07 junho 2017

Resenha - O Mistério dos Cavalos Alados




Título: O Mistério dos Cavalos Alados
Autor: Megan Shepherd
Editora: Vergara & Riba / Plataforma 21
Skoob / Goodreads
Páginas: 208
Onde comprar: Saraiva / Amazon

Nosso mundo tem cores. Você só precisa saber onde procurar.
Existem cavalos alados nos espelhos do Hospital Briar Hill – esses espelhos refletem os elegantes quartos que já pertenceram a uma princesa, mas que agora são o lar de crianças doentes. Somente Emmaline pode enxergá-los. Este é o seu segredo.
Certa manhã, a menina escala o muro dos jardins abandonados do hospital e descobre algo incrível: um cavalo branco com a asa quebrada que deixou o mundo dos espelhos e invadiu a realidade.
Esse cavalo branco – uma égua chamada Lume de Luar – está se escondendo de uma força sombria e sinistra: o Corcel Negro. Para Emmaline mantê-lo longe de sua nova amiga, ela precisa rodear Lume de Luar com tesouros de tons brilhantes. Mas como a menina encontrará cor em um mundo tão cinzento?
Ambientado durante a Segunda Guerra Mundial, O mistério dos cavalos alados traz uma prosa que se aproxima do lirismo e, assim como O jardim secreto e A princesinha, já pode ser considerado um clássico. Um livro que será amado por muitas gerações.








Hoje, nosso livro começa em meio a Segunda Guerra Mundial, e é onde também conhecemos Emmaline, uma garotinha que vive no interior da Inglaterra em um hospital chamado Briar Hill que trata de crianças doentes com Tuberculose.

Emmaline é uma criança que possui um dom muito peculiar (na verdade ela não sabe se é ao certo um dom), pois ela consegue ver Cavalos Alados (semelhantes ao Pégaso da mitologia) através dos espelhos do hospital e já tentou até dizer algumas vezes para outras pessoas sobre isso, mas infelizmente ninguém nunca acreditou nela.

Com o passar do tempo, a pequena criança decide guardar esse seu “dom” em segredo, apesar de já o ter compartilhado algumas vezes com sua amiga Ana, uma garota assim como ela que também vive no hospital e está muito doente. O seu passatempo? Passar horas conversando e mostrando seus desenhos dos cavalos, pois Emmaline passa a observar os cavalos Alados com mais detalhes, afim de reproduzi-los para que sua amiga também possa ter a mesma visão e tentar descobrir mais sobre essas imagens misteriosas, que aliás, não sabe se é realidade ou imaginação.


Em um belo dia, Emmaline sai aborrecida do hospital por causa de um desentendimento com um interno, e lá perto, no jardim encontra uma égua alada branca linda que está com uma de suas asas machucada, por isso sem pensar duas vezes ela logo decide cuidar e protege-la até que se recupere, porém ela também encontra ali perto um bilhete assinado pelo Lorde dos Cavalos lhe pedindo o mesmo que ela já tinha resolvido, que cuide e proteja a égua branca e dizendo que seu nome é Lume de Luar.

Ela está ciente de que não será nada fácil, pois o temível Corcel Negro, está atrás dela a fim de capturá-la e cabe somente à Emmaline agora impedir que isso aconteça, então, ela começa a correr atrás de vários objetos coloridos como as cores do arco íris para poder fazer um escudo para enganar a visão do cavalo que irá ficar sobrevoando atentamente até encontrar a maravilhosa égua branca.

‘’A quem receber esta mensagem,

Preciso desesperadamente de ajuda. Trouxe esta égua ao seu mundo porque está com a asa quebrada, e preciso de um lugar seguro para escondê-la. Sabe, ela está sendo perseguida por uma força sombria e sinistra do nosso mundo, um cavalo preto que caça usando o faro, à luz da lua, e não pode fugir dele voando. Minhas travessias entre os dois mundos são limitadas, e serei eternamente grato se puder cuidar dela até eu conseguir voltar.

Boas cavalgadas,

Lorde dos Cavalos

P.S.: O nome da égua é Lume de Luar. Ela gosta de maçã.’’

A aventura em si começa com essa missão de Emmaline, reunindo diversos objetos com as cores do arco-íris, porém com bastante dificuldade, pois o seu mundo como vimos, é um pouco sem cor, devido aos tempos de guerra.

Com o passar das páginas, veremos então uma pequena criança fazendo de tudo para proteger um ser majestoso do mal enquanto também luta contra uma doença terrível que apesar de tudo não a impede de fazer o que deve ser feito até que sua missão esteja realmente cumprida!



[ - Minhas Impressões - ]

Eu confesso que sempre gostei muito de livros com temas Fantásticos, pois as histórias contadas além de virem com muita MAGIA, nos fazem na maioria das vezes, encontrarmos muitos mistérios e aventuras em mundos para lá de incríveis.

Devo lhes dizer que amo muito tudo isso, mas apesar de ter ficado bastante curiosa para ler esse livro assim que o vi no catálogo da Editora, eu acabei criando muita expectativa e esperando muito mais do que eu gostaria que tivesse sido, porque isso as vezes atrapalha a leitura que ainda esta por vir, porém a história no geral é sim envolvente e tem uma narrativa fluida e fácil de acompanhar, mas acabou que sendo pra mim um nível normal, talvez por ter esperado algo mais maduro sobre os mistérios dos cavalos alados e uma história contendo uma boa aventura em um mundo paralelo.

Mas lógico, também fiquei me perguntando diversas vezes durante a história se tudo que a personagem Emmaline via era real ou não, pois apenas ela conseguia enxergar os cavalos no espelho e as outras crianças nunca viam nada, principalmente Ana. Isso sinceramente me deixou curiosa e intrigada, pois ela bem que poderia ser uma criança de outro universo e não saber ou até mesmo uma criança escolhida para interagir com esses seres incríveis que só ela mesmo enxergava.

Com a égua Lume de Luar, eu fiquei curiosa também, afinal ela deixou de ser uma visão de espelho e estava agora em um mundo triste, preto e branco judiado pela guerra. Eu queria saber se ela voltaria ou não para seu mundo, se o Corcel Negro realmente iria capturá-la, enfim... Diversas perguntas que você se faz durante toda a história e querendo várias respostas que seriam respondidas mesmo no fim do livro, que, aliás, fica por conta do leitor, porque cada pessoa irá interpretar tudo de uma maneira diferente.


Na minha visão, eu compreendi que a vida continua, mas ao mesmo tempo me senti bastante confusa com tudo. Não sei, acho que a autora quis mostrar que apesar de uma doença grave abalar a vida de uma pessoa, ainda tem meios de se buscar esperança, usando a imaginação e aventura independente da situação em que vive.

Quanto aos personagens abordados, todos foram muito bem desenvolvidos, mas dando mais destaque a personagem Ana (amiga de Emmaline ) e Thomas que cuida dos afazeres do hospital. Já Emmaline, mesmo tendo suas tristezas e dificuldades, lutava o tempo todo contra sua doença para poder cuidar e buscar a proteção para a égua alada Lume de Luar, sem se importar com mais nada, apenas querendo cumprir com sua palavra ao Lorde dos Cavalos.

Enfim...

Confesso que fiquei bastante confusa assim que o finalizei, mas agora a leitura fica por conta de vocês, porque apesar de tudo, é uma leitura rápida que pode ser lida em apenas um dia.

É um enredo recomendado para os jovens, pois os adultos irão ter uma visão mais fofinha da história assim como eu achando que terá grandes reviravoltas, então para não se decepcionar, não crie muitas expectativas, porque vocês não encontrarão nada assim de tão grandioso, pois é uma história bem simples.

Por isso, eu peço para que vocês leiam, porque a impressão que vale mesmo é a de cada um. Eu tento guia-los e informa-los como foi minha experiência e como pode ser para cada um de vocês. Espero que gostem e comentem suas experiências com essa obra nos comentários.



PARTICIPE !! SE INSCREVA !!!




10 comentários:

  1. Gosto de livros que se passam na Segunda guerra ou alguma guerra e coisas do tipo. Nem que seja uma menção já acho interessante. Isso me chamou atenção na história.
    E também pela fantasia. É legal mesmo imaginar essas aventuras e outros mundos. Gosto de ver a criatividade que o autor teve, como criou as coisas e etc.
    Achei interessante falar sobre essa dúvida se o que a garota via era de verdade ou não. O livro parece até um tanto confuso, mas isso foi outra coisa me chamou atenção nele. Talvez acabe fazendo a gente pensar mais na história ao acabar de ler, tentando entender melhor as coisas.
    Gostaria de ver como é alguma hora.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Fiquei um pouco triste porque você não gostou tanto assim do livro. Eu ainda não li, mas a premissa e a capa me chamam muito atenção. Eu também tenho expetativas altas sobre o livro, mas espero gostar suhahuashu
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Silvana!
    É verdade, os livros de fantasia são sempre bons, porque nos transportam para lugares inimagináveis.
    Aqui com pano de fundo na segunda guerra, imagino o quanto era difícil de se viver, ainda mais em um hospital onde as crianças estavam doentes.
    Claro que a autora quis mostrar que pode se fugir da realidade quando se está doente, mas minha pergunta é: há explicações no final o porque da menina ser a única capaz de ver os cavalos alados? E qual o significado disso tudo?
    “A única sabedoria que uma pessoa pode esperar adquirir é a sabedoria da humildade.” (T. S. Eliot)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Silvana!!!
    Gostei da historia misturando fantasia com realidade, e ainda que se passa na segunda guerra mundial acho bem bacana, achei linda essa capa e já leria só por isso.
    Acredito que a protagonista seja especial mesmo diferente das demais crianças que não tenham o mesmo dom de ver os cavalos possa ser que ela seja do mesmo mundo que o deles.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Silvana =)
    Acho a capa desse livro extremamente maravilhosa♥
    Pena que o livro não atingiu tuas expectativas, eu sempre fico frustrada quando isso acontece, mas sabe, não consigo imaginar uma estoria madura vindo de um titílo assim hahahha No entanto, gostei da mensagem que o livro trouxe para você, é bem refletiva e serve não somente para área de doença, mas também para varias problematicas que enfrentamos diariamente.
    Espero poder conferir a estória em algum momento.
    Bjão

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de livros que se passam durante a Segunda Guerra, mas não sei se me interessei por esse livro. Eu até achei o enredo interessante, mas não acho que iria gostam muito do livro. Eu fiquei curiosa pra saber se o que a Emmaline vê é real ou não, mas acho que também vou ficar bem confusa durante a história :/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Muito linda essa capa! Me lembrou de "Cavalo de Fogo" desenho que assisti muito na minha infância.
    não me empolguei para ler, já não curto muito Fantasia, a não ser que seja algo realmente incrível. Acho que se eu chegasse a ler, ficaria no time das que achou fofinho, e só.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Silvana,
    Acho a capa desse livro um encanto *-*
    Adoro livros que falam sobre a guerra através da perspectiva de uma criança, geralmente são histórias tão belas e tocantes, e sempre trazem várias reflexões.
    Fiquei bem interessada em ler esse livro, a Emmaline é uma garotinha bem intrigante, quero conhecer a sua história e saber se o que ela vê é real ou fruto de sua imaginação. Mas vou seguir a sua dica e não criar altas expectativas com o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Realmente apesar de ser um livro curto, que pode ser lido em um dia, ele deve ser lido com muito cuidado para que alguns pontos da história não fiquem confusos. É um livro com uma história dolorosa em que a imaginação vívida, de uma garota infeliz, ilumina as sombras de um país devastado pela guerra, e para isso ela utiliza a fantasia em uma realidade que trata de questões graves, o faz de uma forma que não é muito angustiante para nós leitores. Mas acho que a grande lição é que ele nos inspira a manter a esperança e seguir nossos sonhos.

    ResponderExcluir
  10. Aí que lindo !!
    Amei a premissa e o enredo do livro !!
    Fiquei encantada com a capa e as páginas ilustradas! !♡♡
    Parece ser aquele livro que vai nos surpreendendo aos poucos ☆☆
    Adorei !!
    Bjos

    ResponderExcluir