30 setembro 2017

Luz, câmera e ação [40] - Tudo e Todas as coisas

Título: Tudo e todas as coisas
Lançamento: 15 de junho de 2017
Duração: 1h36min
Direção: Stella Meghie
Gênero: Romance/Drama
Maddie (Amandla Stenberg) está prestes a fazer 18 anos, mas ela nunca saiu de casa. Desde a infância, a jovem foi diagnosticada com Síndrome da Imunodeficiência Combinada, de modo que seu corpo não seria capaz de combater os vírus e bactérias presentes no mundo exterior. Ela é cuidada com carinho pela mãe, uma médica que constrói uma casa especialmente para as necessidades da filha. Um dia, uma nova família se muda para a casa ao lado, incluindo Olly (Nick Robinson), que se sente imediatamente atraído pela garota através da janela. Maddie também se apaixona pelo rapaz, mas como eles poderiam viver um romance sem se tocar?



Mesmo depois de ter assistido esse filme há tanto tempo, ainda é difícil encontrar palavras para expressar os sentimentos que ele me proporcionou.
Diante do conhecimento dessa história, falar sobre ela torna-se repetitivo e cansativo, então, darei uma leve pincelada na história. Ela conta a história de Maddie, uma menina que tem alergia ao mundo. Maddie, de certa forma, aceita o que a vida lhe proporciona, mas tudo muda quando uma nova família se muda para a casa ao lado e ela conhece Olly e acaba se apaixonando. Sair seria uma opção?







Fiz a leitura do livro que originou o filme logo que sou lançado no Brasil e, apesar de algumas ressalvas, não pude deixar de me emocionar e torcer loucamente pelos personagens, para que tudo desse certo.

Diferente do que acontece com muitas pessoas, a adaptação cinematográfica de Tudo e todas as coisas funcionou muito melhor para mim que o livro. A Amandla soube entrar na personalidade da Maddie e a interpretou como ninguém teria feito melhor. O mesmo vale para Nick. Além disso, a fotografia do livro é maravilhosa!


Tinha medo de saber como fariam a adaptação já que muito dele se passa em forma de mensagens e troca de e-mails e os produtores tiveram sacadas ótimas nesses momentos. 

O ponto alto do filme foi o envolvimento amoroso entre a Maddie e Olly, ela foi mais perceptível e encantadora que no livro e uma sensação bastante similar entre os dois é que a mãe de Maddie continua sendo a personagem e pessoa mais odiosa no mundo.


Um ponto negativo do filme é que eu fiquei esperando mais cenas nele, coisa que não aconteceu no livro, que ficou redondinho em minha opinião.

No geral, a adaptação cinematográfica é maravilhosa, mas os dois funcionam muito bem isoladamente. Espero que, quem não tenha assistido, tenha a oportunidade de fazê-lo.





13 comentários:

  1. Tenho vontade de ler o livro antes de ver o filme, como eu comentei lá na resenha do livro, tem muita coisa que acabei vendo no trailer, então ainda não estou super mega animada para ler o livro. Mas ainda tenho esperanças de encontrar o livro bem baratinho para eu poder ler.

    ResponderExcluir
  2. Eu também li o livro assim que foi lançado no Brasil e se tornou um dos meus queridinhos estou louca para ver o filme mas estava com receio de que a produção cinematográfica não fosse tão boa e fiel ao livro, mas após está postagem me deu coragem de ver kkk

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruna.
    Agora com toda certeza preciso ler e assistir a obra.
    Eu li O sol também é uma estrela da autora e morri de amores pela obra, porém quando fui ler Tudo e todas as coisas recebe um spoiler que fez com que eu desiste de ler, porém agora sei que preciso conferir a obra e fiquei feliz que apesar de ter tido um ponto negativo a adaptação foi bem feita, espero muito poder desfrutar dos dois muito em breve.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Amo esse filme/livro ♥
    Acho que ele trás uma mensagem tão bonita. É um filme leve, cativante e interessante de se ver. Sempre que estou com um tempo livre eu assisto, acho muito lindo!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Estou super ansiosa para ler esse livro é também assistir o filme. A história da garota é muito linda, a forma de como ela sobreviver através de doença que qualquer bactéria que pega poder afeta a sua vida. O personagem é muito fofo, faz de tudo para a garota é isso é muito lindo, um romance super maravilhosos e já está em minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  6. Olá Bruna!
    Estou louquinha para assistir a este filme, e fiquei com mais água na boca ainda. Confesso que tenho um certo receio em relação às adaptações, é muito fácil o livro sair muito diferente do filme!
    Muito bom saber que os e-mails foram bem representados no filme e que a mãe da garota é bem "odiosamente interpretada"!!!
    Vou querer conferir com certeza!

    ResponderExcluir
  7. Oi Bruna, tudo bem?
    Eu quero muito assistir ao filme. Vi poucas pessoas resenhando o filme, e gostei de ver a sua opinião. Eu tenho o livro aqui em casa e ainda não li, mas quero ler antes de assistir para poder fazer uma comparação. Que bom saber que as cenas de romance ficaram boas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi! Ainda não assisti o filme pois ainda não li o livro. Espero ler em breve e gostar da adaptação também. Beijoss

    ResponderExcluir
  9. Bruna!
    Não li o livro e não assisti o filme ainda...
    Bom ver que para você o filme funcionou melhor que o livro e que a dúvida em relação a troca de emails, etc, no filme não foi tão evidente.
    Imagino o quanto a mãe dela deve mesmo ser odiosa, mas acredito que tudo é por amor a filha, concorda?
    E quanto a ficar faltando cenas no filme...acredito que não dá para colocar tudo que nem no livro na adaptação cinematográfica.
    Um final de semana de muita inspiração e paz no coração!
    “Eis um teste para saber se você terminou sua missão na Terra: se você está vivo, não terminou.” (Richard Bach)
    Cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Nao conhecia esses atores, mas adorei saber que eles assumiram divinamente esta responsabilidade de interpretar personagens marcantes de um livro lindo. Só soube que teria adaptação quando a divulgação estava em todos os lugares, muito recentemente e, infelizmente ainda não tive tempo de conferir. No momento, estou super feliz que foi fiel ao livro, era o mínimo.

    ResponderExcluir
  11. Olá Bruna ;)
    Nossa, não tenho palavras pra expressar o quanto amei esse filme, é amorzinho demais S2
    As cenas que mais achei interessantes foram as com o astronauta, achei bem legal a forma como introduziram isso no longa, e foi bom conhecer um pouco mais do que se passa na cabeça da Maddie.
    Gostei da escolha dos atora, principalmente da Amandla, e a trilha sonora é magnífica!
    Enfim, deu vontade foi de ver de novo o filme kkkk
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Bem, eu ainda não li o livro.rs
    Vi o filme nem tem tanto tempo assim e confesso que gostei muito.
    História juvenil, cheia de clichês(amo) e o simples e o poético ganhando a tela.
    A escolha dos atores me convenceu e amei a química entre eles.
    Típico filme sem pretensão, mas com uma pitadinha de saudosismo da época de namorinhos!
    Beijo

    ResponderExcluir