29 janeiro 2019

Resenha: "E se"



Título: E se...
Autora: Giovanna Vaccaro
Páginas: 320
Skoob
Onde comprar: Editora Coerência

E se cada momento de sua vida viesse com uma segunda chance?
Logan Moore tem todos os direitos quando reclama de sua vida. Ele foi baleado em um beco escuro e mandado para um reformatório injustamente. Tudo o que ele quer é cumprir seu tempo naquela mini prisão e, então, sair e viver sua vida normal novamente.

No entanto, Olívia chega para mudar todos os cursos de sua vida, fazendo Logan se apaixonar da pior maneira possível.

O que Logan não sabia era que o destino lhe dera uma chance de consertar seus erros e os erros das pessoas que ama. Em um segundo, ele se vê preso a uma pergunta insistente: Acreditar ou não acreditar quando seu pai diz que há uma maneira de viajar no tempo e evitar que uma grande tragédia aconteça mais para frente?

Logan, desacreditado, no entanto, decide enfrentar as barreiras do espaço-tempo e descobre que essa escolha talvez tenha sido a pior de sua vida. Problemas que traumatizam Olívia, mortes e até amizades desfeitas são algumas das causas pela qual Logan está disposto a arriscar sua vida e… Seu tempo.



“Eu diria que sinto muito em decepcioná-los, mas não é verdade. Eu não ligo. A experiência me ensinou que o interesse provoca expectativa e esta traz decepção. Então a chave para evitar a decepção, é evitar interesse”.

Logan é um ótimo garoto, um bom aluno, embora odiasse física e dizia que a matéria não fora criada por Deus, colava em algumas provas, mentia algumas vezes para os pais, mas, nada que fosse tão grave, fazendo com que ele precisasse ser punido severamente. Sua vida mudou repentinamente em uma noite chuvosa, onde foi atingido por uma arma de fogo, o que fez com que ele agisse por impulso, roubando o carro de um senhor que estava tentando acionar o alarme, foi tudo muito rápido, o que impediu do senhor tomar alguma providência de imediato.

A vida de Logan pregou uma peça inesperada por ele, estava com o braço ferido e tinha cometido o que jamais pensou cometer antes: um crime, e, em razão de não ter atingido a maioridade, precisou ser encaminhado para um reformatório, que não era tão ruim quanto ele imaginava, tinha algumas pessoas legais, uma delas era Olívia, até que, em um de seus diálogos, ao pronunciar palavras para Logan, ela fez com que ele recordasse vagamente de ter ouvido aquela voz anteriormente, visto que, a mesma disse uma frase dita naquela noite chuvosa onde tudo se transformou em um caos.

Os pais de Logan sempre preocupados com ele, sua mãe, uma mulher exemplar, amada por muitos, seu pai, o professor das matérias consideradas difíceis, conceituado pelo seu trabalho ofertado, lutou incansavelmente para realizar a criação de uma máquina do tempo. E isso intensificou ainda mais quando surgiu uma triste notícia para a família.

Desesperado, acompanhados pelo vazio deixado pelo luto, Logan se interessa pelo trabalho do pai, deixando explícito que estava disposto a correr os riscos para voltar no tempo, a fim de corrigir e descobrir o motivo que fez com que Liv fizesse aquilo com ele naquela noite. Ele queria entendê-la da mesma forma que ela passou a entender ele, pois, de uma simples amizade, se tornaram próximos o suficiente para que ele construísse um sentimento de amor por ela.

A verdade é que, será que Liv estava pronta para viver as escolhas de Logan?!

“Todo dia alguém se pergunta “e se eu fracassar?”, “e se eu não conseguir?” ...Estas são as nossas chances, as chances que temos, mas não percebemos. As nossas dúvidas são as preliminares das chances, os “e se”.


Este livro foi publicado pela Editora Coerência, não contém subtítulo, segundo a Autora, uma de suas inspirações como escritora é a autora Carina Rissi, que faz com que ela deseja ser como ela. Recheado de surpresas, suspense e romance, o livro “E se”, nos faz viajar na máquina do tempo juntamente com protagonista do enredo, Logan, que acaba que tendo sua vontade despertada de voltar no tempo para melhorar situações do passado ou impedi-las para que algumas delas não ocorram. Facilmente você se envolve com o enredo, onde os personagens são bem construídos, com características de personalidade forte, positiva e sensível.

As cenas se desenvolvem em uma velocidade adequada, o que impossibilitou o livro de ser cansativo, em decorrência da velocidade a qual acontece as cenas. Além disso, a excelente construção das mesmas, instiga o leitor a virar as páginas velozmente até chegar ao fim, tendo em vista que, a escrita é fluída e os capítulos são separados por frases, cada um deles contém uma frase diferente que apresenta ligação com a cena que será descrita posteriormente. O vocabulário é informal e de fácil compreensão. 

A diagramação é esplendida, pois após a dedicatória do livro, posteriormente encontramos uma playlist para o leitor ler o livro ouvindo-a através do Spotify. Um extra para aqueles que curtem conhecer músicas novas também. As folhas são amareladas e em algumas delas contém seis pássaros que é a tatuagem da personagem Olívia.

Indico este livro para todos aqueles que precisam experimentar a delícia e a dor de relembrar o passado, sabendo que, muitas coisas não poderão ser alteradas definitivamente, mas, sempre haverá um jeito de recomeçar a vida e isso inicia em nosso íntimo.

O melhor lugar é onde estamos, o agora, talvez, voltar para traz pode ser uma péssima escolha, assim como também pode ser uma ótima alternativa, cabe a nós analisarmos, agindo racionalmente, pois sentimentos enganam e criar expectativas é construir muros futuros de decepção para escalarmos, pois a queda pode ser grande. 

O livro me trouxe a reflexão da importância do presente, de aproveitar o hoje, nunca sabemos o que poderá nos suceder, sendo nós, pessoas boas ou não, o melhor e o pior pode nos alcançar e teremos que transformar a dor em oportunidade de evolução. Transformar os “E se’s” em oportunidades e saber aproveita-las, arriscar, sempre, que é uma decisão difícil, porém, necessária, demonstrada e afirmada pelo protagonista, Logan, durante o desenvolvimento do livro.


Inscrições Abertas - Participe !!


8 comentários:

  1. Uau! Por isso cada vez mais fico fã assumida da nossa literatura nacional! E pelo que pude perceber, a Editora caprichou na edição deste livro!
    Quantas e quantas vezes desejamos voltar ao passado, o tal "fazer diferente",mas a gente sabe que muito do que já fizemos, não pode ser refeito e até consertado.
    Logan parece entender muito bem disso. Mas ainda há esperança e talvez seja este sentimento que deixa o enredo tão mais atrativo!
    Como não conhecia o livro, ele vai para a lista de desejados!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da resenha, e fiquei interessada no livro ainda mais por saber que a escritora se inspira em Carina Rissi, outra ótima autora brasileira.
    Eu gostei da sinopse, do título e dos motivos. Acho que Logan tem razão ao criar essas barreiras, certamente quem não espera nada pouco tem para se decepcionar.Mas a vida do personagem vai sofrer reviravoltas que vão obrigar ele a rever seus conceitos.
    Eu curto essas ideias de viajar no tempo, apesar de que acredito que nem sempre poderíamos melhorar as coisas, pois se arrumar de um lado pode desarrumar de outro, acho muito complicado.
    Acho que esse livro serve muito para ajudar ao leitor a perceber a importância da família, dos laços, de saber que um simples gesto impensado pode ocasionar traumas e consequências que podem mudar tudo.
    Também chamou minha atenção a edição do livro, as folhas amareladas, e essas frases que separam os capítulos,muito interessante e diferente, o desenho da tatuagem da personagem também achei fofo.
    Curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  3. Confesso que fui lendo sobre a história e me perguntando toda hora o que estava em minha frente, porque não conseguia ter nenhuma curiosidade sobre a narrativa e me sentia muito confuso. Entretanto, suas impressões mudaram minha opinião, adorei a velocidade em que o livro se passa, as cenas de amor e o mistério envolvendo decisões e passado do protagonista. Legal!

    ResponderExcluir
  4. Meu primeiro contato com a escrita da Giovanna não foi prazeroso, por conta disso fico com um pé atrás.
    Mas ela cresceu, acredito que sua escrita pode ter melhorado porque só leio elogios sobre esse livro.
    A premissa é bem interessante.
    E gosto de leituras que me fazem refletir e que me deixam lições.
    Essa capa está linda!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Que historia mais fofinha e carregada de sentimentos... na verdade o "e se..." faz parte da vida de todo mundo, em algum momento vem na cabeça e no coração as escolhas que fizemos e o "e se..." é inevitável. Já li um livro com essa temática e gostei muito.
    Bom, essa narrativa me pareceu sensível e como a mudança e amadurecimento do Logan, veio por meio do sofrimento, deve transmitir uma mensagem profunda ao leitor, assim como tu concluiu tua resenha, viver o hoje pq o amanhã ninguém sabe. Mais dois pontos que gostei, alem do tema, foi que tu comentou que a leitura flui, ainda bem, pois com um assunto desses e a historia se perder pelo caminho seria uma pena. E segundo, que com uma playlist de fundo, eu pelo menos, assimilo melhor a historia, ela fica mais real. Certamente essa resenha me convenceu, até pq nunca li nada dela, parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Olá! Quem não gostaria de voltar no tempo e mudar uma ou duas coisas hein, eu mesma me candidataria a experimentar uma máquina do tempo (risos), claro que eu procuro sempre aprender com as situações, mas se a oportunidade surgisse ai que eu usaria sim. Em relação a história, ela acabou me lembrando o filme Efeito Borboleta (toda vez, que vejo um enredo que trata de máquinas do tempo, mudanças e consequências no futuro, lembro desse filme), acho super interessante essa reflexão de que as vezes o melhor a se fazer é focar no agora, fiquei bem curiosa para descobrir como nosso protagonista vai encarar todo esse cenário.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha. Essa histórias de viagem no tempo é sempre uma grande oportunidade de aprender. Por que apesar de termos errado no passado sem ele não seriamos o que somos hoje e nem o que seremos amanhã. Pelo o que eu percebi vai ter um romance com a Olivia, e se ele não tiver ido para o reformatório talvez nunca a conheça, muitas teorias kkkk
    Adorei a ideia da playlist, é muito bom ligar músicas com livros. Ótima combinação. E pelo que você disse o livre é bem dinâmico, mais um ponto positivo, já está na lista de desejados.

    ResponderExcluir