14 julho 2015

Resenha - Até eu te encontrar



O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida?É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança.Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma "mudança de ares".Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia.Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta.


Livro: Até eu te encontrar
384 páginas || Skoob || Editora: Novo Conceito || OndeComprar ||



- Essa caloura é minha, Bernado, tira os olhos.
- Ok, ok. - Bernado levantou as mãos. - Bom, deixa eu dar minha aula-trote de Cálculo. - Ele foi andando em direção à sala na qual Flávia ia entrar.








Flávia decide se mudar para Viçosa, onde estudará Agronomia e está mais que ansiosa, pois por mais que vá morar sozinha, aquela cidade é a terra natal de seus pais e ela se sente muito bem estando ali, realizando seu sonho e conhecendo o lugar onde seus pais viveram o romance que acabou por gerá-la.

Porém logo no primeiro dia, ela já percebe que Viçosa tem um ritmo pulsante próprio, sendo uma das maiores cidades universitárias do país, a concentração de jovens por ali é enorme e o ritmo que eles impõem a cidade é frenético, não há espaço para a tristeza, só para a farra e curtição, e sendo a menina certinha que é, Flávia é salva por pouco de um dos maiores trotes para com os calouros por Felipe, um veterano alto e bonitão da Engenharia que aparentemente foi com a sua cara.

E não foi só aparentemente não, depois do primeiro contato Felipe faz questão de ser uma figurinha presente na rotina e na vida de Flávia, tão presente que o constante falatório sobre Luigi, melhor amigo de Felipe, passa a enjoá-la profundamente, o que ela estranha, afinal Flávia é uma pessoa que deixa para julgar depois de conhecer e não antes, mas com esse menino é impossível, só de ouvir o nome ela já se irrita.

E o tempo passa, novos amigos são feito e Flávia se encontra numa situação inusitada, Sônia - a dona da única loja exotérica da cidade e a mais nova amiga de Flávia -, acaba por se revelar amiga de infância de sua mãe, e não só isso, mas como também lhe revela que sua mãe uma vez já foi uma grande praticante de Wicca, que tem muitos segredos em seu passado, que ela também tem magia correndo nas veias e que seu verdadeiro amor não é a pessoa por quem seu coração está acelerando e sim aquela por quem seus lábios torcem quando pensa nele, e que isso acontece por motivos que envolvem o passado até então desconhecido de sua mãe.


Narrado em terceira pessoa, temos uma leitura rápida, dinâmica, abrangente e nenhum pouco cansativa dos acontecimentos que rodeiam a vida da nossa protagonista.

Tenho que ser sincera e dizer que apesar de a premissa ser interessante, o que me levou a comprar o livro foi a fofa da Graciela - a autora -, ela conversou tanto comigo e falou com tanta animação de seus personagens que eu me vi querendo conhecer eles também e posso dizer que não me decepcionei.

Esse é aquele tipo de livro leve que nos imerge no mundo universitário brasileiro e foi incrível ver tudo isso, eu mesma entrei na faculdade faz pouco tempo e só posso dizer que é uma nova fase da sua vida, onde tudo e todos são diferentes, onde as coisas começam mais a dependerem de ti para acontecerem ou não, é um verdadeiro passo para a vida adulta cheia de responsabilidades mas também é o seu período de mais curtição, é onde você terá mais tempo e liberdade, é onde você fará amigos em suas respectivas áreas e os levarão para a vida toda, é onde você pode encontrar a pessoa com quem vai compartilhar o resto da sua vida, é onde você pode curtir e ser inconsequente.

Sinceramente? Deve ser uma das melhores, mais turbulentas, confusas, caóticas e dinâmicas fase de nossa vidas.

E a Graciela consegue passar tudo isso em seu livro, ela nos mostra em primeira mão muitas dessas facetas dessa fase, mesclando romance, intrigas, misticismo, realidade e suspense em doses que eu acredito terem sido as certas. Esse é um livro que te fará rir, se reconhecer - caso tenha passado por momentos assim -, se animar - caso ainda vá passar -, e ainda por cima te fará pensar, nem que seja um pouquinho.
- Eu não preciso de apelidos. Flávia está bom.
- Aí não tem graça. - Ele ficou alguns segundos quieto e depois sorriu.- Acho que Baixinha combina bem.
- Baixinha?
- É. Você é baixinha.
- Eu não sou baixinha. Você que é alto. Eu sou da altura da Lauren.- Flávia franziu a testa, demonstrando não gostar do novo apelido.

Quanto aos personagens, eu só posso dizer que gostei de todos, e que eu - pelo menos - fiquei bem dividida quanto ao final, entre ter gostado ou não, e vocês provavelmente entenderão isso quando lerem e verem o conflito pelo qual a Flávia passa, isso de gostar de alguém que não é a pessoa certa para você - e você saiba disso - mas ainda sim parece que ela é. Eu particularmente fiquei com o coração na mão de tão realista com o quanto a situação que a autora criou pode ser real.

Acho que deu para perceber que é um livro que eu recomendo e aprovo e que gosto bastante, então espero que curtam e não deixem de conferir!

24 comentários:

  1. Não acho legal ficar dividida entre um final porque acabamos amando todos os personagens. Mas ainda assim o livro me parece ser interessante já vi bastante coisa positiva sobre os livros da Graci.
    bjs.

    http://seforasilva.blogspot.com.br/2015/07/filmes-em-pauta-apresentacao.html

    ResponderExcluir
  2. Oie! Tudo bem?

    Nossa, que capa feia! hahahah Sua resenha está ótima, como sempre, Agatha. Mas nossa... Essa temática não me atrai nem um pouco MESMO! Espero que a obra agrades outros leitores :)

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  3. Oi, Agatha!
    Acho tão bom quando temos um contato direto com o autor, sabe? É super contagiante vê-los falar com a gente como um amigo com quem conversamos sobre algum livro muito bom que amamos.
    Gostei da história e acredito que seria uma boa eu ter lido algo assim antes de entrar na faculdade. Haha Cheguei lá sem saber o que esperar, já que eu sempre tive como base somente as faculdades dos filmes e livros de literatura estrangeira. Mas deu para sobreviver. ;)
    Gostei da resenha!
    Beijos!

    http://entree-virgulas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Agatha..
    Pelo enredo parece mesmo ser um livro leve. Sobre a faculdade, eu acho que pelo menos para mim foi ao contrário, eu fiquei com muito menos tempo..haha. No começo era curtição...ai veio as notas e você começa a deixar tanta curtição de lado rs..
    Eu gostei da resenha, e até leria o livro se tivesse oportunidade, mas não sei nunca senti muita vontade de pegar ele.
    As vezes acontece comigo de ficar pensando no final e na dúvida se gostei ou não rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Agatha, eu tenho o livro, mas ainda não o li, acabo deixando ele para depois. Tenho que tomar vergonha e ler logo. A autora é muito simpática, tive o prazer de conhecê-la na bienal.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Oiiie
    Eu tenho que ser sincera. Achei a capa feia e não leria primeiramente por causa disso kkkk
    E a premissa não me interessou muito, mas acho que eu leria sim.
    Adorei sua resenha, como sempre está perfeita.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi Agatha, eu achei muito interessante essa premissa, é legal ler algo que tenha a ver com faculdade, uma época muito importante de nossas vidas e a que mais nos marca! Desde que eu soube desse livro fiquei com muita vontade de ler, mas aos poucos a vontade foi passando, ainda quero conferir mais dessa história, espero um dia ter a oportunidade. E parabéns pela resenha, está ótima!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  8. Oi Agatha!
    A universidade é mesmo um período maravilhoso na nossa vida. Acho que é quando sua rotina fica mais louca e geralmente não temos tempo para muita coisa, mas sem dúvida é algo marcante.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ola Agatha confesso que a premissa não chamou muito minha atenção e com sua nota, e colocações sobre o livro, vou deixar a leitura passar no momento. A capa está muito meiga. Esse período da Faculdade na vida trás muitas mudanças esse é um fato que gostei do livro. Quem sabe em outro momento eu leia. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Agatha!
    Achei o enredo bem fofinho!
    Parece ser mesmo um romance leve e gostoso de ler =]
    É bem o tipo de livro que gosto!
    Obrigada pela dica!
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Gosto de livros que se passam em universidade
    Mas na brasileira? Acho que nunca li
    Sempre vejo esse livro por aí mas nunca tive interesse
    Adoro autoras simpáticas e com certeza vou procurar por ela pra me contar sobre seus personagens tbm.

    Adorei a resenha

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie,
    Não me interessei pela premissa, a historia parece ser bem chatinha, apesar de você dizer que e boa. Dispenso a leitura no momento, quem sabe eu leia se o ganhar...
    Beijos ^^

    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  13. Oi Agatha, sua linda, tudo bem
    Estou imaginando que a pessoa certa para ela é o tal amigo do Felipe, risos... Mas que situação complicada, alguém dizer que está no meu Destino não quem o meu coração quer e sim quem meus lábios rejeitam, fiquei muito curiosa para descobrir como essa história vai terminar!!!!!!Parece ser muito fofo mesmo. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Linda!
    Acho essa capa linda!
    Ainda não tive oportunidade de ler, mas é tão legal saber que um livro tão empolgante é nacional.
    Gosto de livros em ambientes univerisários!

    Amei os quotes que você selecionou

    ResponderExcluir
  15. Olá.

    Eu já li o livro e acho que sua resenha expressou muito bem a obra.
    Que bom que ele te trouxe um pouco do que está vivendo, eu adoro isso em uma história, esse toque que nos faz comparar com algo que vivemos.

    A autora é mesmo uma fofa, tive o prazer de a conhecer na bienal e comprei logo os dois livros dela.

    Mas confesso que tive problema com o final dos dois. De Até eu te encontrar foi menos, a história é mesmo muito leve e fofa, mas sei lá o final me deixou meio incomodada, mesmo assim eu gostei.

    beijos
    Fer
    http://www.matoporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Aprecio sua recomendação, mas realmente não da! Só a capa já me manteria afastada, mas também não gostei do enredo. É legal, não posso negar, mas está longe de ser meu tipo. Apesar disso, amei a resenha!
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu já tinha visto a capa do livro muitas vezes, porém não cheguei a ler a sinopse rsrs, só agora sei do que se trata o livro, e adorei a sua resenha! Tenho certeza de que esse é o tipo do livro que eu gosto, então com certeza está na minha lista de desejados.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    A capa afasta qualquer leitor, poxa. Merecia uma coisinha melhor, não é?
    A estória parece uma daquelas de filmes de bruxinhas adolescentes.
    Não leria, não. Ainda que pareça ser uma leitura leve e agradável.
    Sucesso à a autora e ao blog.
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  19. Não consegui relacionar a nota com a resenha, só vi você com um pouco de receio quanto ao final e não entendi as três estrelas... hehe... mas, enfim, te entendo perfeitamente quanto a isso de comprar um livro por causa do autor, já aconteceu comigo várias vezes. E gostei bastante desse livro, gostei do fato da autora ter esclarecido bastante coisa sobre a Wicca, curti as personagens. Só não gostei foi de ficar sem poder acompanhar o que se passa entre o último capítulo e o epílogo.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  20. Olá Agatha também tive o prazer de conhecer a autora, e ler um dos livros dela, O Namorada do meu melhor amigo, gostei bastante da escrita dela e agora com a sua resenha fiquei ainda mais curiosa sobre esse livro, principalmente que já estou imaginando com quem ela vai ficar no final.

    Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
  21. Oii Agatha!

    Tenho esse livro aqui em casa, mas não li ainda pois a história e a capa não me chamaram muito a atenção :/
    Que bom que você gostou do livro, mas acho que não ia funcionar para mim.

    Beijos, Kamila *-*
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  22. Olá, boa noite!

    A premissa não me cativou, apesar de ver bastante opiniões positivas por aí, não me dá vontade de ler. Que bom que você curtiu, mas acho que eu não conseguiria aproveitar a história, ao menos pela premissa.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Eu sempre tive vontade de ler um livro da Graciela, mas não tive oportunidade ainda. A história parece ser bem legal. Só fiquei confusa por que a personagem não pode ficar com quem o coração bate mais forte. É bem confuso mesmo.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá! Tudo bem?
    Não curto livros que falem sobre magia, fantasia e tal. Mas, achei esse super interessante! *O*
    E a autora é mesmo uma fofa!
    Vai pra minha lista de "talvez", quem sabe, né?

    Beijos e até! <3

    www.dreamsandbooks.com

    ResponderExcluir