perpetrar uma pequena farsa, mal sabendo que já rolava uma aposta entre os dois irmãos feita durante a infância. Mesmo trazendo um triângulo amoroso, acredito que a estória traga fatos bastante interessantes e até cômicos, se distanciando um pouco do famoso cliché.
    Fiquei super curiosa também para conhecer a vovozinha, ela parece ser muito gente boa!
    Como disse anteriormente, não costumo ler muitos romances, mas a leveza deste talvez me faça mudar de ideia! Pretendo conhecer a autora!

    ResponderExcluir
  6. Olá Kaline,
    Apesar de não ler muito o gênero romance, achei que com este me simpatizei!
    Gostei muito de haver uma aposta antiga que vai jogar com o destino dos personagens. Com certeza vai gerar um triângulo amoroso bem divertido e interessante!
    Com a descrição dos demais personagens (principalmente da vovó) percebi ser uma estória bem leve. Pretendo conhecer a autora!

    ResponderExcluir
  7. Oieee!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro. Mas já virou favorito, apesar de ainda nem ter lido. Eu vi um filme que é um pouco parecido com a história desse livro, acho que o nome é O seu jeito de andar e amei muito. Mas achei essa resenha ainda mais interessante. Sem falar dessa capa divina e do nome que super combina com a história do livro.
    Estou estremamente curiosa para saber quem a menina vai escolher ficar. Não sei para quem torcer, o Jake ou o Travis, estou totalmente dividida.
    Esse livro com certeza entrou para a minha lista e preciso comprá-lo o mais rápido possível.
    Obrigada mesmo por essa indicação!!!
    Beijooooos

    ResponderExcluir
  8. Oi Kaline.
    Que premissa interessante, se você alguém tempo atrás eu leria esse livro sem sombra de dúvidas, porém ai saber que se trata de um triângulo amoroso, já desistir, eu não sou muito fã de gênero e apesar de parecer que esse parece ser diferente dos que normalmente leio, não se se tenho coragem suficiente para arriscar, adorei que acompanhamentos um pouco da infância deles, isso ao meu ver torna a historia interessantemente, fazendo assim mais fácil o apego com os personagens, a vovó deve ser demais, adoro quando elas parecem nos livros para roubar a cena, mas ainda assim, não acho que leria.
    bjs.

    ResponderExcluir
  9. Oi Kaline ;)
    Li A Aposta há bastante tempo, mas lendo sua resenha relembrei a história e lembrei que gostei demais do livro. Eu adorei a Kacey e o Travis, ele é um fofo, e com certeza a vó Nadine foi o lado cômico da história, ele é demais!
    Adoro romances em que o casal é amigo ou se conhecem de anos, e se reencontram depois de um tempo. E a escrita da Rachel é ótima, adoro os livros clichês dela, sempre me divirto lendo!
    Não li a continuação, mas agora fiquei com vontade... gostei também do Jake e fiquei curiosa para saber o que acontece com ele no próximo livro.
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Pra ser bem sincera não gostei muito da historia, não gosto muito quando envolve um triângulo amoroso , então não me interessei muito pelo livro. Mas sua resenha está ótima, beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    O livro tem uma premissa muito boa, apesar de ser um romance super fofo e lindo, eu não me dou bem com triangulo amoroso, acho que o terceiro elemento estar sempre para atrapalhara aquele casal que realmente devem estar juntos. O livro tem uma historia muito maravilhosa, um romance que foi nascido desde da infância e amor assim, são algo puro. Então, acho que leria esse livro!

    ResponderExcluir
  12. Oi! Não sou muito fã de livros envolvendo triângulos amorosos (ainda mais quando envolve irmãos). Não curto a "competição" presente no livro. Vou deixar a dica passar. Beijos

    ResponderExcluir
  13. Já iniciei esse livro 2 vezes mas nunca consigo ir adiante, triângulos amorosos são irritantes, acabei que desisti de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  14. Todos que leem esse livro se apaixonam pela vovó, que é super bem humorada e cativante, além de ser um cupido e tanto. De certa forma, não existe uma disputa em si entre os dois irmãos, pois o livro é um tanto previsível e nós sabemos exatamente com quem a mocinha irá terminar. Até porque, aliás, o Jake é muito irritante em minha opinião e o protagonista nos ganhar pelo modo desastrado e amoroso, apesar das trapalhadas.

    ResponderExcluir