14 junho 2017

Resenha - Sedução ao Amanhecer #2



Título: Sedução ao Amanhecer #2
Autor: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Skoob / Goodreads
Páginas: 256
Onde comprar: Saraiva / Amazon

O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem educada Win Hathaway desde que a família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, kev se tornou  um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seu sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade. Sua única chance de recuperação é ir à França para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Warron. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da família, em Hampshire, transformando-se num respeitado administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca... e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher de sua vida?



Se você ainda não leu o primeiro livro, confira ===>> Desejo à Meia-Noite #1
                       



                  

Olá pessoal, estou de volta com mais uma resenha dessa família pra lá de sensual e fogosa, então, "simbora" comigo quem se identifica. (risos)

A história desse livro trata do sentimento amor recíproco que une Merripen e Win. Ambos se conhecem desde criança, quando ele se tornou mais um membro da família Hathaway ao ser resgatado de um destino que o levaria a morte certa.

Desde menino Merripen demonstrou ser uma pessoa com um forte temperamento, arisco e desconfiado, pois nunca soube o que era receber carinho, atenção e principalmente afeto. Então a doce, meiga e bela Win surge em sua vida e ele a compara a uma menina cigana, uma vez que sua pele é branca como a lua e seus cabelos louros platinados. Então, de imediato, Merripen se sente enfeitiçado por essa "gadji", mas sabe muito bem que ela jamais poderá ser sua.

Muitos anos se passaram e Merripen se tornou um lindo cigano, de pele morena, cabelos e olhos escuros, antissocial, porém, totalmente fiel  e defensor assíduo da família Hathaway, principalmente de sua amada, desejada e inalcansável Win.

Win se tronou uma linda jovem, mas de saúde e físico frágil por conta da doença que a atingiu ainda muito nova. E em seu íntimo ela deseja se recuperar para poder viver todos os sonhos e desejos que acalenta em seu coração, principalmente ao lado de Merripen, porém ela terá que vencer as barreiras que o amado colocou entre eles.

Merripen não se acha merecedor do amor de ninguém, ainda mais de Win, pois ele acredita que, devido ao seu passado no acampamento cigano e tudo o que ele viveu e sofreu nas mãos do tio o impeça de ser amado por ela. Ele se julga inferior e condenado a sofrer em silêncio por amá-la. Só que Win cansou de ser a vítima dessa história e parte em busca de ajuda para se fortalecer e lutar pelo amor de seu querido Kev. Esse é o verdadeiro nome dele, mas somente ela sabe. Ele revelou a ela em um momento muito tenso do livro, mas eu não conto de jeito nenhum, (risos) vocês terão que ler o livro para saber exatamente à que parte da história eu estou me referindo.

Após o retorno de Win da França (não é spoiler, está na sinopse) acompanhada do sedutor Dr. Warron, Merripen fica "tiririca da Silva" ao perceber que tem gente de olho em sua amada, ele não gosta nadinha do que vê. O jeito agora vai ser ele acordar para a vida antes que o bonitão do médico ganhe o coração de Win, que nem de longe lembra aquela jovem frágil que ele sempre conhecera. E por sua vez, ela também vê essa mudança em Merripen, pois seu amado parece ter mudado para a pior.

- Você mudou - respondeu ela - Não sei mais quem você é.
- É assim que dever ser.
- Kev - disse ela, perplexa -, por que está se comportando desse jeito? Eu me afastei para cuidar da minha saúde. De forma alguma, pode querer me culpar por isso.

Win quer tudo o que sempre sonhou: amor, casamento, paixão e filhos, mas se for depender de Merripen, ela irá ficar somente na vontade mesmo, uma vez que ele é bem cabeça dura e não se acha merecedor de uma vida feliz ao lado dela. E para complicar ainda mais, ele se junta a Cam Rohan para tentar descobrir a ligação que os une, já que eles possuem algo em comum além do amor que sentem por duas das irmãs Hathaway.

E quando os dois ciganos enfim descobrem a ligação que os une Merripen acredita que pode ser muito perigoso para Win, caso eles se rendam a paixão.

Além de Cam e Amelia, nós ainda acompanharemos um pouquinho mais da vida e de várias situações engraçadas de Leo, Poppy e Beatrix! Tem muita emoção e surpresas pela frente.








[ - Minhas Impressões -]


Assim como no primeiro livro da família Hathaway, destaco em primeiro lugar a primorosa capa que ilustra a história. Ela está simplesmente apaixonante! Amo vermelho, e não é atoa que é a minha cor predileta! Outra vez dou os parabéns à Arqueiro pelo cuidado e zelo ao escolher tão bem uma capa que chama a nossa atenção. É de uma beleza ímpar e bem original.

O livro e sua história são contados ao longo de 23 capítulos em terceira pessoa, contendo também o epílogo para que nós possamos ficar a par do que lhes acontece após o capítulo final. São 256 páginas recheadas de muita emoção, ação e cenas para lá de engraçadas. Quanto aos erros de revisão, não encontrei, pois li em ebook.

Como eu havia mencionado na resenha anterior que contava a história de Amelia e Cam, Win já havia conquistado a minha simpatia, mas agora ela ganhou uma fã. Isso mesmo!

Em sua própria história ela mostra porque veio e não me decepcionou em nenhum momento, pois ela é forte e decidida e sabe o que realmente quer para sua vida. Então ela parte para cima e deixa Merripen enlouquecido. Já eu, queria dar uns bons sopapos nele! O que ele tem de lindo, tem também de indeciso. Mas quando eles ficam frente a frente, sai de baixo! É muito calor, e a temperatura vai lá nas alturas! Até rimou... (risos)

Essas mulheres da família Hathaway são bem fogosas, pelo menos, duas delas são. Falta ainda eu ler os livros de Poppy e Beatrix, e o do Leo, é claro, mas eu aposto que deve ser para lá de quente e rolar muita pegação.

E para deixar a trama ainda mais empolgante ainda, neste segundo livro dos Hathaway aparece uma personagem que vai dar o que falar também nos outros livros, seu nome é Catherine Marks, a nova governanta da família que parece esconder algum mistério de seu passado nebuloso.

Esse é o segundo livro que leio da autora Lisa Kleypas e posso dizer que já me tornei uma leitora apaixonada por suas histórias, pois tem tudo o que eu considero imprescindível para prender a atenção do leitor do início ao fim. Claro que houve uma coisinha ou outra que não me agradou tanto assim na narrativa, mas nada de demais! Acredito que tenha sido mais a minha impaciência em querer ver tudo dando certo de uma vez.

Gostei muito da solução dada pela autora para explicar a ligação de Merripen e Cam. Foi muito emocionante e prazeroso ler. E o desfecho reservado ao casal apaixonado foi tão perfeito e maravilhoso que eu ouso dizer que nem a própria Win imaginou que seria assim.

Já deu para vocês perceberem que eu sou caidinha por livros de romance, né. (risos)
Sou mesmo e fico muito feliz quando começo a ler um.

Que venham mais livros dessa família para lá de imperfeita, mas totalmente irresistível, para alegrar a minha vida e torná-la muito mais interessante, já que é gostoso demais quando a gente faz o que gosta.

Longa vida aos Hathaways!


PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!




9 comentários:

  1. Ai meu deus mas que historia é essa desses dois? já quero!!
    Ainda não li ao primeiro livro mas já me encantei pela autora e já estou de olho quero todos os livros kkk e saber se esses dois vão se render ao amor.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  2. Essa série é tão maravilhosa que fica difícil saber de quem gosto mais! Amo todos esses personagens. Ahh são muito bons *-*
    A história desses dois foi muito legal de acompanhar e ver os outros personagens e ir conhecendo também já deixa aquela curiosidade pelo livros deles e o que está por vir. Adoro o jeito apaixonante das tramas dessa série e como a autora escreve de uma forma que a gente vai querendo ler e saber o que acontece mesmo, torcendo pelo casal e vendo essas ligações, como cada um é importante pra história do outro e coisas assim. Fica a impressão de que é uma família e não um livro de um casal tal e etc. É como acompanhar a vida de todos ele, acho. É muito gostoso de ler e quando acaba a vontade é começar tudo de novo xD
    Vale muito a pena.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    São tantas séries nesse estilo que nem sei por onde começar! sahuhusahusa
    Gosto de ler essas resenhas e ver o amor que vocês tem por esses romances de época que eu nunca peguei pra ler. Estou ficando com muita vontade de ler também <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Kaline!
    Já li outros livros da autora, mas nenhum ainda dessa série.
    E gostei de ver que a cultura cigana vem à tona e que a mocinha vai lutar pelo amor do indeciso protagonista.
    Bom feriado!
    “Saber envelhecer é a grande sabedoria da vida.” (Henri Amiel)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu li só o primeiro dessa série, mas faz tanto tempo que eu li, que fui perdendo a vontade de continuar a série. Mas agora voltei a me animar com a série. Eu gostei bastante da Win e do Merripen no primeiro livro, e acho que vou gostar bastante do livro deles. Estou curiosa pra saber qual é a ligação do Merripen e do Cam, e já estou ansiosa pra conhecer a Catherine.
    Eu já li outros livros da autora (da série As Quatro Estações Do Amor), e gosto bastante da escrita da autora :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi *--*

    Kaline eu adoro romances de época, mas te juro que tentei ler essa serie e não gostei, parei justamente no primeiro livro e não fui mais adiante. Mas depois de ler sua resenha meio que fiquei com vontade de saber mais a estória de Maripem, ele, pelo menos no primeiro livro, me deixou mega curiosa sobre seu passado. O romance parece ser bem bacana de acompanhar, mas achei ela muito sem sal kkkkk Quem sabe eu retorne a leitura e dessa vez goste.

    Bjão

    ResponderExcluir
  7. Olá! Faz um tempão que li essa série, e embora essa seja minha capa preferida, foi a história que menos me encantou, o Merripen me deu nos nervos, acho que enrolou demais nessa coisa de "ah eu não sou digno de você”, a série é muito boa, você certamente irá adorar os próximos.

    ResponderExcluir
  8. Hey! !
    Já li esse livro como outros da Lisa! !
    Super recomendo todos principalmente o primeiro dessa série que é lindo !!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Oi Kaline,
    AMO romance de época, é meu gênero literário favorito e a autora Lisa Kleypas me conquistou com seu talento de criar belas histórias de amor. Li apenas o primeiro volume dessa série, mas acabei deixando de lado e parti pra série As Quatro Estações do Amor (já maratonei), já que as histórias dos casais protagonistas antecedem da série Os Hathaways.
    Quero retornar a leitura e conhecer melhor essa família espirituosa. Pelo jeito o relacionamento de Kev e Win é intenso. Adoro essas mocinhas de personalidade forte e destemidas dos romances de época, então a Win vai me conquistar.
    Fiquei ansiosa para ler esse desfecho emocionante e descobri o que acontece no momento tenso do livro kkk
    Beijos

    ResponderExcluir