23 janeiro 2017

Resenha - O Casamento



Título: O Casamento
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Skoob / Goodreads
Páginas: 223
Onde Comprar: Saraiva / Submarino


Após quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis é obrigado a encarar uma dolorosa verdade: sua esposa, Jane, parece ter deixado de amá-lo, e ele é o único culpado disso.
Viciado em trabalho, Wilson costumava passar mais tempo no escritório do que com a família. Além disso, nunca conseguiu ser romântico como o sogro era com a própria mulher. A história de amor dos pais de Jane, contada em Diário de uma paixão, sempre foi um exemplo para os filhos de como um casamento deveria ser.
Diante da incapacidade do marido de expressar suas emoções, Jane começa a duvidar de que tenha feito a escolha certa ao se casar com ele. Wilson, porém, sente que seu amor pela esposa só cresceu ao longo dos anos. Agora que seu relacionamento está ameaçado, ele vai fazer o que for necessário para se tornar o homem que Jane sempre desejou que ele fosse.









"Por que estou dizendo isso? Porque quero deixar bem claro que, ao longo de todos esses acontecimentos, eu jamais duvidei dos sentimentos que tenho por minha mulher. É óbvio que houve dias em que nem nos olhávamos à mesa do café da manhã, mas mesmo assim eu nunca deixei de acreditar em nós dois. Seria desonesto dizer que já não me perguntei como seria se houvesse me casado com outra pessoa, mas, em todos os nossos anos juntos, não lamentei nem mesmo uma única vez o fato de tê-la escolhido e de ter sido escolhido por ela também. Pensei que nosso relacionamento fosse estável, mas no final das contas descobri que estava errado. Aprendi isso pouco mais de um ano atrás - 14 meses, para ser exato -, e foi essa consciência, mais do que qualquer coisa, que acarretou tudo o que estava por vir."

Wilson e Jane se conheceram quando eram muito novos, se apaixonaram e logo se casaram. Ambos tiveram uma vida feliz e próspera, com seus três filhos. Porém, após trinta anos, Wilson sente que seu casamento não é mais o mesmo e que alguma coisa nele mudou. O afastamento definitivo ocorre quando ele, atarefado, esquece o aniversário de casamento de ambos. Ao descobrir, Wilson se vê desesperado e querendo se redimir, e é então que começa a pensar em toda a sua história com a esposa: o modo como se conheceram, seu ritmo desenfreado de trabalho ao longo dos anos e a atenção que deixou de dedicar a Jane. Ele sabe que se quiser manter seu casamento e reconquistar o amor de sua esposa, ele terá de fazer com que as coisas passem a ser diferentes, uma vez que ela espera muito de um relacionamento, por ter visto o lindo relacionamento de seus pais ao longo de toda a vida.

"Eu não tinha qualquer ilusão de que alguma dessas soluções fosse recriar a paixão de Jane por mim como num passe de mágica e tampouco achava que a situação se resolveria em pouco tempo. Se havíamos levado 29 anos para nos afastar, eu sabia que algumas semanas de esforço eram apenas o início de um longo processo de reaproximação. No entanto, ainda que as coisas estivessem melhorando um pouco, o progresso foi mais lento do que eu esperava. No final da primavera, cheguei à conclusão de que, além dessas mudanças cotidianas, eu precisava fazer alguma outra coisa, algo dramático, que mostrasse a Jane que ela ainda era e sempre seria a pessoa mais importante da minha vida. Foi quando certa noite, já bem tarde, enquanto folheava nossos álbuns de fotos, uma ideia começou a surgir na minha mente."

Para isso, Wilson conta com as lembranças do que lhes fizera feliz no passado, com os conselhos sábios de seu sogro, e com a ajuda de pessoas próximas e importantes na vida deles. Além disso, logo uma das filhas do casal revela que pretende se casar, e Jane, empolgada, mesmo tendo pouco tempo para preparar tudo, insiste em organizar uma cerimônia para a filha com tudo o que ela tem direito. Essa organização faz com que ela e o marido se reaproximem e que tenham grandes surpresas nesse caminho e nesse clima de amor.

"Embora me doa dizer isso, acho que nosso verdadeiro problema foi uma negligência inocente - em grande parte minha, para ser totalmente sincero. Além do fato de eu muitas vezes pôr a carreira na frente das necessidades da família, sempre parti do pressuposto de que a estabilidade do nosso casamento fosse inabalável. A meu ver, nosso relacionamento não tinha nenhum conflito grave e Deus bem sabe que eu nunca fui de fazer as pequenas coisas que homens como Noah faziam pelas esposas. Cada vez que pensava no assunto - o que, reconheço, não acontecia com frequência -, eu me reconfortava dizendo que Jane sempre soubera o tipo de homem que eu era e que isso sempre lhe bastaria.
Mas acabei entendendo que amar é mais do que resmungar três palavrinhas antes de dormir. O amor é sustentado por ações, pela constante dedicação às coisas que um faz pelo outro diariamente."

De uma forma cativante, bonita e sincera, Nicholas Sparks nos apresenta um amor que deu certo, mas que assim como todos os outros, precisa ser regado dia-a-dia para que possa crescer e se fortalecer, e nos deixa lições que devem ser aplicadas em todos os relacionamentos que pretendem ser bem-sucedidos.

"É engraçado, mas já reparou que, quanto mais especiais são as coisas, menos atenção as pessoas parecem dedicar a elas? Parece que acham que elas nunca vão mudar."



[- Minhas Impressões -]

Resolvi ler esse livro por acaso, quando estava à procura de alguma leitura leve e romântica. Ele foi uma grata surpresa que me ensinou muito e me fez criar afeição por cada um dos personagens e imaginá-los vividamente, enquanto me sentia ávida pelas próximas páginas, ao mesmo tempo que não queria me despedir daquele enredo tão maravilhoso. Ele me causou uma série de reflexões e até mesmo me identifiquei em vários momentos com as nuances e dificuldades que passamos nos relacionamentos.

O primeiro fato que deve ser dito sobre esse livro é que ele, teoricamente é a continuação de outra obra do Nicholas Sparks, chamado Diário de Uma Paixão, porém, como leitora, digo que não faz grande diferença ter lido o livro anterior, a não ser pelo fato de que, enquanto Wilson menciona seus sogros, protagonistas do livro Diário de Uma Paixão, o leitor se sentirá muito intrigado com todas as referências à linda história de amor e irá querer correr para ler o outro livro. Pode também não entender algumas pequenas referências, mas eu, particularmente, havia lido o livro Diário de Uma Paixão há vários anos, pouco lembrava dele, e mesmo assim não me senti prejudicada na leitura.

Dito isso, considerei um livro cheio de pontos muito positivos, desde a construção de cada personagem, até a construção de cada cenário e cada diálogo foi tudo muito bem feito e bem pensado, sem que nada se tornasse forçado, e o final foi uma surpresa a parte pela qual eu não esperava e me senti muito emocionada. Encontramos aqui um relacionamento que está esfriando, pela negligência de um dos parceiros, o que é algo bastante verdadeiro e frequente na vida real, e também a luta para voltar a afinidade inicial que ambos possuíam, através de pequenos gestos e ações, como apenas ouvir com toda atenção como foi o dia do outro, ou fazer pequenos favores e surpresas que acabam fazendo com que o outro perceba que ele ainda é importante e que o amor ainda está presente, mas mesmo com esses gestos românticos, nada se tornou forçado em nenhum momento e poderia ser o que acontece com muitas pessoas ao nosso redor. Outro ponto bastante positivo, foi toda a organização do casamento da filha de Jane e Wilson, foi ótimo acompanhar, e os detalhes foram tão bem transmitidos que eu conseguia imaginar cada momento.

Sinceramente, não encontro pontos negativos a destacar, mas para algumas pessoas, que não leram Diário de Uma Paixão, a curiosidade que as referências aos pais de Jane despertam, podem ser um pouco irritante, e o leitor pode se sentir um pouco frustrado.

Os personagens são todos fascinantes. Wilson é um homem que tem uma mudança drástica na vida, que pareceu bastante real. É alguém com o qual boa parte das mulheres sonham, pois se torna atencioso e que deseja concertar todos os seus erros a tempo de não perder a mulher amada. Já Jane, é uma mulher extremamente dedicada, que sofre em silêncio pelo distanciamento do marido e que deseja apenas um pouco de carinho e atenção vinda daquele a quem ama. Já os filhos do casal, são todos de personalidades marcantes, e todos me surpreenderam quando cheguei ao final do livro. Outro destaque merecido, é para Noah Calhoun, pai de Jane e protagonista de outro livro do autor, ele é um homem sábio, que teve um lindo relacionamento na vida e que é uma grande fonte de ajuda e de sabedoria para Wilson em suas incertezas.

O livro é dividido em dezessete capítulos, acrescidos de um prólogo e um epílogo. Toda a narração foi feita em primeira pessoa, e acompanhamos o ponto de vista dos acontecimentos através da visão de Wilson. Realizei a leitura em e-book e a revisão está muito bem feita.

Recomendo essa obra para fãs de Nicholas Sparks, ou até mesmo aqueles que não o conhecem e querem se aventurar em alguma obra do autor, pois, ao contrário de boa parte de suas obras que são tristes e dramáticas, essa aqui é uma história feliz, cheia de ensinamentos e romantismo, e que nos faz terminar a leitura com um sorriso no rosto e nos leva a desejar um relacionamento parecido para nós mesmos.

21 comentários:

  1. Ola Tamara amei essa premissa, ainda não li esse livro mas acredito que retrata bem a realidade de muitos,a vida corrida,a dedicação sem medidas ao trabalho,deixando de lado nossa família e amor, quero muito acompanhar essas mudanças em nosso protagonista para reacender a chama do amor que nunca se apagou.Capa linda como sempre. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Adorei poder conferir suas impressões a respeito desse livro e imagino mesmo que deve ser um livro cheio de ensimanentos mesmo. É um título que já li comentários bem posiivos a respeito, porém não chama a minha atenção por não ser muito fã do autor e do seu desenvolvimento.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  3. Oi, Tamara!
    Nossa! Sua resenha me fez relembrar quando li esse livro. Faz tanto tempo! rsrs...
    Fiquei abismada quando descobri que Noah estava vivo, pois eu lembrava apenas do final do filme "Diário de Uma Paixão". Para mim ele tinha morrido. Foi uma grata surpresa ter esse personagem novamente.
    Adorei o final com a surpresa de Wilson. <3
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  4. Oie! Tudo bem? Bah, esse foi um dos poucos livros do Nicholas que eu não curti, comecei a leitura e tudo, mas empaquei e não conseguir seguir adiante, mas fico feliz que você tenha gostado da leitura, e você chegou a ver já a nova capa do livro? Linda demais *--*
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Li esse livro tem um tempinho e a minha experiencia com ele não foi tão positiva quanto a sua, mas como amo o autor, li mesmo assim. Acho que as referencias de Diário de Uma Paixão foram bem inseridas, embora este livro seja independente.
    Adorei conferir sua opinião.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Tamara,

    Confesso que são poucos os livros do Nicholas Sparks que eu realmente consigo ler, este em especial, trata de um tema bem mais maduro e imagino que traga boas reflexões, afinal chega um momento em que os relacionamentos realmente parecem não dar mais certo e como é possível se reconstruir em meio a essa carga de sentimentos? Gostei muito de ler suas impressões, me deram um excelente vislumbre do que esperar ou não esperar da história. No momento não vou realizar essa leitura, mas futuramente com certeza pretendo dar uma chance.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  7. Oi Tamara,não sou muito fã das obras literárias do Nicholas,porém sou muito fã de diário de uma paixão e portanto fiquei muito curiosa sobre essa história e quem sabe em um futuro não tão longe eu o procuro para ler.Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oiee
    Aaah, que legal! Não sabia que existia um tipo de "continuação" do Diário de uma Paixão!
    Confesso que esse foi o único livro que li do Nicholas Sparks, após ter assistido (e amado) o filme, e para mim, foi uma grande decepção.
    Adoro os enredos e histórias que o autor cria, mas não gostei da escrita. Parece que ele escreve com pressa pra terminar rs
    De qualquer forma, acho super legal como ele encanta a tantas pessoas ao redor do mundo, e realmente as premissas dos seus livros são pra deixar qualquer coração apaixonado.
    Um beijo!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Faz muito tempo que não leio nada do Nicholas Sparks, mas saber que essa obra é quase uma continuação de Diário de Uma Paixão me deixou muito feliz, porque acredito que essa é a obra que mais gosto dele. Quero muito ver as referências que ele faz ao livro anterior e o desenvolvimento desses personagens porque, pelo que vi, foi um dos pontos altos da obra.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Tamara!
    Eu sou muio fã do autor, esse livro, e O diario de uma paixão, são livros que preciso ler urgentemente, pois o filme é um dos meus favoritos! <3
    Também gosto dos personagens construídos pelo autor, eles parecem bem reais, né? E fico satisfeita que esse livro tenha um final feliz, normalmente os livros do Sparks nos deixa na bad por vários dias.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Olá, não sabia que tinha uma continuação indireta de O Diário de Uma Paixão, um livro e um filme que amo de paixão mesmo. Interessante como o autor quis mostrar a vida da filha do casal, e como o seu casamento ia. Wilson se identifica com muitos homens e mulheres da atualidade, que acabam não valorizando o que realmente tem valor.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Tamara

    Eu amo a adaptação de O Diário de Uma PAixão, mas não gosto do livro. Não faz muito sentido, mas é isso que rola comigo. Eu simplesmente não curto a escrita do autor, as histórias dele funcionam melhor em filme pra mim, a única vez em que ocorreu o contrário, ou seja, o livro funcionou melhor, foi em Uma Longa Jornada. Por isso eu nunca tive interesse em ler essa "sequencia". Que bom que você não achou pontos negativos. Não sabia que o Noah participava desse livro também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Sempre leio tantas resenhas elogiando o estilo de Nicholas Sparks. Eu ando bastante curioso de experimentar a leitura. Nem a adaptação de O diario de uma paixão ainda não assisti, mas adorei saber que o livro tem suas referências no enredo dele, mesmo que não se torne obrigatório a leitura do mesmo, sempre é um brinde aos fãs que curtiram a estória. Adorei a resenha.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Já li esse livro, e confesso que adorei.
    Adorei tudo que o Wilson fez para "recuperar o amor" de sua esposa.
    Foi lindo! Merece o filme.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  15. Olá! Ainda não li nada de Nicholas Sparks. Mas já assistir todas as adaptações cinematográfica e goste bastante, por isso ainda quero ler os livros dele. Que bom que esse livro foi uma grata surpresa para você e ainda lhe deu alguns ensinamentos. Isso é o melhor que podemos tirar de um livro. Diário de uma paixão me roubou tantas lágrimas, saber que esse é teoricamente uma continuação me interessa ainda mais. Que bom que os personagens, cenários e diálogos foram bem construídos. Beijos'

    ResponderExcluir
  16. Na hora que eu vi, um livro do Sparks, já ia chegar aqui e dizer que era um livro triste por isso não queria ler, mas de saber que é um livro feliz e cheio de ensinamentos, eu quero ler. Quem sabe não é agora que eu me apaixono pela escrita do Sparks? Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Tamara! ^^
    Adorei a ideia do autor de colocar como pais da personagem principal personagens de um de seus livros, isso torna a leitura ainda mais animadora para quem gosta do autor ou gostou do livro Diário de uma Paixão! Eu particularmente, li apenas uma obra do autor que não me agradou, estou esperando surgir outra que me chame atenção para realizar a leitura. Quem sabe eu leia O Casamento né?

    Beijinhos e até logo! ;)

    ResponderExcluir
  18. Olá, tudo bom?
    Tenho esse livro na estante e não sabia que se tratava de uma espécie de continuação do Diário de uma paixão (que é um livro lindo <3), acredita? Agora quero ler esse livro para ontem, ainda mais sabendo das referências que o livro faz a obra anterior! Fiquei feliz em saber que encontrou apenas pontos positivos na obra e que trata-se de um enredo que aborda o amor no casamento e como o mesmo pode findar se não for cativado. Simplesmente amei a resenha e a indicação.

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  19. Oie
    eu ainda não li esse do autor, ja li vários dele mas faz uns bons anos, recentemente não tenho lido nada, mas foi ótimo ler a resenha e saber que é um bom livro pois sempre tive curiosidade por esse

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Amo o Nicolas e o que me fez ler esse livro, foi justamente a presença do Noah. Claro que o livro tem a sua própria história é enredo, mas esse fato foi determinante para começar a ler. Ao final, não me arrependi. É realmente uma história bonita e merece os pontos positivos.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  21. Esse livro é lindo! Noah me tirou suspiros e a realidade vivida por eles ainda mais. Li também Diário de uma paixão, outro livro que mesmo curto é de uma densidade enorme. São poucos os livros do Nick que gosto, mas quando gosto...

    ResponderExcluir