últimas resenhas

Resenha - O amor não é óbvio


Título:
O amor não é óbvio
Autora: Elayne Baeta
N°de páginas: 390
Editora: Record
Skoob
Onde comprar: Amazon
Íris tem 17 anos e está viciada na novela Amor em atos. Ela e sua vizinha, Dona Símia, de 68 anos, não perdem um episódio. Na escola, parece que todo mundo só pensa em duas coisas: Na festa de formatura e em perder a virgindade. Só que a vida de Íris está prestes a mudar: Cadu Sena, sua paixão platônica desde a oitava série, está solteiro. Essa é a chance de Íris. Mas antes ela precisa entender o que levou a namorada de Cadu a deixá-lo por uma garota, Édra Norr. Montada em sua bicicleta, Íris vai cruzar São Patrique para descobrir tudo sobre Édra, e não vai demorar para se enredar também nos encantos da garota. A gente sempre acha que sabe por quem vai se apaixonar, mas o amor não é óbvio.

A história de "O amor não é óbvio" se passa na cidade fictícia de São Patrique que é onde vive a personagem central da trama, Íris Pêssego. Como a sinopse bem diz, a garota tem 17 anos e está completamente viciada na novela Amor em atos. Ela e a vizinha, Dona Símia, uma senhorinha simpática e solitária, de 68 anos são grandes amigas e Íris a visita constantemente.

Juntas as duas se divertem discutindo os rumos da novela e dos personagens que não saem de suas cabeças. Mas a vida tranquila de Íris está prestes a sofrer uma grande mudança quando o seu crush, Cadu Sena, por quem sempre foi apaixonada leva um fora de Camila Dourado, sua namorada e também a garota mais popular do ensino médio. Só que o mais curioso dessa história para Íris é entender justamente o motivo que levou Camila a deixá-lo por uma garota, Édra Norr.

A curiosidade de Íris é tamanha que ela está determinada a descobrir tudo o que puder sobre Édra, e, para ter êxito em sua investigação, ela decide segui -la por toda cidade.

" - Não é estranho que precise acontecer uma coisa dessas pra gente notar a existência de algumas pessoas? Quem será essa menina? Dei um último gole na minha vitamina; eu preciso investigar isso."

Polly Rios é a melhor amiga de Íris (seguida por Dona Símia), mas de jeito nenhum ela pode saber sobre esse fato e sobre o que a amiga pretende fazer e, agora que Cadu está solteiro, o que Polly mais deseja é que a amiga parta para o ataque e consiga fisgar o coração de Cadu. Todavia, Íris está obcecada com a ideia de descobrir o que de tão especial Édra Norr tem que conseguiu fazer com que Camila rompesse com Cadu.


Íris está tão certa de que conseguirá descobrir tudo o que precisa sobre Édra Norr e ainda se aproximar de Cadu, mesmo considerando não ser nada fácil realizar seus intentos. Mas, determinada como está, ela coloca seu plano em ação e começa a seguir e vigiar Édra pelos corredores e salas de aula e também pelas ruas de São Patrique.

" Ok, seguir Édra Norr é perigoso pra minha saúde física. Vou considerar isso da próxima vez que ousar pensar na hipótese de sequer falar com ela."

Só que Íris pode vir a descobrir bem mais do que esperava com sua investigação, pois Édra e ela começam a se aproximar e Íris por sua vez passa a perceber certas características que fazem de Édra Norr uma pessoa tão interessante e singular ao seus olhos.
Ninguém sabe que Íris anda vigiando secretamente Édra por onde quer que ela vá.Nem mesmo Maurício, seu amigo que trabalha no Leoni's, uma livraria que Íris adora frequentar, ainda que seja bem longe da escola, porém, bem perto de sua casa.

" Essa livraria de madeira cheirando a café fresco é definitivamente o meu refúgio. Também é o lar de criaturas estranhas como Maurício."

E assim Íris segue firme investigando e seguindo Édra para cima e para baixo no que ela prefere chamar de: experimento científico. E ao longo de suas investigações, Íris faz grandes e surpreendentes descobertas sobre algumas pessoas que fazem parte de sua vida, sobre Édra e principalmente sobre si mesma.



[- Minhas Impressões -]

Ao ler o título e a sinopse do livro percebi que estava curiosa para saber mais a respeito da história, pois achei o titulo muito legal e bem diferente do que estou acostumada a ver nos livros de modo geral. A capa também me motivou bastante a querer ler a história sobre Íris, Dona Símia e a tão famosa Édra Norr .

Percebi também que desde o comecinho uma agilidade da autora ao escrever capítulos curtos e numa escrita mais voltada ao publico jovem, mas não encarei isso como um empecilho que pudesse dificultar minha leitura, muito pelo contrário. Embora tenha ficado claro para mim que o seu público alvo fosse realmente os adolescentes e jovens.

Nada me impediu de ler e me envolver com a história e os personagens. Me diverti muito lendo as inúmeras enrascadas em que Íris se meteu ao perseguir loucamente Édra por todo o colégio e também pela cidade. Foi muito engraçado e em alguns momentos lá estava eu, dando risada das confusões em que Íris estava atolada. Todavia, isso não me impediu de achar Íris chata e irritante em algumas situações, pois por muitas vezes ela foi de uma lerdeza sem tamanho. Eu achei a personagem muito devagar e penso que o livro poderia ter tido menos páginas, já que pareceu para mim que a autora esticou demais a história para chegar a um fim não tão satisfatório a meu ver.


Mas, ainda assim, eu percebi e inclusive acredito também que o que a autora quis mesmo mostrar foi a busca pelo o autoconhecimento e descobertas pelos quais Íris passou ao longo de toda a trama. E ela de fato conseguiu fazer isso no decorrer da história. Os personagens de que mais gostei foram sem dúvidas Dona Símia, Polly e Maurício. Dona Símia durante toda a leitura mostrou ser um amor de pessoa.

Polly foi uma amiga desde sempre muito maluquinha, mas ao mesmo tempo muito fiel e verdadeira.
Maurício foi uma surpresa e tanto, e que me arrancou boas risadas. Édra mostrou que estava completamente a vontade com a sua opção de vida, e não escondeu de ninguém quem era e do que gostava.

A leitura foi bem movimentada e teve várias coisas acontecendo o tempo todo, algumas legais outras nem tanto. Mas tudo muito bem escrito e chamando a atenção para o foco da história.

Íris investigou e descobriu o motivo que levou Cadu a ser dispensado por Camila, sua ex-namorada, ganhou novos amigos e se autoconheceu. Outro ponto forte e bastante emocionante do livro foi a forte ligação entre Íris e Dona Símia e também um fato que acontece e que envolve diretamente a simpática senhorinha. Eu fiquei agoniada e torcendo para que tudo terminasse da melhor forma possível. Os pais de Íris foram um show a parte e contribuíram muito para tornar a história divertida e engraçada.

O amor não é óbvio é um livro que merece a atenção de vocês leitores por se tratar de um assunto que precisa ser abordado com respeito responsabilidade.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário