Especial - Conhecendo os Autores... [32]


Olá meus amados leitores de todo Brasil, tudo bem com vocês?
Espero que sim, pois hoje venho lhes trazer uma postagem para que vocês possam conhecer mais uma maravilhosa Autora Nacional que sinceramente me surpreendeu demais com sua escrita envolvente e com aquele gostinho de quero mais. Quer saber então quem é? Então vem comigo que vou lhes contar!!



É cearense, autora de livros infantis e contista. Graduada em Design de Interiores e Letras-Português. Publicou os livros infantis Telhado de Gatos e Animal de Estimação Não é Brinquedo Não, ambos de forma independente por meio de financiamento coletivo (Catarse). Como contista, tem trabalhos publicados nas seguintes antologias: Vilões, pela editora Wish (conto Sinhá), Crônicas das Terras Esquecidas, pela editora Modo (conto O diário de Charles Evans), Contos da Floresta, pela editora Wish (conto O Bosque), Era outra vez, editora Hope (conto Os três) e CreepyPastas (conto Chiara). Foi selecionada no II Concurso Bunkyo de Contos e Antologia (Conto Vem brincar comigo). Já organizou a antologia O Hospício de Muskov (conto Latitude 59 – Longitude 30) e Kowai – Terror no extremo oriente (Conto Ao dormir) pela editora Wish, a antologia Um Fragmento Chamado Vida (conto As tardes na casa da vovó) e Espaço Restrito (conto Resgate Submerso) pela Modo editora e Simulacro & Simulação – Histórias sobre falhas na realidade (Conto Data Maldita), Editora Lendari. Atualmente dedica-se a romances adultos publicados principalmente na Amazon. Romances como Meu Desejo de Rock que contará com dois livros principais e uma novela. Parker’s, livro único. Amor como aroma de café, livro único. E ainda lançará em 2019 a série Irmãs Agnelli, com 4 livros.








Meu Desejo de Rock 
Quando Jéssica Alves descobre que sua banda de rock preferida vai tocar na cidade, a alegria logo foi substituída pela tristeza quando percebe que não tem como pagar pelo ingresso. Um milagre vem na forma de um encontro inesperado e Jéssica consegue ir ao show.
Só que esse dia muda tudo.
Recebendo uma proposta de emprego que exige que ela se mude para São Paulo, a garota tem de escolher entre trabalhar na equipe da banda Tensão Elétrica e seguir seus maiores ídolos, ou ficar e continuar o curso de Psicologia que ela tanto ama.
Mas quando um futuro certo e o futuro dos sonhos colidem, que caminho seu coração irá seguir?

Onde Comprar: Amazon 
Livro físico: www.tyannemaia.com.br





Confira a Resenha - Clique na Imagem!









Parkers
Uma mulher.
Um amor que nasce no colegial e perpetua pelo tempo. Megan casará com um dos Parkers, o outro sofrerá em silêncio.
Três pessoas unidas pelos laços de família e suas profissões. O sacrifício mudo. A glória de ser o melhor. Um acordo mantido em segredo. A sedução silenciosa.
Vida, trabalho e amor encontram-se traçados, até que a roda do destino gira, pegando todos de surpresa.
Venha descobrir como essa trama terminará.
Dois irmãos.

Onde Comprar: Amazon






Amor com Aroma de Café
Graduanda em moda e secretária particular de uma das maiores estilistas do Brasil, a jovem Eduarda Santos não tem muito tempo livre para cuidar do lado amoroso de sua vida. Por isso, sua chefe e, no momento, única amiga, consegue convencê-la a usar um famoso aplicativo de relacionamentos.
Por azar, as coisas não saem muito bem logo no primeiro encontro. A ideia de desistir da “sorte” que o tal aplicativo pode proporcionar bate com força total. Porém, uma segunda e última tentativa faz com que o caminho de Eduarda cruze com o de Marcos Lopes, barista e dono de um dos Cafés mais badalados de Porto Alegre.
O que acontecerá entre os encontros e desencontros desses dois não se sabe, mas pode se descobrir ao acompanhar essa história cheia de brilho, glamour, passarelas, cafeína e cenas de tirar o fôlego.


Onde Comprar:
Amazon



------





ENTREVISTA



1. Conte um pouco sobre quem é Tyanne Maia

R: Engraçado, não costumo falar sobre mim, então como essa entrevista começou desafiante! Eu sou apenas uma pessoa que adora gatos, é louca por filmes e ama escrever mais que tudo na vida.



2. Em que momento soube que queria se dedicar intensamente a carreira de escritora?

R: Já venho me dedicando a escrita desde 2013, quando comecei a acreditar em mim mesma e no meu trabalho. Comecei com livros infantis para ajudar crianças a amar e respeita animais, dei continuidade com meus contos de suspense e terror e agora dedico-me exclusivamente aos romances. Finalmente encontrei o meu lugar. =]



3. O que te inspirou a escrever “Meu Desejo de Rock”?

R: Uma conversa com uma amiga. Ela comentou: “porque não escreve um romance em vez apenas de contos?” E eu respondi “Porque sou contista”. Ela indagou: “Pois eu acho que você é escritora. Eu te desafio a escreve um romance”. E eu brinquei: “Eu também. Não consigo escrever mais que cinco páginas. Minhas histórias são objetivas, tem começo, meio e fim em um curto espaço de tempo, eu não sei escrever romances”. E ela continuou: “Você vai escrever um romance hot em que uma garota vai encontrar o ídolo dela em uma lanchonete”. E eu não respondi.

Nunca havia lido um livro hot na vida, passei seis meses pesquisando, estudando e lendo livros hot. Passei a desenvolver o projeto do livro, capítulo a capítulo e comecei a escrever Meu Desejo de Rock. Em 12 dias eu tinha mais de 300 páginas de livro escrito e chorava como uma criança ao terminar. Eu não queria que aquela história acabasse, eu não me preparei para me separar de Jéssica e Alex, eu sofri horrores quando acabou, mas o livro tinha um fim.



4. Qual processo você acha mais difícil na hora de escrever um livro?

R: Quando ele acaba, porque é onde farei a 2ª leitura, ajustar as coisas que ficaram soltas na história, o envio para a revisão e a volta dele para finalizar o livro. Esse processo demora muito mais do que eu levo para escrever, e por isso, consome muito do meu emocional, porque sei que o livro está finalizando e muitas vezes eu não estou preparada para me afastar dos personagens.



5. Em que turno do dia você prefere escrever? Porque?

R: Eu escrevo todas as manhãs das 7h às 11h e a noite das 18h às 23h. De segunda a segunda. Esse ritual só é quebrado quando eu tenho que revisar algum livro que está para ser lançado. Como eu disse anteriormente, não há nada que me faça mais feliz.



6. Em que você se baseou para criação dos seus personagens? 

R: Meus personagens nascem de forma inusitada para mim. Eu crio a ficha de cada um deles, tento traçar um perfil físico, mas o psicológico e emocional eu não determino. No decorrer da história os personagens vão se moldando. O máximo que faço é: Vanessa será uma mulher forte. Jéssica será uma garota frágil. Alex será um cara verdadeiramente bom. Mas o resto vai nascendo apenas quando começo a escrever.



7. Se você fosse um personagem do seu livro qual seria e por quê?

R: Nunca pensei nisso! Ai meu Deus, não sei responder. Eu sei com quem gostaria de ficar: Alex, com certeza! Mas quem eu seria? Não sei dizer...



8. No livro conhecemos a Banda Tensão Elétrica, aqui você se inspirou em alguma banda? 

R: Na verdade quando comecei não me inspirei em nenhuma banda, mas quando já estava escrevendo fiquei apaixonada pela banda Maroon 5 (só escrevo escutando música e escutei muito essa banda enquanto escrevia) e acho que tem um pouco dela na Tensão Elétrica. E acho que Alex é o tipo bonitão do Adam Levine. <3



9. Você costuma se basear em personagens reais para criar a personalidade de seus personagens? Alguma de suas protagonistas se espelha em você?

R: Não. Não faço isso. O que faço (e acredito que todo escritor faça o mesmo) é pegar situações que já vivi na vida e transcrevo-as de forma diferente para meus livros. Mas nunca basiei nenhum personagem em pessoas reais. E acredito que todos os meus personagens tenham um pouco de mim: Sou chorona como a Jéssica, sou carinhosa como Alex, assim por diante.



10. Quanto tempo você levou para construir essa história? Você precisou fazer muitas pesquisas para ela? Nos conte um pouquinho sobre esse processo de criação.

R: Eu demoro em média um mês (ou pouco menos) preparando o roteiro dos capítulos, fazendo as pesquisas necessárias para a história, conhecendo o lugar em que ela vai se passar, trocando e-mails com pessoas que moram nesses lugar, tento pegar o máximo de informações sobre a história, que bebidas serão servidas, que possíveis roupas irão usar, etc. (Esse processo eu faço enquanto estou escrevendo outro livro, já me organizado para a próxima escrita)

Depois de tudo anotado e o roteiro finalizado, eu sento e escrevo a história completa de uma vez, demoro uma média de 10 a 15 dias para finalizar. Depois disso vem a parte de preparação do texto eu leva quase dois meses para finalizar.



11. Em termos gerais para não darmos spoilers para os leitores, qual foi a parte do livro que você mais gostou de escrever, e qual a pior?

R: A parte que mais amo no livro é o capítulo 20. Eu amo o jantar da Jéssica e do Alex e em como ela está segura e faz aquela brincadeira com ele em lugar público. Amo também quando eles se encontram pela 1ª vez. Quando ela pergunta se ele é real... eu suspiro sempre que leio essa parte.

A parte mais difícil foi transformar a mãe dele na vilã. Nossa, a parte em que a ficha cai para todos que foi a própria mãe que armou tudo foi complicado de escrever.




12. Quais são os seus objetivos ao escrever uma história, o que deseja despertar no seu leitor?

R: Eu acho que o que mais tento passar nos meus romances é que são histórias de pessoas comuns, aquilo pode sim acontecer com qualquer um de nós. É uma estudante que tem que trabalhar meio período para tentar pagar o aluguel atrasado, é a mulher que sonha em engravidar (Parker’s), são personagens de livros, mas são “pessoas” como nós. Eu espero que os leitores se identifiquem com elas e que possam sonhar como elas, e por um instante, no momento de 300 páginas, possam viver o amor impossível da adolescência ou realizarem o sonho de engravidar. Eu quero que o leitor viva minhas histórias intensamente, assim como vivo cada uma delas.



13. E já que ``Meu Desejo de Rock`` tem uma continuação, o que nós leitores podemos esperar? Nos conte um pouquinho!

R: Terá uma novela curta entre os dois livros. Essa novela que se chamará Meu desejo de férias. Ela vai falar sobre a viagem de Alex e Jéssica à Nova Iorque. O interessante é que os dois vão esbarrar nos personagens do livro Parker’s, e para quem já leu a história, vai poder matar um pouquinho a saudade de Matt e Megan. O segundo livro que se chamará Meu desejo de mulher, terá como protagonistas o guitarrista Roberto e a estilista Beatriz. O livro será divido em três partes, onde a 1ª contará como a banda começou, a 2ª o desfecho entre Roberto e Beatriz e a 3ª parte será divida entre todos os personagens.



14. Que conselho daria aos aspirantes à escritores?

R: Não desistam nunca dos seus sonhos. Só eu sei como é desafiante ser escritor nesse país, mas se você realmente ama o que faz, persista. Acredito que nada que não seja feito com tanto amor pode vir algum dia fracassar.



15. Tyanne Maia poderia deixar alguma mensagem para os leitores que acompanham o I LOVE MY BOOKS? 

R: Continuem lendo sempre, a leitura é forma mais incrível de viajar para outros universos, viver novas vidas, aprender novas culturas e se apaixonar perdidamente sem que traiam os seus companheiros (risos).  E continuem acompanhado as redes sociais do I Love My Books, pois estão sempre antenados com tudo o que há de mais atual no mercado de livros. São pessoas maravilhosas que amam o que fazem e que acreditam nos escritores nacionais.

Gostaria de agradecer pelo carinho e também por ter cedido essa Entrevista. Estaremos sempre acompanhando o seu trabalho bem de pertinho. Obrigada mais uma vez!

E você aí, gostou? Então conte para gente nos comentários.


Inscrições Abertas - Participe !!


Categorias:

5 comentários:

  1. Depois da resenha inspiradora do livro, nada mais gostoso do que ver um pouquinho da autora nestas letras do post!
    Incrível isso de poder conhecer quem escreveu, como escreveu e todos os motivos que levaram a pessoa a se dedicar as letras.
    E oh, Maroon 5?? Que inspiração hein?rs Amo!!!
    Acho que depois da festa do Oscar, onde Lady disse mais ou menos que a autora disse "não desista dos seus sonhos", fica no coração uma coisinha gostosa, chamada paz.
    E claro, a vontade enorme de conhecer este último trabalho dela!!!
    Adorei.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Silvana!
    Eu já ia perguntar se Meu desejo de Rock era livro único rsrs; já tem previsão de quando será lançado a novela sobre Alex e Jéssica, e o livro 2 sobre Roberto e Beatriz? É que quando se trata de séries prefiro ter todos os volumes ao alcance de minhas mãos para aí então iniciar a leitura um atrás do outro...
    Que interessante o modo como surgiu Meu desejo de Rock, deve ter sido bem desafiador escrever um romance quando escrevia apenas contos; e pelo visto a aventura deu certo, né?!
    Eu amei a entrevista! Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Olá! Achei simplesmente incrível essa matéria e foi bacana demais conhecer um pouco mais dessa autora (maravilhosa) que me conquistou com “Meu desejo de rock”. Interessante saber que a autora se preocupa em nos trazer histórias incríveis, além disso, sempre fica aquela curiosidade em saber como é o processo de criação desses personagens que roubam nossos corações, bom para nós leitores que ela se encontrou no romance (suspiros). Os outros livros também são ótimos e já quero resenhas (risos).

    ResponderExcluir
  4. Como foi boa essa entrevista, às vezes lemos os livros mas não sabemos nada do autor (a). Quando leio gosto de saber esses detalhes, tipo de música que o autor escuta, se tem animais, 💟gatos💟, as formas que usa para escrever, a inspiração de onde vem. Eu sinto uma proximidade, uma certeza de ali por trás daquele livro está uma pessoa como a gente, que se apaixona, que sofre, escuta música, tem amigas, isso faz a leitura um processo mágico, o livro une esses dois lados, escritor/leitor.
    Fiquei impressionada com a quantidade de horas que você escreve, não é fácil não ser escritora, exige disciplina e trabalho.
    Muito bom conhecer um pouco dessa autora, obrigada !

    ResponderExcluir
  5. Sil que post mais bacana!! Não só pela Tyanne ser brasileira, mas por saber um pouco dela pelas perguntas que foram feitas, a torna mais próxima e isso é legal. Se pra mim que ainda não li "Meu desejo de Rock" achei emocionante como ela fala dele, imagino para quem leu e se apaixonou por Alex e Jessica ou saber que sua inspiração veio do Maroon 5. Achei interessante sua trajetória, pois de historias infantis, passando para contos até chegar a romance hot, tem um belo caminho que pelo jeito está sendo de grande sucesso. Ela me pareceu super simples e acessível, o que só aumenta a admiração pelo autor que deixa de lado o estrelismo e se preocupa em escrever com qualidade, afinal, não é só despejar palavras tem um "bastidor" por trás, muita disciplina, pesquisas como ela mencionou e muita dedicação. Achei curioso ela ouvir musica enquanto cria, como consegue desenvolver uma historia tendo uma musica de fundo?? Estou chocada e admirada.

    ResponderExcluir