Resenha - Meu Desejo de Rock


Título: Meu Desejo de Rock
Autora: Tyanne Maia
Publicação: Independente
Páginas: 316
Skoob
Onde comprar: Amazon

Quando Jéssica Alves descobre que sua banda de rock preferida vai tocar na cidade, a alegria logo foi substituída pela tristeza quando percebe que não tem como pagar pelo ingresso. Um milagre vem na forma de um encontro inesperado e Jéssica consegue ir ao show.
Só que esse dia muda tudo.
Recebendo uma proposta de emprego que exige que ela se mude para São Paulo, a garota tem de escolher entre trabalhar na equipe da banda Tensão Elétrica e seguir seus maiores ídolos, ou ficar e continuar o curso de Psicologia que ela tanto ama.
Mas quando um futuro certo e o futuro dos sonhos colidem, que caminho seu coração irá seguir?



Em ‘’Meu Desejo de Rock’’ conhecemos Jéssica, uma jovem que cresceu vendo o esforço de sua mãe para criar seus seis irmãos mais novos após a perda do pai. Devido a isso, sempre procurou ajudar sua mãe, principalmente nos momentos de dificuldade, porém não deixava de se dedicar aos estudos para um dia poder mudar a situação da sua família. Além disso, outro de seus desejos era se mudar da cidade onde morava.

Certo dia, Jessica é aprovada na faculdade de Psicologia e é obrigada então a se mudar para a cidade de Fortaleza, chegando lá, começa a correria de ir atrás de um lugar para ficar e de um emprego para poder se manter.

Então, passados alguns meses, Jessica conhece Amanda, que logo acaba se tornando uma amiga muito especial em sua vida, por isso, além de aceitar e dividir os gastos do apartamento, também lhe ajuda a arrumar um emprego na mesma lanchonete onde trabalhava e praticamente no mesmo período que o dela, o noturno, até porque Jéssica teria que conciliar com a sua faculdade.

‘’O sofrimento passado pela jovem transformava-se em determinação. Ela passava por muitas provações, mas mantinha-se firme e continuava a seguir em frente. Decidiu focar o máximo que podia e não conseguia se concentrar em mais nada, a não ser os estudos.’’

Assim, estudando e trabalhando, Jéssica aproveitava suas horas vagas para aproveitar e curtir o som de sua banda favorita ‘’Tensão Elétrica’’, pois era fã de carteirinha e acompanhava a carreira dos meninos há anos.

‘’...Além de colecionar recortes deles, sabia a agenda de shows e as músicas decoradas. Era uma banda com uns 10 anos na estrada e tocavam principalmente pop rock nacional, com uma balada ou outra.``

Então, um dia, pesquisando novidades, Jessica soube que a Banda viria com sua turnê para Fortaleza, porém, acabara de ficar bastante triste, pois sabia que não iria poder ir ao show por conta do que devia de aluguel para sua amiga Amanda, pois ela tinha consciência de que tinha suas obrigações a serem cumpridas.




Mas mesmo assim, com o passar dos dias, a tristeza foi lhe corroendo, até que um dia, resolveu ir a sua sorveteria preferida apenas para poder passar o tempo observando as pessoas na rua, mas o que ela não esperava era poder encontrar ali Alex Lins, o vocalista da Tensão Elétrica. 

Pensou então que de tantos lugares, ele foi aparecer logo ali.
Jéssica ficou completamente sem reação e logo pensou que estava imaginando coisas.

``O que Alex viu foi uma moça de olhos esbugalhados e boca aberta segurando uma colher cheia de sorvete derretido escorrendo pelo seu braço. Ele riu e foi até a mesa dela, sentou de costas para o balcão e a única pessoa que podia ver o rosto dele era ela.``

Então completamente hipnotizada, não percebeu que estava se sujando toda de sorvete, então com muita vergonha enquanto Alex a observava e se aproximava de sua mesa, ela começou a se limpar rapidamente. Assim, após todo esse incidente e enquanto saboreavam os seus sorvetes e se conheciam, Alex percebeu algo de diferente em Jéssica e que acabou lhe agradando bastante, principalmente por ter sido discreta quando o viu. Não se comportou como uma fã estérica. Isso o deixou bastante curioso e ao mesmo tempo admirado pelo seu comportamento.

‘’Alex estava adorando estar ali com ela, em toda sua carreira não havia encontrado uma fã tão comportada ao ponto de manter o mínimo de diálogo, e há quanto tempo não conversava com alguém fora do seu ciclo fechado?! Aquilo era reconfortante. ``

Como tudo que é bom, dura pouco, Jéssica percebeu que precisava ir embora, pois já estava ficando tarde e não queria deixar Amanda preocupada. Então, assim que se levantou e ia se despedindo, o gentil Alex se ofereceu para levá-la embora, pois vendo que se deram tão bem, resolveram também trocar seus números de telefone para poderem manter contato. O que eles não sabiam é que estava surgindo uma paixão avassaladora que tomaria conta não só de seus corações, mas viria mudar a vida deles para sempre!




E vocês acham que a história termina assim? Na Na Ni Na Não! (risos)
Isso que contei foi só uma pequena parte do livro. Tem muita coisa para acontecer e que com certeza vocês irão amar. Este livro irá fazer vocês sorrirem e darem altos suspiros!



[- Minhas Impressões -]

Para começar, eu tenho que confessar que sou APAIXONADA por histórias que envolvam BANDAS, porque sempre que leio, eu entro neste mundo junto dos protagonistas e me conecto com tudo que está acontecendo. Por isso, posso lhes dizer que ‘’Com meu Desejo de Rock’’ não foi diferente. Eu simplesmente AMEI cada momento de Jéssica e Alex, mas também com os personagens secundários que a autora soube desenvolver muito bem durante as páginas.

Os meninos da Banda Tensão Elétrica são extremamente cativantes e nos divertem em todos os momentos, mas o que mais me chamou atenção foi a AMIZADE e a UNIÃO de todos na banda. Alex sempre deixava claro que além de uma banda, eles eram uma família, ou seja, poderiam contar um com outro a qualquer momento.

Por outro lado, vemos Jéssica, uma personagem muito inteligente, determinada e pé no chão, porém o seu maior problema é se incomodar demais com sua aparência e não se valorizar como uma mulher linda que é. Por isso, achei muito bacana a autora ter abordado esse assunto, pois muitas vezes pessoas como ela passam pelo o mesmo problema e isso acaba diminuindo e muito a autoestima.  

Por isso, é sempre importante dar um UP no visual para que você fique bem consigo mesma. Porque se você não se gostar primeiro, quem vai não é mesmo? É o tal do amor próprio não é gente?

Eu sinceramente confesso que não me considero linda fisicamente, mas procuro sempre me cuidar. Na minha visão ser o mínimo vaidosa já dá para impressionar não é? Eu não sou uma pessoa que fica 24h arrumada, sou bastante desleixada dentro de casa, confesso! Porém, quando eu saio, lógico que procuro me arrumar para não aparentar ser moleca, embora eu às vezes me considere assim (risos)

Então acabei percebendo durante a minha leitura esse incomodo de Jessica e confesso que me coloquei em seu lugar. As vezes bate mesmo uma desmotivação diária, coisa do dia, mas não podemos deixar isso se tornar rotineiro. Temos que sair, pegar um cinema, etc. Não podemos deixar a peteca cair não! Vai para um cabeleireiro, compra roupas novas, faça a unha - Já faz tempo que não faço isso - esbanje glamour e vamos embora curtir que nunca é tarde para se cuidar viu? 

A parte ruim é que esse tipo de amizade hoje em dia é raramente encontrada. Não se encontra pessoas assim com facilidade, pelo contrário, apenas vemos aos montes pessoas para te criticarem de maneira ruim e te colocarem para baixo, infelizmente. Claro que você não pode se entregar ao desanimo de jeito nenhum! Sempre levante a cabeça e se valorize viu?! É uma ordem!! Ham!!

Resumindo, achei essas personagens maravilhosas. A autora trabalhou muito bem as duas. Pessoas cativantes e com personalidades tão distintas que me conquistaram.




Quanto ao nosso ASTRO DO ROCK: Alex, acredite se quiser, o imaginei como o BRIAN do Backstreet Boys, pois a pessoa aqui que vos fala é fanática e admira esse homem somente pela maneira de ser e de tratar as suas fãs amavelmente. Tanto no palco como fora dele. 

Sabe quando você olha para um cantor e percebe que ele é uma pessoa de boa índole? Uma pessoa que valoriza cada momento com o público e se diverte com seu dom? Então, foi por isso que identifiquei Brian como Alex, porque ele também é assim. Sem contar que ele é simplesmente lindo. Apaixonei-me por ele. Pena que só existe nos livros não é? Porque não podemos ter no mundo real minha gente? (risos)

Deixa eu me recompor aqui minha gente, porque só de lembrar de tudo que li, já me bateu uma imensa saudade. Então, pode ter certeza que provavelmente irei me programar para fazer a releitura assim que der, porque quando a obra realmente mexe comigo, eu gosto de relembrar tudo que aconteceu com os personagens durante a trama. É aquele tipo de história que deve ser lida mais de uma vez sabe? Esse livro realmente me conquistou de todas as maneiras e já está no meu topo dos melhores do ano!

Continuando...

Sabemos que ASTRO DO ROCK também tem seus problemas além dos palcos, e com Alex é claro não é diferente, pois ele passa ter muitos problemas com sua mãe por conta de seu relacionamento amoroso inicial, pois tudo tem que ser da maneira que ela deseja.

Eu sinceramente detestei a atitude horrível que ela teve para prejudicar o próprio filho junto da ex-namorada Bianca, que me deixou bastante brava viu?!

Graças aos deuses, Alex não é daqueles que desanima fácil e corre atrás de sua felicidade sempre. Ele não deixa se abater não! Gostei muito das atitudes que ele teve, e o melhor de tudo, foi quando ele foi absurdamente irônico em algumas partes com Bianca, principalmente nos foras (risos). Eu ria !! E foi mais do que merecido !! (risos)




Quanto ao Romance abordado, achei muito bem desenvolvido e muito gostoso de ler. A química imposta pela autora nos personagens é muito perfeita e colabora com a boa leitura. Não fica um romance clichê e também não fica só nisso. Tem suas pitadas de cenas sensuais durante a história, mas tudo na medida certa e sem vulgaridade, por isso, para quem não curte algo muito explícito pode ler tranquilamente, porque é simplesmente maravilhoso ver o amor entre os personagens transbordar pelas páginas. 

Todos os assuntos amorosos, familiares e profissionais são muito bem balanceado e não posso detalhar muito para não transformar minha resenha em um grande SPOILER (risos).

Só preciso apontar que a única coisa que me incomodou um pouco foi o interesse imediato entre Alex e Jéssica, algo que até comentei com a própria autora, mas depois nem tive do que reclamar, pois durante as páginas me senti muito envolvida com a narrativa fluida e envolvente. Parece pouco rápida e súbita a atração entre ambos, mas é justificado página a página essa aproximação e cumplicidade. Gostei de como foi desenvolvido, porque como disse não deixou a leitura monótona, pelo contrário. A leitura se torna realmente gostosa e atraente. Fui conquistada por essa história em todos os sentidos.


Não posso deixar de recomendar essa obra. Eu AMEi mesmo, sou suspeita, mas quem me segue sabe que não recomendo leituras por recomendar. Vale mesmo a pena, gente. Todo o contexto, enredo, personagens, enfim...

Um livro maravilhoso como puderam perceber e uma leitura que sem dúvida vale muito a pena, porque ele finaliza com um gostinho de QUERO MAIS!



Inscrições Abertas - Participe !!



Categorias:

6 comentários:

  1. Que resenhão! rsrsrs
    Adoro também livros que tragam isso de bandas de rock. Aliás, mistura sempre explosiva de música e paixão. Ótimos enredos são criados a partir desta mistura e nós leitores, agradecemos!
    Ainda não tinha visto ou lido nada a respeito deste livro, por isso adorei e muito tudo que li acima. Por trazer não somente o casal principal,mas também os integrantes da banda como parte do livro. Sempre acho isso de secundários importantes demais!!!
    Não me importo quando a química entre o casal acontece rápido demais, pois normalmente(quando o autor ou autora acertam) a história acaba fluindo calmamente e isso é bem gostoso!
    A capa é belíssima e com certeza, o livro vai para a lista de mais desejados!!!
    Viva nossa literatura nacional!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Olá! Engraçado, encontrei duas coincidências durante a leitura da resenha, primeira que estava lendo a resenha e assistindo ao show dos BSB (OMG) e a segunda é o que o Brian também é o meu queridinho da banda (OMG²). Além disso, super me identifiquei na parte de querer ir aos shows daquelas bandas do coração, mas daí lembrar que as contas não vão se pagar sozinhas. Voltando para o livro, também curto muito histórias com músicos e essa parece ser bem interessante, ainda mais se tratando de personagens brasileiros, valorizando nossas terras, gostei ainda mais, além do mais a história parece que não fica somente naquele romance clichê, vai nos fazer rir e suspirar muito. Jéssica tirou a sorte grande hein, encontrar um roqueiro para chamar de seu (quem me dera). Alex é aquele mocinho que a gente se apaixona de primeira de tão perfeito (eita eita eita).

    ResponderExcluir
  3. Ao contrário de ti, nunca li nada com essa temática, ainda mais sobre banca de rock, tenho muita curiosidade mas ainda não tive oportunidade. Admito que, pela sinopse, essa historia não teria me chamado atenção se não fosse pela tua resenha, inúmeros elogios e a autora ser nacional... Não imagino o que possa ter de tão diferente a ponto de dizer que a trama não é só isso e vai além de um romance avassalador. Realmente não existe mais amizades como antigamente e isso eu também sinto falta, então vendo isso num livro acho que emociona quem está lendo, sempre se tira muito ensinamento de temas assim ainda mais se a escrita da autora cativa e flui. Enfim, é um livro que me pareceu sem muitas pretensões, mas que abordando temas familiares, união, amor e amizade podem sim ser marcante, como foi pra ti. Dica anotada

    ResponderExcluir
  4. Mais uma leitura interessante que eu não conhecia.
    Acho muito bacana quando conseguimos nos colocar no lugar da protagonista e sentir o mesmo.
    Também gosto de livros de banda, mas hoje em dia não é minha prioridade de leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Silvana!
    Confesso que histórias que envolve bandas não costumam me chamar a atenção, é um universo que não desperta o meu interesse em conhecer, sabe?!
    Apesar de gostar quando a amizade e a união estão presentes na história como acontece em Meu desejo de rock.
    Gostei do jeito do Alex, não adianta tratar os fãs bem no palco se não trata bem fora dele; sem falar que amo personagens como ele, que não desanima e que vai atrás do que quer, acho que se eu fosse ler Meu desejo de rock eu leria só por causa dele, estou encantada só de ler seus comentários imagine depois de ler o livro?! rsrs Ah, bem que eu gostaria de ler os foras que ele dá na ex-namorada Bianca...
    Vou fazer o seguinte: se a oportunidade de ler esse livro surgir vou ler sim, quem sabe eu acabe me surpreendendo positivamente?! Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca li nada com esse tema, bandas de rock. Achei bem legal.
    Gostei de saber que no livro o personagem principal é uma pessoa muito carismática dentro e fora do palco.Apesar de ver os problemas que Alex tem até mesmo no relacionamento complicado com a mãe, que pelo jeito é uma megera.
    Só ler sobre a Jessica já apitou um botão aqui dentro de mim, também esqueço de me cuidar, acabo ficando no básico. .difícil ver personagens assim tão gente como a gente.
    A capa me incomoda um pouco, parece capa de livro hot, mas nem por isso deixarei de ler.

    ResponderExcluir