27 janeiro 2017

Resenha - Conte-me seus sonhos




Titulo: Conte-me seus Sonhos
Autora: Sidney Sheldon
Editora: Record
Skoob / GoodreadsPáginas: 348Onde comprar: Saraiva / Submarino


Ashley, Toni e Alette têm duas coisas em comum: são bonitas e suspeitas de cometer uma série de assassinatos brutais. A polícia efetua a prisão, que leva a um dos julgamentos mais inusitados já vistos, com defesa baseando-se em provas médicas bizarras, porém autênticas. De Londres a Roma, de Quebec a São Francisco, a trama de Conte-me seus sonhos é magnética desde o começo até o fim surpreentende.








Ashley é uma jovem de vinte anos que trabalha em uma empresa de informática onde vive em constante estresse. De uns tempos para cá, ela vem se sentindo estranha e tem certeza que tem alguém a seguindo e a ameaçando de morte. Apesar desse sentimento de perseguição, ela nunca viu ninguém suspeito que pudesse dar razão a essa sua paranoia. Apenas coisas sutis acontecem, como: voltar para casa e encontrar todas as luzes acesas, sua gaveta de lingerie estar diferente da forma que ela costuma deixar.

Toni não gosta de Ashley e, para falar a verdade, de quase ninguém. Ela é difícil de lidar e a única coisa que parece realmente gostar é de cantar e tocar piano.

Alette é doce, sensível, gosta de passear em museus e tudo que envolva arte. Sua maior paixão é pintar.

O que três personalidades totalmente diferentes têm em comum? Uma série de cinco assassinatos que deixaram seus rastros como suspeitas, ou melhor dizendo, deixou apenas Ashley como suspeita. Vocês devem estar se perguntando: mas como assim? Não eram três? E se eu disser a vocês que Ashley, Toni e Alette são a mesma pessoa? Que moram na mesma cabeça?

As investigações da polícia sobre os crimes em que cinco homens foram esfaqueados até a morte, e também castrados, levam a crer que quem os cometeu foi Ashley, ainda mais porque encontraram suas impressões digitais em todos os lugares onde as vítimas foram assassinadas. O único que acredita na inocência dela é seu pai, que pede para um antigo advogado que lhe deve um favor: defender sua filha no tribunal.

David, após muito pensar, aceita pegar o caso, mas não contava que Ashley juraria ser inocente até o final, e, para complicar ainda mais, ser convincente o bastante para que ele, de fato, acreditasse nela. Mas como contestar diante de provas irrefutáveis? Ele decide procurar um psiquiatra para conversar com sua cliente, e sob hipnose eles descobrem que Ashley é portadora de uma doença de personalidades múltiplas, na qual a pessoa tem vários alteres com personalidades distintas e, muitas vezes, uma não sabe da existência da outra.

A partir desse ponto, vamos devorar as páginas em busca de respostas, como, por exemplo: a sentença que Ashley vai receber, se o David vai conseguir provar sua inocência; o porque da sua consciência ter criado essas outras personalidades; quais traumas ela sofreu para que isso acontecesse; se vai se curar. Culpada ou inocente? Existe alguém mais por trás de tudo isso? Qual o motivo de cada um dos assassinatos? São tantas as perguntas que é impossível parar de ler por um segundo até chegar ao fim.

Quando o gênero é romance policial eu não tenho dúvida em ler os livros do Sidney Sheldon que sempre me surpreende com seus livros de forma positiva. Comecei com uma grande expectativa de leitura, mas confesso que fiquei um pouco decepcionada. Não que a história seja ruim, por que não é, mas parando para comparar com as outras obras que já li do autor, eu esperava um pouco mais. Sabe aquela sensação de que faltou alguma coisa no enredo? E na minha cabeça até criei o que eu considerei que faltou. Rsrs

O livro é recheado de suspense e a todo momento eu criava uma teoria diferente sobre o que estava acontecendo, e de quem era o verdadeiro culpado de tudo. O Sidney Sheldon deixou indícios do que poderia estar ocorrendo ali, mas como já conheço a obra do autor e sei que com ele nada parece ser o que é, tentei deixar com que ele não me enganasse. Apesar do enredo interessante e fluido, confesso que fiquei esperando por algo a mais, que não aconteceu. Achei que o desfecho e as descobertas poderiam ter sido bem mais trabalhadas para que no final fosse uma surpresa e eu pudesse dizer: não acredito que aconteceu isso. Como já aconteceu comigo em outras obras do autor.

Apesar de tudo, gostei muito da história. Sabe aqueles livros que a gente acaba tendo uma relação de amor e ódio? Pois bem, foi mais ou menos assim que me senti. Algumas revelações me deixaram chocadas. No final, eu estava com os pensamentos bem parecidos com uma das personalidades de Ashley, e queria matar um dos personagens após descobrir o que ele fez com ela. Rsrs.

Quanto à diagramação está bem simples. A capa não é, digamos, muito atraente na minha opinião, mas como é uma edição antiga, acho que isso acaba sendo irrelevante. As páginas são amareladas, fonte e espaçamento de tamanho confortável para a leitura. Não encontrei erros de revisão.

Eu recomendo esse livro para todos que gostam de romance policial, que querem um enredo que te deixe cheia de perguntas. Garanto que você vai devorar as páginas para obter as respostas. E porque, embora não seja a melhor obra de Sidney Sheldon, ele é um escritor maravilhoso e talentoso.

22 comentários:

  1. Olá
    Eu nao conhecia esse titulo, e gosto bastante de romances policiais sim, e pelo visto esse parece ser bem questionador. Só pelo fato de já ser do autor já chama a minha atenção, pois todos os livros que li dele não me decepcionaram. Ele é mesmo muito talentoso. Dica anotada!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Camila!
    Só li um livro na vida do autor e fiquei chocada com o desenrolar do livro.
    A sensação que você não senti nesse de 'não acredito que ele fez isso' foi o que senti em "Um Estranho no Espelho". :O Em choque!
    Tentarei ler mais algum livro do autor no futuro. ^^
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom? Esse foi o primeiro livro do Sidney Sheldon que eu li e adorei, dos que li do autor até agora é um dos meus favoritos. Gosto muito da forma como ele sempre consegue me surpreender em suas obras e essa em especial por tratar do disturbo de personalidade múltipla, pois adoro psicologia e é bem interessante acompanhar o porque dela ter desenvolvido esses alter-egos. Eu também fiquei chocada com as revelações e com pensamentos bem parecidos com relação aquele personagem desprezível.
    Gostei do post apesar de ter gostado mais do livro haha... Abraços :D

    https://estandeanacronico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá amore,
    Um dos melhores autores que já li... amo!!!
    Ainda não li esse que eu me recorde agora, mas já quero!
    Adorei sua resenha, parabéns!
    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Camila,
    Adorei esse livro, quando vi três estrelas tive até palpitação rsrsrs mas entendi seu ponto de vista. Li esse livro quando era mais nova, então admito que o final foi surpreendente e me deixou nervosa kkkkk
    Excelente resenha, parabéns.

    Beijos,
    Anne
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  6. Oie! Como não sei se meu comentário anterior foi, vou comentar de novo kk
    Nunca li nada do autor, por mais que eu sempre encontre resenhas positivas sobre as histórias, falta algo nelas que me faça querer realizar a leitura dos livros! Por isso dessa vez passo a dica, e espero que numa próxima leitura sua das obras dele, você encontre um final melhor desenvolvido!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas o género da autora não me cativa, não... ahah Mas ainda bem que tem a sua qualidade...

    Que pena que te desiludiste... E que, mesmo com todo esse suspense, tenha faltado algo mais.. E não gostei da capa.. :(

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Ele é um escritor que está na minha lista de leituras a muito tempo, e infelizmente ainda não realizei a leitura pela falta de oportunidade, espero concluir pelo menos uma leitura dele este ano. Suas considerações só me deixaram ainda mais ansiosa para conhecer a escrita dele e como será as questões a qual ele levantou.
    Beijos,Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. OOi!
    Nunca li nada do autor, mas também... Estou passando a gostar do gênero por agora, antes não achava graça nenhuma e hoje acho ótimo. Gostei bastante da premissa do livro. Parece ser bem envolvente, com tanto mistério e suspense. Dica annotada!

    ResponderExcluir
  10. Oi Camila.

    Acredita que tenho vários livros do autor aqui em casa e ainda não li? Os livros eram da minha mãe e estavam abandonados em uma caixa. Quando mudamos de casa eu os encontrei, mas não estavam em bom estado. Pesquisei um pouco e encontrei alguns tutoriais de como restaurar os livros e fiz isso. Agora estou lendo aos poucos, tem autores como Agatha Christie e Jorge Amado. E tem também alguns romances eróticos antigos (que são bem mais explícitos que os autuais).

    Agora a sua resenha e deixou com vontade de ler as obras do autor, principalmente por serem imprevisíveis.
    Vou passar os livros dele na frente.

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Assim como você eu fiquei esperando algo mais da obra quando a li. achei que falto algo a mais neste desfecho, que para mim não ficou nada claro e não colou. Mesmo assim sou apaixonado pelas obras do autor, seja qual for, e mesmo com estes pontos negativos, coloquei o livor em minhas melhores leituras.

    ResponderExcluir
  12. Oiii tudo bem?

    Nossa não sei se amo ou odeio, quando amo ou odeio um livro hauhauahua
    Pra mim é a pior sensação que um livro pode deixar, nunca li Sidney Sheldon, não sei se gostaria, além de ser uma pessoa que gosta de uma capa bonita.
    E infelizmente a capa dele não me chamou atenção.
    Mas gostei da resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  13. Olha, já peguei livros dele na mão, mas acabei nunca lendo nenhum. Não sei exatamente porque, mas nunca rolou. Conheço muitas pessoas que adoram o autor, e eu gosto do gênero que ele escreve, mas vai sabre. Não lembro de já ter ouvido falar desse, mas não me animei muito, e quando você diz que parece que faltou algo, me desanimei mais ainda. Mas mesmo assim, acho que é um dica boa, até por sair dos lançamentos e ir pra algo um pouco mais antigo.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Eu senti exatamente a mesma coisa quando li esse livro. Sempre lia os livros do Sidney Sheldon sem nem ler a sinopse e com esse eu saí um pouco decepcionada. Achei a reviravolta do caso genial, assim como o desfecho, mas mesmo assim achei que o autor seria capaz de trabalhar muito mais essa história.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi Camila, tudo bem?
    Caramba, que premissa mais incrível! Nunca li nada desse autor, mas adoro o gênero romance policial e devoro fácil os livros do gênero, pois fico bastante curiosa com a resolução dos mistérios. É uma pena que tenha faltado algo a mais nessa história, mas achei bem legal a protagonista ter esse transtorno de personalidades múltiplas e estou ansiosa para ver como o autor trabalhou isso. Dica anotada!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Meu cérebro bugou a partir do momento que você citou que Ashley apresenta três personalidades vivendo em sua mente!
    Nunca li nada do autor, mas a premissa dessa obra me deixou extremamente intrigada. Não lembro de ter lido nada que abordasse sobre o transtorno de personalidades múltiplas e isso é o que achei mais inusitado e que chamou minha atenção.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu amo de paixão o Sidney Sheldon. Não li todos os seus livros, mas com os que li (e não foram poucos) me apaixonei pelo autor. Depois da resenha maravilhosa que você fez, estou roendo minhas unhas de curiosidade (mentira, não dá pra roer, o aparelho não deixa). Amo suspense e a premissa é ótima, espero amar tanto quanto amei as outras obras do autor.
    Se minha lista falasse, ela estaria te xingando, porque esse livro furou fila e agora está entre minhas leituras obrigatórias para esse mês.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Olá! Que bom que Sidney Sheldos sempre te surpreende com os livros. E que bom que apesar de tudo você gostou da história. Bacana o livro ser recheado de suspense. Você acho que a capa não chama atenção, achei que chama sim, principalmente por ser um pouco antiga. Beijos'

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem por aí?

    O Sidney realmente foi um autor maravilhoso, segundo todos dizem, mas não li nada dele ainda. O enredo chamou muito a minha atenção, já que é um dos meus gêneros favoritos, mas como você disse que não é uma das melhores obras do autor, talvez eu inicie a leitura dos livros do autor por alguma outra obra. Adorei a resenha, obrigado pela dica!

    Abraços.
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  20. Nunca li nada de Sidney Sheldon, não me interessei...

    Mas admito que o modo com o qual você descreveu a história (porque a sinopse não me prendeu..), deve ter ficado bem legal tentar descobrir qual das personalidades é a assassina, embora todas vão ficar presas, né? hahaha!

    Que pena que você não teve suas expectativas satisfeitas! Pareceu uma boa história!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  21. Olá tudo bem?
    Não conhecia o título, mas me senti bastante atraída com a história. Mesmo não tendo correspondendo com suas expectativas, gostei bastante da premissa e me vejo agora curiosa.
    Gostei bastante de conferir suas impressões.
    Bjs, Mila

    http://esquadrao-literario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá Camila!

    Preciso confessar que nunca li nada do Sheldon, e morro de vergonha disso por que adoro a temática, mas nunca tive a oportunidade de pegar alguma de suas obras! E essa em especial parece ser recheada de thriller e mistério! Obrigada pela dica e parabéns pelo post :)

    Abraços!
    www.facesemlivros.com

    ResponderExcluir