últimas resenhas

Resenha - Eu Estou Pensando em Acabar com Tudo


Título: Eu Estou Pensando em Acabar com Tudo
Autor: Ian Reid
Cortesia: Editora Rocco
Número de Páginas: 224
Skoob
Onde Comprar: Amazon
No romance de estreia do canadense Iain Reid, Jake conduz o carro em que ele e a namorada, que narra a história, vão à fazenda dos pais do rapaz. Durante a longa viagem por estradas desertas e escuras, a garota, atormentada com a perseguição de um homem misterioso que deixa sempre a mesma mensagem de voz em seu telefone, pensa em encerrar o relacionamento com Jake. Mas talvez seja tarde demais. Reid, que tem dois livros de não ficção elogiados pela crítica e contribui para veículos de prestígio como a revista New Yorker, une, numa narrativa profundamente psicológica, tanto referências de terror clássico, quanto elementos de suspenses menos tradicionais, sustentando a trama para além das limitações inerentes ao gênero. Um thriller curto e denso que esconde, em meio ao medo provocado pela sensação de uma tragédia iminente, alegorias sobre a própria vida ser uma tragédia anunciada.



Oi pessoal,  tudo bem? Hoje vou falar pra vocês o que eu entendi (e o que não entendi) sobre o livro Eu Estou Pensando em Acabar com Tudo, porque no meu ponto de vista se tornou uma história nada simples de suspense, justamente pelo ar confuso que a trama te oferece!

A história se passa em uma viagem de carro em que Jake leva a a sua namorada para conhecer seus pais. Enquanto os quilômetros passam, a namorada vai narrando os diálogos com Jake enquanto ela também nos conta seus próprios pensamentos e lembranças do passado. Esse é o ponto, ela está pensando em acabar com tudo.

Na minha opinião, essa parte foi um pouco mais lenta do que eu particularmente gosto, mas não deixou nada a desejar e eu consegui sentir todas as aflições da personagem, principalmente quando ela falava da misteriosa ligação que ela sempre recebia. 


O desenrolar da trama foi construída de uma forma muito inteligente, principalmente no desenvolver dos diálogos que acabei percebendo que o autor aproveita para semear pequenos indícios do que realmente vai acontecer no desfecho. 

Tanto que logo no começo do capitulo, temos um diálogo entre dois personagens que não fazem parte da história que está sendo contada. Ambos conversam sobre uma tragédia ocorrida, e lentamente vão entregando peças que lá no final vão se juntar para explicar o que realmente aconteceu. E o mais legal é que esses pequenos trechos, muitas das vezes, foram o motivo de eu continuar lendo, porque eu queria entender o que tinha acontecido no final.

A história desenvolve tão bem um clima de mistério que quando eu pensava que tinha entendido algo, não dava nem tempo de concretizar, porque logo em seguida eu já sabia que estava enganada. E então, quando os personagens chegam à casa dos pais de Jake a história realmente começa a correr. E é a partir daqui que as coisas realmente começam a acontecer.


O clima de tensão é grande a todo momento e a sensação de pânico iminente é única, a gente tem a sensação de que tudo vai dar errado. E aí ficamos apenas esperando o momento em que isso vai acontecer, sendo levados ao extremo da agonia.

Já os outros personagens do livro não são personagens, na verdade. Eles são elementos da história que servem pra aumentar ainda mais esse clima de suspense. Todos eles cumprem muito bem o papel deles, e puxam a gente ainda mais a fundo para dentro do mistério. A cada página há vários detalhes que te agarram e você fica curioso para saber onde tudo vai dar.


Uma coisa que eu preciso sugerir é que se você for ler esse livro, leia ele mais de uma vez. O final da história apresenta um jeito diferente de enxergar tudo o que acontece e te entrega uma leitura totalmente diferente da segunda vez. Eu inclusive estou pensando em reler mais uma vez, porque tenho certeza que ainda devem ter alguns detalhes importantes da história que eu mesma perdi.

Com uma caprichada edição em capa dura, e excelente diagramação que dialoga a todo momento com o texto, Eu Estou Pensando em Acabar com Tudo é um livro confuso, porém, continua sendo uma das melhores obras que já li.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário