Resenha - Morte Lenta



Título: Morte Lenta
Autora: Matthew FitzSimmons
N° de páginas: 320
Cortesia: Faro Editorial
Skoob
Onde comprar: Submarino

Dez anos atrás, Suzanne, uma garota de 14 anos, simplesmente desapareceu sem deixar qualquer vestígio. Filha do então senador Benjamin Lombard, agora poderoso vice-presidente dos EUA, o caso continua sem solução e se transformou numa obsessão nacional.
Para Gibson Vaughn, renomado hacker e mariner, trata-se de uma perda pessoal. Suzanne era como uma irmã para ele. No décimo aniversário do desaparecimento da garota, o ex-chefe de segurança de Benjamin Lombard pede a ajuda de Gibson para realizar uma investigação secreta e entrega a ele novas pistas. Assombrado por memórias trágicas daqueles dias, Gibson acredita ter agora a chance de descobrir o que realmente aconteceu. 


Aos 14 anos, Suzanne, filha do Senador Benjamim Lombard fugiu de casa sem deixar qualquer tipo de evidência do seu paradeiro. Seu desaparecimento noticia em todas as redes televisivas e muitos dos telespectadores que acompanhavam acabam perdendo a esperança de encontra-la, pois já até achavam que algo de muito ruim havia acontecido com a menina. E o que agrava ainda mais a situação é que até então ninguém havia entrado em contato para cobrar a gorda recompensa que estava sendo oferecida pelo seu resgaste.

``O FBI não conseguiu descobrir uma única pista relevante. Nenhuma pessoa jamais se apresentou para reivindicar os 10 milhões de dólares de recompensa oferecidos pela família e por seus apoiadores.``

Por outro lado, ainda havia pessoas que ainda tinham alguma esperança de que a menina ainda estava viva e escondida em algum lugar, ou quem sabe sendo mantida em cativeiro por algum lunático.



Por isso, George Abe, que está no comando da Abe Consulting, uma empresa de segurança, acaba sendo surpreendido após dez anos com uma foto de Suzanne que mexeu não só com ele, mas com todo o seu pessoal: Jenn Charles, Dan Hendricks e Michael Rilling. E por conta disso, eles acabam decidindo procurar Gibson Vaughn, que aos dezesseis anos acabou preso por revelar os podres de Ben Lombard usando seus grandes talentos como Hacker de computador e sendo bastante conhecido nesse mundo tecnológico pelo Nickname BrnChr0me.

`` Durante algum tempo, acreditou-se que essas revelações acabariam com a carreira politica do senador e a mídia enlouqueceu com a ideia de que um adolescente havia nocauteado um senador dos Estados Unidos.``

Então, após anos afastado de todos os acontecimentos do seu passado doloroso, Gibson nos dias de hoje tem uma filha de seis anos e é divorciado. Agora busca um emprego que tem sido bastante dificultado pelo atual vice-presidente dos Estados Unidos, nada menos que Benjamin Lombard. Só que certo dia, a oportunidade bate à sua porta quando é procurado por George Abe que busca sua ajuda para poder desvendar todo esse mistério em volta de Suzanne, até porque o próprio Gibson havia crescido e convivido com a menina quando ainda era criança e era considerado como um irmão mais velho que sempre a protegia, quando necessário.

Agora ao lado de grandes profissionais da empresa de George Abe, Gibson começa uma busca intensa atrás de pistas que levem até Suzanne, porém isso está longe de acabar, pois durante os capítulos acompanhamos muitos mistérios, intrigas e mentiras que vocês terão que conferir adquirindo essa obra, pois se eu falar mais do que isso aqui nessa resenha acabarei soltando diversos spoilers e estragando várias surpresas que estão para acontecer!




[- Minhas Impressões -]

Primeiramente quero lhes dizer uma coisa muito importante, eu adooooooro gênero
investigativo/policial. Vou lhes dizer o porquê: livros assim normalmente acabam me prendendo por conta dos mistérios e de todas as pistas que vão sendo deixadas para que nós leitores possamos juntar as peças do quebra-cabeça e assim fazendo a grande descoberta, apesar de que nem sempre é o que a gente realmente supõe após as várias reviravoltas. Então está aí mais um ponto que eu admiro muito nessas obras, porque são histórias que normalmente vivem nos surpreendendo de forma bastante positiva.

Com o livro Morte Lenta não foi diferente. Assim que iniciei a leitura, não imaginava o que realmente iria encontrar, até porque já fazia um tempo que não lia nada do gênero, porém logo me vi presa às paginas e participando de todas as investigações. Fiquei também curiosa para saber o que realmente havia acontecido com a menina Suzanne e onde ela estaria, pois essa era a pergunta no qual eu me fazia a todo instante.




Durante a trama, percebi que em momento algum o autor Matthew Fitzsimmons deixa em evidência o que realmente aconteceu e isso acaba nos levando ainda mais historia adentro. Achei o desenvolvimento da trama muito boa, pois ele conseguiu me prender durante as páginas durante todos os acontecimentos e até me motivando a ter mais atenção em cada um dos detalhes, porque só assim mesmo para poder desvendar o grande enigma que ainda rondavam o desaparecimento de Suzanne.

Mas devo avisar que a narrativa, pelo menos nos primeiros capítulos demora um pouco para engrenar, pois o autor descreve com profundidade o passado de alguns dos personagens para que possamos conhecê-los e compreender algumas situações do presente. Há também algumas explicações técnicas sobre o processo de trabalho de Gibson para aqueles que têm pouco conhecimento sobre ser um hacker; até então muito bem conhecido e esperto, pois pode ter certeza que vocês irão se surpreender assim como eu em diversos momentos. Achei uma sacada e tanto do autor, porque quando eu achava que o caso finalmente seria resolvido, vinha uma bela surpresa. É sério gente, eu até ri, porque eu achei muito inteligente isso. – A PRESA caçando o Caçador sabe? (risos). Simplesmente incrível!
Como eu disse, com o passar das páginas, a narrativa melhora e muito ganhando um ritmo alucinante no qual o leitor não conseguirá desgrudar das páginas. Haverá algumas cenas de ação que são te tirar o fôlego e algumas revelações bombásticas que nem eu mesma esperava. Fui bastante surpreendida. Teve pessoas também que estavam envolvidas, o que acabou sendo chocante para mim. Nem imaginava. Foi algo assim inacreditável!



Quanto aos personagens, achei que todos foram muito bem construídos. Cada um tem uma importância gigantesca no desaparecimento de Suzanne Lombard, por isso tenho que dar um grande destaque para Gibson, Hendricks e Charles, porque foi muito bom acompanha-los em todo processo de investigação. Mas teve um certo momento na história que Hendricks e Charles acabam tirando Gibson completamente da jogada e isso acabou sendo uma burrice imensa, porque o cara é FODA! (desculpa o termo utilizado)

Ficaram curiosos né? Então leiam para saber de tudo, porque essa obra é recheada de acontecimentos surpreendentes!

Quanto à diagramação, adorei a edição, principalmente da capa que tem um efeito de brilho diferente que chama bastante a nossa atenção; Além disso, meu único incomodo foi a a fonte utilizada, pois eu achei um pouco pequena e fora do normal que estou acostumada a ler em alguns livros. Seria interessante se nas próximas obras aumentassem um pouco, porque isso pode prejudicar a vista de alguns leitores. Mas no geral, não tenho mais o que dizer, só dizer para que vocês deem uma oportunidade para essa obra, pois RECOMENDO com toda certeza!



Categorias:

2 comentários:

  1. A capa deste livro é incrível e como também sou fã demais do gênero, adorei a história. Pude ler esta obra já tem um tempinho e em nenhum momento imaginaria o que iria acontecer, não apenas com Suzanne, mas também com Gibson!
    Um enredo que deixa a gente meio que na agonia..rs
    Super recomendo!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Depois dessa resenha é quase impossível não ficar tentada a passar essa leitura na frente, né! Afinal a curiosidade, nesse caso, fala mais alto. Todo o enredo parece ser incrível, gosto muito do gênero e dessa oportunidade de poder ir montando o quebra cabeça durante a leitura, ir juntando as peças, mas sempre ser surpreendida é a melhor parte (eu sempre erro).

    ResponderExcluir