01 julho 2015

Resenha - Abandonado




No intrigante filme Dogville, do dinamarquês Lars Von Trier, habitantes de uma cidade à beira do fim do mundo se comportam como ratinhos de laboratório. O diretor nos faz ver quão ridículos somos quando vistos do alto. Em Abandonado, Vinícius Pinheiro leva seus personagens para reinar na estonteante São Paulo, cidade que centrifuga tudo o que há de bom e ruim numa força avassaladora. Todos tentam dar o melhor de si, mas parecem ridículos. Tentam se levar a sério, mas percebem que o mundo está se tornando uma grande piada. Somos nós lutando para sobreviver e viver nas poucas horas vagas, enfrentando dificuldades financeiras, chefes carrascos, a mediocridade e o imediatismo que nos impedem de ser um pouquinho original. Tudo é produção, tudo é pra ontem, tudo é insumo. Nas pinceladas das palavras, Vinícius vai desenhando momentos de ironia, sarcasmo, e nos faz rir das próprias desgraças, das próprias fragilidades. Assim, nos sentimos mais humanos quando viramos a última página. Faz lembrar os versos de Fernando Pessoa em Poema em linha reta: “Ora, então são todos semideuses? Onde há gente neste mundo?”

Livro: Abandonado 
184 páginas || Skoob ||Cortesia: Geração Editorial || OndeComprar ||









Alberto Franco é um jovem roteirista de filme que acaba sendo chamado para ser jornalista de um importante jornal de São Paulo. Logo nos primeiros capítulos nós somos apresentados a Clara Bernardes, uma dubladora e atriz completamente sedutora que o convida para ser o roteirista de seu novo filme.

Clara é uma bela mulher que, assim como Alberto, procura um reconhecimento maior na vida, além de um espaço na sociedade que aos pouco vai conseguindo. Ele acaba se vendo apaixonado pela misteriosa Clara que aos poucos vai dando sentindo a sua vida

- Franco, só me faça o favor de não se apaixonar. Pode não parecer, mas sou uma pessoa perigosa.
– Eu digo o mesmo garota – falei sem me dar conta que já nos imaginava juntos, com uma penca de filhos em uma casa com varanda, no clássico sonho de quem cresceu catequizado por enlatados americanos.

Alberto e Clara começam a ter relações sexuais, mas nada com compromisso - pelo menos é o que transmitem ao leitor -, porém, os dias passam, e Alberto não consegue deixá-la ir embora. Com o relacionamento já estranho, eles resolvem fazer visita a uma vidente, Carmem, que trabalha no relacionamento dos dois e, como ela diz, "Tudo está escrito". Com isso, muitas coisas começam a acontecer, e isso pode resultar em várias reviravoltas.

Foi mais ou menos quando me dei conta que estava apaixonado. Só não sabia se por Clara ou pela doce criatura que representava e que imaginava ser ela própria em alguma vida passada.


Os personagens são completamente humanos. Clara Bernardes tem um jeito único. Além de rica e mimada, Clara não mede esforços para alcançar o que deseja. Ela usa o dinheiro de seus pais para compor as suas necessidades, e a maioria das vezes não pensa nas consequências de alguns atos, fazendo assim uma mulher fria que se cobre por uma máscara social.

Você tem o direito de me matar. Você tem o direito de fazer isso, mas não tem o direito de me julgar.


Eu tive um pouco de dificuldade para escrever a resenha desse livro. Acreditem em mim, esse livro brinca com a gente. Apesar de ser curto, não tem uma narrativa simples. Ele traz reviravoltas das quais é preciso ler com cuidado para absorver todos os detalhes. Em minha opinião, achei que a maneira de como o autor descreve as cenas é um pouco intensa. Ao mesmo tempo, a escrita é ágil e para algumas pessoas o livro pode ser lido em poucas horas.


O livro é narrado em primeira pessoa, mas conforme as páginas passam nós percebemos que a história é dirigida a alguém, e isso cativa o leitor para saber quem é. Quando descobrimos, recebemos um final totalmente inesperado. E lógico que isso com certeza eu não irei contar porque assim iria estragar toda a surpresa, mas esse foi um ponto positivo com um caráter totalmente metalinguístico.

Você sabe, quase posso sentir a sua inquietação. Ela transpirava comigo enquanto escrevo esse texto e você o lê, num movimento a princípio simultâneo para quem nos vê de dentro para fora. Da perspectiva de onde você se encontra, não importa se levei dias ou anos para escrever, tampouco a ordem dos acontecimentos.


A diagramação é bem simples. As folhas são brancas, mas nada que atrapalhe a leitura pois você se perde com as ações que esquece até mesmo desse mínimo detalhe. Não encontrei nenhum erro ortográfico, o que eu tenho que parabenizar a editora pela ótima e impecável revisão. Nem preciso falar da capa, não é mesmo? Essas cores chamam a atenção, e não preciso nem falar dessa arte da qual eu não sei como denominar. É lindo!

Ler esse livro foi uma tremenda aventura. Eu não sabia o que esperar da história, e logo quando li a sinopse senti que precisava ler esse livro. Nas primeiras páginas nós percebemos que não é uma história que vai mudar a sua vida, mas sim que nos fará acompanhar a vida de uma pessoa normal. Um cotidiano que poderia ser o seu, ou até mesmo o meu. Vinícius Pinheiro engana e brinca com o leitor, e não podemos sabe o que vai acontecer.

Se não fosse por você, que agora me lê, o que seria de Alberto Franco? Estamos no mesmo barco, eu e você, guardando rebanhos inexistentes.



Não podemos deixar de ler esse livro. De certa maneira, mesmo com o assunto principal sendo tão simples, temos contato com uma essência completamente filosófica e intensa. O livro não é nem um pouco romântico, e pode retratar algumas cenas fortes. Mesmo assim, eu recomendo, principalmente para quem é fã de Machado de Assis.


34 comentários:

  1. Olá!
    Adorei a resenha, o livro parece ser muito cativante e o fato de ter o mistério de "pra quem é esse livro" me prendeu.
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Fico feliz que tenha gostado! Realmente, é isso o charme do livro. Você fica cada vez mais curiosa para saber :D
      Beijos

      Excluir
  2. Oiê, tudo bom? ESTOU LOUCA PRA LER ESSE LIVRO! Mesmo! Adoro livros assim e desde que soube da existência desse, coloquei como prioridade na minha wishlist. Ótima resenha!

    http://anneandcia.blogspot.com.br/2015/07/resenha-filme-begin-again-se-nada-der.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláa!!!
      Ebaaa, eu espero que você goste do livro, e não se esqueça de depois vir comentar comigo, hein? hahaha Obrigada!

      Excluir
  3. Oiiii
    Se não tivesse lido sua resenha eu não leria o livro. Não curti a capa e a premissa também não me agradou, parece ser uma leitura cansativa, mas fiquei curiosa quando vc disse que o livro brinca com o leitor e há várias reviravoltas, coisa que eu amo.
    Enfim.
    Amei sua resenha.
    bjs

    http://colecoes-literarias.blogspot.com/2015/07/resenha-jardim-de-espelhos.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaa!!
      Fico feliz que tenha gostado!! Que bom que mudou de opinião. Caso leia, espero que goste, pois o livro realmente brinca com o leitor!!
      Beijos

      Excluir
  4. muuito bom! fiquei com vontade de ler agora! hahah adorei conhecer seu blog! já estou seguindo, beijos <3
    http://biamariaf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ana, tudo bem?
    Amei sua resenha e acho que irei gostar muito deste livro. Primeiro pelo jogo de palavras que autor utiliza e depois que você disse que sua essência é uma filosofia intensa e que o recomenda para quem gosta de Machado de Assis, pronto! Vai pra minha maratona de leitura sim kkkkkkk ^^
    Um grande abraço!
    http://egodeescritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo sim e com você?
      Fico feliz que tenha gostado!
      Espero que goste da leitura, o que eu acho que vai acontecer! Só comente depois comigo, hein??
      Beijos!

      Excluir
  6. Olá!
    Esse parece ser aquele tipo de livro que de simples não tem nada. E que apesar de curto, nos apresenta uma história capaz de nos fazer refletir por dias e dias.
    Adorei sua resenha!
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! O que o torna especial é a escrita, pois a história em si- em minha opinião- é normal.
      Fico feliz que tenha gostado!
      Beijos

      Excluir
  7. Olá :) Gostei do assunto desse livro, :D a proposta é diferente e interessante, acho que nunca li nada parecido. É bom saber que possui reviravoltas e final inesperado, eu gosto disso, rs :D Achei livro bastante complexo, a história deve ser envolvente. :) Ótima resenha! Beijos!!!
    Blog: http://my-stories-wonderful-books.blogspot.com.br/
    Página: https://www.facebook.com/BlogWonderfulBooks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Esse livro traz uma proposta bem diferente mesmo, mesmo sendo a rotina de um personagem qualquer. O que nos cativa é a maneira do autor se expressar. E, claro, a maneira de como o livro é imprevisível!
      Beijos

      Excluir
  8. OI Ana, citou Machado no final já fiquei com vontade de ler ahah
    A premissa é bem interessante e diferente de tudo que já li. Deve dar um tapa na cara tremendo na gente né >< Adorei a sua resenha!

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, dá um tapa! Eu li a sinopse e gostei, mas pensei que iria ser um romance agradável. Porém, lendo, percebi o quão errada eu estava! hhahaah
      Fico feliz que tenha gostado *--*
      Beijos

      Excluir
  9. Não dava nada pelo livro com essa capa, mas olha, me surpreendi! E sua resenha só serviu para me deixar curiosa com a leitura! Não gosto de folhas brancas, mas acho que dá para relevar. rs
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você gostar realmente da leitura as folhas serão apenas um detalhe que será irrelevante! Espero que goste do livro, hahha
      Beijos!

      Excluir
  10. Eu achei a capa maravilhosa e sua resenha me animou bastante em ler! E o livro é curtinho, deve ser rapidinho de ler <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É rapidinho sim, mas deve ser lido com atenção. Eu, particularmente, achei um pouco diferente a maneira de como o autor se expressa, mas mesmo assim é legal e eu indico!!!!

      Excluir
  11. Oii, tudo bem?
    Adorei a sua resenha! Confesso que nunca tinha visto o livro e a primeira vista ele não me pareceu muito interessante. Porém ao ler a sua resenha eu fiquei apaixonada na historia e com certeza irei ler.

    www.fonte-da-leitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gi, tudo sim e você?
      Fico feliz que tenha gostado!! Confesso que ele não chama muito a atenção mesmo, mas o conteúdo é demais. Super indico, e espero que leia em breve!

      Excluir
  12. Oi, Silvana, tudo bem?

    Olha me perdi um pouco ai na resenha viu? Achei a historia um pouco confusa, mas a capa bem bonita, e chamativa, mas acho que só entenderei o livro mesmo lendo, quem sabe no futuro?

    ps: adorei o seu blog, ele é muito lindo :D

    http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      A história, no começo, é um pouco confusa mesmo. Me senti assim quando comecei a ler esse livro, por isso - mesmo sendo um livo fino- é bom que seja lido com calma. Anota essa dica, eu acho que vai gostar :D
      Beijos!

      Excluir
  13. Depois de ler sua resenha empenas preciso ele esse livro. Cinema, pessoas com problemas com relacionamentos e capa bonita? Tudo para amar. Até printei a capa (preguiça de anotar o nome) para pesquisar depois.

    www.itgeekgirls.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba!! Eu super indico porque mostra o cotidiano e a realidade de muitas pessoas, até mesmo de roteristas. Espero que goste do livro :D
      Beijos!

      Excluir
  14. Oii Ana!

    Amei a capa e a sua resenha ^^
    Já anotei o nome para procurar depois :)

    Beijo, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Fico feliz que tenha gostado! Espero que goste do livro :D
      Beijos!

      Excluir
  15. Vou ler esse livro, mas o meu ainda não chegou. Confesso que estou com um pouquinho de receio por causa das cenas fortes, dependendo com certeza não vou ter muito estômago, mas mesmo assim sinto que preciso ler também. Esses livros que mostram um cotidiano que poderia ser o nosso normalmente são muito fáceis da gente se envolver.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ju!
      Essas cenas fortes não é nada envolvido com morte e nem nada, mas pode se enquadrar na relação sexual que os personagens terão. Espero que goste da leitura, e depois venha comentar comigo o que achou :D
      Beijos!

      Excluir
  16. Oiee! aaah que fofo o livro, adorei a resenha e já estou doida para ler hahahah eu não conhecia, mas já me apaixonei *-* gosto de ler livros assim de vez em quando!

    beijos!
    www.amigadaleitora.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado *-*
      Espero que leia o livro, acho que vai gostar :D
      Beijos!

      Excluir
  17. Eu já conheço esse livro do meu xará e quero muito lê-lo, adorei a sua resenha que só me deixou mais curioso.

    Beijos,
    http://marcasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá! Me perguntando aqui como nunca ouvi falar desse livro! Amei muito a premissa e apesar do seu desabafo sobre a escrita da resenha, está ótima!!
    Beijos

    ResponderExcluir