23 junho 2017

Resenha - Surpreendente!


Título: Surpreendente!
Autor: Maurício Gomyde
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Skoob
Onde Comprar: Saraiva / Walmart / Amazon

Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente.
O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o prêmio mais importante do cinema brasileiro.
O problema: não ter a menor ideia de como fazer isso.
Aos 25 anos, recém-formado, Pedro está convencido de que é um sujeito muito especial, que tem a missão de usar o cinema como instrumento para melhorar o mundo. Diagnosticado na adolescência com uma doença degenerativa que o condenaria à cegueira, ele contraria a lógica da medicina quando a perda de sua visão estaciona de forma inexplicável. Enquanto comanda o último cineclube de São Paulo e trabalha em uma videolocadora na periferia, Pedro planeja seu próximo filme - a obra que vai consagrá-lo. E, para animar as coisas, conhece a intrigante Cristal, uma ruivinha decidida, garçonete e estudante de física nuclear, que mexe com seu coração.
A perspectiva idealista de Pedro, porém, sofre sérios abalos. Atormentado por um segredo, ele parte com os amigos Fit, Mayla e Cristal numa longa viagem até Pirenópolis, em Goiás, a bordo de um Opala envenenado. Com câmeras nas mãos e espírito de aventura, a equipe técnica improvisada está disposta a usar toda a sua criatividade na filmagem, feita na estrada ao sabor de encontros inesperados e de sentimentos imprevisíveis. E o jovem cineasta descobre que, quando o destino foge do script, nada supera o apoio de grandes amigos.










Uma narrativa leve que junta sonhos, amizade, drama e diversão em um enredo muito bem construído e envolvente. "Surpreendente!" é um livro que nos faz apreciar cada coisa simples, afim de transforma-las em momentos inesquecíveis.


"Busco uma chance, apenas uma. Se o nome disso for milagre, é assim que vou chamar." (Pág 187)

Pedro Diniz tem 25 anos e um sonho: ganhar o prêmio Cacau de Ouro. Esse é o prêmio para o primeiro lugar em uma competição de curtas-metragens, que ele já participou antes e ficou em quinto lugar. Ele acabou de se formar e acredita que o cinema pode mudar o mundo  e tenta fazer isso na videolocadora que trabalha na periferia indicando filmes que possam , de alguma forma, mudar o modo de pensar e que traga reflexão para as pessoas daquela região. Além disso, ele mantém funcionando o último cineclube de São Paulo que está à beira de fechar por não estar dando o lucro necessário.

É no cineclube que ele conhece a intrigante Cristal, uma garota de olhos verdes e cabelo vermelho , estudante de física nuclear e que mexe com seu coração e desperta nele um desejo que tinha sido esquecido desde o seu último relacionamento.

Pedro se considera uma aberração positiva da natureza, pois nasceu com uma doença degenerativa que o levaria a cegueira e que inexplicavelmente estaciona quando ele completa 19 anos , contradizendo a lógica médica. Enquanto se divide entre seus empregos ele planeja o filme que irá consagra-lo como cineasta, até que algumas coisas em sua vida começam a não ir tão bem.

O casamento de seus pais há muito tempo estava em crise, e quando sua mãe sai de casa, ele acredita que aquilo é o fim, então, após esse e alguns outros acontecimentos inesperados, Pedro lembra de um antigo segredo que sua avó paterna guarda desde que o presenteou , treze anos atrás, com um olho turco que se tornou o seu amuleto. Ao enxergar nessa oportunidade uma chance de filmar seu grande filme , junto de várias câmeras e de seus amigos, ele parte para uma aventura que poderá transformar sua vida para sempre.

Movido por um misto de sentimentos e sensações, Pedro irá perceber que para encarar e superar os desafios da vida  é bom ter boas amizades ao seu lado. Uma história sobre se redescobrir e aproveitar as únicas e as segundas chances que a vida nos dá, ao lado de quem amamos.

"Nossa vida é feita de momentos esquecíveis, entremeados por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não darmos a nós mesmos o presente de tentar viver um inesquecível?" (Pág 49)




[- Minhas Impressões -]

Desde que vi algumas pessoas comentando sobre esse livro, tive vontade de lê-lo. A capa e o título aumentaram a minha curiosidade , e devo dizer que me arrependi por ter esperado tanto para realizar a leitura.

Pedro é um personagem muito positivo e otimista, que contagia todo mundo com a sua forma entusiasmada de enxergar o mundo, o que faz dele um sonhador nato. Eu já li muitos livros que falam sobre sonhos em seu enredo, mas a forma como esse livro trata o tema é muito próximo da realidade , e achei isso fantástico! Sonhar é algo tão lindo, e mesmo diante de toda dificuldade ele não desiste de buscar aquilo que ele deseja.

Viver de arte não é algo fácil em nosso país, porém Pedro não deixa que os nãos que recebe da vida o impeça de sonhar, e nos faz pensar  em quantos já não desistiram e outros tantos que ainda desistirão por não conseguir o que sonham logo de cara. Isso muito triste, imaginar que nós preferimos nos acomodar ao invés de lutar pelo que sonhamos.

Eu amo quando leio algo que traz a amizade no enredo. A forma como a amizade foi colocada no livro é muito legal, pois os laços vão se fortalecendo durante a trama e podemos perceber o quanto uma amizade verdadeira é incrível e o quanto ela nos impulsa a prosseguir. Ter o apoio dos amigos quando o fracasso vem é crucial para nos reerguermos. O mais legal é que um dos amigos do protagonista, Fit , é super engraçado (apesar de tímido) e meio que idolatra o Pedro e está com ele para o que der e vier, até mesmo nas ideias loucas dele. Representando todos os amigos loucos que temos (no meu caso eu que sou esse amigo rsrs).

Podemos encontrar na narrativa fortes críticas à falta de incentivo para as artes, como também o preconceito que se tem com a periferia. A mãe do personagem principal , que é advogada, não aceita que o filho trabalhe próximo a "marginais" , ela deixa isso muito claro durante todo o livro, porém ele não dá a mínima e continua a fazer seu trabalho com toda dedicação e carinho. Sabemos que as pessoas que moram em periferias são sempre marginalizadas e o quanto a sociedade despreza essas pessoas, uma triste realidade que presenciamos constantemente no cotidiano.

Os personagens secundários são bem pouco explorados , e aparecem poucas vezes durante a narrativa, porém um deles se destacou pra mim : a Dona Rebeca, proprietária do cineclube no qual Pedro trabalha e que decide fecha-lo por falta de lucro. Destaquei essa personagem, pois ela é o retrato fiel da ganância humana que só pensa em dinheiro e não dá a mínima para o outro. Ela não é uma pessoa ruim nem nada do tipo, mas mesmo assim prioriza o lucro e o ter sempre mais.

O final foi muito verdadeiro e nos mostra o quanto é importante aproveitar cada momento que vivemos e fazer deles momentos inesquecíveis. Mostra também que a vida é cheia de segundas chances, mas as grandes chances são únicas e basta cada um de nós saber como aproveita-las.

A única coisa que me incomodou um pouco , foi o amor entre o casal principal, por que eu não acredito que alguém possa amar outra em menos de dois meses. É claro que pode rolar uma paixão , um desejo, vontade de ficar junto, mas amor? De verdade? Acho bem difícil para não dizer impossível.

A parte gráfica está muito linda! É bem verdade que a Intrínseca tem um cuidado todo especial com os autores nacionais, o que ficou muito nítido nessa edição de "Surpreendente!" A capa está maravilhosa, e diz muito muito do enredo. O livro é em terceira pessoa , centralizada no protagonista, dividido em cinco partes, com capítulos curtos e muito fluidos. Cada página traz no rodapé um olho turco, o que deixa a obra ainda mais bonita.

Com uma trama inovadora e original, a obra de Mauricio Gomyde nos faz refletir sobre as preciosas chances que recebemos da vida e que nem tudo está perdido quando temos bons amigos ao nosso lado. E ainda que mesmo sendo difícil, sempre vale a pena lutar pelos nossos sonhos.

"Transforme suas limitações nas mais incríveis novidades e contamine de beleza todos ao seu redor." (Pág 259)



PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!



19 comentários:

  1. Esse livro parece muito bonito mesmo. Foi um do autor que me chamou atenção pela premissa e agora tenho o bendito aqui e quero muito ler pra ver como é.
    Achei legal porque parece ter uma valorização bonita na amizade, de fazer a gente ver como é importante e o quanto faz bem. Adorei essa coisa da arte na história também. A gente sabe que tem muita coisa por aí que é difícil, que no país ainda há um desvalorização grande pra muitas coisas e ver uma história que tenha algum foco nisso é legal. Eu gostei.
    Espero achar essa leitura muito boa porque parece bem legal.

    ResponderExcluir
  2. Italo!
    Li esse livro no começo do ano e já está entre as melhores leituras para mim.
    Adoro o Maurício, já li todos livros dele.
    Quanto ao romance em tão pouco tempo, bem acredito sim que possa existir, porque sou um exemplo disso, namorei com o maridão apenas dois meses e casamos e já estamos juntos há 17 anos...portanto, acredito que exista sim a xonexão amorosa em tão pouco tempo.
    O livro é maravilhoso.
    Boas festas juninas!!!!
    “O que importa afinal, viver ou saber que se está vivendo?” (Clarice Lispector)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Já ouvi falar muito desse livro, mas não tinha parado até hoje para ler um resenha, e devo dizer que me despertou muito interesse, vou procurar para ler. Adorei a resenha.

    Beijos,
    Garota Perdida nos Livros

    ResponderExcluir
  4. Hey ^^
    Ainda não tinha visto resenhas sobre esse livro mas adorei !!
    Estou ansiosa para sonhar com o Pedro ♡♡ Espero que tudo certo no final !!

    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Já faz um tempo que estou com vontade de ler esse livro, mas sempre acabo adiando a leitura :/ Adoro livros que tenham um adjetivo de título ahahaha
    Mas vou tentar não adiar mais a leitura e ler este livro o quanto antes <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi moço! As suas fotos ficaram lindíssimas! Nunca li sobre alguém não ter gostado desse livro. Até já comprei, preciso ler logo.
    Eu amei a sua resenha, só fiquei triste por você não acreditar em amor a primeira vista.hehe Mas não ligue pra mim, assisto muitos filmes da Disney.rs
    Beijo♡
    Resenhando por Marina

    ResponderExcluir
  7. Olá! Sempre vi pessoas postando esse livro mas nunca parei para ler a resenha. Adorei. Vou colocar na minha lista de compras.


    sinopsedoslivrosjenni.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu sigo o autor pelas redes e estou bem curiosa em relação a esse livro dele. Sempre vi resenhas super positivas de todos os livros do autor e esse livro tem um enredo que me atrai muito.
    Eu também gosto muito de livros que trazem a amizade na história, eu acho isso muito legal! Acho que vou gostar bastante do Pedro, só é uma pena que os personagens secundários não são tão explorados. E eu também não acho que dois meses seja suficiente para amar alguém (mas ainda é até bastante comparado ao último livro que livro, que tudo aconteceu em 1 semana O_O ).
    Achei sensacional essa mensagem passada no final, e com certeza vou ler esse livro :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Eu li e amei! Aliás, tenho autografado. Não acho a dona Rebeca gananciosa, ela quer fechar o lugar porque não está lucrando, e o lucro é uma das bases do capitalismo, ela só está dançando conforme a música. No mais, esse livro é lindo demais, não tem como não amar o Mauricio e tudo que ele escreve.

    ResponderExcluir
  10. Que livro interessante! Gostei bastante da resenha, deu pra conhecer bastante do que a leitura propõe!
    Quanto ao amor, eu não gosto muito quando pessoas que não se conhecem se olham e pá, te amo para sempre. Mas a convivência é algo que nos faz amar ou odiar facilmente. Experiência própria. Tenho 16 anos de casada, casei com 4 meses de namoro, onde 3 já morávamos juntos. hahaha Porém, te entendo nesse ponto de vista, porque depende muito de como o casal convive o dia a dia pra que isso possa ser chamado de amor.

    Depois vou procurar esse livro. Mais um na minha lista! 'O'
    Beijinhos!
    Luar de Livros

    ResponderExcluir
  11. Olá *---*

    Durante sua resenha, a única coisa que consegui pensar foi que Pedro de daria muito bem com a Kate de Raio de Sol. Ela é assim, toda positiva e vibrante. Fiquei muito curiosa em ler o livro justamente por essa semelhança entre os personagens, é raro encontrá-los nos livros, ainda mais sonhadores como ele. O enredo do livro também me agradou, parece daqueles que aquece o coração ♥ Dica anotadissima

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Nunca li nada a respeito desse livro e confesso que me fascinou, a capa é muito linda e bem trabalhada, infelizmente eu não li nada do autor adoraria conhecer essa e outras obras.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  13. Oi Ítalo!

    Não recordo da divulgação desse livro e mesmo você gostando e tendo um final verdadeiro, não me senti compelida a ler. Concordo totalmente com você, o amor não é algo superficial, não estou dizendo que dois meses ele não possa ser despertado, mas amar é muito mais que um sentimento e esse período de tempo é bem questionável. Enfim, obrigada pela dica, mas dessa vez realmente não fui cativada. Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá! Que resenha linda... parece ser uma leitura excelente, é sempre bom ler enredos que nos fazem pensar na nossa vida, é ótimo que mesmo com a doença, Pedro consegue ser uma pessoa positiva e otimista, além disso poderei acompanhar os bastidores da criação de um filme, doida para conferir esta história.

    ResponderExcluir
  15. Oi Italo, tudo bem?

    Estou com esse livro na minha estante desde o ano passado e sempre fico postergando a leitura, mesmo tendo muita vontade de ler. Sempre leio muitas resenhas positivas sobre a lição que ele passa para o leitor, o que considero como um dos pontos mais positivos. Espero ler em breve e gostar tanto quanto você. Adorei a sua resenha, Parabéns!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Eu ganhei esse livro e uns marcadores estilosos num sorteio do próprio autor e ainda não li, sabe como é fila de parceria. Acompanhando sua resenha, vejo que também estou perdendo um tempo muito bom de leitura! Como também sou artista (além de escritora, bailarina), sei como são os bastidores de quem tenta viver da arte. Complicado. Sobre amar com apenas 2 meses... Bem, às vezes acontece, uma paixão acaba virando amor, o chato é que se começa rápido, termina um pouco rápido também (experiência própria). Adorei sua resenha! Beijão!

    ResponderExcluir
  17. Olá Italo,
    Já estou aqui me arrependendo por ainda não ter lido esse livro, ele estava na meta do ano passado mas acabei deixando de lado e priorizando outras tantas leituras. Mas nada como ler uma resenha dessas para incentivar e aguçar ainda mais a minha ansiedade em ler esse livro.
    Que trama maravilhosa! Adoro quando esses livros que tem potencial trazem um enredo bem construído e envolvente. O Pedro pelo jeito é um personagem inspirador.
    Amo história que mostram a importância das amizades verdadeiras e sinceras.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi tudo bem?
    Sempre vejo várias pessoas falando super bem desse livro mas nunca de fato havia parado para ler uma resenha sobre ele. Mesmo sendo diferente da maioria das minhas leituras quero ler esse livro logo por trazer uma premissa que realmente pode me surpreender haha.

    Beijos adorei a resenha ♥

    ResponderExcluir
  19. Olá,

    Ownt sou super suspeita em falar dos livros do Gomyde, sou mega fã dos livros deles, e devo dizer que até hoje não teve um livro dele que não me tocasse, todos tão perfeitos.

    Tive a oportunidade de ler esse livro a alguns meses atrás, e assim como o nome, ele simplesmente me surpreendeu, como em todos os livros.

    Adoreiii o carinho com que você tirou as fotos, ficaram lindas sz
    Sucesso, seu blog é lindo
    Beijos.

    ResponderExcluir